Prefeitura abre vias para a construção das casas no Parque Rodoviário

Das 63 casas, 32 serão para famílias desabrigadas durante as chuvas de abril de 2019. Fotos(Ascom/Saad Sul)

A Prefeitura Municipal de Teresina, por meio da Superintendência das Ações Administrativas Descentralizadas Sul (SAAD Sul), intensificou o trabalho de terraplanagem e está executando a abertura das vias no entorno do canal do Parque Rodoviário para a construção de 63 unidades habitacionais. A obra está orçadas em aproximadamente R$ 8 milhões, com recursos próprios e tem previsão de entrega para maio de 2023.

Das unidades habitacionais, 32 serão destinadas às famílias que perderam suas casas durante as chuvas de abril de 2019. As outras unidades (31) serão distribuídas para outras famílias já cadastradas em situações de risco e algumas com processos de desapropriação em andamento.

O superintendente da SAAD Sul, Juca Alves, que tem acompanhado as obras do entorno do canal semanalmente, afirma que tudo segue dentro do planejado. “Essa é uma das maiores obras em execução hoje na zona Sul e está a todo vapor. Estamos acompanhando, semanalmente, o andamento da execução, e tudo se encontra dentro do cronograma planejado da obra. Cuidar e dar assistência à população é um compromisso e cobrança recorrente do prefeito Dr. Pessoa”, pontuou.

Defesa civil interdita residências no bairro Três Andares

Duas residências foram interditadas pela Defesa Civil em Teresina Fotos(Ascom/Defesa Civil)

A Prefeitura de Teresina, por meio da Secretaria Municipal de Defesa Civil (SEMDEF), interditou duas residências localizadas no bairro Três Andares, zona Sul da capital, que tiveram parte de suas estruturas comprometidas por desabamento devido às fortes chuvas, nos últimos civil.

“Ao chegarmos na ocorrência verificamos que o barranco, de aproximadamente cinco metros, que fica no quintal da residência, desabou. Na outra casa, a proteção de tijolos também desabou comprometendo estruturas de outros moradores. Realizamos avaliação técnica e interditamos o local para que as pessoas estejam em segurança, já que os entulhos podem ser arrastados com as novas chuvas”, pontuou o gerente de operações da SEMDEF, Marcos Rolf.

A ocorrência, oriunda dos números emergências, não deixou feridos e as famílias seguem monitoradas por equipes da prefeitura.

“A população deve ficar atenta às estruturas dos imóveis: rachaduras nos terrenos, muros ou paredes; estalos em blocos de rochas ou surgimento de trincas; água mais barrenta do que de costume; inclinação de postes e árvores, são sinais de que a residência pode estar comprometida”, destacou o gerente.

Saiba como agir:

*Saia imediatamente do local;

*Procure abrigo em lugares sem perigo de deslizamento;

*Não se arrisque sem necessidade, não entre no local do deslizamento, somente pessoas especializadas em salvamento podem entrar;

*Informe a Defesa Civil. Ligue 199 ou (86) 3223-7366;

*O atendimento é 24h, todos os dias da semana.

SAAD Sul realiza terraplanagem para iniciar a construção das casas do Parque Rodoviário

A Prefeitura Municipal de Teresina, através da Superintendência das Ações Administrativas Descentralizadas Sul (SAAD Sul), realiza a terraplanagem do local onde serão construídas 63 unidades habitacionais no Parque Rodoviário. Paralelo a isso também será executada a urbanização no entorno do canal. As duas obras estão orçadas em aproximadamente 8 milhões com recursos do CAF e Finisa sendo a previsão de entrega para maio de 2023.

Das unidades habitacionais, 32 serão destinadas às famílias que perderam suas casas durante as chuvas de abril de 2019. As outras unidades (31) serão distribuídas para outras famílias já cadastradas em situações de risco e algumas com processos de desapropriação em andamento.

Atualmente há uma primeira construtora no local realizando a terraplanagem da área, após isso a mesma deverá se dirigir ao canal do Parque Rodoviário para iniciar as obras de urbanização no local. Após a conclusão da terraplanagem, a segunda construtora licitada deverá iniciar a construção das unidades habitacionais.

O Superintendente executivo da SAAD Sul, Isaac Meneses, detalhou sobre a urbanização do canal, “Iremos construir uma lagoa para amortizar o fluxo da água no local, além disso será executado o passeio, a iluminação, uma ciclovia e um anfiteatro. Temos um cronograma de execução da obra de 12 meses e as nossas equipes já estão trabalhando para que o prazo seja cumprido”, pontuou.

