SDU Leste investe cerca de R$ 100 mil em reforma de Centros de Capacitação

As obras de reforma dos Centros de Capacitação dos bairros Piçarreira e Satélite, localizados na zona Leste de Teresina, serão retomadas ainda neste mês de setembro. “Os serviços somam investimento de quase R$ 100 mil, tendo como fonte recursos próprios do município”, pontuou o superintendente da SDU Leste, João Pádua.

Responsável pelas obras, a Gerência de Obras e Serviços do órgão executou, até o momento, serviços de readequação dos espaços, ampliação de alguns ambientes internos, calçadas, pinturas, instalação de portas e janelas, além da mudança do quadro elétrico.

Segundo o gerente Danilo Alien, os espaços passarão agora pelos serviços de acabamento, tais como acessibilidade, as demais pinturas, finalização das calçadas e das instalações elétricas, colocação de pisos e instalação dos letreiros de identificação, dentre outros serviços.

A reforma do Centro de Capacitação do bairro Piçarreira tem investimento de R$ 55.780,60. Já os serviços de reforma do Centro do bairro Satélite correspondem a R$ 43.492,03.

Os Centros de Capacitação são responsáveis por promover a realização de cursos profissionalizantes que são organizados pela Fundação Wall Ferraz (FWF), dentre os quais estão o de corte e costura, eletricista, confecção artesanal, refrigeração e climatização.

 

Representantes de projetos sociais participam de capacitações sobre voluntariado

Desde o início de junho, representantes de treze projetos sociais cadastrados na Plataforma Teresina Transforma participaram virtualmente de cursos de capacitação e mentorias oferecidos pelo grupo Porto Social de Recife. A conexão teve como objetivo a troca de experiência para inspirar e fortalecer iniciativas sociais desenvolvidas pelo voluntariado da capital. Os encontros aconteceram quinzenalmente, aos sábados, através de videoconferência.

O Porto Social é uma organização que atua desde 2016 amplificando iniciativas sociais de outras ONGs e demais instituições. Segundo a coordenadora do Teresina Transforma, Débora Ferraz, a capital só tem a ganhar com o engajamento social cada vez mais sendo desenvolvido. “A capacitação e mentoria oferecida pelo Porto Social é muito importante para motivar ainda mais os nossos voluntários dos projetos sociais cadastrados na plataforma a não parar. Agora, eles estarão alinhados às ações de uma grande rede de voluntariado, que busca no tema do empreendedorismo uma forma de impulsionar as iniciativas sociais. Teresina só tem a ganhar com estas projetos sociais cada vez mais qualificados e chegando a mais pessoas”, informa.

No curso foram abordados temas em torno do engajamento online, comunicação e empreendedorismo, voltados para o mundo do voluntariado. “Voluntariado em tempos do mundo on”, “Capacitação em tempos de um mundo on”, “Comunicação: como dar visibilidade à sua iniciativa social”, “Empreendedorismo social e propósito, a chave para transformação” e “Como desenvolver um plano estratégico para garantir o crescimento da sua iniciativa social” foram algumas das temáticas discutidas nos encontros.

Os voluntários de 13 entidades participaram da capacitação e mentoria. Eles representaram as Associações de Moradores e Conselhos Comunitários, Associação Piauiense pelos Direitos Iguais (APIDI), Movimento “Eu Empurro Essa Causa”, Projeto “Restaurando Sonhos”, Movimento “Mais Amor”, “Quem é Meu Próximo”, Casa de Zabelê, “Alcançando Almas para Jesus”, Cooperativa OEB, “Mechas do Bem”, “Manhã da Cidadania”, Associação de Mulheres do Residencial Frei Damião e “Servos da Misericórdia”, que atuam em prol do desenvolvimento social em Teresina.

“As pessoas interessadas em inscrever seu projeto social, ou em fazer parte do circuito de mentorias e de outras ações através Teresina Transforma, podem acessar a plataforma pelo link teresinatransforma.pmt.pi.gov.br. Após o cadastro a entidade representada pode utilizar o espaço para divulgar ações e vagas de voluntariado, o espaço viabiliza a conexão entre projetos e quem quer ajudar”, conclui Débora.

