Teresina registra 484 casos confirmados de COVID-19 na quarta-feira

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) registrou no sistema 484 novos casos confirmados de COVID-19 em Teresina, na quarta-feira (05). Houve ainda oito mortes causadas pela doença, sendo duas do dia 3 de agosto, quatro do dia 4 de agosto e duas do dia 5 de agosto. Desde o início da pandemia até agora, a capital contabiliza 753 óbitos e 18.923 casos confirmados para o novo coronavírus.

Os óbitos registrados na quarta-feira foram de pessoas entre 37 e 92 anos. Das oito mortes computadas ontem no sistema de notificação, quatro eram de pessoas sem comorbidades e as outras quatro tinham alguma comorbidade como hipertensão, diabetes, obesidade, doença cardiovascular, doença neurológica.

A FMS alerta que pessoas com doenças crônicas devem ter atenção redobrada com a sua saúde para evitar que sejam contaminadas pelo novo coronavírus. Dados do setor epidemiológico apontam que mais de 60% dos óbitos por Covid-19 tinham problemas cardiovasculares, incluindo hipertensão, e 34% possuíam diabetes. Em alguns casos, as vítimas eram acometidas das duas doenças ou de múltiplas comorbidades.

Segundo o médico cardiologista Daniel Gonçalves, as pessoas que têm doenças crônicas podem estar com o organismo debilitado e, ao contraírem uma infecção como a Covid-19, podem ter o seu quadro de saúde agravado. “As pessoas com hipertensão e diabetes ou que possuem doenças cardiovasculares, por exemplo, já possuem alteração no seu sistema imunológico e um estado inflamatório crônico e, com a infecção pelo coronavírus, pode ocorrer um estresse adicional aos órgãos. Isso pode contribuir para que o paciente apresente a forma grave da Covid-19 e também ocasionar a descompensação dessas doenças prévias”, explica.

Teresina registra 37 novos casos confirmados de COVID-19 neste domingo (02)

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) registrou 37 novos casos confirmados de COVID-19 em Teresina, neste domingo (02). Houve ainda nove mortes causadas pela doença, sendo que cinco delas ocorreram dia 1° de agosto, três dia 2 de agosto e uma dia 30 de julho.

A capital contabiliza agora 734 óbitos e 17.630 casos confirmados para o novo Coronavírus. O número de pessoas recuperadas da doença também cresceu, chegando a 3.380.

Das nove mortes computadas ontem no sistema de notificação, seis eram homens e três mulheres. As pessoas tinham entre 61 e 91 anos e todas tinhas comorbidades, como doença cardíaca, doença renal, hipertensão arterial ou diabetes.

Para reduzir a transmissibilidade da doença, durante os finais de semana na capital as regras de isolamento social se tornaram mais rígidas. Teresina registrou ontem um índice de isolamento social de 53%, segundo dados da startup InLoco. Com isso, a cidade ocupou, pelo segundo dia seguido, o primeiro lugar no ranking nacional, entre as capitais do país. No sábado (01), o percentual foi de 49,2%.

No sábado e domingo, até mesmo as atividades essenciais estão com seu funcionamento limitado. “O monitoramento tem mostrado que a capital tem conseguido manter os índices dentro do esperado, mesmo com a reabertura das atividades econômicas. Os últimos números de casos mostram uma melhoria nos indicadores, mas é importante não descuidar e continuar evitando aglomerações, de acordo com as orientações das autoridades sanitárias”, reforça Eduardo Aguiar, analista de sistemas da Prefeitura.

Teresina registra mais sete óbitos e 145 novos casos de Covid-19

Teresina registrou mais 145 novos casos e sete óbitos por Covid-19 nas últimas 24 horas. Segundo dados divulgados, nesse domingo (26), pelo Comitê de Operações Emergenciais em Saúde Pública (COE) da Fundação Municipal de Saúde (FMS), a capital contabiliza casos 15.395 confirmados e 662 óbitos pelo novo coronavírus. O número de pessoas recuperadas chegou a 3.124.

Entre os óbitos confirmados, cinco eram do sexo masculino e dois femininos. Apenas um paciente não apresentava comorbidades. Os pacientes tinham entre 61 e 94 anos. Foram dois óbitos no Hospital Universitário, dois no Prontomed, um no Hospital do Monte Castelo, um no Hospital de Urgência de Teresina e um no Rio Poty.

