Covid-19: Abrigos fazem trabalho de conscientização com os Venezuelanos

Ascom\Semcaspi

Técnicos da Fundação Cajuína responsáveis pela manutenção dos abrigos do CSU do Buenos Aires e do Piratinga, que estão acolhendo os venezuelanos em Teresina, fizeram uma série de atividades para explicar sobre o trabalho de prevenção devido à pandemia da Covid-19.

Nos últimos dias, os profissionais estiveram nos espaços colocando cartazes com ilustrações na língua original da etnia “Warao” e ministraram palestras explicando sobre a pandemia e as medidas tomadas pelo município. As equipes contaram com o apoio da Antropóloga Lilia Gabriela Castelo Branco e do professor venezuelano, Yovini Eulálio, que é morador de um dos abrigos.

De acordo com Mayra Veloso, gerente de Proteção Social Básica (GPSB) da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (SEMCASPI), as atividades diárias que estão sendo desenvolvidas nos abrigos fazem parte das medidas de conscientização da doença que foram tomadas pelo poder público nos últimos dias na cidade de Teresina.

“Cada abrigo tem uma equipe específica que faz o monitoramento diário das atividades que necessitam ser desenvolvidas dentro dos espaços. Estamos fornecendo toda a estrutura necessária para que seja feita da melhor forma possível e consiga fazer esse trabalho de prevenção com os venezuelanos“, disse a gerente.

Os venezuelanos tiveram acesso às informações sobre a doença através de vídeos e métodos de prevenção por meio de aulas de higienização das mãos, explicações sobre o isolamento social e de atendimento médico aos que apresentarem algum sintoma da doença.

“Nós mostramos vídeos e eles também tiveram acesso a outras informações com os venezuelanos que estão sendo acolhidos em outros estados. Fizemos ainda as palestras no espanhol e o professor Yovini Eulálio fez a tradução para a língua original deles, para que todos compreendessem o que estava sendo ministrado e adotassem uma nova rotina de cuidado e prevenção”, disse Maria Gorete, coordenadora do abrigo Piratinga.

Além das palestras, vários materiais explicativos foram espalhados pelos abrigos para que haja uma interiorização maior das informações e as crianças receberam alguns brinquedos educativos para manter as atividades lúdicas dentro dos espaços.

“Explicamos a proibição na entrada de pessoas que não foram chamadas pela coordenação dos abrigos e de maneira bem interativa sobre como se deve manter as mãos higienizadas, porque alguns deles ainda saem para comprar algum produto nos estabelecimentos comerciais da região. A equipe também conversou com eles sobre a necessidade de uma ajuda médica emergencial, caso algum sintoma seja constatado dentro do abrigo. Apesar da resistência inicial, eles acolheram todas as informações, perceberam a gravidade da pandemia e demonstraram cooperação”, explicou Ana Luiza Martins, coordenadora do Abrigo do CSU no bairro Buenos Aires.

Os migrantes indígenas da etnia Warao chegaram a Teresina no dia 13 de maio de 2019 e estão refugiados devido à crise econômica e política na Venezuela. Atualmente, 193 venezuelanos estão sendo acolhidos nos dois abrigos.

PMT baixa novo decreto sobre uso de transporte público para forçar isolamento

Dados da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (STRANS) informam que nesta segunda-feira (23) foi verificado, pela bilhetagem eletrônica, que cerca de 3 mil passageiros idosos utilizaram, com direito à gratuidade, o transporte coletivo de Teresina. Dessa forma, para garantir de forma responsável a proteção direta dos idosos, grupo de maior risco ao novo coronavírus, foi assinado hoje o Decreto Nº 19.541 que dispõe sobre as medidas na área do transporte público para o enfrentamento à pandemia provocada pelo Covid-19.

Assim, está suspensa a gratuidade do idoso, referente ao uso do transporte público, por ser o de maior risco, conforme autoridades de saúde; fica limitado o funcionamento do Transporte Eficiente (que atende pessoas com deficiência), para atendimento através de agendamento somente em casos especiais de saúde e de abastecimento pessoal. Fica determinado também às empresas que operam o sistema de transportes públicos que mantenham o funcionamento da frota mínima prevista constitucionalmente e que os consórcios de ônibus forneçam os materiais necessários de segurança e de limpeza.