O Teresina Transforma é uma realização da Prefeitura de Teresina, através da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi). A plataforma online de voluntariado é um braço da plataforma nacional Transforma Brasil, que tem o intuito de engajar pessoas para o desenvolvimento de ações sociais. Mais informações a respeito do projeto podem ser conferidas nas redes sociais do @teresina.transforma ou @semcaspi.the.

Profissionais do Lar da Fraternidade passam por capacitação

Os profissionais que vão atuar na Unidade de Acolhimento Emergencial Lar da Fraternidade participaram, na manhã deste sábado (08), de uma capacitação no auditório da Ação Social Arquidiocesana (ASA). No encontro, foram repassadas informações sobre como será feito o acolhimento dos idosos vindos de outros abrigos que estejam em tratamento para a Covid-19 e apresentarem sintomas leves ou sejam assintomáticos para a doença, não necessitando de internação hospitalar.

“Todos os idosos serão monitorados por uma equipe formada por 36 profissionais, entre técnicos da Fundação Municipal de Saúde (FMS), cuidadores e demais servidores que estarão trabalhando no espaço. A capacitação teve como objetivo explicar como será o atendimento desse público quando chegar ao Lar e as medidas que devem ser tomadas, caso ocorra uma possível evolução da doença”, explicou Janaína Carvalho, secretária de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi).

A coordenadora do novo espaço, Ana Maria Almeida, disse que uma equipe formada por um médico geriatra e enfermeiro fará, de forma permanente, uma busca ativa nos sete abrigos assistidos pela Prefeitura. Esses profissionais realizarão consultas de rotina e testagem, a fim de reconhecer os idosos com quadro leve de Covid-19 e encaminhá-los para fazer isolamento no Lar.

“Esses idosos permanecerão no Lar até o restabelecimento da saúde e, só depois desse processo, voltarão ao abrigo de origem. Vamos tentar englobar toda realidade do idoso, para evitar não só uma evolução para Covid-19, como também, para qualquer outra doença que esteja sendo desenvolvida por conta do isolamento social”, disse a coordenadora.

O novo espaço tem capacidade para atender até 25 pessoas e será utilizado exclusivamente para o isolamento social dos positivados. A permanência dos idosos no Lar da Fraternidade será de, no máximo, 14 dias ou de acordo com avaliação da equipe de saúde. Aqueles que apresentam sintomas graves serão encaminhados à rede municipal de saúde.

Projeto da Prefeitura disponibiliza R$ 1 milhão para financiar e capacitar pequenos empreendedores

A Prefeitura de Teresina vai investir R$ 1 milhão no projeto “Tecnologia comercial e criativa”, que tem como objetivo de abrir linha de crédito através do Banco Popular, além de capacitar e prestar consultoria gratuita aos pequenos empreendedores. O projeto, lançado nesta sexta-feira pelo prefeito Firmino Filho, integra as ações de seis órgãos municipais e deve beneficiar mais de 1.000 empreendedores interessados em adaptarem seus negócios diante do cenário de pandemia.

Os recursos deverão ser empregados no financiamento de equipamentos de tecnologia de informação e comunicação para possibilitar transações comerciais por meio das mídias sociais. Entre os empreendedores que serão contemplados estão clientes do Banco Popular, comerciantes do Shopping da Cidade, mulheres e servidores municipais que têm algum pequeno negócio, bem como a população em geral.

Uma das exigências para participar do projeto é que o faturamento anual de cada negócio não ultrapasse R$ 81 mil. A linha de financiamento terá condições especiais de pagamento, sendo 120 dias para o empreendedor começar a pagar e os valores podendo ser quitados em até 24 meses. “A pandemia segue impactando a nossa vida em diferentes aspectos e o setor econômico é um dos que mais tem sofrido com a queda de faturamento, principalmente os pequenos empreendedores. Pensando nisso, formatamos esse projeto como forma de apoio nesse momento”, destaca o prefeito de Teresina, Firmino Filho.

