Ato público lança campanha de enfrentamento ao abuso sexual infantil na Avenida Frei Serafim

A Prefeitura de Teresina, por meio da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), lançou na manhã desta terça-feira, (11/05), a campanha de prevenção e enfrentamento ao abuso sexual infantil, em um ato público, na Avenida Frei Serafim, Centro da capital.

A campanha é intitulada “Respeite-me! Meu corpo não é brincadeira! Chega de violência contra crianças e adolescentes” e foi idealizada pela Semcaspi, por meio do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV).

De acordo com Eliana Lago, secretária da Semcaspi, a campanha tem a proposta de sensibilizar a sociedade quanto à prevenção e ao enfrentamento das situações de violência contra crianças e adolescentes.

“A Semcaspi está chamando atenção não só para as ocorrências das violências, mas principalmente, sensibilizar as pessoas para a prevenção, para as formas de denunciar e o atendimento feito pela nossa rede de proteção. Os Cras, os Creas e os conselhos tutelares são a porta de entrada para o atendimento de pessoas em situação de risco social ou de pessoas que estão com seus direitos violados”, pontuou.

Villar Neto, coordenador do SCFV, o ato público marca o lançamento da campanha de prevenção e enfrentamento ao abuso sexual infantil, alertando para a importância de identificar e denunciar as ocorrências, mesmo que de forma anônima.

“A nossa campanha traz em seu título “Respeite-me! Meu corpo não é brincadeira”, alertando a sociedade, como um todo, para a proteção das crianças e dos adolescentes, evitando que tenham o corpo violado e violentado. Estas violências refletem no comportamento destes público, de diversas formas, desde o humor, ao isolamento e até no desempenho escolar. Infelizmente, a maioria destas violências acontecem no seio familiar e precisamos atuar na prevenção e no enfrentamento das ocorrências”, ressaltou.

I CONCURSO DE VÍDEO SOCIOEDUCATIVO

A campanha “Respeite-me! Meu corpo não é brincadeira! Chega de violência contra criança e adolescente” está promovendo o I Concurso de Vídeo Socioeducativo, que teve início nessa segunda-feira, (10/05), e segue até 23h55min de quarta-feira, (12/05).
Os vídeos serão produzidos por crianças e adolescentes assistidos pelo SCFV e os três escolhidos por uma comissão serão premiados, com troféu e medalha.

A campanha tem a proposta de sensibilizar a sociedade quanto à prevenção e ao enfrentamento das situações de violência contra crianças e adolescentes. Foto: Ascom (Semcaspi)

 

Prefeitura homenageia profissionais e instituições que atuaram no combate à Covid-19

Renato Bezerra

“Desde a chegada do Conselheiro Saraiva nenhuma geração que viveu em Teresina passou por uma crise como essa. A pandemia trouxe uma grande incerteza e medo, mas a cidade não fugiu da luta e nos orgulhamos por tudo que os servidores da linha de frente fizeram. Eles se doaram, venceram o medo, choraram, mas foram à luta. Enquanto uns tinham que ficar em casa, outros tiveram que sair de casa para cumprir sua missão. Essa medalha é uma forma de dizer: muito obrigado!”, disse o prefeito Firmino Filho na noite da última segunda-feira (21), durante entrega da Medalha do Mérito Conselheiro Saraiva.

A solenidade, normalmente realizada no dia do aniversário de Teresina, 16 de agosto, foi marcada pela emoção. A Orquestra Sanfônica Seu Dominguinhos fez a abertura do evento, que homenageou mais de 30 personalidades e instituições que atuaram no combate à Covid-19 na capital em 2020. Devido à pandemia do novo coronavírus, a solenidade foi realizada apenas com a presença dos homenageados, cada um com apenas um acompanhante, obedecendo as normas sanitárias, e também transmitida virtualmente através do YouTube da Prefeitura de Teresina.

