Hospital do Satélite recebe visita do presidente da comissão de saúde da Câmara

Vereador Leonardo Eulálio durante visita ao Hospital do Satélite (Foto: Ascom/FMS)

O Hospital, UPA e Maternidade do Satélite, localizado na zona Leste de Teresina, recebeu na manhã desta segunda-feira (16) a visita do presidente da Comissão de Saúde da Câmara Municipal, vereador Leonardo Eulálio. A presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Clara Leal, além de outros representantes da instituição, acompanharam o parlamentar pelas dependências da unidade de saúde.

“Foi uma visita muito proveitosa, quando pudemos prestar esclarecimentos sobre a rotina de trabalho no local, seja no pronto atendimento, consultas eletivas, internações, maternidade e outros serviços prestados”, comentou a presidente da FMS, Clara Leal.

A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Satélite funciona 24 horas para atendimentos de urgência e emergência com classificação de risco, onde os casos mais graves têm prioridade. O local oferece serviços de urgência e emergências em clínica médica, pediátrica, cirurgia geral e odontológica, além de realizar exames como raios-X, laboratoriais e eletrocardiograma, e procedimentos como sutura e administração de medicação.

A Maternidade do bairro Satélite funciona 24 horas com atendimento de urgência e emergência obstétrica, além de realizar exames como teste do pezinho, teste da orelhinha e teste do coração, vacinas para gestantes e crianças e outros serviços.

O Hospital atende com internação e cirurgia, com 38 leitos em clínica médica, cirurgia geral e vasculares de médio porte. Na parte ambulatorial, são disponibilizadas consultas especializadas com agendamento em ginecologia, cirurgia geral, psiquiatria, dermatologia, ortopedia, gastroenterologia, odontologia, nutrição, psicologia, endocrinologia e endocrinopediatria, além de exames de ultrassonografia, radiologia dentária e eletrocardiograma.

Prefeitura de Teresina vai à Câmara apresentar PLOA 2023

A Prefeitura de Teresina, por meio da Secretaria Executiva de Planejamento e Gestão (Seplag), vinculada à Secretaria Municipal de Planejamento e Coordenação (Semplan) esteve nesta terça-feira (01), na Câmara Municipal de Teresina para apresentar Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA) para 2023. Por determinação do prefeito Dr. Pessoa, foram apresentados durante a reunião os destaques e considerações importantes referentes ao documento.

Representando a Prefeitura de Teresina, estiveram presentes o vice-prefeito, Robert Rios; a secretária executiva, Karita Allen; o secretário de governo, André Lopes; e o corpo técnico de orçamento da SEMPLAN.

O projeto foi protocolado no final de setembro, a LOA 2023 prevê um investimento estimado em R$ 4.589.743.000,00 (quatro bilhões, quinhentos e oitenta e nove milhões, setecentos e quarenta e três mil reais), dessa forma, houve um aumento entre PLOA 2022 e o PLOA 2023 na ordem de 14,43%. “Nós elaboramos o orçamento com uma previsão do que possuímos na atualidade, ou seja, é uma previsão feita com base no exercício anterior”, afirmou Robert Rios, vice-prefeito de Teresina.

Somando 222 emendas parlamentares cadastradas, é possível destacar a Fundação Municipal de Saúde com um repasse de 20% dessas emendas. A Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), devido ao aumento de serviços prestados, haverá um aumento de 90% em investimentos.

“Nosso objetivo é sempre cumprir a determinação do prefeito Dr. Pessoa. A equipe da Secretaria de Planejamento, de forma muito técnica e simplificada, trabalhou esta Lei de Diretrizes Orçamentárias e temos aqui o resultado”, explicou João Henrique Sousa, secretário de Planejamento.

Cabe à Lei Orçamentária Anual prever receitas, fixar despesas e indicar programas e ações que serão realizados naquele ano. O documento informa projetos, atividades e operações especiais, com suas fontes de recursos. O orçamento, demonstrado pela LOA, permite verificar a realidade econômica do Município.

“Nós tivemos essa reunião hoje com os vereadores da Câmara Municipal de Teresina, havendo também uma participação popular. Apresentamos uma síntese de como está o orçamento em termos de números e comparativos, sempre apresentando o que está previsto para o ano de 2023. Foi uma reunião salutar no quesito de esclarecer sobre remanejamento e alocação de orçamento para 2023. Todas as discussões têm uma resposta técnica, haja vista que o orçamento de 2023 foi criteriosamente elaborado”, finaliza a secretária executiva, Karita Allen.

