Palácio da Música segue com aulas por meio de plataformas online

Com a pandemia da Covid-19, rapidamente, as atividades do Palácio da Música, que demandam aglomerações, foram suspensas. Mas na incerteza de uma data de retorno, novas maneiras de interação com o público e de dar seguimento às atividades passaram a ser buscadas. A casa agora conta com um canal no Youtube para aulas online.

O canal é fechado para os alunos, pois as atividades são direcionadas para os níveis das turmas e toda e qualquer atividade que demande funções físicas mecânicas, necessitam fortemente de um profissional capacitado para acompanhar a evolução e fazer as devidas correções. Especialmente se o espectador nunca estudou tais instrumentos.

Desde o início das medidas de isolamento social adotadas pela Prefeitura Municipal de Teresina, o Palácio da Música e a Orquestra Sinfônica suspenderam suas atividades. O momento agora é de redescobrimento e renovação, com a utilização da tecnologia para conexão das pessoas, interação e aprendizado.

O Palácio da Música é mantido pela Prefeitura de Teresina por meio da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC), sendo a casa do mais variados grupos, tais como a Banda de Música 16 de Agosto, a Orquestra Sanfônica de Teresina, a Orquestra de Violões de Teresina e a Orquestra Sinfônica de Teresina.

Prefeitura mantém decreto de suspensão das atividades da construção civil e industriais

As atividades da construção civil e industriais continuam suspensas em Teresina, mesmo após ampliação da lista de serviços e atividades considerados essenciais decretada pelo presidente da República. O prefeito Firmino Filho mantém o decreto Nº 19.548, de 29 de março de 2020, que dispõe sobre o funcionamento das atividades de indústria, comércio, logística e sociais, para o atendimento mínimo às demandas da população de Teresina em meio à pandemia do coronavírus.

“O decreto federal, no entanto, não interfere na eficácia dos decretos municipais que disciplinam a matéria, pois o Município é competente para legislar sobre assuntos de interesse local e para cuidar da saúde e assistência pública, conforme os arts. 30, I, e 23, II, ambos da Constituição Federal. A gestão municipal continuará com o seu decreto em vigor, pois mesmo que o governo federal estabeleça quais atividades podem continuar em meio à pandemia, o Supremo Tribunal Federal deu poder aos estados e municípios para estabelecerem suas políticas de saúde, inclusive por questões de quarentena e a classificação dos serviços essenciais”, informa Raimundo Eugênio, procurador geral do município de Teresina.

Segundo o decreto presidencial, a indústria e a construção civil podem manter as atividades “obedecidas as determinações do Ministério da Saúde”. Em Teresina, permanecem suspensas as atividades dos estabelecimentos comerciais, industriais, de serviços, de atividades de construção civil e de outras atividades que não sejam essenciais.

“É preciso considerar que a doença não se desenvolve da mesma maneira em todo o país. Assim, são os governadores, e especialmente os prefeitos, que possuem melhores condições para definir as estratégias necessárias ao enfrentamento da pandemia, já que têm conhecimento da realidade de cada local. Portanto, em virtude do aumento constante do números de pessoas infectadas na capital, o prefeito Firmino mantém as medidas voltadas para o isolamento social e para conter o avanço da disseminação da Covid-19 na capital”, concluiu o procurador.

Semel realiza atividades com as crianças através das redes sociais

A Secretaria Municipal de Esporte e Lazer realizará, a partir da segunda-feira (27), o projeto “Semel Kids: Brincando com as crianças”. A ação será realizada através das redes sociais com objetivo de oferecer para as crianças que se encontram em isolamento social, uma opção divertida para a prática de exercícios físicos, além de muitas brincadeiras e oficinas.

Os professores de projetos da Semel, Krismary Matos e Lucas Oliveira, estão preparando uma série de atividades voltadas para o público infantil. “Convidamos todas as crianças para se divertirem com a gente durante esse período de isolamento. Teremos muita dança, brincadeiras e oficinas”, destacou a professora Krismary Matos. As lives serão transmitidas ao vivo, de segunda a sábado, das 9 às 10h, no Instagram da Semel: @semelteresina.

Além das crianças, profissionais da secretaria também vêm realizando orientações de exercícios físicos direcionadas para jovens, adultos e idosos. Amanhã (24), o professor Matheus da Silva vai orientar os participantes em transmissão ao vivo, às 18h. A programação das lives da semana segue no sábado (25), no mesmo horário, com a professora Irineuda Dias.

