Teresina teve isolamento social de 38,7% na terça-feira

Teresina registrou, na terça-feira (25), isolamento social de 38,7%, segundo levantamento da startup InLoco, que faz o monitoramento diário na cidade. Com isso, Teresina ocupou a 14ª posição entre as capitais do país.

O monitoramento também mostra o desempenho por regiões da cidade, segundo o qual a zona Leste de Teresina foi a que teve o maior índice de isolamento social, com 40,42%; seguida pela zona Sul, com 38,44%, pela zona Sudeste, com 37,49%, e pela zona Centro-Norte, com 36,44%.

Quando analisados por bairros, os dados mostram que quem mais respeitou as determinações para ficar em casa foram Noivos (56,80%), São João (55,20%), Ininga (54,50%), Pedra Miúda (54,30% ) e São Sebastião (52,20%).

Na outra ponta da tabela, os bairros que registraram os menores índices de isolamento social foram Real Copagre (23,10%), Alegre (25,00%), Saci (25,40%), Recanto das Palmeiras (25,90%) e Aeroporto (26,30%).

Teresina registra 38,3% de isolamento social e mantém média de dias anteriores

Teresina vem mantendo a média nos índices de isolamento social. Nesta quinta-feira (19), segundo dados da statup InLocu, a capital piauiense registrou uma taxa de 38,3% das pessoas seguindo as orientações de permanecerem em casa. O número coloca a cidade na décima quinta colocação entre as capitais. Já o Piauí apresentou 39% de isolamento, ficando na nona posição entre os Estados.

Os índices registrados durante essa semana oscilam entre 37% e 39%. Quando se faz o comparativo com os dados registrados nas semanas anteriores à pandemia, houve um incremento de mais de 16,8%. Com isso, é possível constatar que, mesmo com a liberação das atividades econômicas e sociais, muitas pessoas ainda continuam cautelosas e adotando as medidas de distanciamento social que foram recomendadas pelas organizações sanitárias e de saúde.

Segundo a startup Inlocu, nos monitoramentos feitos via telefone celular, a zona Leste continua liderando os percentuais da região que mais cumpre as recomendações, com 38,76%. Em seguida vem a região Centro/Norte com 37,62%. Na sequência vêm as zonas Sul (37,25%) e Sudeste (36,89%).

Enquanto alguns bairros chegaram a ultrapassar 50% do índice de isolamento social nesta quinta-feira, outros registraram percentuais inferiores a 20%. Os bairros São João (56,5%), Santa Cruz (53,1%), Novo Uruguai (51,3%), Brasilar (50%) e Santa Rosa (50%), foram os que registraram os melhores percentuais de distanciamento. Na outra ponta da tabela estão os bairros Alegre (18,9%), Bom Princípio (27,5%), Vila São Francisco (28,2%), Pedra Miúda (29%) e Ininga (31%). O distanciamento social é uma das principais medidas de combate a proliferação do novo coronavírus, juntamente com o uso da máscara e do álcool em gel.

Teresina registra 198 novos casos confirmados de Covid-19

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) registrou no sistema a morte de duas pessoas vítimas da Covid-19 em Teresina, nesta quinta-feira (19). Houve ainda 198 novos casos confirmados da doença. Desde o início da pandemia, no mês de março, até agora, a capital piauiense contabiliza o total de 1.145 óbitos. Os dados apontam ainda 41.053 infectados pelo novo coronavírus e 16.434 recuperados da Covid-19. Os óbitos registrados ontem foram de dois homens, um de 63 e outro de 74 anos. Eles tinham doenças pré-existentes como hipertensão, diabetes e doença renal crônica.

Os números de atendimentos gripais em Teresina estão estáveis. No período de 28 de abril a 17 de novembro foram atendidos 10.483 pacientes com síndrome respiratória aguda grave (SRAG), aquela que leva à internação. A média móvel atual de sete dias é de 23,29 pacientes. Verifica-se uma redução significativa de -20,49% entre a média móvel atual (23,29) e a média móvel calculada há 14 dias (29,29).