Balé da Cidade recebe homenagem na Câmara Municipal de Teresina

O Balé da Cidade de Teresina recebeu uma homenagem da Câmara Municipal de Teresina pela comemoração aos seus 29 anos de criação. Proposta pelo vereador Enzo Samuel, a solenidade ocorreu nesta quarta-feira (10) na sede do legislativo municipal e contou com a presença de vários vereadores, membros da companhia e da Prefeitura Municipal de Teresina e da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves.

O presidente da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves, Ênio Portela, conta que o Balé da Cidade de Teresina tem uma grande importância cultural para o município e por isso a homenagem foi mais que justa. Ele também enfatizou que recentemente o prefeito Dr. Pessoa assinou a renovação do contrato com a associação que administra o balé, possibilitando a continuidade dos projetos executados pela companhia em diversos pontos da cidade.

“Muitos acham que o Balé da Cidade se restringe apenas a apresentações, porém esses talentosos profissionais vão além disso, eles também atuam diretamente na formação de novos profissionais através de cursos, palestras e workshops. Por conta dessa importância, nosso prefeito vem sempre buscando um bom diálogo com a companhia”, conta Ênio Portela.

Representando a gestão do Balé da Cidade de Teresina, Janaína Lobo, falou um pouco da trajetória da companhia, ela exaltou os profissionais que compõem tanto o Balé da Cidade de Teresina como a Associação dos Amigos do Balé da Cidade de Teresina que trabalham distintamente para oferecer cultura à população teresinense. Ela destacou ainda que durante o momento mais complicado da pandemia, os profissionais se adaptaram e continuaram com os trabalhos, inclusive com apresentações nas regiões periféricas da cidade.

“Essa homenagem também é para todos que passaram pelo Balé da Cidade ao longo de sua existência, seja dançando, dirigindo, dando aula, produzindo, fotografando ou em uma de tantas outras funções que contribuíram diretamente para que pudéssemos chegar nesse momento hoje. Nós completamos 29 anos e esse caminho foi traçado a muitos passos, muita resistência, muito desejo de muita gente”, ressaltou Janaína Lobo.

Chica Silva é a atual diretora da companhia, ela iniciou na dança ainda aos seis anos de idade em um projeto social, ela contou um pouco da importância de valorizar a cultura e seus respectivos profissionais. Ela lembrou em sua fala que muitos já ingressaram na dança por meio dos projetos executados pela companhia de dança , e que para ela, é gratificante poder devolver para a cidade, todo o conhecimento adquirido ao longo dos anos.

“São 17 anos trabalhando dentro de uma companhia, onde eu comecei aos 6 anos dentro de um projeto. Então, eu sei da importância, de cada possibilidade, de cada construção. Eu sou artista de dança. Eu vivo da dança e eu tenho orgulho de dizer isso”, afirma Chica Silva.

Sobre a Companhia

O Balé da Cidade de Teresina é uma companhia pública de Dança Contemporânea que atua há 29 anos no cenário artístico local e nacional, contribuindo com o desenvolvimento e difusão da dança piauiense. Vem aproximando a dança da cidade através da sua atuação em diferentes ações, como temporadas de apresentações, conversas e formação continuada.

O Balé da Cidade de Teresina conta com 18 integrantes e é mantido pela Prefeitura Municipal de Teresina, através da Fundação Cultural Monsenhor Chaves, por meio de contrato de gestão com a AABCT, Organização Social de Utilidade Pública Associação dos Amigos do Balé da Cidade de Teresina. Tem direção geral de Chica Silva, coordenação artística de Janaína Lobo, aulas de Samuel Alvís e ensaios de José Nascimento.

Audiência na Câmara Municipal discute políticas públicas voltadas para mulheres em Teresina

Representantes da Secretaria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres, participaram na manhã desta quinta-feira (17), de uma audiência da Câmara Municipal de Teresina, para tratar de políticas públicas em defesa dos direitos das mulheres no município. O ato teve participação de parlamentares, gestores públicos e de membros de movimentos sociais.

