Prefeitura de Teresina disponibiliza mais de R$ 1 milhão em linhas de crédito através do BPT

A Prefeitura Municipal de Teresina (PMT), por meio do Banco Popular de Teresina (BPT) aplicou mais de R$ 1 milhão na economia da Capital, através da disponibilização de microcrédito que beneficiou mais de 220 micro e pequenos empreendedores teresinenses, em apenas um mês.

Para o gerente do BPT, Almy Andrade, o Banco é uma alternativa que a Prefeitura de Teresina oferece à população que deseja expandir e até mesmo começar o próprio negócio do zero, com juros e taxas diferenciadas. “Desburocratizar e possibilitar acesso ao microcrédito é o que a nossa gestão está fazendo pelos pequenos empreendedores de Teresina. Com taxas e juros que chegam a alguns casos, a serem menos de 1% ao mês”, destacou.

O gerente, também, ressaltou as ações realizadas pela equipe para alcançar um maior número de empreendedores. “No final de abril, destinamos R$ 400 mil para os permissionários do Calçadão de Teresina e Shopping da Cidade, mandamos uma equipe do Banco para esses locais para atender esse público, mas que os mesmos não precisassem fechar seus estabelecimentos para virem até a agência”, ressaltou Andrade.

A empreendedora, Yasmin Santos, destacou a importância do crédito para o seu negócio e parabenizou a gestão pela agilidade e desburocratização.

“Com o crédito vou poder investir em mercadorias, ampliar e melhorar a estrutura do meu negócio. Não é fácil para nós, micro e pequenos empreendedores, termos acesso a uma linha de crédito. Então parabenizo a gestão da PMT, através da equipe do Banco Popular por terem esse olhar voltado para nossas necessidades”, agradeceu.

Crédito Rural

Segundo o secretário executivo da Secretaria Municipal de Economia Solidária, Francisco Wallysson , os resultados alcançados são frutos de um trabalho que está alinhado para fortalecer a economia da Capital, na sua base e que a equipe já está se preparando para levar o Banco Popular para zona rural de Teresina.

“Sabemos da importância dos pequenos negócios para a economia e para a população. É uma exigência do nosso prefeito Dr. Pessoa que todas as pastas estejam atentas e promovam ações para sanar os problemas e melhorar a vida do público assistido por cada secretaria. Por isso, iremos promover o crédito rural, onde iremos levar uma equipe do Banco Popular para a zona rural da Cidade, para que os pequenos empreendedores da zona rural possam ter conhecimento e acesso a uma linha de crédito”, ressaltou o gestor.

Prefeitura de Teresina libera mais de R$200 mil em linhas de crédito

A Prefeitura Municipal de Teresina (PMT) liberou mais de R$200 mil em linhas de crédito para capital de giro, através do Banco Popular de Teresina (BPT). As assinaturas dos contratos foram realizadas nesta manhã de quarta-feira (20), e 35 micros e pequenos empreendedores estão sendo beneficiados.

O BPT utiliza recursos do Fundo de Geração de Emprego e Renda (FUNGER) e atua como um agente de fomento para a economia da Capital. “ O Banco é uma alternativa, que a Prefeitura de Teresina, oferece para os micro e pequenos empreendedores terem acesso a crédito, com juros e taxas que nenhuma outra instituição oferece, e sem a burocracia dos bancos convencionais, desburocratizando para assim cooperar com o crescimento dos mesmos” destacou o secretário executivo, Francisco Wallysson Almeida.

A empreendedora, Marineusa da Cruz Pereira, veio assinar seu contrato e o sentimento segunda ela é de gratidão. “Estou aqui para compartilhar e agradecer a essa ajuda que a Prefeitura tem dado para os microempreendedores. Eu trabalho com produtos de maquiagem e esse valor que eu consegui através do Banco Popular é muito importante para eu investir e comprar novos produtos para crescer e expandir o meu negócio. Deixo aqui o meu muito obrigada.” ressaltou

Banco Popular de Teresina libera as primeiras linhas de crédito para capital, em 2022

O Banco Popular de Teresina (BPT), liberou as primeiras linhas de capital de giro de 2022. O montante aplicado na economia, nesta véspera de feriado prolongado, é de R$ 160 mil e 26 micro e pequenos empreendedores foram beneficiados, neste primeiro momento.