Weldon Bandeira, superintendente da Strans, diz que esperava uma redução de passageiros de todas as idades, mas na categoria dos idosos não se verificou no mesmo percentual das demais. “Na última sexta-feira, 20, foi registrado pela bilhetagem cerca de 3.900 idosos circulando nos ônibus com o uso da gratuidade. Nesta segunda já verificamos cerca de 3 mil. Nosso apelo é para que as famílias impeçam os idosos de saírem de casa. Já está comprovado e alertado que são os idosos os que mais apresentam problemas de saúde com esse vírus. Se faz necessário proteger esses idosos e evitar a transmissão da doença na cidade”, explica.

A recomendação das autoridades da área da saúde e dos gestores é que todas as pessoas fiquem em casa.  No caso das pessoas com mais de 60 anos de idade, por ser o grupo de maior risco de contrair o Covid -19, esta recomendação deve ser obedecida. Em todo o Brasil teve início hoje, 23, a campanha de vacinação contra a gripe para pessoas com idade a partir de 60 anos, mas existem postos funcionando em 91 Unidades Básicas de Saúde (UBS ) em todos os bairros da cidade e até em escolas.

Decreto Nº 19.541

10 UBSs passam a funcionar no horário da noite em Teresina para ampliar atendimento

A partir da próxima segunda-feira (23), 10 Unidades Básicas de Saúde (UBS) de Teresina passarão a funcionar também no período noturno, ampliando o atendimento durante a pandemia do Coronavírus. O serviço vai funcionar de segunda a sexta-feira, no horário de 7h às 21h e aos sábados, das 7h às 11h. O presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Manoel Moura Neto, informou que a estratégica de criação do terceiro turno pretende fortalecer a atenção básica.

“Desde quinta-feira, todas as UBSs estão realizando atendimento básico diferenciado: continuam ofertando consulta médica e de enfermagem para casos de urgência, sem que haja necessidade de agendamento. Os serviços de vacina, coleta de exames e entrega de medicamentos também permanecem funcionando. Já os procedimentos odontológicos e atividades coletivas foram suspensos”, informa Moura.

Nesta atual situação, as UBSs foram definidas como a porta de entrada preferencial para atender pessoas com síndromes gripais, incluindo casos suspeitos de COVID-19. “Se houver necessidade, os pacientes serão encaminhados para outros pontos da rede de saúde”, afirma o presidente da FMS.

O diretor de Atenção Básica da Fundação, Kledson Batista, ressaltou que a medida faz parte do Plano de Contingência da FMS para enfrentamento do coronavírus. “Seguindo as orientações do Ministério da Saúde, a Prefeitura de Teresina está abrindo mais postos de atendimentos. Isso contribui para que a demanda espontânea seja atendida de maneira rápida e eficiente. Entendemos que essa iniciativa facilita o acesso dos usuários aos serviços de saúde”, finaliza.

Confiram as Unidades Básicas de Saúde (UBS) que irão funcionar de segunda a sexta-feira, das 7h às 21h e aos sábados, das 7h às 11h:

1.UBS Portal da Alegria
Endereço: Rua 13/18, S/N, Portal Da Alegria Iii, zona sul
2. UBS Irmã Dulce
Endereço: Rua Santa Francisca Cabrini, S/N, zona sul.
3 UBS Todos os Santos
Endereço: Av Prof Camilo Filho, 6133, Todos os Santos, zona sudeste
4. UBS Novo Horizonte
Endereço: Rua Santo Estevao, S/N, Vl Cel Carlos Falcão, zona sudeste
5. UBS Dagmar Mazza
Endereço: Av Agricolandia, S/N, Santo Antonio, zona sul
6. UBS Poty Velho
Endereço: Rua Mario Augusto Freitas, 1469, Poty Velho, zona norte
7. UBS Santa Maria da Codipi
Endereço: Rua Raimundo Doroteia. S/N, zona norte
8 UBS Taquari
Endereço: Rua Engenheiro Ribamar Machado, S/N, Vale Quem Tem, zona leste
9. UBS Planalto Uruguai
Endereço: Rua 1, 6955 , Planalto Uruguai, zona leste
10. UBS Cidade Jardim
Endereço: Rua Pedra Branca, S/N, Cidade Jardim, zona leste

FMS mantém comitê para acompanhamento dos casos de Covid-19

Ascom/FMS

Seguindo as orientações do Ministério da Saúde para o combate ao Covid-19 em Teresina, a Fundação Municipal de Saúde instituiu o Centro de Operações de Emergência (COE), que tem por objetivo acompanhar os casos da doença na capital. O grupo é formado por médicos e enfermeiros, que estão de plantão 24 horas.