Duas mulheres vítimas de violência doméstica enviaram um pedido à Câmara Municipal para realização da audiência, visando discutir a situação de vulnerabilidade das mulheres. A sessão foi presidida pelo vereador Evandro Hidd.

Na plenária, a secretária Karla Berger, apresentou dados da gestão sobre as ações efetivas oferecidas pelo Centro de Referência da Mulher em Situação de Violência – Esperança Garcia (CREG), serviço vinculado à Secretaria de Políticas Públicas para Mulheres (SMPM) da Prefeitura de Teresina, ao longo de 2021.Um dos objetivos da comissão é propor que mais recursos sejam assegurados a ações de atenção à mulher.

“Estamos realizando um grande trabalho nas áreas de prevenção à violência” destacou Karla Berger, que adiantou: “precisamos melhorar ainda mais os nossos serviços, se conseguir através de emendas parlamentares, vocês imaginam o quanto isso será bom para todas as mulheres”.

Thatiana Seixas, da União Brasileira das Mulheres do Piauí (UBMPI), falou sobre como a união de vários entes podem ajudar na proteção dessas mulheres. “Ė preciso uma integração porque a política pública tem que ser feita em toda cidade na segurança, no transporte, na saúde”, ponderou.

Na reunião ainda foram definidos encaminhamentos sobre a construção do Hospital da Mulher, um abrigo municipal para as mulheres vítimas de violência sexual e a entrega regular de absorventes nas UBSs. Integrantes do Ministério Público (MPPI), da Guarda Maria da Penha também discutiram assistência pública garantindo que as vítimas tenham condições de readaptar a sua vida longe do contexto da violência.

Foto: Divulgação (SMPM)

Dr. Pessoa discute com vereadores o enfrentamento as enchentes em Teresina

Prefeito Dr. Pessoa discute com vereadores soluções para os desabrigados em Teresina Fotos: Rômulo Piauilino/SEMCOM

O prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, foi à Câmara Municipal, na manhã desta terça-feira (18), discutir com os vereadores o enfrentamento às enchentes e ações de assistência às famílias desabrigadas em decorrência das fortes chuvas que têm atingido a capital, neste mês de janeiro.

Durante o encontro, o prefeito enfatizou que a iniciativa visa aumentar ainda mais a aproximação entre os poderes Executivo e Legislativo. Segundo o gestor, ambas as esferas políticas têm o dever constitucional de buscarem soluções para esta situação emergencial pela qual passa o município e diversas famílias teresinenses.

“Devemos andar de mãos dadas (…) não é fazer pelo prefeito, mas por Teresina e os vereadores têm feito muito bem. Estou pedido mais esse apoio ao poder Legislativo, pois as chuvas começaram e pode vir coisa pior, então nada mais que normal procurarmos outro poder para trabalhar juntos com essa possibilidade de enchentes”, disse Dr. Pessoa.

De acordo com a Defesa Civil Municipal, que vem monitorando as áreas de risco em Teresina, 528 famílias já precisaram deixar suas casas por conta das chuvas, 50 delas realocadas em abrigos temporários, instalados em escolas da rede municipal de ensino. O órgão estima que mais de duas mil pessoas estão sendo afetadas pela situação.

Após ouvir as demandas, o vereador Jeová Alencar, presidente da CMT, parabenizou a iniciativa de Dr. Pessoa em procurar a Casa para discutir soluções. No primeiro momento, os parlamentares avaliam a possibilidade da destinação de recursos, via emenda, para os órgãos que estão diretamente ligados ao enfrentamento das enchentes e assistência às famílias.

“Isso mostra a grandeza e o compromisso que têm os poderes Executivo e Legislativo nesse momento, somando forças. Devemos esquecer cores partidárias, questões políticas e trabalhar pela cidade. É isso que o prefeito quer e tem nos procurado. Estamos à disposição do prefeito e da cidade”, afirmou o vereador.

Semcaspi busca recursos e parcerias de emendas parlamentares na Câmara Municipal

A Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi) realizou, na manhã desta quarta-feira, (04/08), uma visita cordial à Câmara Municipal de Teresina (CMT). As atividades da CMT retomaram na última segunda-feira, (02/08), e acontecerão dois encontros por semana no mês de agosto, devido à pandemia da Covid-19.

Segundo o secretário da Semcaspi, Allan Cavalcante, a visita teve como objetivo agradecer aos vereadores que estão destinando emendas parlamentares para a Assistência Social da capital.