A assinatura dos contratos foi realizada, nesta manhã de quarta-feira (13), no BPT, localizado na Av. Campos Sales, nº 1292- Centro/Norte. A retomada da disponibilização do microcrédito foi recebida com animação pelos empreendedores.

Francisvaldo da Silva Costa, empreende com artigos religiosos e hoje veio assinar o contrato para receber a linha de crédito, no valor de R$ 4 mil reais, durante a assinatura o empreendedor parabenizou a gestão pelo incentivo e apoio.

“É muito bom e nos auxilia em um momento difícil como esse. É importante para que a gente tenha capital de giro, para que a gente não feche as portas, como muitos já fecharam. É um incentivo muito bom da Secretaria e da Prefeitura de Teresina, com pouca burocracia” destacou

O secretário executivo, Wallysson Almeida, ressaltou o trabalho à frente da pasta para desenvolver a economia, apoiar e incentivar os micro e pequenos empreendedores.

“A Semest, por meio do BPT, está alinhada com a gestão para gerar oportunidades de trabalho e renda para os teresinenses. Com estratégias de fomento para desenvolver a economia na sua base, que são os micro e pequenos empreendedores. É um desejo do prefeito Dr. Pessoa, que cada pasta contribua com o desenvolvimento de Teresina” ressaltou.

O gerente do BPT, Almy Andrade, fala que a disponibilização de recursos contempla outras pessoas indiretamente. “Quando um micro e pequeno empreendedor adquire uma linha de crédito para investir e ampliar seu negócio, a roda da economia contempla outros trabalhadores. Pois com a ampliação de negócios, outras oportunidades de trabalho são geradas” pontuou

Esse é o caso da empreendedora do ramo de confecção e semijoias, Antonia Maria Santana, . “Esse crédito vai ser muito bom pro meu negócio, com os R$ 8 mil vou investir mais e ampliá-lo e com isso vou precisar de uma pessoa para me ajudar. O processo de financiamento foi ótimo” disse

Banco Popular libera R$ 580 mil para motoristas de aplicativo, delivery e mototaxistas

A Semest alcançou um resultado inédito com a aplicação de R$ 3 milhões, através das linhas de crédito do BPT Fotos(Ascom/Semest)

Nesta sexta-feira, 12, a Secretaria Municipal de Economia Solidária de Teresina (Semest) liberou, através do Banco Popular de Teresina (BPT), R$ 580 mil para motoristas de aplicativo, delivery e mototaxistas.

A Semest alcançou um resultado inédito com a aplicação de R$ 3 milhões, através das linhas de crédito do BPT. E promoveu, nesta manhã, a assinatura de 90 contratos de financiamento, no auditório da secretaria.

Para a secretária municipal de Economia Solidária, Gessy Fonseca, os números alcançados são resultado de uma força-tarefa da equipe. “A equipe inteira se mobilizou para que todos os 90 contratos fossem liberados hoje. Mais que números, estamos alcançando pessoas, suas famílias e sonhos. Uma gestão preocupada com o desenvolvimento da cidade”, ressalta a secretária.

Para o entregador de aplicativo e representante da classe, Júlio César, essa ação foi muito importante, principalmente nesse momento de crise e alta dos preços.

“Essa ação e crédito vieram em boa hora. Estávamos com dificuldades para trabalhar por conta da crise, a alta dos preços, principalmente do combustível. Isso vai nos trazer uma renda para podermos investir na manutenção dos nossos equipamentos de trabalho. Nossos parabéns para a secretária Gessy Fonseca e a Prefeitura Municipal”, disse o motorista de aplicativo.

O mototaxista Laurimilson Pereira saiu satisfeito com o processo de financiamento e crédito recebido. “Eu só tenho a agradecer à equipe, foi um processo rápido, assinei e já estou saindo com meu crédito no bolso. Parabenizo a Semest por olhar para nossa classe”, falou o mototaxista.