Segundo a coordenadora Yara Amorim, o COE tem por objetivo a orientação do sistema municipal de vigilância em saúde e da rede de serviços de atenção na saúde – pública e privada – para atuação na identificação, notificação e manejo oportuno dos casos suspeitos de infecção humana pelo Covid-19. “O comitê atua na capital, de modo a mitigar os riscos de transmissão sustentada em Teresina”, explica a enfermeira.

Compete ao COE o planejamento, organização, coordenação e controle das medidas a serem tomadas durante a emergência em saúde pública, nos termos das diretrizes fixadas pelo Ministério da Saúde. “O COE tem como missão dar suporte à epidemiologia dessa pandemia do Covid-19. E o que é isso? É receber a notificação dos casos, verificar se eles têm uma suposição consistente, acompanhar, orientar a família sobre como ficar no domicílio e monitorar para ver diariamente se essa pessoa tem alguma complicação respiratória, e se tiver que providências tomar”, explica a diretora de Vigilância em Saúde da FMS, Amariles Borba.

Yara Amorim explica ainda que o COE segue também articulando-se com gestores estaduais e municipais para execução das ações propostas, de acordo com as definições operacionais dos casos suspeitos que foram elencados pelo Ministério da Saúde. “É como se fosse uma muleta, uma segurança para a população. Trata-se de um trabalho árduo para preservar e promover a saúde pública, com isso mostrando mais um serviço da FMS para a população”, completa Amariles Borba.

O Covid-19 é causado pelo coronavírus SARS-CoV-2, que causa infecções respiratórias e que tem se espalhado por vários países. Segundo a Organização Mundial de Saúde, a doença tem baixa letalidade e 80% dos casos são leves, porém pode causar sintomas graves e até levar a óbito pessoas de grupos considerados de risco, como idosos e pessoas com comorbidades como hipertensão, diabetes e doenças respiratórias crônicas.

Atendimento ambulatorial do Lineu Araújo é suspenso por 15 dias

Em um esforço de focar todos os esforços da saúde municipal no combate ao covid-19, a Fundação Municipal de Saúde (FMS) determinou a suspensão temporária dos atendimentos ambulatoriais em todas as unidades de Teresina. Em função disso, as consultas do Centro Integrado de Saúde Lineu Araújo foram interrompidas pelos próximos 15 dias, começando hoje (19).

O diretor médico do Lineu Araújo, Walfrido Salmito, explica que a decisão se deu por motivos de saúde pública. “A gente está fazendo um trabalho em conjunto por orientação do Ministério da Saúde, da Prefeitura de Teresina e da equipe técnica para que todos os esforços sejam destinados ao combate ao coronavírus”, esclarece.

Ele ressalta que a população não precisa se preocupar, pois todas as consultas agendadas para este período serão remarcadas. “Não haverá prejuízo à população. Estamos ligando para os pacientes e fazendo o redimensionamento, ou seja, o agendamento do atendimento para depois deste momento de suspensão das atividades ambulatoriais”, diz o diretor.

A decisão faz parte da série de medidas tomadas pelo prefeito Firmino Filho para barrar a disseminação da doença na capital, que incluem ainda restrição às visitas em hospitais, suspensão dos atendimentos odontológicos que não sejam de emergência, aquisição de equipamentos e materiais, priorização aos pacientes com sintomas respiratórios e suspensão de atividades coletivas nos CAPS e Unidades Básicas de Saúde (UBS), que serão a porta de entrada preferencial para pacientes com sintomas semelhantes aos da covid-19.

FMS treina profissionais de saúde para enfrentamento ao COVID-19

Ascom/FMS

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) de Teresina está realizando treinamentos com os profissionais da Atenção Básica em Saúde para fortalecer a ação de médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem no âmbito de atendimento da epidemia do coronavírus.

“Estamos realizando qualificação com grupos de pequenas pessoas em ambiente com janelas abertas. E estamos filmando toda a ministração das aulas para que as informações sejam disseminadas entre os profissionais e mantenhamos um fluxo único determinado pelo Ministério da Saúde”, explica Kledson Batista, diretor de Atenção Básica da FMS.

Ele completa que espera que com essa atitude da rede de Atenção Básica consiga melhorar a assistência e também a comunicação interna entre os profissionais.