Essa parceria entre o executivo e o legislativo só engrandece a gestão do Doutor Pessoa. Costumo dizer que esta gestão será um divisor de águas para as políticas de Assistência Social de Teresina. Sabemos do empenho e do desejo do prefeito em atender quem mais precisa”, pontuou.

Dentre os vereadores de Teresina que já se comprometeram em destinar emendas parlamentares para a Semcaspi foram: Gustavo de Carvalho (Patriota); Pollyanna Rocha (PV); Neto do Angelim (PSDC); Luís André (PSL); e Roberval Queiroz (DEM).

Doutor Pessoa recebe vereadores de Teresina e reforça harmonia entre os poderes

Foto: Rômulo Piauilino

O prefeito de Teresina, Doutor Pessoa, recebeu os vereadores da Câmara Municipal na manhã desta terça-feira (26), ocasião em que reiteraram o bom relacionamento entre as duas esferas administrativas para discussão e aprovação de matérias importantes para a capital. O encontro aconteceu no salão nobre do Palácio da Cidade e reuniu 27 parlamentares

“A Câmara Municipal de Teresina é um poder independente e esse diálogo precisa fluir. É o que estou fazendo. Não é o toma lá dá cá, esse não é o meu modelo. Meu modelo é servir bem o povo da nossa cidade. Com certeza o poder executivo respeitará o legislativo para que Teresina ganhe cada vez mais com um novo olhar dessa administração que se inicia”, frisa o prefeito.

Na oportunidade, o gestor municipal elencou algumas matérias que serão encaminhadas para apreciação dos vereadores. Uma delas diz respeito as mudanças na estrutura administrativa da prefeitura para a redução das despesas. “A intenção do prefeito é conversar, pois como a mensagem será encaminhada, quer mostrar aos vereadores e vereadoras o que pretende fazer”, pontua o vereador Renato Berger, líder do prefeito na Câmara Municipal.

O vereador Jeová Alencar, presidente da casa legislativa, destacou e parabenizou a iniciativa do chefe do executivo em buscar o diálogo com todos os parlamentares, independentemente das posições políticas de cada um. “Isso demonstra uma harmonia dos poderes para o bem da cidade, um espírito de trabalharmos unidos nesse momento tão difícil pelo qual passa nossa capital e da população”, afirma.

Lei Orçamentária Anual (LOA) para 2020 é aprovada na Câmara

Foi aprovada nesta quinta-feira, 19, na Câmara Municipal de Teresina, a Lei Orçamentária Anual para o ano de 2020. A lei teve aprovação unânime entre os 22 vereadores presentes na sessão.

Com o orçamento previsto para R$ 3,5 bilhões, a Prefeitura de Teresina pretende utilizar 49,8% desses recursos nas áreas de saúde e educação em 2020. Para a saúde serão destinados 32,49% , o que representa mais do que o dobro do mínimo exigido constitucionalmente, que é de 15%.

A Lei orçamentária determina a aplicação das receitas do município numa estrutura administrativa que engloba 30 órgãos do poder executivo, a Reserva de Contingência do Município e a Câmara Municipal de Teresina.

A cidade terá R$ 705 milhões aplicados na área de investimentos. A vereadora Graça Amorim comenta a aprovação.  “A Lei Orçamentária 2020 vai conseguir atender às muitas demandas da população de Teresina. Todos os setores da sociedade foram contemplados e será feito um grande trabalho no próximo ano”, comentou Graça.

A aprovação da LOA também encerra as votações do poder legislativo municipal para o ano de 2019. “A gente encerra o ano legislativo votando o orçamento para o ano de 2020 e podemos destacar como ponto importante o fato de termos, agora, uma obrigatoriedade de um percentual das emendas dos vereadores a  serem destinadas as ações de saúde na cidade de Teresina, fortalecendo assim a política na área da saúde, pois o nosso polo de saúde é referência no Estado”, destacou o vereador Enzo Samuel

“A Prefeitura de Teresina cumpre todos os trâmites legais para aprovação da LOA, com abertura para a participação popular e discussões com os representantes da Câmara de Vereadores. Apresentamos os destaques da LOA, que prevê uma receita de R$ 3,5 bilhões no próximo ano, entre recursos próprios e externos”, explicou o Secretário de Planejamento e Coordenação, José João Braga.