O secretário municipal de Administração e Recursos Humanos, Nonato Moura, ressalta a relevância deste projeto. “Os empreendedores estão tendo que se adequar abruptamente ao novo cenário imposto pela pandemia do Coronavírus. Muitos sequer tinham presença digital ou prestavam serviço de delivery. Preocupados com esta situação, unimos esforços e cada secretaria está dando sua contribuição para que possamos ajudar esses empreendedores na continuidade de suas atividades”, pondera.

Os empreendedores interessados em participar do projeto devem procurar a Semest (Secretaria Municipal de Economia Solidária). Todos serão encaminhados para as capacitações oferecidas pela Fundação Wall Ferraz.
“Após analisarmos o perfil de cada um e sua necessidade, abriremos linha de crédito via Banco Popular para capital de giro ou aquisição de equipamentos. Em seguida, a Semdec (Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo) vai disponibilizar uma página na internet para que esse empreendedor possa divulgar seu negócio através do Empreende THEch”, detalha o gestor da Semest, Ricardo Bandeira, ressaltando que também apoiam o projeto a Secretaria de Políticas Públicas para Mulheres (SMPPM) e a Prodater.

Escola de Gestão de Teresina divulga cursos de capacitação online para servidores municipais

Diante do cenário de isolamento social provocado pela pandemia do novo coronavírus, a Escola de Gestão de Teresina (EGT), em parceria com a Escola Nacional de Administração Pública (ENAP), disponibiliza para os servidores do município mais de 150 cursos de capacitação online. As oportunidades abrangem diversas áreas de atuação no serviço público e podem ser acessadas gratuitamente.

O secretário municipal de Administração e Recursos Humanos, Nonato Moura, incentiva que os servidores que estão em home office aproveitem o período para se qualificar. “A disseminação da Covid-19 em nossa cidade nos levou a mudar nossa rotina para podermos preservar vidas. Por isso, muitos servidores municipais estão afastados do trabalho ou atuando de casa. Dentro deste novo contexto, é interessante investir o tempo disponível em qualificação, atualização profissional e a Escola de Gestão de Teresina oferece esta oportunidade gratuitamente”, afirma.

Os cursos disponíveis são resultado de parceria anteriormente firmada pela Prefeitura de Teresina com a ENAP. Para ter acesso à plataforma, basta o servidor acessar o site da ENAP (https://enap.gov.br/), selecionar a opção ‘CURSOS E EVENTOS’ e posteriormente ‘ENSINO A DISTÂNCIA’.

Os cursos contemplam inúmeras áreas de interesse, dentre elas: Gestão de Pessoas; Gestão Pública; Gestão Estratégica; Transformação Digital; Políticas Públicas; Inovação; Liderança; Orçamento e Finanças; Desenvolvimento Gerencial; Logística e Compras; Governança; Gestão do Conhecimento; Governo Digital; Ciência de Dados; Comunicação; Educação; Gov.br – Transformação Ágil, Planejamento, Tecnologia da Informação, Design; Gov.br – Serviços para o Cidadão, Políticas Econômicas; Gov.br – Ciência de Dados, Diversidade, Políticas de Infraestrutura, Políticas Sociais, Auditoria e Controle; Gov.br – Liderança e Inovação, Regulação, Ética, Jurídico; Gov.br – Governança e Gestão de TIC e Gov.br – Segurança e Privacidade.

 

Profissionais das UBS e Hospitais são capacitados para o uso correto de EPIs

O uso correto dos Equipamentos de Proteção Individual (EPI) e outras normas de segurança são pauta de uma capacitação que está acontecendo com os profissionais de saúde das Unidades Básicas de Saúde (UBS) e hospitais do município que estejam na linha de frente do combate à COVID-19.