“Nossos profissionais estão realizando atividades simples para estimular a população a praticar exercícios em casa, tendo vista a recomendação das autoridades de saúde para que, quem puder, fique em casa e não promova aglomeração. Além disso, esses exercícios ajudam na manutenção da saúde”, destacou o secretário municipal de Esporte e Lazer, Miguel Rosal.

Moradores em situação de rua participam de atividades informativas dentro de abrigo

Ascom/Semcaspi

Os assistentes sociais que estão trabalhando com os moradores em situação de rua acolhidos no abrigo montado no Estádio Municipal Lindolfo Monteiro estão desenvolvendo, desde o dia 10 de abril, uma série de atividades lúdicas e informativas com os usuários do espaço. O objetivo da equipe é informar sobre as mudanças ocorridas na sociedade devido a pandemia do novo coronavírus e entreter durante o tempo em que eles estiverem no abrigo.

O Secretário Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), Samuel Silveira, disse que o momento é de cooperação e que todas as atividades estão sendo desenvolvidas e acompanhadas pelas equipes do abrigo para que não tenha risco de transmissão do vírus.

“Nossos profissionais estão aproveitando o espaço para desenvolver atividades voltadas para o enfrentamento de novos desafios e que mostram a capacidade de cada um diante das adversidades. Além disso, os moradores em situação de rua participam de palestras que buscam esclarecer dúvidas sobre o auxílio emergencial, os perigos da Covid-19 e do uso de entorpecentes. Ficamos felizes com a solidariedade do teresinense diante do apoio que recebemos de outros movimentos independentes e religiosos, que se colocaram a disposição para desenvolver atividades recreativas com eles”, disse o secretário.

O espaço conta ainda com uma equipe formada por médica, enfermeiras, assistente social e técnica de enfermagem do Consultório na Rua, da Fundação Municipal de Saúde (FMS), que busca garantir os cuidados necessários na área da saúde e reforçar ações de higiene dentro do espaço.

“Fizemos a distribuição de kits de higiene, medicamentos, consultas, vacinas da gripe, testes rápidos de Sífilis e HIV e os demais tratamentos que já realizavam nas ruas. Nas palestras, explicamos sobre a Covid-19, as suas formas de transmissão e os cuidados necessários para evitar o contágio. Por reconhecer que os moradores em situação de rua não tem hábitos de higiene adequados e uma parte faz o uso de substâncias psicoativas, foi dada maior ênfase à necessidade do autocuidado. Aos pacientes que não aceitaram acolhimento no abrigo, a equipe do Consultório de Rua orientou que eles buscassem acolhida na casa de familiares”, explicou a assistente social do Consultória na Rua, Melissa Lima.

A estrutura montada pela Semcaspi no Estádio Lindolfo Monteiro conta com alojamentos, refeitório, estande para atendimento em saúde, banheiros e estande administrativo. Os alojamentos estão separados em alas feminino, masculino e para pessoas idosas. Ao todo, 70 vagas foram disponibilizadas no abrigo. A Prefeitura atende a população em situação de rua através de vários projetos da Assistência Social e Saúde, por meio do Albergue Casa do Caminho, Centro Pop e o Consultório na Rua, que percorre a cidade levando profissionais de saúde até eles. Com a disseminação da Covid-19, a intenção da Prefeitura é que essa população permaneça em um espaço amplo, com o distanciamento adequado, atendimento, estrutura e segurança para conviver de forma saudável.

Prefeitura estuda planejamento para retomada gradual das atividades econômicas em Teresina

A Prefeitura de Teresina iniciou há cerca de duas semanas uma discussão com as entidades representativas de empresários, industriais e trabalhadores para planejar uma eventual retomada das atividades econômicas da cidade. Todas as medidas adotadas levarão em conta as determinações da OMS (Organização Mundial da Saúde), de forma a garantir padrões mínimos de segurança para todos durante a pandemia do novo coronavírus.

“A ideia é gerar um planejamento para uma eventual saída do atual estágio de isolamento social, com protocolos corretos para o retorno das atividades. O processo exige o respeito a algumas condicionantes, baseadas nas regras gerais da Organização Mundial da Saúde (OMS); na capacidade de atendimento do sistema hospitalar, especialmente UTIs; e na velocidade de disseminação do vírus para que possamos ter modelos de previsão mais acurados”, explicou o prefeito Firmino Fillho.

