Alunos do CMEI Francisco de Assis participam do clube de leitura online do Geleia Geral

Ascom/Semec

O projeto de leitura do Centro Municipal de Educação Infantil Francisco de Assis chamou atenção dos colaboradores do Geleia Geral, que convidou as crianças do 2º ano para um clube de leitura online, transmitido ao vivo na noite desta segunda-feira (26).

A live, que exalta escritores e estimula a leitura, acontece mensalmente. Em outubro, homenageou as crianças, além de destacar o trabalho da professora Marinalva Chaves, que também participou do evento.

No CMEI, o projeto surgiu da vontade das crianças de começarem a escrever seus próprios textos, incentivadas desde cedo pelos professores. Em 2019, mais de 90 alunos com 7 anos de idade produziram e ilustraram suas primeiras obras, e no lançamento contaram com a presença de grandes escritores como Cineas Santos e Salgado Maranhão.

Durante a transmissão ao vivo, as crianças leram alguns de seus textos e comentaram a paixão pela leitura. Segundo a professora Marinalva, o projeto desmistifica o papel do escritor e abre novas possibilidades para o futuro dos alunos. “Eles são muito aplicados, costumávamos fazer leituras diárias debaixo de um belo ipê cultivado na escola. Esses momentos são tão incríveis que muitos já sonham em ser escritores”, contou Marinalva.

Projeto Nas asas da imaginação incentiva a leitura nos alunos do CMEI Francisco de Assis

Ascom/Semec

Música e poesia marcaram a culminância do Projeto ‘Encontro de Autores Mirins: Nas asas da imaginação’, envolvendo 97 alunos de turmas do 1º ano  no Centro Municipal de Educação Infantil Francisco de Assis. A creche está localizada no bairro Mocambinho, na zona Norte de Teresina, e vem dando destaque à leitura e escrita em seus projetos, ensinando as crianças a gostarem dos livros.

Na abertura do projeto, cada turma apresentou os trabalhos produzidos durante o ano letivo. “Temos dinamizado a leitura com brincadeiras, música e muita poesia, formas lúdicas de exercitar a alfabetização”, afirma diretora Josélia Cristina.

Durante a culminância os pais foram convidados a participarem da apresentação e exposição final dos trabalhos, que inclui peças teatrais, dança, exposição de desenhos e o lançamento dos livros produzidos pelos alunos.

A diretora Josélia Cristina explica que para os alunos confeccionarem os livros, foram realizadas a contação de histórias de diferentes autores trabalhando gêneros textuais.

“As professoras confeccionaram com os alunos livros artesanais com as histórias lidas durante as aulas, tornando-as ainda mais significativas. Todos os livros que escolhemos despertam esse olhar cuidadoso do outro”, explica. Para ela, a leitura sendo trabalhada em diferentes etapas e com recursos variados torna o hábito mais prazeroso. “É um momento de diversão, eles adoram, conhecem os personagens, recontam e interagem”, afirma Josélia.

O poeta e escritor Cineas Santos, um dos autores estudados pelas crianças, fez questão de participar do evento. Para ele é muito bom ver crianças tomando gosto pela leitura ainda na educação infantil.

“É muito gratificante acompanhar esses projetos que têm como objetivo estimular a leitura. Uma criança, mesmo alfabetizada regulamente, se não aprender a ler não terá um bom desempenho na escola. Então parabenizo a equipe escolar pela iniciativa”, disse.