CAP limita atendimentos ao público e destaca serviços que podem ser realizados online

A partir desta quinta-feira (19), as Centrais de Atendimento ao Público (CAPs), da Secretaria Municipal de Finanças (SEMF), irão funcionar com novo fluxo para evitar a aglomeração de pessoas. Está determinado que apenas 25 pessoas poderão estar simultaneamente dentro da CAP e apenas 10 pessoas por vez no atendimento das Gerências de Taxas e ISS (prédio anexo à CAP Centro). A medida se estende até o dia 2 de abril e faz parte do conjunto de ações adotado pela Prefeitura de Teresina para evitar aglomerações e a propagação do novo coronavírus na cidade.

Logo na entrada dos setores, será realizada uma triagem, de forma a garantir um adequado fluxo das demandas. E caso exista necessidade, o horário de atendimento poderá ser prorrogado para que todos possam ser atendidos. “Nesse momento em que o mundo enfrenta a epidemia do coronavírus, notamos as primeiras repercussões negativas também na economia. É um cenário delicado e que deve trazer outros impactos mais pra frente. Por isso, não podemos parar. A atividade econômica precisa funcionar, mesmo que com adequações, até para poder custear os gastos com o sistema de saúde, que devem aumentar, bem como manter nossos compromissos em dia”, pondera Francisco Canindé, secretário Municipal de Finanças.

Outra medida tomada diz respeito aos servidores com mais de 60 anos e aqueles que estão no grupo de risco, como os pacientes crônicos. Eles serão afastados do atendimento ao público e executarão as tarefas de forma interna. As especificidades de cada caso deverão ser avisadas ao chefe imediato do setor, que irá analisar e dar providências. “Também reforçaremos a higienização das salas e dos banheiros e pedimos que os deslocamentos para tratar de assuntos dentro da secretaria sejam apenas o estritamente necessário”, completa.

Também será enviado à Câmara Municipal um projeto de lei que prorroga os prazos para reclamações contra lançamentos de IPTU, Taxa de Coleta de Lixo e Cosip, para que a demanda seja distribuída ao longo dos próximos 90 dias. A SEMF ainda suspendeu atividades coletivas que gerem aglomeração de pessoas em ambientes fechados até o dia 2 de abril, quando o cenário será novamente avaliado.

Canais digitais

Para evitar os deslocamentos às CAPs e aglomerações não urgentes, a SEMF reforça que diversos serviços podem ser realizados online. Por exemplo, como os pagamentos do IPTU, taxa de coleta de resíduos e Cosip estão agendados para o dia 31 de março, o contribuinte que precisar da segunda via dos boletos pode acessar o site http://iptu.teresina.pi.gov.br/dsf_iptu/; informar o número de inscrição do imóvel, o código de verificação e, assim, emitir os boletos.

Ainda sobre a campanha do IPTU 2020, é importante destacar que a solicitação de isenção do imposto destinado para as residências localizadas no Centro de Teresina, conforme legislação municipal, pode ser feita até o final deste ano, não sendo necessário o deslocamento urgente às CAPs. O mesmo vale para a solicitação de desconto para as residências com sistema de energia solar.

Além disso, através do Portal do Contribuinte (http://portal.teresina.pi.gov.br/dsf_the_portal/), é possível emitir: certidões e declarações, memória de cálculo do imóvel, cartão de inscrição de empresa/autônomo, guia IPTU/TCRD/COSIP, alvará para taxista/mototaxista, guia ISS/TLFF/TLA/TRIFS, ITBI, dentre outros serviços.

SEMJUV paralisa atividades diante das ameaças do Covid-19

Cumprindo as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS), a Secretaria Municipal da Juventude de Teresina (SEMJUV) anunciou, na manhã desta terça-feira (17), medidas para conter o avanço da pandemia da Covid-19, o novo coronavírus.

Segundo o secretário, Zé Filho, serão suspensas todas as atividades no Centro Esportivo Unificado Ana Maria Rego – CEU Sul, Centro de Esportes Unificados Vereador Vieira Toranga – CEU Norte, além do fechamento dos cine teatros, salas multiuso e bibliotecas comunitárias. “Só serão permitidas atividades individuais, e cumprindo todas as recomendações de saúde pública”, disse o secretário.

Ele anunciou o adiamento do lançamento do programa Solares, que capacita jovens para o trabalho com energia fotovoltaica, e do programa Jovem Habilitado, destinado para aqueles que desejam tirar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Os programas seriam lançados até o final do mês.

“Também será adiada a Conferência Mundial da Juventude, que está sendo organizada pela SEMJUV. O momento é de cuidado e de isolamento para tentarmos evitar que mais pessoas contraiam o vírus”, finalizou o secretário, Zé Filho.