“A qualquer sintoma gripal a pessoa deve procurar uma Unidade Básica de Saúde para ser atendida pela equipe médica. Não pode-se esperar o quadro gripal se agravar para procurar o médico. A melhor alternativa é acompanhar de perto e monitorar o quadro de cada paciente”, diz a infectologista Amparo Salmito. A FMS mantém, durante toda a pandemia da Covid-19, um grupo de profissionais que monitoram a doença na cidade. Eles compõem o Centro de Operações de Emergência em Saúde Pública (COE).

Um dos fatores que é monitorado pelo COE é a ocupação de leitos nas unidades de saúde. Atualmente são disponibilizados 291 leitos clínicos Covid, dos quais 133 estão ocupados. No período de primeiro de maio a 17 novembro a taxa de ocupação média desses leitos é de 55,53%, sendo que a taxa de ocupação atual é de 45,70%. Verifica-se uma redução significativa de -16,30% na taxa de ocupação comparando-se o valor calculado atual (45,70%) com o valor calculado há 14 dias (54,61%).

Painel epidemiológico registra 113 novos casos de Covid-19 em Teresina

Teresina registrou 113 novos casos e cinco mortes causadas pelo novo coronavírus na terça-feira (17). Os dados são do Painel Epidemiológico Covid-19, atualizado diariamente pela Fundação Municipal de Saúde (FMS). Agora, a capital contabiliza 40.702 casos e 1.142 mortes desde o início da pandemia, no mês de março.

Os novos óbitos datam de segunda-feira (16), domingo (15) e do dia 13 de novembro. Apenas um paciente não apresentava comorbidades; os demais eram portadores de doenças como diabetes, doenças cardiovasculares e pulmonares. Foram três homens e duas mulheres, com idades entre 52 e 87 anos e moradores das zonas Norte, Leste e Sul.

A FMS registra ainda 16.305 pessoas recuperadas no mesmo período, entre altas hospitalares e pacientes que fizeram o tratamento em casa.

Diante da tendência de queda dos atendimentos relacionados à Covid-19 em Teresina, o prefeito Firmino Filho reforçou mais uma vez que não há necessidade de impor novas restrições às atividades econômicas. “Verificamos a redução nos números e o processo de flexibilização das atividades continuam seu curso natural. Se esse cenário mudar, a população será a primeira a saber. Continuamos monitorando com responsabilidade e equilíbrio a situação. Esse foi e continuará sendo nosso diferencial no enfrentamento a essa doença”, declarou.

Firmino Filho cita os dados do painel epidemiológico da FMS, que apontam que há duas semanas a média móvel de óbitos por Covid-19 na cidade era de 2,43 por dia. “Atualmente, essa média está em 1,86 óbitos por dia. Durante o pico da doença, início de julho, esse indicador ultrapassou os 14 óbitos por dia”, informou o prefeito de Teresina.

 

FMS notifica 158 novos casos e três óbitos por covid-19 em Teresina

Teresina contabilizou ontem (29) três mortes por covid-19 e 158 novos casos da doença. Os dados são do painel epidemiológico da Fundação Municipal de Saúde (FMS), que registra até o momento 37.871 casos na cidade, com 1.103 óbitos, além de 15.194 pacientes recuperados.

Duas das mortes registradas datam de ontem (29) e uma ocorreu no dia 25. Foram duas mulheres e um homem, com idades de 80, 84 e 92 anos. Dois deles eram portadores de doenças cardiovasculares; uma era hipertensa e portadora de doença neurológica. Os pacientes residiam nos bairros Mocambinho (zona Norte), Jóquei (zona Leste) e São Pedro (zona Sul).

Segundo dados da 21ª pesquisa de investigação sorológica realizada em Teresina, realizada entre 23 e 25 de outubro, a capital apresenta 183.520 positivados para a Covid-19. O número de pessoas com anticorpos contra o novo Coronavírus é de 160.429, entre quem está com infecção remota e intermediária. Já a quantidade de pessoas com o vírus ativo e na fase de contágio é de 23.091.

