Isolamento social em Teresina tem alta no domingo (14)

Dados da startup InLoco apontaram que cerca de 53,1% dos teresinenses aderiram ao isolamento social neste domingo (14). O número é o maior desde o começo de junho, que chegou a registrar o pior índice, de apenas 39,3%, na última sexta-feira (12). O aumento está ligado ao “lockdown” parcial no domingo decretado pelo governo do Estado. Apesar da alta, o percentual continua baixo, já que a Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda que a taxa seja acima de 70% para conter a disseminação do novo coronavírus (COVID-19). 

O levantamento da capital é baseado no monitoramento dos celulares, que mostra a localização dos usuários. A base de dados é de 217 mil usuários. Pelo levantamento, o bairro Centro de registrou o maior índice de isolamento social no domingo, marcando 68,3%. Foi seguido pelo bairro Uruguai, zona Norte, com 68,2% e Campestre, zona Leste, com 67,3% de moradores respeitando a recomendação. Os menores índices foram registrados nos bairros Pedra Miúda, zona Sul, com 25%, Itararé, zona Sudeste, com 38,6% e Pedra Mole, zona Leste, com 39,1%. Ao todo, a região Centro-Norte registrou o maior percentual de isolamento, com 54,05%, e o maior taxa de descumprimento foi na zona Sudeste com 51,17%. 

A Prefeitura de Teresina também está acompanhando os índices de isolamento social através de informações geradas pelas operadoras de telefonia celular. Segundo essa base de dados, que reúne informações de mais de 1,4 milhão de linhas telefônicas, 57,96% das pessoas cumpriram as regras de distanciamento no domingo.

Até o momento, Teresina possui 4.420 diagnosticados com a doença na capital. Foram registardos mais 11 óbitos por Covid-19 nas últimas 24 horas. Com isso, o total subiu para 207 mortes.

 

10 UBS passam a funcionar nos finais de semana e feriados em Teresina

A partir de agora, 10 Unidades Básicas de Saúde (UBS), que são exclusivas para atendimento de casos de síndrome gripal, passam a funcionar todos os dias da semana, inclusive aos sábados, domingos e feriados.  Trata-se de uma medida inédita na Atenção Básica e proposta pela Fundação Municipal de Saúde (FMS) para ampliar a oferta de atendimento em saúde no combate ao Coronavírus.

Desde que iniciou a pandemia, essas 10 Unidades (lista abaixo) já atendiam de segunda a sábado e agora passam a atender de segunda a sexta-feira no horário de 7h às 21h e aos sábados, domingos e feriados, das 8h às 17h. Em Teresina, existem ainda mais nove UBS que atendem, de forma exclusiva, casos de sintomas gripais e mais 71 UBS que atendem pessoas com outros problemas básicos de saúde.

O presidente da FMS, Manoel de Moura Neto, afirma que há registro de pessoas que se dirigem aos Hospitais e UPAS, mas que poderiam ter sido atendidos, com eficiência, nas UBS. “As UBS atendem casos mais simples e, com o horário estendido nessas Unidades, será possível diminuir a aglomeração de pessoas nos hospitais e UPAS, que funcionam 24h para atender casos mais graves”.

O objetivo é tomar todas as medidas para evitar a disseminação do vírus. “Queremos que, nos casos simples, a população se habitue a procurar as UBS, que são porta de entrada do SUS. Em meio à pandemia do Coronavírus, diante do aumento dos casos, é importante facilitar o acesso aos serviços de saúde e distribuir o público entre os estabelecimentos”, ressalta o diretor de Atenção Básica, Kledson Batista.

“Nas UBS exclusivas para síndrome gripal, o paciente é colocado em local separado e arejado. A equipe, utilizando equipamentos de proteção, faz a triagem e o atendimento, que pode envolver orientação médica, prescrição de medicamentos, indicação de isolamento domiciliar ou transferência ao hospital”, afirma Kledson Batista.

Já as outras 71 UBS estão atendendo pessoas com outros problemas básicos de saúde, que não sejam gripais. “São ofertadas consultas médicas e de Enfermagem. Os serviços de coleta de exame, vacinas, retirada de pontos, curativos, trocas de sonda e entrega de medicamentos permanecem funcionando. Já as atividades coletivas foram suspensas”, finaliza Batista.

Confira lista das Unidades Básicas de Saúde (UBS) que atendem exclusivamente casos de síndrome gripal e funcionam de segunda a sexta-feira, das 7h às 21h e aos sábados, domingos e feriados, das 8h às 17h:

1.UBS Portal da Alegria (Sul)
2. UBS Irmã Dulce (Sul)
3 UBS Todos os Santos (Sudeste)
4. UBS Novo Horizonte (Sudeste)
5. UBS Dagmar Mazza (Sul)
6. UBS Poty Velho (Norte)
7. UBS Santa Maria da Codipi (Norte)
8 UBS Taquari (Leste)
9. UBS Planalto Uruguai (Leste)
10. UBS Cidade Jardim (Leste)

FMS recebe doação de equipamentos de proteção individual nesta sexta (01)

Ascom/ FMS

Nesta sexta-feira (01), a Fundação Municipal de Saúde (FMS) de Teresina recebeu equipamentos de proteção individual (EPIs), doados pelo Centro Universitário Uninovafapi. O material será utilizado na rede de saúde do município e irá contribuir para a proteção dos profissionais que estão atuando na linha de frente contra o Coronavírus.

No total, foram doados 34.500 pares de luvas de procedimento, 750 máscaras descartáveis, 9.000 toucas, 1.000 aventais descartáveis, 600 máscaras face shield e 7.000 proteções descartáveis para os pés. Há ainda a previsão de doação de kits de testes rápidos do Coronavírus e de mais EPIs.

“Esse ato de solidariedade do Uninovafapi tem uma grande relevância social, nesse momento atípico e desafiador que o mundo enfrenta. Gostaria de enaltecer também o serviço do SUS. A tragédia em decorrência do Coronavírus seria maior se não tivéssemos o Sistema Público de Saúde bem estruturado que temos hoje”, afirmou o presidente da FMS, Manoel de Moura.

O reitor do Uninovapi, Carlos Alberto Pinto, afirmou que a doação do material reforça a parceria entre as instituições. “A FMS recebe nossos alunos, participando ativamente da formação dos internos da Medicina, estagiários de Enfermagem e Fisioterapia. Nesse momento de crise, estamos apoiando no combate ao vírus e distribuindo esse material”, disse.

Novos guardas municipais tomam posse e reforçam fiscalização do isolamento social

A Guarda Civil Municipal de Teresina começou a receber os 261 novos profissionais aprovados no último concurso público. Eles chegam para reforçar  o trabalho de fiscalização das medidas de proteção e do isolamento social. Trata-se de mais uma medida da Prefeitura para o enfrentamento da pandemia do novo coronavírus.

Os novos guardas estão tomando posse de forma gradual para não gerar aglomeração e estão sendo inseridos imediatamente na corporação.

“Estou muito feliz por contribuir, servindo e protegendo a população teresinense, ainda mais nesse momento que ela tanto precisa, em meio a essa pandemia. Estamos aqui para colaborar”, afirmou Neila da Silva Farias, após assinar a documentação de posse.

Segundo o secretário Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (SEMCASPI), Samuel Siveira, os guardas são fundamentais na proteção da população, do patrimônio público e, nesse momento de pandemia, é essencial também para a manutenção da saúde. “Esses profissionais tem feito um trabalho diário muito importante, que agora ganha um reforço para que possamos ampliar a atuação da Guarda”, comentar.