O planejamento vai levar em conta também as pesquisas sanitárias que estão em andamento em Teresina, que incluem testes para a COVID-19.  “O objetivo é conhecer a situação da pandemia na cidade, já que a testagem ainda é insuficiente e não há dados concretos sobre o número de pessoas infectadas pelo novo coronavírus”, ressalta o professor Washington Bonfim, membro do Comitê Gestor de Medidas para Enfrentamento da Pandemia Coronavírus-COVID-19 da Prefeitura de Teresina.

Bonfim também integra um grupo formado pelo prefeito para manter o diálogo com representantes dos empresários e dos trabalhadores. Esse grupo inclui os secretários de Governo, Fernando Said; de Finanças, Francisco Canindé; e de Educação, Kleber Montezuma.

CMEI produz caderno de atividades para orientar leitura e escrita em casa

Para garantir que as crianças continuem aprendendo, mesmo no período de quarentena, o Centro Municipal de Educação Infantil Érico Veríssimo elaborou um caderno de atividades para os alunos do maternal, I Período e II Período. São exercícios de leitura e escrita para dar continuidade ao processo de alfabetização.

Enquanto os estudantes cumprem o período de isolamento social, ficando em casa como medida de proteção contra o novo coronavíruas, devem responder as atividades propostas no caderno. Os pais enviam o material respondido por aplicativos de mensagens na internet, e as professoras ainda gravam vídeos orientando as atividades do dia.

A distribuição dos cadernos aconteceu junto com a entrega dos kits de alimentação, quando cada família foi chamada à escola para receber um auxilio durante a suspensão das aulas. Ao todo, 127 alunos estão produzindo à distância, todos os dias.

“Estamos distribuindo alimento e conhecimento, essenciais para esse momento tão difícil. É gratificante ver o compromisso dos pais e alegria dos nossos alunos”, comenta a diretora Layana Sousa.

Rede Municipal: alunos e professores terão página com sugestões de atividades pedagógicas

Para estimular o aprendizado em casa durante a suspensão das aulas na Rede Municipal de Ensino, a Secretaria Municipal de Educação (Semec) lançou uma página dentro do seu site com orientações de materiais complementares para alunos e professores. A página “Eu aprendo em casa” começa a funcionar ainda nesta semana.

O conteúdo disponibilizado online traz ideias de filmes, livros, jogos, brincadeiras e atividades pedagógicas que exercitam a mente das crianças. O objetivo é também integrar a família, já que as atividades propõem a participação dos pais, tudo sem sair de casa. Mais de 90 mil famílias devem acessar o site nos próximos dias.

“Selecionamos um material que traz conhecimento, não apenas para ocupar o tempo, mas com a intenção de ajudar no desenvolvimento cognitivo dos alunos. Neste momento que não podemos desenvolver o projeto pedagógico na escola, precisamos manter um ritmo de aprendizado, para que não se afastem do que vivenciam em sala de aula e, quem sabe, começamos aqui a envolver mais as famílias nesse processo”, pontua a secretária executiva de ensino da Semec, Irene Lustosa.

De acordo com o secretário municipal de Educação, Kleber Montezuma, a página da internet também traz dicas de capacitações para diretores, coordenadores pedagógicos e professores. “Colocamos à disposição de toda a comunidade escolar um material rico. Esperamos que possam aproveitar da melhor forma possível”, finaliza Montezuma.

 

Operação Tapa-Buracos retomou atividades nesta segunda-feira (30)

Renato Bezerra

A Prefeitura de Teresina segue priorizando a manutenção dos serviços essenciais para o bom funcionamento do município. Nesta semana, os reparos nas ruas e avenidas da cidade por meio da Operação Tapa-Buracos estão sendo retomados com o intuito de minimizar os impactos causados pelas chuvas na massa asfáltica da capital.

“A usina de asfalto voltou a funcionar para atender as demandas estritamente essenciais e permitir que nossas equipes da Operação Tapa-Buracos retornem às ruas para realizar os reparos emergenciais que são necessários. Estamos em meio a um período chuvoso que sempre castiga as vias de Teresina e precisamos dessas ações imediatas para garantir mais conforto ao teresinense”, comentou Daniel Pereira, coordenador de Asfaltamento da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Semduh).

O s serviços da Operação Tapa-Buracos podem ser solicitados por meio da Ouvidoria do Município, pelo telefone (86) 3221-7050 ou por meio do COLAB.re, o aplicativo para celular disponível gratuitamente para todos os aparelhos com sistema Android ou IOS.