A Prefeitura de Teresina intensificou as medidas de isolamento social durante os finais de semana de julho. O intuito é que haja queda na transmissão da Covid-19, para que possa ser feita de forma segura, a retomada gradual da economia na capital. Neste sábado e domingo, por exemplo, ficaram autorizados a funcionar apenas farmácias e drogarias, serviços de saúde, segurança, vigilância, delivery exclusivamente para alimentação e órgãos e profissionais de comunicação.

Teresina registra mais 06 óbitos por Covid-19 e 330 novos casos confirmados da doença neste sábado

O Centro de Operações em Emergências (COE) da Fundação Municipal de Saúde (FMS) registrou seis óbitos decorrentes de complicações da Covid-19 em Teresina, neste sábado (25). Houve ainda 330 novos casos confirmados da doença. No total, a capital registra 655 mortes e 15.250 pessoas infectadas pelo novo Coronavírus.

Acerca dos 06 óbitos por Covid-19 que foram computados no sistema, 03 eram do sexo feminino e 05 tinham doenças crônicas, como hipertensão, diabetes e doença renal. Essas vítimas residiam nos bairros Dirceu (61 ano), Itararé (61 anos), Centro (80 anos), Mafrense (60 anos), Piçarra (69 anos) e Santa Maria (88 anos).

“Lamentamos essas perdas. Essas vítimas tinham família, amigos, eram o amor de alguém. Desde o começo da pandemia, a FMS tem adotado várias medidas para conter a proliferação do vírus, porque todas as vidas são importantes, mas é preciso contribuição da população para seguir as recomendações de higiene e de isolamento”, ressalta o médico infectologista Walfrido Salmito.

A FMS contabilizou ainda que, desde o início da pandemia até este sábado (25), 3.097 pessoas ficaram recuperadas da doença. Integram o grupo dos recuperados aquelas pessoas com Covid-19 que tiveram alta após atendimento na rede hospitalar e também as que estavam com quadro leve da doença e fizeram o tratamento em casa.

Teresina registra mais oito óbitos e 434 novos casos de Covid-19

Teresina registrou mais 434 novos casos e oito óbitos por Covid-19 nas últimas 24 horas. Segundo dados divulgados, nesta quarta-feira (22), pelo Comitê de Operações Emergenciais em Saúde Pública (COE) da Fundação Municipal de Saúde (FMS), a capital contabiliza 14.596 casos confirmados e 634 óbitos pelo novo coronavírus. O número de pessoas recuperadas chegou a 2.990.

Entre os óbitos confirmados, cinco eram do sexo masculino e três feminino. Apenas um paciente não apresentava comorbidades. Os pacientes tinham entre 62 e 88 anos. Foram três óbitos no Prontomed, dois no Hospital Getúlio Vargas, um no Hospital do Parque Piauí, um na UPA do Renascença e um no Hospital de Urgência de Teresina.

A Prefeitura de Teresina está acompanhando, através de pesquisas, a evolução da Covid-19 na capital. De acordo com os dados da 14ª etapa da pesquisa de investigação sorológica, o número de pessoas imunes à Covid-19 em Teresina chegou 93.230 e é maior do que o total de infectantes, que é de 20.151. Os dados foram informados pelo prefeito Firmino Filho nesta quarta-feira (22). Ele ressaltou que a doença não está mais em expansão na cidade, onde a taxa de transmissão do vírus, o R-zero, está em 0,61.

Mesmo com os dados positivos nesta etapa da sondagem, o prefeito informa que a doença ainda está em um patamar elevado e que é preciso ter respeito e disciplina em relação às regras de isolamento. “É importante ressaltar que a doença não desapareceu, embora tenhamos uma menor quantidade de casos. Ainda temos que ter muita precaução e continuar com os cuidados, especialmente porque estamos na fase de transição, reabrindo as atividades econômicas”, lembrou Firmino.

Teresina registra mais 11 óbitos e 256 novos casos de Covid-19

Teresina registrou mais 256 novos casos e 11 óbitos por Covid-19 nas últimas 24 horas. Segundo dados divulgados, nesta quarta-feira (15), pelo Comitê de Operações Emergenciais em Saúde Pública (COE) da Fundação Municipal de Saúde (FMS), a capital contabiliza 12.890 casos confirmados e 567 óbitos pelo novo coronavírus. O número de pessoas recuperadas chegou a 2.617.

Entre os óbitos confirmados, seis eram do sexo feminino e cinco masculino. Apenas um paciente não apresentava comorbidades. Os demais tinham doenças cardiovasculares, obesidade, asma, Alzheimer e hipertensão. Os pacientes tinham entre 28 e 95 anos. As vítimas residiam nos bairros: Matadouro, Vermelha, Parque Ideal, Mocambinho, Vale quem tem, Povoado Santa Teresa, Aeroporto, Vila Nova, Dirceu II, Porta da Alegria, Parque Alvorada.