Foto: Divulgação (SAAD Sul)

Prefeitura irá construir 390 casas para desabrigados na zona Norte de Teresina

O prefeito de Teresina, Dr. pessoa, visitou na tarde desta sexta-feira (13), o terreno onde serão construídas casas populares para famílias desabrigadas por conta das fortes chuvas na capital.

O Terreno localizado no residencial Leonel Brizola, zona Norte, possui dois hectares e já está recebendo os serviços de limpeza e terraplanagem. Ao todo, 390 casas populares serão construídas. O terreno é de propriedade do município.

Dr. Pessoa ressalta a agilidade no andamento do projeto e garante quem em breve, os teresinenses que estão desabrigados receberão um novo lar.

“Viemos ver como está o andamento do projeto. O nosso objetivo é dar moradia para quem perdeu sua residência nos alagamentos durante o período chuvoso. Vi que os serviços que foram solicitados já estão avançados e vamos seguir em ritmo acelerado para dar dignidade e moradia para quem precisa o mais rápido possível”, destacou Dr. pessoa.

O secretário de desenvolvimento urbano e habitação (Semduh), Edmilson Ferreira, aponta que outras zonas de Teresina também serão beneficiadas com a construção de casas.

“É apenas a primeira etapa. Temos 770 famílias que perderam suas casas por conta das enchentes, principalmente na zona Norte. Vale ressaltar que mais casas serão construídas em outras zonas da cidade nas próximas etapas deste projeto idealizado pelo prefeito Dr. Pessoa”, concluiu.

Prefeitura apresenta proposta ao Governo Federal para a construção de casas aos desabrigados pelas chuvas

Reunião discute a proposta sugere dois terrenos municipais para a construção desses imóveis Fotos(Ascom/Semduh)

A Prefeitura de Teresina, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (SEMDUH), apresentou proposta ao Programa Pró-Moradia, do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), para a construção de 300 casas. As residências serão destinadas às famílias atingidas pelas chuvas deste ano, que ficaram desabrigadas.

A proposta sugere dois terrenos municipais para a construção desses imóveis. A localização destes terrenos será anunciada tão logo a obra se inicie, mas para isso será necessária a aprovação do Governo Federal.

“Esse programa do Governo Federal constrói lotes de 300 casas. Já enviamos a proposta e, caso seja aceita, é a melhor alternativa para resolver a situação dessas famílias que ficaram sem casa em virtude das chuvas. Além dessas 300 moradias, a Prefeitura busca recursos para construir ao menos mais 90”, declara o secretário da SEMDUH, Edmilson Ferreira.

Para a construção das 390 moradias, a SEMDUH calcula um investimento de cerca de R$ 50 milhões. A previsão é que o Ministério do Desenvolvimento Rural envie resposta sobre a aprovação da proposta até o início do próximo semestre. Ainda neste mês, o prefeito Dr. Pessoa irá a Brasília solicitar agilidade nesse processo. Caso a proposta não seja aceita, a Prefeitura continuará buscando alternativas para obter os recursos necessários.

Do início do período chuvoso até agora, 770 famílias foram atendidas pela Prefeitura de Teresina por terem a casa inundada ou destruída pela água. Dessas, apenas 28 permanecem abrigadas em escolas municipais, as demais foram encaminhadas para o Programa Cidade Solidária, que abrange o Aluguel Solidário e o Família Acolhedora.

Aulas presenciais

Com a volta das aulas presenciais, as famílias abrigadas em escolas devem ser remanejadas para outro local até o dia 23 de maio. A Prefeitura está em busca de um imóvel para encaminhar essas famílias. “A ideia é encontrar um prédio que possa recebê-las até que as moradias definitivas sejam construídas”, acrescenta o secretário.

Recuperação de imóveis

Edmilson diz ainda que a Prefeitura está realizando um levantamento das casas atingidas pelas chuvas. Os imóveis em condições de serem recuperados serão reformados e devolvidos às famílias.

“Sabemos que muitas casas foram totalmente destruídas, tomadas pela água e sabemos também que muitas estão em áreas de risco. Essas não serão reformadas, pelo contrário. Casas abaixo da cota de inundação devem ser demolidas para evitar que as famílias voltem. Por outro lado, estimamos que cerca de 200 imóveis estarão seguros após a reforma. Esses, sim, serão recuperados e devolvidos”, esclarece.