Banco Popular de Teresina aplica R$ 3 milhões na economia

Mais de 850 micro e pequenos empreendedores foram beneficiados com uma linha de crédito do BPT Fotos(Ascom/Semest)

O Banco Popular de Teresina aplicou R$ 3 milhões na economia da capital, através das suas linhas de crédito capital de giro e equipamentos. Mais de 850 nanos, micros e pequenos empreendedores foram beneficiados, de abril a outubro de 2021. Agora, o Banco dobrou sua linha de crédito capital de giro para R$ 8 mil reais e estendeu seu crédito para motoristas de aplicativo e delivery.

Para a secretária municipal de Economia Solidária, Gessy Fonseca, os números relevantes são frutos de um trabalho alinhado com a pasta e a atenção às necessidades dos empreendedores.

“A nossa equipe está alinhada e atenta às necessidades dos nossos assistidos e as demandas da cidade. Intensificamos a disponibilização de crédito e ampliamos o nosso público para que mais micro e pequenos empreendedores tenham condições para se desenvolver e gerar mais oportunidades de trabalho e renda. Alcançamos um resultado nunca tido antes, estamos comprometidos com o desenvolvimento de Teresina”, ressaltou a secretária.

A secretária também destacou sobre o aumento da linha de crédito para os micro e pequenos empreendedores, pois muitos ainda sofrem com a crise ocasionada pela pandemia. “Sabemos da importância da aquisição de crédito, principalmente para os micro e pequenos empreendedores que foram bastante prejudicados com a pandemia. Então, a disponibilização de recursos é muito importante nesse momento em que caminhamos para uma retomada econômica”, disse Gessy Fonseca.

Com a aquisição do crédito, os micro e pequenos empreendedores tiveram a oportunidade de abrir, manter e/ou até mesmo alavancar seus negócios, como foi o caso da Francineide Sepúlvida e suas irmãs, que começaram apenas com delivery e hoje têm seu ponto físico.

Com o crédito, pudemos abrir nossa loja física de açaí, compramos freezer e investimos na infraestrutura do espaço. Nesse pequeno ponto trabalham sete pessoas, então, só tenho a agradecer a secretária, Gessy Fonseca e a essa gestão”, agradeceu a empreendedora.

Outro segmento beneficiado com as linhas de crédito são os motoristas de aplicativo e delivery. A inclusão desse segmento se deu após uma reunião solicitada pela secretária, Gessy Fonseca, com representantes da classe, realizada no dia 27 de outubro.

“Recebemos os motoristas de aplicativo e delivery e demos início ao processo de cadastramento dos interessados. Por conta da grande demanda, mobilizamos a equipe para agilizar os processos de financiamento e estaremos liberando R$ 580 mil para 90 motoristas de aplicativo e delivery”, ressaltou o gerente do Banco Popular, Almy Andrade.

As assinaturas dos cadastros aprovados serão realizadas na sexta-feira, 12, no auditório da Secretaria Municipal de Economia Solidária, a partir das 9h.

Semest apresenta linhas de crédito do Banco Popular para representantes dos motoristas e entregadores por aplicativo

A Secretaria Municipal de Economia Solidária de Teresina (Semest) promoveu uma reunião para deliberar ações de fomento e incentivo, através da disponibilização de crédito pelo Banco Popular de Teresina para motoristas de aplicativo e delivery da Cidade.

Estiveram na reunião o presidente da Associação dos Entregadores por Aplicativo e Delivery do Estado, Júlio César Sousa, o diretor de relações da Associação de Motoristas por Aplicativo do Estado, André Monteiro, bem como os fundadores da empresa Baghome, Cristino Castro e Jane Lima, a secretária de Economia Solidária, Gessy Fonseca e equipe de gabinete.

Para a secretária municipal de Economia Solidária, essa iniciativa visa proporcionar melhores condições de desenvolvimento para essa classe, que está crescendo e gerando oportunidades de trabalho e renda em Teresina.

“Os motoristas de aplicativo e delivery prestam um serviço essencial para a população, e mesmo com a crise a atividade proporcionou renda para os teresinenses.” ressaltou Gessy Fonseca.

Para o presidente da Associação dos Entregadores por Aplicativo e Delivery do Estado, Júlio César Sousa, a iniciativa da Semest e ações apresentadas são positivas para a classe.

“Foi muito importante, principalmente nesse momento de crise, a Semest está nos assistindo, entregadores e motoristas de aplicativo. Com o crédito podemos investir em materiais de trabalho e equipamentos de segurança, manutenção do transporte, isso está nos dando um gás a mais.” disse com entusiasmo.

