SAAD Norte se reúne com a Caixa Econômica e busca celeridade para financiamento de obras

Visando dar mais celeridade e agilidade na liberação de recursos, gestores da Superintendência das Ações Administrativas Descentralizadas Norte (SAAD Norte), se reuniram com representantes da Caixa Econômica Federal (CEF) para discutir o financiamento de diversas obras que estão sendo executadas na zona Norte de Teresina.

Além da SAAD Norte representantes da Secretaria Municipal de Planejamento (SEMPLAN) também estiveram presentes. Entre as principais obras discutidas, estão as duas pontes (UFPI e Poti Velho), galeria do bairro Itaperu e a continuação da Avenida Josué de Moura Santos, que sai da zona Norte até à Avenida Presidente Kennedy, na zona Leste.

“São obras importantes que precisamos dar celeridade para continuarmos e entregarmos para a população. Cito como exemplo a Ponte da UFPI. É uma obra que pegamos paralisada, mas estamos dando uma atenção especial para que possamos finalizar dentro de um prazo curto, de pelo menos 12 meses. É uma obra estruturante que vai impactar o comércio na zona Norte e melhorar a trafegabilidade do trânsito nas principais vias da zona Leste, como Nossa Senhora de Fátima, Homero Castelo Branco e Presidente Kennedy”, disse a superintendente Ana Paula Santana, da SAAD Norte.

Segundo a superintendente executiva da SAAD Norte, Luana Barradas, outro importante projeto diz respeito à segunda Ponte do Poti Velho. Para ela, a principal intenção é desafogar o trânsito na região e dar visibilidade ao Mercado do Peixe, tornando mais bem localizado e acessível.

“Já temos todo o projeto feito e estamos buscando esse financiamento junto à Caixa Econômica para que possamos executar essa importante obra. O principal foco é desafogar o trânsito naquela região e fomentar o Mercado do Peixe, que fica localizado ao lado da Ponte”, justificou.

Atualmente, a SAAD Norte trabalha com um projeto para modernização e reestruturação do Mercado do Peixe do Poti Velho. A obra gira em torno R$ 3,9 milhões e também deverá receber financiamento de bancos públicos. O prefeito de Teresina Dr. Pessoa, já autorizou a licitação. A SAAD Norte também apresentou projetos para a revitalização do Mercado do bairro Buenos Aires e revitalização do Complexo Cultural e Esportivo do Escolão do bairro Mocambinho.

Prefeitura anuncia aprovação para Construção da Casa da Mulher Brasileira em Teresina

A Prefeitura de Teresina, através da Secretaria Municipal de Planejamento, anunciou mais um avanço na chegada da Casa da Mulher Brasileira em Teresina. É que a Superintendência da Caixa Econômica no Piauí autorizou a licitação para a Casa na capital. De acordo com a Secretaria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres, a previsão é que as obras se iniciem no primeiro semestre de 2022.

“Teresina terá um espaço com todos os órgãos e entidades de defesa da mulher e isso têm sido defendido pelo Prefeito Dr. Pessoa e por nós que compomos a gestão. Temos muita alegria de anunciar esse feito e de trazer esse espaço tão importante para a cidade e para as Teresinenses”, explicou João Henrique Sousa, secretário Municipal de Planejamento.

O anúncio foi feito durante o lançamento da “Campanha Somos” – Todos Pelo Fim das Violências Contra às Mulheres, realizada pela Secretaria de Políticas Públicas para Mulheres (SMPM).

A Casa da Mulher Brasileira de Teresina tem a proposta de ser um espaço de acolhimento e busca facilitar o acesso de mulheres que se encontram em situação de violência à serviços especializados de atendimento, nesse espaço elas vão receber o suporte necessário para enfrentar essa situação de vulnerabilidade social. A Casa terá estrutura para dar suporte desde a recepção dessas mulheres e vai contar também com acompanhamento psicológico disponível para essas mulheres que se encontram em situação de violência.

“Nós precisamos muito desse espaço para acolher, apoiar e dar suporte às mulheres da nossa cidade. Elas pedem socorro e a Casa trará esse amparo que tanto buscamos e estamos prontos para acompanhar de perto a implantação. Estamos ao lado do prefeito Dr. Pessoa para buscar um diálogo mais direto com o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos para alavancar o projeto”, explica a secretária Karla Berger.

A implementação da Casa da Mulher Brasileira em Teresina acontece por meio de ações integradas da Superintendência das Acordo Descentralizadas (SAAD) Centro, SMPM e Semplan. A obra contou com um investimento de R $5,9 milhões. O local será um espaço que disponibilizará atendimento e apoio para mulheres em situação de violência doméstica. Atualmente o modelo está implementado em sete capitais: Curitiba, São Paulo, Campo Grande, Fortaleza, São Luis e Boa Vista.