Outra ação da PMT é a investigação de imóveis relativos a programas habitacionais anteriores que estão desocupados ou ocupados de forma irregular. A orientação do prefeito Dr. Pessoa é que essas moradias sejam remanejadas para famílias desabrigadas.

Dr. Pessoa autoriza construção de casas do Orçamento Popular na zona Sul

O prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, realizou na manhã deste domingo (06) visitas às residências que serão construídas pelo Orçamento Popular. O orçamento de R$ 1.794.964,00 garantirá a construção de 20 casas na região Sul da capital.

As visitas a Vila Palitolândia, Parque Jacinta e bairro Redenção, todos localizados na zona Sul de Teresina, foram realizadas junto ao superintendente das Ações Administrativas Descentralizadas Sul (SAAD Sul) Juca Alves, a Gerente de Habitação da SAAD Sul, Jeovanna Alencar, o secretário de Comunicação, Lucas Pereira e equipe técnica.

Dr. Pessoa e o superintendente da Saad Sul, Juca Alves, ouvindo as demandas da população / fotos: Rômulo Piauilino Semcom

Dr. Pessoa, ressalta a importância de estar próximo as pessoas e conhecer a realidade de perto. Ainda de acordo com ele, a gestão sempre será voltada a ajudar os mais necessitados.

“Minha gestão é voltada para trabalhar e ajudar o povo, principalmente os mais necessitados. Nesta manhã estivemos com a equipe conferindo de perto e ouvindo a população que muito tem a dizer e que precisa do nosso trabalho. Portanto, estaremos atendendo a todos da melhor forma possível”, afirmou o prefeito.

O superintendente da Saad Sul, Juca Alves, antecipa que as famílias com casas em situação de vulnerabilidade estão participando de programas que possam trazer dignidade e segurança.

“Estivemos visitando hoje, junto ao prefeito Dr Pessoa, algumas famílias que se encontram em situação de vulnerabilidade por conta das fortes chuvas. Junto ao nosso corpo técnico, já estamos inserindo essas famílias no ‘Programa Cidade Solidária’. Também já estamos alinhando o processo licitatório para que seja iniciado a construção de moradias seguras e confortáveis para essas famílias. A Prefeitura Municipal de Teresina é uma gestão integrada com o povo, e estamos trabalhando incansavelmente para dar uma melhor qualidade de vida aos nossos munícipes”, Juca Alves.

A gerente de Habitação da SAAD Sul, Jeovanna Alencar, destaca que atender a necessidades das pessoas é uma prova de que a gestão está integrada com o povo.

“Visitamos algumas famílias que serão beneficiadas com moradia com recursos oriundos do Orçamento Popular e isso mostra a seriedade e compromisso da gestão com o povo. É sem dúvidas a realização de um sonho ter sua moradia digna para viver com a família e, para nós, enquanto mediadores dessa concretização é igualmente uma alegria desmedida”, falou a gerente.

A moradora da Vila Palitolândia, Maria Mercedes Pereira da Silva, diz está esperançosa por saber que será atendida com uma residência.

“Eu preciso de uma casa mesmo. Quando chove, acordo com goteiras sobre mim e isso é ruim. No inverno, as vezes tenho que sair de casa temendo acontecer algo. Estou feliz e esperançosa pela oportunidade de receber o nosso prefeito, e principalmente, por saber que ele vai me ajudar”, disse a dona de casa.
Edmar Paz, aposentado, de 78 anos, é residente do Parque Jacinta. Sua residência está com as paredes comprometidas e rachaduras no chão.

“Estou muito feliz em saber que breve terei um lugar seguro para morar. Não agradável ter uma casa como a minha que está perto de cair. Eu agradeço a Deus por enviar o Dr. Pessoa aqui, olhar minha realidade e me ajudar”, comemorou o aposentado.

Já Francisca Alana, mora no bairro Redenção há mais de 20 anos, mãe de 4 filhos, a doméstica foi atendida pelo programa “Programa Cidade Solidária”.

“Com fé em Deus vai da tudo certo. Quero voltar o quanto antes para a minha casa. Felicidade que não cabe no meu peito”, declarou Francisca Alana.

Prefeito Dr. Pessoa entrega 80 casas do Programa Lagoas do Norte

Dando início ao cronograma de obras a serem entregues nos primeiros 100 dias de gestão, o prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, fará, nesta segunda-feira (14), a entrega das chaves de unidades habitacionais do residencial Parque Brasil a famílias atendidas pelo Programa Lagoas do Norte e pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação – Semduh. A solenidade está marcada para às 12h, na sede da Unidade de Projeto Socioambiental, localizada no prédio do Parque Lagoas do Norte.