“Tivemos que ficar sem ver nossa família, lutando diariamente para enfrentar o vírus e salvar vidas. Enfrentamos o medo de perder colegas que também estavam nesta luta, mas seguimos na batalha. Esta homenagem representa todos que colocaram suas vidas para salvar tantas outras”, agradeceu o medido cardiologista e diretor do Hospital São Marcos, Marcelo Martins, que falou em nome de todos os homenageados.

A infectologista Amparo Salmito, gerente de Vigilância de Epidemiologia da Fundação Municipal de Saúde, também foi uma das homenageadas, junto com o filho, o também infectologista Walfrido Salmito. “É uma felicidade para nós. Desde o início da pandemia estivemos firmes para a adoção de medidas importantes para que nossa cidade enfrentasse esse vírus da melhor forma. Esta homenagem hoje nos motiva a seguirmos o nosso trabalho em prol da vida”, considerou a homenageada.

A escolha das personalidades e instituições é feita por um conselho consultivo, que conta com a presença do prefeito Firmino Filho, de representantes da Academia Piauiense de Letras, do Instituto Histórico Geográfico Piauiense e da Associação Comercial Piauiense, além dos secretários municipais de Governo e Educação.

A Medalha do Mérito Conselheiro José Antônio Saraiva foi instituída pelo Decreto nº 684, de 16 de agosto de 1985. Pelo Decreto, as personalidades e instituições agraciadas são subdivididas em graus. São eles: Grau Grande Oficial – Ouro, Grau Oficial – Prata, Grau Cavalheiro – Bronze.

Defesa Civil leva palestra abordando controle e combate às queimadas ao povoado Chapadinha Sul

A Defesa Civil Municipal de Teresina realizou nesta terça-feira (20)encontro educacional junto à população do assentamento 17 de Abril, localizado no povoado Chapadinha Sul. Durante a ação, articulada em parceria com o Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) Sul II, Superintendência de Desenvolvimento Rural (SDR), Guarda Municipal e a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans), foi abordado o uso do fogo e o controle e combate às queimadas.

“A Defesa Civil, através de seus agentes, tem ministrado palestras nas comunidades, principalmente na zona rural, onde estamos levando uma conscientização a respeito do uso do fogo e a prevenção das queimadas”, explica o coordenador, Tenente Antônio Linhares. “Tentamos conscientizar as pessoas através da palestra para que evitem estar ateando fogo em lixo e vegetação, principalmente nesse período, quando a temperatura está muito elevada, a umidade do ar baixa e a vegetação muito seca”.

O momento contou com um público de 56 pessoas e foi sediado pelo espaço a céu aberto da Unidade Escolar Lucas Meireles Alves. O uso da máscara se fez obrigatório por todos os presentes, em prevenção ao contágio do Covid-19.

“Orientamos que deixem para queimar roça, que é uma agricultura de subsistência que culturalmente já se faz há muito tempo aqui na nossa região, após as primeiras chuvas e de maneira controlada. Já fizemos várias ações como essa nas comunidades e continuaremos até o final do período de estiagem”, pontua Linhares.

A população pode entrar em contato com a Defesa Civil gratuitamente através do telefone 153 ou através de oficio encaminhado à sua sede, localizada no prédio da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi).

 

Família que atua no combate ao coronavírus em Teresina é destaque nacional 

Em Teresina, uma família inteira está unida contra a Covid-19: Tânia Furtado, enfermeira do SAMU e de hospital da Prefeitura de Teresina, o marido, a mãe, o pai e a irmã também são profissionais da saúde e estão na linha de frente contra a doença na capital piauiense. Essa história ficou conhecida nacionalmente após exibição do seu depoimento na edição do Jornal Nacional da última terça-feira (28).

No vídeo exibido, ela relatou que a sua rotina de trabalho mudou completamente durante a pandemia. “Desde criança, eu já sabia que ia trabalhar na área da saúde. Os meus pais foram os grandes exemplos. Hoje, eles, eu, meu esposo e minha irmã estamos todos atuando no combate à Covid-19.  Antes, vivíamos de abraços, encontros e almoços em família. Atualmente, a gente não pode nem se tocar, para evitar contaminação pelo coronavírus”, disse Tânia.