Durante o encontro a diretora da Baghome, Jane Lima, também apresentou a plataforma da empresa, que gere o processo de vendas de um empreendedor individual. “Apresentamos soluções, o nosso aplicativo criado por fundadores teresinenses, junto com órgãos da Prefeitura, Estado e Governo Federal, que estamos lançando na nossa cidade Teresina. Unindo o comércio físico com o virtual trazendo o novo modelo de negócio para Teresina.” disse

O diretor de relações da Associação de Motoristas por Aplicativo do Estado, André Monteiro, ressaltou a importância do olhar da gestão pública para esse segmento.

“A reunião foi muito positiva, é sempre importante que os órgãos públicos se aproximem das pessoas que empreendem, que fazem o dinheiro girar e se multiplicar, isso traz riqueza e prosperidade para nossa Cidade” pontuou.

 

Nota de esclarecimento

A Secretaria Municipal de Economia Solidária de Teresina (Semest), responsável pela administração do Banco Popular de Teresina vem por meio desta nota esclarecer que não é exigido no processo de financiamento junto a instituição nenhum depósito para a liberação de crédito. Quaisquer tentativas solicitando depósitos em dinheiro em nome do Banco Popular é golpe.

Reforçamos a população teresinense, principalmente, aos micro e pequenos empreendedores que estão em processo de aquisição de nossas linhas de crédito, nosso compromisso e dedicação com a disponibilização de recursos de fomento e incentivo ao empreendedorismo.

Quaisquer dúvidas, estamos disponíveis pelos canais de atendimento: (86) 9 9480-0501 (whatsapp), (86) 3222-8941 e para atendimento presencial de 8h às 13h, de segunda-feira a sexta-feira, no endereço – Av. Campos Sales, 1292.

Divulgação do balanço do Banco Popular faz parte das comemorações dos 169 anos de Teresina

Hoje (10) foi divulgado, no auditório da Secretaria Municipal de Economia Solidária de Teresina (Semest), o balanço com os resultados do Banco Popular de Teresina. Mais de R$ 1 milhão aplicados na economia por meio das linhas de crédito ofertadas pelo Banco, alcançando mais de 400 micro e pequenos empreendedores.

A solenidade para apresentação dos resultados fez parte do cronograma de comemorações pelos 169 anos da Capital. Estiveram presentes o prefeito, Dr. Pessoa, o vice-prefeito, Robert Rios, o presidente da Empresa de Desenvolvimento Urbano (Eturb), João Duarte, e o secretário de Comunicação, Lucas Pereira. Na oportunidade, a secretária municipal de Economia Solidária, Gessy Fonseca, apresentou os resultados.

Mais de R$ 1 milhão aplicados na economia por meio das linhas de crédito ofertadas pelo Banco (Foto: Ascom/Semest)

“Duplicamos a quantidade de operações em relação ao ano passado, com uma média de R$ 366 mil reais aplicados mensalmente. Esse é o objetivo da Semest apoiar e incentivar o micro e pequeno empreendedor. Esse é o reflexo da gestão do nosso prefeito, que sempre nos incentiva a melhorar e entregar resultados e estamos entregando.” ressaltou a secretária.

Na ocasião o prefeito, Dr. Pessoa parabenizou o trabalho da secretária, Gessy Fonseca. “A secretária, Gessy Fonseca, está realizando um excelente trabalho com micro e pequenos empreendedores. A economia solidária é importantíssima para uma família. Eu escolhi a Gessy Fonseca como secretária e eu destaco o trabalho dela.” falou o prefeito.

Mais de R$ 1 milhão aplicados na economia por meio das linhas de crédito ofertadas pelo Banco (Foto: Ascom/Semest)

Banco Popular de Teresina apresenta balanço com mais de R$ 1 milhão investidos em pequenas e microempresas

Mais de R$ 1 milhão foram aplicados pela instituição, através da liberação de linhas de crédito para capital de giro e aquisição de equipamentos Fotos(Rômulo Piauilino / Semcom)

O Banco Popular de Teresina (BPT), uma extensão da Secretaria Municipal de Economia Solidária de Teresina (Semest), que atua no fortalecimento econômico da capital, através da aplicação de recursos do Fundo de Geração de Emprego e Renda (FUNGER), apresentou nesta terça-feira (10) o balanço das operações de crédito a pequenos e microempreendedores.