A Prefeitura de Teresina tem trabalhado para melhorar a assistência aos pacientes diagnosticados com a Covid-19. Para atender casos graves da doença, a Fundação Municipal de Saúde (FMS) recebeu 50 máscaras de mergulho adaptadas para tratamento de pacientes com coronavirus. Os equipamentos serão utilizados em pacientes com dificuldade respiratória e ajudam a evitar o invasivo procedimento de intubação, além de reduzir o risco de propagação do coronavírus pelo ar. As máscaras estarão disponíveis no HUT, hospitais de campanha e UPAS.

O diretor geral do HUT, Rodrigo Martins, explica que esses equipamentos são seguros, eficazes e tem apresentado bons resultados em outras capitais brasileiras. “A nossa gerência de fisioterapia solicitou a doação das máscaras e o pedido foi prontamente atendido pelo projeto Motirõ, que reúne engenheiros e profissionais de saúde. É mais um recurso no enfrentamento contra o Coronavírus, sem custos, que também vai ajudar pacientes de outros hospitais da Prefeitura”.

Teresina registra mais de 500 casos de Covid-19 nesta quinta-feira (09)

Teresina registrou na quinta-feira (09) mais 532 casos de Covid-19 e cinco óbitos. Agora a cidade contabiliza 11.415 casos e 498 mortes desde o início da pandemia, de acordo com dados do painel epidemiológico elaborado pela Fundação Municipal de Saúde (FMS), que registou ainda 2.209 pessoas recuperadas no mesmo período.

Dos cinco óbitos que entraram no sistema, apenas um aconteceu ontem (09), e os demais são de quarta-feira (08). Foram quatro homens e uma mulher, com idades entre 57 e 71 anos. Todos apresentavam comorbidades, sendo as mais recorrentes hipertensão arterial e diabetes, com três casos cada. Dois pacientes eram moradores da zona Sudeste, dois da zona Norte e um da zona Leste.

Com o objetivo de aumentar os índices de isolamento social e reduzir a disseminação do novo coronavírus, o funcionamento das atividades econômicas em Teresina a partir de hoje (10) acontece com algumas restrições regulamentadas pelo Decreto 19.890. As medidas seguem durante o fim de semana e se repetirão nos dias 17,18 e 19; e nos dias 24, 25 e 26, todos de julho de 2020.

Além disso, os serviços de saúde se mantêm a postos e estruturados para a detecção e atendimento de casos de Covid-19. Teresina conta com 26 Unidades Básicas de Saúde para o atendimento exclusivo de suspeitos da doença, funcionando de domingo a domingo das 7h às 19h. “As equipes de saúde avaliam cada caso e adotam a conduta adequada, que pode envolver prescrição de medicamentos, indicação de isolamento domiciliar ou mesmo encaminhamento para hospitais ou UPAs, em casos mais graves”, informa Kledson Batista, diretor de Atenção Básica da FMS.

A rede hospitalar também foi ampliada, com o aumento de leitos específico para pacientes infectados pelo novo coronavírus. Em abril, havia 25 leitos para pacientes com quadro grave da doença e no dia 7 de julho a quantidade subiu para 101. Desse total, 24 leitos foram disponibilizados esta semana pelo município no Hospital de Campanha anexo ao Hospital de Urgência de Teresina (HUT), onde ainda serão abertos mais 36.

Teresina registra mais 12 óbitos e 261 novos casos de Covid-19

Teresina registrou mais 261 novos casos e 12 óbitos por Covid-19 nas ultimas 24 horas. Segundo dados divulgados, nesta terça-feira (07), pelo Comitê de Operações Emergenciais em Saúde Pública (COE) da Fundação Municipal de Saúde (FMS), a capital contabiliza 10.446 casos confirmados e 479 óbitos pelo novo coronavírus. O número de pessoas recuperadas chegou a 2.083.

Dentre os óbitos confirmados, dois ocorreram nesta terça-feira (07), nove no dia 06 de julho e um no dia 05 de julho. Os pacientes tinham entre 42 e 87 anos, sendo 10 homens e duas mulheres. Entre eles, apenas dois pacientes não apresentavam comorbidades.