“Por aqui as coisas funcionam bem. O que vejo é uma articulação imensa de pessoas e de serviços de saúde, procurando resolver os problemas e ofertar uma assistência de qualidade aos doentes. Nós que começamos essa rotina com certo medo, hoje sentimos mais confiança, coragem, esperança e ficamos honrados e felizes por participar desse enfrentamento, porque, afinal, estamos fazendo a grande diferença entre a vida e a morte dessas pessoas”, conta Tânia.

Ainda criança, Tânia e sua irmã, que também é enfermeira, acompanhavam a rotina dos pais Raimundo e Rosa Furtado, que são técnicos de enfermagem. “Nós morávamos em outra cidade, mas eles vinham trabalhar em Teresina e eu acompanhava. Quando eu era bem pequena, minha mãe me viu enquanto me arrumava e perguntou para onde iria e disse ‘para o meu plantão’, como se ela já tivesse que saber que esse era meu ofício. Hoje, estou fazendo tudo que eles fizeram a vida toda, ajudando as pessoas e aliviando sofrimentos”.

A enfermeira ressalta ainda que é uma honra atuar na saúde. “Tenho participado de vários momentos em que a atuação da minha equipe foi fundamental para a sobrevivência de alguém, na verdade de muitas pessoas. É como se a gente travasse uma luta com a morte e na maioria das vezes a gente vence, graças a Deus. Por outro lado, temos medo do coronavírus, mas, fazendo um balanço, é uma honra poder ser um instrumento valioso nessa luta contra esse inimigo invisível”, finalizou a enfermeira.

Tânia casou com Nelson Neto, que é condutor de ambulância do SAMU. Ele conta que era um sonho atuar nas viaturas e que, durante a pandemia, teve que se afastar dos dois filhos. “É uma honra trabalhar nesse período, pois temos ajudado muitas pessoas doentes, temos feito a diferença e, no futuro, quando estivermos unidos novamente, poderemos dizer aos nossos filhos que estivemos na linha de frente no combate a esse vírus e eles terão muito orgulho de nós”.

 

 

Uso correto de máscaras ainda é uma das principais armas no combate ao coronavírus

Rômulo Piauilino

O uso de máscara durante a pandemia do coronavírus tornou-se uma das medidas mais importantes para evitar a disseminação da doença. Com o início do processo de reabertura das atividades econômicas em Teresina, anunciado pela Prefeitura para o próximo dia 6 de julho, essa precaução se faz indispensável para a população que precisar sair do isolamento. (mais…)

Prefeitura convoca 45 profissionais para o combate à COVID-19 na atenção básica

A Prefeitura de Teresina convoca hoje (08) 45 profissionais de saúde aprovados no edital 1/2020 do Processo Seletivo Emergencial para contratação temporária pela Fundação Municipal de Saúde (FMS). O objetivo é reforçar o quadro de funcionários que atuam na linha de frente do combate à COVID-19.

Desta vez, são 15 enfermeiros diaristas e 30 técnicos de enfermagem, que irão atuar na atenção básica do município. “Estes profissionais vão nos auxiliar no rastreamento da COVID-19 através da realização de testes rápidos e outras demandas de acordo com as necessidades da gestão”, informa Emanuelle Dias, gerente de Ações Estratégicas da FMS.

Os candidatos convocados devem se apresentar amanhã (09), das 8h às 14h, no Núcleo de Planejamento, Recrutamento e Seleção de Pessoas da FMS, que fica na Rua Governador Artur de Vasconcelos, 3015 – Aeroporto. “Informamos que o candidato que não comparecer no dia e horário marcado será considerado desistente”, ressalta João Luciano de Castro e Sousa, chefe do Núcleo de Planejamento, Recrutamento e Seleção de Pessoas da FMS.