O Centro de Operações de Emergência em Saúde Pública (COE) de Teresina alerta a população para que mantenha os cuidados preventivos quanto à Covid-19, com distanciamento social, uso de máscara e lavagem constante das mãos. “Lembramos que a pandemia ainda não acabou. As pessoas devem evitar locais aglomerados. Demorem o menor tempo possível em locais que tenham muitas pessoas. Usem máscara, pratiquem o distanciamento social”, enfatiza Amparo Salmito, médica infectologista e membro do COE.

Isolamento social foi de 34,6% nesta quinta-feira (29) em Teresina

Teresina apresentou um índice de isolamento social de 34,6% nesta quinta-feira (29), colocando a cidade na 11ª posição no ranking entre as capitais do país. O valor segue o padrão observado na última semana em que as taxas ficaram entre 34 e 36%, com exceção do fim de semana e da segunda-feira (26), quando se comemorou o Dia do Comerciário na capital, que marcaram na faixa de 40%.

Os dados são da startup InLoco, que realiza o georreferenciamento smartphones em cidades de todo o território nacional monitorando a localização dos usuários quando se conectam à internet pelo celular. Ela também disponibiliza dados por regiões da cidade e a zona Sul foi que a que apresentou o maior índice de isolamento social, com 35,3%. Em seguida ficou a região Centro Norte, com 34,64%, e a Sudeste, com 34,4%. Por último ficou a zona Leste, com 33,98%.

Quanto aos bairros que mais respeitaram o isolamento, os melhores colocados foram Santo Antônio (44,1%), Pedra Miúda (43,4%), São João (42%), Ininga (41,63%) e a área da Frei Serafim (41,5%). Já os que apresentaram os menores percentuais foram Cristo Rei (22,6%), Vale Do Gavião (23,95%), Noivos (25,35%), Jóquei (26,05%) e Jacinta Andrade (26,7%).

Teresina apresenta 183.520 positivados para a Covid-19, segundo dados da última pesquisa de investigação sorológica, realizada entre 23 e 25 de outubro. O número de pessoas com anticorpos contra o novo Coronavírus é de 160.429, entre quem está com infecção remota e intermediária. Já a quantidade de pessoas com o vírus ativo e na fase de contágio é de 23.091.

Teresina registra dois óbitos por Covid-19 e 160 casos confirmados da doença

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) registrou no sistema a morte de mais duas pessoas vítimas da Covid-19 em Teresina, nesta terça-feira (27). Houve ainda 160 novos casos confirmados da doença. Desde o início da pandemia, no mês de março, até agora, a capital piauiense contabiliza o total de 1.099 óbitos, 37.556 infectados pelo novo coronavírus e 15.080 recuperados da Covid-19.

Os óbitos registrados datam de 24 e 27 de outubro. Foram de dois homens com idades 65 e 67 anos. Os dois tinham comorbidades como obesidade, hipertensão arterial e sequelas de Acidente Vascular Cerebral.

O Centro de Operações de Emergência em Saúde Pública (COE) alerta a população para que mantenha os cuidados preventivos quanto à Covid-19, com distanciamento social, uso de máscara e lavagem constante das mãos. “Estamos preocupados com a proximidade do Dia de Finados em que a população tem a cultura de visitar os cemitérios. Lembramos que a pandemia ainda não acabou. Não é indicado que pessoas dos grupos de risco se exponham de forma alguma a qualquer tipo de aglomeração”, alerta Amparo Salmito, infectologista e membro do COE.

Teresina registra três óbitos por Covid-19 e 75 casos confirmados da doença

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) registrou no sistema a morte de mais três pessoas vítimas da Covid-19 em Teresina, nesta segunda-feira (26). Houve ainda 75 novos casos confirmados da doença. Desde o início da pandemia, no mês de março, até agora, a capital piauiense contabiliza o total de 1.097 óbitos, 37.396 infectados pelo novo coronavírus e 15.052 recuperados da Covid-19.