Estarão presentes seis famílias beneficiadas com unidades habitacionais, como forma de evitar aglomerações. Atualmente, o Lagoas do Norte e a Semduh estão atendendo mais de 80 famílias que deverão se mudar em breve para as novas unidades.

O residencial é composto de 1.022 unidades, entre casas e apartamentos, e foi construído pelo Lagoas do Norte, em parceria com a Caixa Econômica Federal, através do Minha Casa, Minha Vida. Projetado pela equipe do programa, as casas e apartamentos têm padrão elevado em relação aos demais empreendimentos da Caixa no restante do país. Além das unidades terem uma metragem maior (49m²), o residencial é dotado de toda a infraestrutura necessária para garantir qualidade de vida às famílias.

Ele possui rede de esgotamento sanitário com estação de tratamento, abastecimento de água com reservatório próprio, ruas asfaltadas, iluminação, áreas verdes e outras áreas destinadas à construção de escolas. Além disso, possuem várias escolas, unidade de saúde, comércio, hospitais e rede de transporte nas proximidades.

As casas possuem sala, cozinha, dois quartos, banheiro adaptado e área de serviço. Os apartamentos têm a mesma planta e metragem. Os prédios são dotados de área social, estacionamento e gradio. As famílias que já exerciam algum tipo de atividade econômica dentro de casa em seu endereço de origem, como mercearia, marcenaria, oficina, dentre outros, são beneficiadas com lotes maiores e podem receber capacitação para recompor sua atividade no novo endereço.

“Estamos avançando na entrega das unidades habitacionais para que possamos garantir a essas famílias mais qualidade de vida porque esse é o objetivo do Lagoas do Norte. Mais de 600 unidades já estão ocupadas por famílias que antes viviam em condições precárias, em casas alagadas. E estamos também trabalhando na formatação de um planejamento social para ser desenvolvido com essas famílias, com o objetivo de incentivar a sociabilidade e estimular o desenvolvimento econômico, geração de renda e a convivência harmônica”, destaca Bruno Quaresma, diretor geral do Programa Lagoas do Norte.

O residencial possui 1.022 unidades, entre casas e apartamentos, e conta com uma infraestrutura completa de drenagem, rede de esgoto, abastecimento de água, ruas asfaltadas com capacidade para receber o sistema de transporte público. A obra iniciou em 2018, teve investimento de mais de R$ 107 milhões e é financiada com recursos do banco mundial.

As casas possuem sala, cozinha, dois quartos, banheiro adaptado e área de serviço Fotos(Ascom/Semduh)

 

Dr. Pessoa autoriza construção de casas e obras de urbanização no Parque Rodoviário

O prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, assinou na manhã desta terça-feira (6), a ordem de serviço para construção de 63 casas no Parque Rodoviário, na zona Sul da capital. O empreendimento vai beneficiar famílias que ficaram desabrigadas após a tragédia ocorrida em 2019, quando uma forte chuva causou grande destruição no local

“Naquela ocasião, coloquei emenda parlamentar como deputado. Uma tragédia que aconteceu há dois anos atrás e agora, com menos de 100 dias de gestão, estamos assinado a ordem de serviço para a construção das residências, que serão entregues o mais rápido possível, em até um ano”, garante o gestor municipal.

A solenidade simbólica foi realizada na sede da Superintendência de Ações Administrativas Descentralizadas Sul (Saad-Sul). Alípio Paiva, titular da pasta, explica que, ao todo, serão investidos mais de R$ 6 milhões na obra que, além de melhoria habitacional, também prevê a modernização e implantação de novos equipamentos públicos no bairro.

“Também vamos construir a galeria do Parque Rodoviário, que já licitamos e estamos aguardando para ser homologada. Esses recursos ainda contemplam a urbanização, com a construção de campo de futebol, quadra de futsal e badminton, anfiteatro, iluminação de led, academia popular e espaço para cooper e lazer, tudo isso para melhorar a qualidade de vida da população”, explica o superintendente da Saad-Sul.