Ao se apresentarem os candidatos deverão entregar os seguintes documentos (originais) para comprovação e autenticação: Certidão de nascimento ou Casamento (quando for o caso); Título de Eleitor, com certidão de quitação eleitoral; Certidão de Reservista ou dispensa de incorporação (somente para homem); RG; CPF; Autodeclaração do candidato conforme anexo II do edital; Documentação que comprove os títulos indicados no currículo, conforme item 2.11 do edital; Comprovante de escolaridade exigida no Quadro I do Edital; Registro do Conselho competente; Conta Corrente Banco do Brasil; uma foto 3×4 recente; Comprovante de endereço atualizado; comprovante de inscrição no PIS/PASEP/NIT.

O Processo Seletivo Emergencial Simplificado 1/2020 ofertou ao todo 593 vagas, nos níveis médio e superior. Segundos dados da FMS, 8.919 profissionais se inscreveram no certame, que terá validade de seis meses, prorrogável por até igual período, a contar da homologação do resultado.

Confira AQUI o edital de convocação.

Campanha distribuirá máscaras com estampas informativas de combate à exploração sexual

Ascom/Semcaspi

No dia 18 de maio, se reconhece oficialmente a luta de enfrentamento ao abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes. A campanha de conscientização em alusão à data, articulada localmente pela Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), contará com a produção de máscaras de proteção com estampa temática. As unidades da rede socioassistencial devem começar a receber o material na próxima semana para distribuição aos colaboradores e ao grande público.

“Estamos fazendo uma campanha que contextualiza o momento em que vivemos, que é de combate ao Coronavírus, trazendo como pauta justamente o enfrentamento à exploração sexual da criança e do adolescente. A construção de uma sociedade livre desses tipos de abuso é a sociedade pela qual lutamos, e acreditamos que Teresina caminha junto, nesse sentido”, explicou o secretário da Semcaspi, Samuel Silveira.

Segundo Layla Paiva, técnica da Gerência de Proteção Social Especial (GPSE) da Semcaspi, o novo contexto de isolamento social fez com que a campanha tivesse de achar novos caminhos de conscientização. “Nos anos anteriores sempre fizemos campanhas com abordagens, panfletagens, distribuição de material informativo e apresentações culturais. Porém, por conta da Covid-19, pensamos em algo diferente. A confecção das máscaras já é uma sugestão do Fórum Nacional”, explica.

Em Teresina, a rede municipal de combate à exploração da criança e do adolescente conta com as quatro unidades dos Centros de Referência em Assistência Social (CREAS) e com a Casa de Zabelê. As equipes são capacitadas para atender essas demandas de crianças e adolescentes que sofrem situações de violência e exploração sexual.

“Já a Casa de Zabelê é uma unidade específica para atender essas adolescentes do sexo feminino”, explica Layla. O espaço realiza atividades profissionalizantes e de fortalecimento de vínculos e conta com equipe psicossocial. Atualmente, a meta de atendimento, de 100 adolescentes, já foi ultrapassada.

A população pode ser encaminhada tanto aos CREAS, quanto aos Conselhos Tutelares, através do contato com o 153. As ligações são gratuitas e o sigilo do nome do denunciante é mantido. As denúncias podem ser feitas também por meio do Disque Direitos Humanos: o Disque 100, serviço nacional de atendimento telefônico gratuito, que funciona 24 horas por dia, nos sete dias da semana. Os casos recebidos são analisados, tratados e encaminhados aos órgãos de proteção, defesa e responsabilização em direitos humanos, no prazo máximo de 24 horas. O objetivo é romper o ciclo de violência e garantir a proteção da vítima.

Mãe e filhos infectologistas atuam juntos no combate ao coronavírus em Teresina

Arquivo Pessoal

A paixão pelo trabalho da mãe e médica infectologista Amparo Salmito foi sempre observada pelos olhares atentos de seus dois filhos que, inspirados por ela, resolveram seguir a mesma carreira profissional. No dia das mães, celebrado neste domingo (10), eles atuam juntos em Teresina no combate ao coronavírus, que causa a doença Covid-19 e já infectou mais de 600 pessoas na capital piauiense. (mais…)