O treinamento está sendo realizado em parceria entre a Fundação Municipal de Saúde (FMS) e a Residência Multiprofissional em Saúde da Família e Comunidade da Universidade Estadual do Piauí (Uespi). “Já foram capacitados todos os hospitais e as UBS das zonas Leste e Sudeste. Até a próxima semana, será concluído o trabalho com as UBS das zonas Norte e Sul”, informa o diretor de Atenção Básica da FMS, Kledson Batista.

Segundo o coordenador da Residência da UESPI, Vinícius Oliveira, os pontos principais dos treinamentos são os cuidados no momento da paramentação e desparamentação (uso e remoção dos EPIs), higienização, medidas de garantia da segurança do paciente e do profissional. “A ideia é que esses profissionais, ao estarem recebendo pessoas com sintomatologia respiratória ou não, saibam que tipo de EPI devem usar e que procedimento devem ter”, esclarece o coordenador.

Vinícius Oliveira conta que as orientações são baseadas nos protocolos estabelecidos pelo Ministério da Saúde, Anvisa e FMS. “Ainda existe muita desinformação e fake news circulando na internet, e isso é um dos grandes problemas no diz respeito à definição de normas e práticas de trabalho, o acesso à informação de qualidade. Por isso, este momento está tendo uma aceitação muito positiva, pois além das orientações, os técnicos e funcionários estão aproveitando para tirar dúvidas”, finaliza o coordenador.

Fundação de Cultura divulga selecionados do edital de Capacitação Cultural para Artistas 

No atual cenário de calamidade pública por conta da pandemia da COVID-19, a Prefeitura de Teresina, por meio da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC) divulga a lista de selecionados do edital de Capacitação Cultural para Artistas. Ao todo, foram 1.298 inscrições.

Entre os inscritos, 789 estavam com a documentação correta exigida no edital e 509 com a documentação errada. A comissão selecionou 300 candidatos para receber o auxílio financeiro no valor de R$ 500,00 por participante. De acordo com o superintendente da FMC, Paulo Dantas, a ideia é dar segmento ao edital.

“Nossa intenção é ajudar a classe artística teresinense. Com este edital, tivemos a oportunidade de contemplar 300 pessoas. Agora nosso objetivo é aumentar o leque de ajuda. Estamos vendo todas as possibilidades, para que mais pessoas sejam contempladas”, disse.

A partir de 24 de abril os selecionados pela Comissão de Triagem receberão através do WhatsApp, conforme número cadastrado durante inscrição, o(s) link(s) do(s) vídeo(s) de capacitação marcados na ficha de inscrição. Para o recebimento do auxílio, durante o período de 28 a 30 de abril, os escolhidos deverão, obrigatoriamente, gravar e enviar para o mesmo número que entrou em contato um vídeo com duração máxima de 1 minuto respondendo a seguinte pergunta: “Como essa capacitação contribuiu com sua carreira artística nesse período de quarentena?”.

O edital de capacitação cultural teve inscrições gratuitas e online. “Trouxemos um formato diferente de edital. Não visando apenas consumir a arte daquela pessoa, mas capacitá-la para que ela execute suas funções de maneira mais eficaz e objetiva no sentido de profissionalização”, afirma Paulo Dantas.

Confira aqui os selecionados

 

 

Coordenadores das UBS de Teresina concluem capacitação em gestão

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) encerrou na última sexta-feira (06) o curso para coordenadores de Unidades Básicas de Saúde. O curso, com carga horária de 40h, tinha como objetivo contribuir para o aprimoramento e qualificação do processo de trabalho nas UBS e contou com a participação de todos os coordenadores das 91 UBSs do município.

Para o diretor de Atenção Básica da FMS, Kledson Batista, a qualificação tem como pilar fundamental a melhoria no acesso do paciente aos serviços da Atenção Básica. “Esse curso veio para que os coordenadores possam identificar quais suas reais funções, quais os gargalos da atenção primária, facilitar a comunicação entre as diversas diretorias da FMS e outros setores do município, como educação e assistência social, além de uma melhor relação entre a gestão e os profissionais”, comenta ele, ressaltando ainda a importância da qualificação da Atenção Básica por ser o setor responsável por 80% das demandas de saúde de qualquer município.