Com o objetivo de atender os casos mais graves de Covid-19, a Prefeitura de Teresina realizou a construção de mais um hospital. O Hospital de Campanha João Claudino, anexo HUT (Hospital de Urgência de Teresina), que já está com estrutura pronta para receber os primeiros pacientes. Serão disponibilizados, inicialmente, 24 leitos de UTI. No total, o hospital tem capacidade para atender 60 pacientes com estado grave da doença.

Para atuar no atendimento dos hospitais da capital, a Fundação Municipal de Saúde (FMS) está convocando mais 63 aprovados no edital 1/2020 do Processo Seletivo Emergencial da instituição. O objetivo é reforçar a linha de frente do combate ao novo coronavírus, por meio da contratação temporária de profissionais de saúde.

Teresina registra nove óbitos e 202 novos casos de Coronavírus em 24 horas

Teresina registrou 202 novos casos e mais nove óbitos por Covid-19 nas últimas 24 horas. Segundo dados divulgados, nesta segunda-feira (29), pelo Comitê de Operações Emergenciais em Saúde Pública (COE) da Fundação Municipal de Saúde (FMS), a capital contabiliza 7.668 casos confirmados e 369 óbitos por coronavírus. O número de pessoas recuperadas chegou a 1.634.

Atualmente, a taxa de ocupação de leitos de UTI Covid está em 81,16%. Do total de 328 leitos de UTI Covid da cidade, 265 estão ocupados. Dentre os óbitos confirmados, seis eram do sexo masculino e três feminino, com idades de 47 a 90 anos. Das comorbidades apresentadas estavam diabetes, doença pulmonar crônica, cardiovasculares, renais e hipertensão.

Como mais uma estratégia do município para o enfrentamento da Covid-19, a Prefeitura de Teresina ampliou para 25 o número de Unidades Básicas de Saúde (UBS) para o atendimento exclusivo de pacientes com sintomas gripais leves. Com o acréscimo de mais duas UBS, localizadas nos bairros Mafrense e Parque Brasil, esse tipo de assistência segue com funcionamento diário das 7h às 19h, sendo sete unidades situadas na zona Norte, oito na zona Sul, seis na zona Leste e quatro na zona Sudeste.

O presidente da FMS, Manoel de Moura, informou que a Prefeitura tem adotado várias estratégias para conter a proliferação do vírus e ampliar a rede de atendimento para quem precisa. “A necessidade de atendimento em saúde tem crescido. Sabendo disso, a FMS está fortalecendo a rede, com contratação de profissionais, aquisição de equipamentos e insumos, disponibilização de testes rápidos e ampliação de leitos, melhorando a capacidade de assistência e resposta às demandas da população”, ressalta o presidente.

Teresina registra mais 183 casos de infecção pelo novo coronavírus

Teresina registrou ontem (18) mais 183 casos de COVID-19. Os dados são do Painel Epidemiológico da Fundação Municipal de Saúde (FMS), que notificou também seis novos óbitos pela doença. No total, a capital contabilizou desde o início da pandemia 5.237 casos e 244 óbitos pelo novo coronavírus, com 1.207 recuperados.

Dentre os óbitos, estão uma mulher de 77 anos, sem comorbidades, do bairro Areias; uma mulher de 72 anos, diabética e obesa, moradora do Santana; um homem de 67 anos, portador de doença cardiovascular e diabetes, do bairro Pio XII; e mais três pacientes portadores de doença cardiovascular: uma mulher de 70 anos do bairro São Sebastião, um homem de 71 anos morador do Itararé, e uma mulher de 80 anos, residente no bairro Gurupi.

Para melhorar os índices de isolamento e consequentemente reduzir os números da doença, o Centro de Operações em Emergência (COE) da FMS pede que a população continue seguindo as medidas de isolamento e só saia em caso de extrema necessidade. “Teresina vem apresentando taxas muito abaixo do que recomendam a Organização Mundial de Saúde (OMS) e demais autoridades sanitárias. Precisamos cumprir as orientações para diminuir a propagação do vírus e frear o avanço da pandemia na cidade”, reforçou a enfermeira Wesllany Santana, uma das coordenadoras do COE.

O presidente da FMS, Manoel de Moura, informou que a Prefeitura tem adotado várias estratégias para conter a proliferação do vírus e ampliar a rede de atendimento para quem precisa. “A necessidade de atendimento em saúde tem crescido. Sabendo disso, a FMS está fortalecendo a rede, com contratação de profissionais, aquisição de equipamentos e insumos, disponibilização de testes rápidos e ampliação de leitos, melhorando a capacidade de assistência e resposta às demandas da população”, ressalta o presidente.