Para Henrique Carneiro, morador do Parque Rodoviário que afetado pela chuva, a assinatura da ordem de serviço renova a esperança da população que aguarda a obra há bastante tempo. “É um dia muito importante para tentar apagar da nossa memória aquela enorme tragédia que ceifou duas vidas na nossa comunidade. Ao vermos essa ordem de serviço sendo assinada pela prefeitura nos dá mais esperança de diminuir um pouco aquela tragédia”, pontua.

Por fim, Doutor Pessoa lamentou a demora na execução de um projeto tão importante, sobretudo pela situação de vulnerabilidade social daquelas famílias, mas garantiu agilidade para conclusão desta e de outras obras pela cidade. “Essa é uma nova administração municipal, conduzida por mim, mas com o mérito de todos os superintendentes, secretários e assessores, que ajudam na construção de um novo olhar para uma nova Teresina”, concluiu.

Prefeito assina a ordem de serviço para a construção de casa no Parque Rodoviário Foto (Rômulo Piauilino/Semcom)

Programa Lagoas do Norte e Caixa Econômica sorteiam 80 novos endereços de unidades do residencial Parque Brasil

A família de dona Elisângela da Costa Rego está deixando para trás uma realidade dura que bate à porta todo ano quando as chuvas se intensificam na zona Norte de Teresina. A casa alagada com as paredes ameaçando cair, o teto desabando. “A casa própria em um lugar que não alaga é um sonho que estou realizando hoje”, afirmou durante o sorteio de 80 unidades habitacionais do residencial Parque Brasil, construído pelo Programa Lagoas do Norte em parceria com a Caixa Econômica Federal.

O sorteio, realizado na tarde desta terça-feira (23), definiu os novos endereços dessas famílias. Os beneficiados são famílias atendidas pelo Programa Lagoas do Norte e pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação – Semduh.

Essas 80 famílias se somam a outras 660 já beneficiadas no ano passado. Ao todo, o residencial possui 1.022 unidades habitacionais, entre casas e apartamentos. Mais de 600 já estão na nova moradia com mais segurança habitacional e numa área que dispõe de toda infraestrutura de serviços públicos como abastecimento de água, esgotamento sanitário, ruas asfaltadas, áreas verdes, drenagem, estação de tratamento de esgoto e com escolas, hospitais e transporte público nas proximidades.

Por conta das medidas de prevenção contra a disseminação da covid, o sorteio aconteceu na presença de apenas duas famílias contempladas representando as demais. Porém, o procedimento foi transmitido virtualmente e todos puderam acompanhar. Um representante do Ministério Público Estadual também foi convidado e acompanhou virtualmente.

O diretor-geral do Lagoas do Norte, Bruno Quaresma, explica quais são os próximos passos para que as famílias possam finalmente irem morar nos novos endereços. “Após o sorteio, as famílias serão chamadas para realizarem vistorias dos imóveis e assinarão os contratos com a Caixa Econômica Federal. Logo após, elas receberão as chaves das residências e poderão realizar a mudança”, explicou.

Confira aqui a lista com os endereços:

Residencial Parque – Sorteio de Unidades

O sorteio, realizado na tarde desta terça-feira (23), definiu os novos endereços das famílias Foto: Ascom/Lagoas do Norte

SAAD Sul dá pontapé inicial na construção das casas do Parque Rodoviário

O Superintendente das Ações Administrativas Descentralizadas  ( SAAD Sul, Alípio Paiva, esteve reunido na manhã desta quarta-feira (17) com as equipes técnicas da Certare e da Construtora JAS, no Parque Rodoviário. Na ocasião foi tratado a demarcação das ruas, acessos e lotes das casas que serão construídas para as famílias afetadas pelas enchentes de abril de 2019.

O superintendente da SAAD Sul, Alípio Paiva, deu detalhes do projeto e falou sobre a importância dessa obra “Nesse primeiro instante serão feitas 63 unidades habitacionais orçada em 2,2 milhões com recursos do Finisa. No  momento, estamos na etapa de demarcação que é o ponto inicial da construção das casas do Parque Rodoviário. Essa é uma obra importantíssima pois irá acalantar todas as famílias que foram afetadas pelas enchentes de 2019”, destacou.

O engenheiro Eduardo Antonio, da Construtora JAS, empresa responsável pela obra, informou sobre o início da construção “Estamos demarcando as ruas, acessos e os lotes das casas que serão feitas. Após isso aguardaremos liberação da avaliação topográfica para que a obra seja iniciada, isso deve ser feito até o final desse mês”, concluiu.

Em visita ao local superintendente acompanha início das atividades / Foto Ascom SAAD Sul