O município de Teresina tem histórico de investimento na Atenção Básica, primeiro consolidando o modelo de Equipe de Saúde da Família, com 100% de cobertura. Depois o processo de melhoria da estrutura física das unidades.

“No último ano buscamos institucionalizar os procedimentos dentro da FMS. As 91 UBSs passaram por requalificação, com ambientes adequados, resultando no aumento do acesso aos serviços. Também organizamos o serviço, com a informatização das unidades, elaboração de protocolos, manuais e procedimentos padrões. É um trabalho de toda uma equipe, onde todos juntos estão construindo o que é importante para nossa cidade”, disse o presidente Charles Silveira.

Thalita Ribeiro, coordenadora da UBS Cristo Rei, foi uma das participantes do curso e conta que ele foi de suma importância para sua qualificação ao cargo que assumiu há pouco tempo. “Ele me permitiu aprimorar e melhorar a qualidade dos serviços prestados pelos coordenadores, que têm papel muito significante  dentro de uma Unidade Básica de Saúde, que nos permite ser líderes em melhorar a qualidade do atendimento para os usuários”, afirma a coordenadora.

Estatísticas

Durante o encerramento do curso foram apresentados dados estatísticos sobre os coordenadores das UBSs de Teresina. O grupo é formado em sua maioria por mulheres, com 84%, e a faixa etária predominante é dos 25 aos 59 anos. 75% possui nível superior completo, sendo que metade possui pós graduação em áreas relacionadas como Gestão em RH e Hospitalar, Saúde Pública, Atenção Primária em Saúde, Urgência e Emergência e Saúde Mental. Cerca de 30% deles estão no cargo há um período de 2 a 5 anos, sendo que 12% estão há mais de 10 anos.

 

Capacitação ensina a elaborar itens de provas escolares para resultados precisos

Ascom/Semec

Formadores e professores da Rede Municipal de Ensino de Teresina estão aprimorando as técnicas para elaborar provas cada vez mais precisas na avaliação dos alunos. Para isso, a Secretaria Municipal de Educação (Semec) realizou, no Centro de Formação Odilon Nunes, uma oficina de elaboração de itens.

A capacitação ajudou o grupo a planejar itens objetivos e dissertativos para provas de rendimento escolar, seguindo uma intencionalidade que permite alcançar resultados mais confiáveis. Com dados precisos em mãos, os professores poderão elaborar planejamentos mais precisos também.

À frente da oficina, a especialista Salete Boakari explica que a aplicação dos testes, seguindo normas corretas, traz precisão na avaliação. “Somente pensando em como elaborar bem os itens das provas temos uma aferição de resultados confiáveis, identificando as necessidades reais dos estudantes. Com esses dados, as escolas planejam e executam o ensino voltado para os pontos apresentados nos testes”, explica.

Psiquiatras da FMS recebem capacitação

Ascom/FMS

Psiquiatras dos Centros de Atenção Psicossocial e Ambulatórios de Saúde Mental, da Fundação Municipal de Saúde (FMS), participaram do curso de capacitação sobre preenchimento do Laudo Caracterizador de Deficiência. A formação foi promovida pela Gerência de Saúde Mental e o Grupo de Trabalho e Geração e Renda – GTR, da FMS, em parceria com a Superintendência Regional do Trabalho do Piauí.

“Esta iniciativa é fruto do trabalho que o GTR vem desenvolvendo com a finalidade de fomentar a inclusão das pessoas com transtorno mental no mercado de trabalho formal e em atividades de geração de renda, proporcionando a desinstitucionalização e fortalecendo o protagonismo do usuário”, diz a chefe de Núcleo da Gerência de Saúde Mental, Mayra Melo.

Para inserção deste usuário no mercado de trabalho, através das cotas, é necessário o preenchimento correto do Laudo Caracterizador da Deficiência, instrumento que tem finalidade em descrever as limitações do candidato e verificar se ele é apto ou não à vaga. O preenchimento deste laudo, é de responsabilidade do profissional de nível superior especialista, dentre eles o psiquiatra.