Vias que recebem reparos nesta segunda-feira (30)

* Estrada Boa Hora
* Av. Zequinha Freire -zona Sudeste
* Av. Nossa Senhora de Fátima – zona Leste
* Av. Ulisses Guimarães- Zona Sul
* Av. Poty Velho – Zona Norte
* Diversas solicitações do Colab

Prefeitura publica decreto mantendo isolamento durante estado de calamidade em Teresina

Com o registro de duas mortes causadas pelo novo coronavírus (Covid-19) em Teresina, o prefeito Firmino Filho considera fundamental estabelecer normas firmes para que as pessoas fiquem em casa e, ao mesmo tempo, garantir que tenham acesso aos serviços e produtos essenciais para sua sobrevivência. No último domingo (29) ele esteve reunido com sua equipe avaliando a situação da cidade e discutindo novas medidas.

Nesta segunda-feira (30) a Prefeitura está publicando um decreto reforçando a adoção de medidas restritivas para garantir o isolamento social e determinando o fechamento das atividades econômicas e comerciais não essenciais enquanto durar o estado de calamidade em Teresina. Ao mesmo tempo, o decreto fez ajustes para permitir o funcionamento de setores considerados necessários dentro da cadeia de serviços essenciais para manter a cidade funcionando no período de quarentena.

“Fizemos uma análise sobre a evolução da pandemia no país e em nossa cidade. As próximas duas semanas serão decisivas para Teresina. Estamos trabalhando para que não haja interrupção de atividades essenciais”, explicou o prefeito, ressaltando que está avaliando a possibilidade de fazer testes do coronavírus por amostragem para ter uma ideia da evolução da doença em Teresina e adotar medidas de controle e prevenção.

O decreto define medidas de funcionamento mínimo necessárias ao atendimento das demandas nas áreas da indústria, comércio, logística e demais atividades essenciais, permanecendo, em sua plenitude, suspensas as atividades consideradas não essenciais. O documento destaca ainda que podem funcionar as atividades contratadas de acordo com a necessidade do poder público, inclusive pelas suas concessionárias.

Para os estabelecimentos, serviços e atividades mencionados no novo decreto, são exigidas todas as medidas de controle de acesso e de limitação de pessoas nas áreas internas e externas, de modo a evitar aglomerações, resguardando a distância mínima de dois metros entre as pessoas.

Eles também devem cumprir os protocolos, orientações e determinações expedidas pelos órgãos e entidades de saúde federal, estadual e municipal, caso contrário, estarão sujeitos à aplicação, cumulativamente, das penalidades de multa, interdição total da atividade e cassação de alvará de localização e funcionamento, na forma da legislação vigente.

 Clique aqui para ver o novo decreto

Secretaria da Mulher suspende atendimentos e atende demandas por telefone ou email

Os serviços internos da Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres (SMPM), e de unidades vinculadas como Amor de Tia e Centro de Referência Esperança Garcia (CREG), foram suspensos nesta segunda-feira (23) como medida preventiva à disseminação do coronavírus. Os atendimentos e demandas solicitadas à SMPM ao longo desses 15 dias devem ser enviados pelo e-mail: smpm.gabinete@gmail.com, ou pelo telefone: (86) 99470-8798.

Para a secretária de Políticas para as Mulheres, Macilane Gomes, são extremamente necessárias as medidas de isolamento social que estão sendo adotadas nesse momento de crise, se tornando um ato de consciência de preservação da própria vida e do outro.

“É uma chamada importante, um ato de consciência, uma atitude radical de isolamento social. Mesmo com as medidas adotadas, sabemos também da importância de alguns serviços estarem funcionando, como o CREG, que atende mulheres em situação de violência. Por isso, estamos disponibilizando todos os contatos para qualquer demanda que possa surgir, não podemos deixar essas mulheres desamparadas”, afirmou a secretária.

Os profissionais que fazem parte do Centro de Referência Esperança Garcia (CREG), espaço que atende mulheres em situação de violência, estarão disponíveis para os atendimento de segunda a sexta, de 8h às 14h. O contato pode ser feito via whatsapp ou ligação, através do número: (86) 994169451.

Segundo a coordenadora do Centro de Referência Esperança Garcia (CREG), Roberta Mara, as mulheres que estão em isolamento social e que sentirem necessidade de qualquer tipo de atendimento ou orientação quanto a violência de gênero, devem imediatamente entrar em contato.

“Sabemos que esse isolamento social pode reforçar ainda mais as ocorrências de violência doméstica. Nosso centro não pode parar, por isso nossos profissionais continuam atendendo e orientando caso haja necessidade”, finalizou Roberta Mara.