Ao todo, mais de R$ 1 milhão foram aplicados pela instituição, através da liberação de linhas de crédito para capital de giro e aquisição de equipamentos, em apenas três meses. O recurso possibilitou empréstimos para mais de 400 micros e pequenos empreendedores, que puderam investir e desenvolver os seus negócios.

“Todo esse montante foi para boas mãos. É uma ação importantíssima, principalmente nesse período de declínio econômico causado pela pandemia. Há a possibilidade desse crédito mais que dobrar até o final do ano. Imagina em 2022, o que virá no apoio ao pequeno e micro empreendedorismo?”, afirmou o prefeito Dr. Pessoa.

À frente da Semest, a secretária Gessy Fonseca reforça a importância da parceria entre a pasta e o Banco Popular para o fortalecimento da economia teresinense neste momento de dificuldade. “Estamos dando uma resposta rápida e eficiente para a crise econômica em nosso município. Contribuímos para que o micro e pequeno empreendedor não fechassem seus estabelecimentos, mantendo suas rendas e, em alguns casos, aumentando seus negócios, gerando mais oportunidades de trabalho na cidade”, disse.

O Banco Popular atua com a aplicação de recursos do Fundo de Geração de Emprego e Renda (FUNGER). “Liberamos o crédito e sabemos que serão investidos na nossa cidade, movimentando a economia e possibilitando o retorno dos recursos aos cofres municipais”, destaca Kelson Rocine, gerente do BPT.

Banco Popular de Teresina aplica mais de R$ 1 milhão na economia e transforma a vida de micro e pequenos empreendedores

O Banco Popular de Teresina superou a meta de R$ 1 milhão de reais, em recursos aplicados por meio das linhas de crédito capital de giro e aquisição de equipamentos, em apenas três meses. O montante aplicado beneficiou mais de 400 micros e pequenos empreendedores da Capital que puderam investir e desenvolver os seus negócios.
O Banco Popular é uma extensão da secretaria municipal de Economia Solidária de Teresina (Semest), ele atua com a aplicação de recursos do Fundo de Geração de Emprego e Renda (FUNGER).

Para a secretária municipal de Economia Solidária, Gessy Fonseca, o banco é o braço forte da Semest que atua no fortalecimento da economia nesse momento de crise, principalmente.

“Estamos dando uma resposta rápida e eficiente para a crise econômica em Teresina. Com essa injeção de mais de R$ 1 milhão na economia, contribuímos para que o micro e pequeno empreendedor não fechasse seu negócio e mantivesse sua renda e, em alguns casos, o empreendedor aumentou seu negócio e pôde gerar oportunidades de trabalho na sua região. Essa é a gestão do prefeito, Dr. Pessoa e o meu compromisso com os teresinenses.” ressaltou a secretária.

Por meio desses recursos aplicados pelo Banco Popular muitos empreendedores puderam mudar de vida, através do desenvolvimento da sua atividade, como é o caso do comerciante, Erison Cássio de Sousa.

“A Semest, através do Banco Popular, beneficiou-me com uma linha de crédito na qual eu pude reformar o meu ponto, comprar e duplicar a quantidade de produtos. Hoje meu negócio me traz um bom faturamento e uma boa renda para minha família, e eu sou muito grato a Deus pela Semest, por essa gestão.” enfatizou o comerciante que também ressaltou o desejo de continuar operando com o Banco.

Com a aprovação do crédito o empreendedor também adquire uma consultoria gratuita, o workshop Equilíbrio Financeiro para os Pequenos Negócios. “Não estamos preocupados, apenas, em disponibilizar recursos, mas também ensinar como aplicar esse crédito adquirido, para que o empreendedor tenha um retorno rápido e eficiente em seus negócios”, pontuou o secretário executivo, Anderson Emanuel.

Em virtude das comemorações dos 169 anos de Teresina. Amanhã (10), às 9h, será realizada uma apresentação do balanço do Banco Popular para o prefeito, Dr. Pessoa, no auditório da Semest.