Foto: Divulgação (Semplan)

Caixa aprova licitação para Casa da Mulher Brasileira em Teresina

A Superintendência da Caixa Econômica no Piauí autorizou a licitação que permitirá a construção da sede da Casa da Mulher Brasileira em Teresina. A implementação do espaço será realizada pela Prefeitura Municipal por meio de ações integradas da Superintendência das Ações Administrativas Descentralizadas (SAAD) Centro, Secretaria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres (SMPM) e Secretaria Municipal de Planejamento (Semplan).

Segundo o superintendente Roncalli Filho, o terreno que logo dará espaço ao novo prédio já foi escolhido. Se trata de um espaço localizado na Avenida Roraima, no bairro Primavera.

O superintendente ressaltou a importância da Casa da Mulher Brasileira, que é responsável pelo atendimento e apoio para mulheres em situação de violência doméstica. A implementação do local em Teresina contará com investimentos de R$ 5,9 milhões.

“É uma vitória para a Prefeitura de Teresina que vai atender as mulheres que enfrentam esse tipo de violência na nossa cidade. Já estamos juntando toda a documentação para a licitação para agilizar isso o mais rápido possível”, declarou.

Programa Lagoas do Norte e Caixa Econômica sorteiam 80 novos endereços de unidades do residencial Parque Brasil

A família de dona Elisângela da Costa Rego está deixando para trás uma realidade dura que bate à porta todo ano quando as chuvas se intensificam na zona Norte de Teresina. A casa alagada com as paredes ameaçando cair, o teto desabando. “A casa própria em um lugar que não alaga é um sonho que estou realizando hoje”, afirmou durante o sorteio de 80 unidades habitacionais do residencial Parque Brasil, construído pelo Programa Lagoas do Norte em parceria com a Caixa Econômica Federal.

O sorteio, realizado na tarde desta terça-feira (23), definiu os novos endereços dessas famílias. Os beneficiados são famílias atendidas pelo Programa Lagoas do Norte e pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação – Semduh.

Essas 80 famílias se somam a outras 660 já beneficiadas no ano passado. Ao todo, o residencial possui 1.022 unidades habitacionais, entre casas e apartamentos. Mais de 600 já estão na nova moradia com mais segurança habitacional e numa área que dispõe de toda infraestrutura de serviços públicos como abastecimento de água, esgotamento sanitário, ruas asfaltadas, áreas verdes, drenagem, estação de tratamento de esgoto e com escolas, hospitais e transporte público nas proximidades.

Por conta das medidas de prevenção contra a disseminação da covid, o sorteio aconteceu na presença de apenas duas famílias contempladas representando as demais. Porém, o procedimento foi transmitido virtualmente e todos puderam acompanhar. Um representante do Ministério Público Estadual também foi convidado e acompanhou virtualmente.

O diretor-geral do Lagoas do Norte, Bruno Quaresma, explica quais são os próximos passos para que as famílias possam finalmente irem morar nos novos endereços. “Após o sorteio, as famílias serão chamadas para realizarem vistorias dos imóveis e assinarão os contratos com a Caixa Econômica Federal. Logo após, elas receberão as chaves das residências e poderão realizar a mudança”, explicou.

Confira aqui a lista com os endereços:

Residencial Parque – Sorteio de Unidades

O sorteio, realizado na tarde desta terça-feira (23), definiu os novos endereços das famílias Foto: Ascom/Lagoas do Norte

Prefeitura de Teresina e Caixa Econômica assinam empréstimo de R$ 100 milhões nesta quinta (15)

O prefeito Firmino Filho e o secretário nacional de Habitação do Ministério do Desenvolvimento Regional, Alfredo Eduardo Santos, assinam nesta quinta-feira (15), às 17h, o contrato com a Caixa Econômica Federal para a liberação de R$ 100 milhões que serão aplicados na execução de várias obras em Teresina. A solenidade acontece na vice-prefeitura.

A operação de crédito foi aprovada pela Câmara Municipal como uma forma de garantir a contrapartida financeira da Prefeitura em obras importantes para a cidade que já haviam sido licitadas ou estavam em andamento antes da pandemia do novo coronavírus.

Com os recursos, será possível dar andamento ao viaduto da Barão de Gurgueia, Avenida Marginal Sul, Parque Floresta Fóssil e a Avenida Ulisses Marques, entre outras obras.