Os óbitos registrados datam de 25 e 26 de outubro. Foram de dois homens e uma mulher com idades entre 69 e 82 anos. Todos tinham alguma comorbidade como hipertensão arterial, diabetes, hipotireoidismo, doença renal e obesidade.

A infectologista Maria Dolores faz um alerta: “Todo mundo pode ser portador assintomático do novo coronavírus. Os assintomáticos são vetores e, por não terem sintomas, acabam infectando sem saber. Temos que ter uma atenção especial e alertamos que todas as pessoas precisam usar máscara quando em contato direto com outras pessoas, pois a máscara retém as gotículas de saliva, evitando assim a contaminação do ambiente e de outras pessoas”, explica a médica do Hospital do Monte Castelo.

Ela fala ainda que higienizar sempre as mãos com água e sabão é de suma importância. “O mais importante de tudo é higienizar as mãos corretamente e com frequência, pois são as mãos as maiores transmissoras do vírus”, completa.

Teresina registra um óbito por Covid-19 e 448 casos confirmados da doença

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) registrou no sistema a morte de mais uma pessoa vítima da Covid-19 em Teresina, nesta quinta-feira (22). Houve ainda 448 novos casos confirmados da doença. Desde o início da pandemia, no mês de março, até agora, a capital piauiense contabiliza o total de 1.089 óbitos, 36.916 infectados pelo novo coronavírus e 15.205 recuperados da Covid-19.

O óbito registrado data de 22 de outubro. Foi de uma senhora de 55 anos, moradora do bairro Cristo Rei. Ela tinha hipertensão arterial e diabetes.  A FMS monitora diariamente os dados relacionados à pandemia através do Painel Covid-19 e vem aprimorando as estratégias de rastreio de casos. Os resultados desse trabalho estão refletindo em uma tendência de estabilidade e redução no número de atendimentos relacionados a síndromes gripais e também dos casos e óbitos pela doença.

Teresina chegou a registrar 89 óbitos na segunda semana de julho, quando atingiu o pico. Desde então, os índices vêm experimentando quedas constantes. Na semana passada, foram contabilizados 21 óbitos e, nessa última semana epidemiológica (que iniciou no dia 17 e segue até dia 24), sete mortes foram registradas.

Mesmo diante do quadro de estabilidade dos números da doença em Teresina, a orientação é manter os cuidados relacionados à prevenção. “Uso de máscara, distanciamento e higienização frequente das mãos. Não podemos descuidar. O vírus ainda está circulando e é necessário nos mantermos vigilantes para evitar uma segunda onda de casos”, diz Walfrido Salmito, infectologista Centro de Operações de Emergência (COE).

Teresina registra 5 óbitos por Covid-19 e 322 casos confirmados da doença

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) registrou no sistema a morte de mais cinco pessoas vítimas da Covid-19 em Teresina, nesta quinta-feira (15). Houve ainda 322 novos casos confirmados da doença. Desde o início da pandemia, no mês de março, até agora, a capital piauiense contabiliza o total de 1.071 óbitos, 35.537 infectados pelo novo coronavírus e 14.762 recuperados da Covid-19.

Os óbitos datam dos dias 12, 13 e 15 de outubro. Foram de quatro homens e uma mulher com idades entre 52 e 82 anos. Todos tinham comorbidades como cardiopatia, hipertensão arterial, diabetes e doença renal.

O Centro de Operações de Emergência em Saúde Pública (COE) alerta a população para que mantenha os cuidados preventivos quanto à Covid-19, com distanciamento social, uso de máscara e lavagem constante das mãos. “Estamos preocupados com a proximidade do dia de finados em que a população tem a cultura de visitar os cemitérios. Lembramos que a pandemia ainda não acabou. As pessoas não precisam ir aos locais todas ao mesmo tempo. Demorem o menor tempo possível em locais que tenham muitas pessoas. Usem máscara, pratiquem o distanciamento social. Não é indicado que pessoas dos grupos de risco se exponham de forma alguma a qualquer tipo de aglomeração”, alerta Amparo Salmito, infectologista e membro do COE.