Teresina não registra mortes por Covid-19 na última quinta (26)

Teresina não registrou mortes por Covid-19 na última quinta-feira (26). Os dados são do painel epidemiológico da Fundação Municipal de Saúde (FMS), que também notificou 226 novos casos da doença. No total, a capital já somou desde o início da pandemia 42.032 pessoas infectadas pelo novo coronavírus e 1.156 óbitos.

Este é o terceiro dia sem mortes pela doença em menos de uma semana. Os dados acompanham a tendência de queda no número de óbitos em Teresina, que tem acontecido desde o pico da doença, em julho. Segundo dados do último boletim da FMS, a cidade está atualmente com média móvel de 1,0 óbito, registrado na semana epidemiológica 47.

A Fundação Municipal de Saúde monitora diariamente os dados relacionados à pandemia através do Painel Covid-19, que vem aprimorando as estratégias de rastreio de casos.

“Estamos muito mais preparados em relação a exames. Na Atenção Básica temos à disposição o teste RT-PCR, que é o mais eficiente na detecção do novo coronavírus. À medida que melhoramos a detecção vamos encontrando mais casos, mas podemos ver que isso não se reflete nas taxas de internações em enfermarias e UTIs e nem nos óbitos”, afirma Walfrido Salmito, infectologista do Centro de Operações em Emergência da FMS (COE).

Apesar disso, o médico adverte que a população deve continuar mantendo todos os cuidados para evitar a disseminação do coronavírus, como uso de máscara, distanciamento social e higienização frequente das mãos. “Não podemos descuidar. O vírus ainda está circulando e é necessário nos mantermos vigilantes para evitar uma segunda onda de casos”, explica Salmito.

Ele alerta que é grande a quantidade de pessoas com o vírus que não apresentam sintomas. “Ainda que a pessoa esteja assintomática, ela está infectada e é transmissora do vírus. Por esse motivo, é preciso considerar que todos estão infectados e adotar as medidas de prevenção”.

Isolamento Social na última quarta (25) foi de 38,1% em Teresina

Teresina registrou índice de isolamento social de 38,1% na última quarta-feira (25), 0,6% a menos que o registrado na quarta da semana anterior (18), quando o índice foi de 38,7%. O número colocou a cidade na 15ª posição no ranking das capitais do país. Já o Piauí, com índice de 38,18%, ficou em 11º lugar entre os estados.

Os dados são monitorados diariamente pela startup Inloco, usando o georreferenciamento por meio de telefones celulares. Segundo o levantamento, os bairros da cidade que apresentaram as melhores taxas de isolamento na quarta-feira foram Ininga (52,40%), Jacinta Andrade (50%), Vale Quem Tem (49%), Vila São Francisco (48,5%) e Uruguai (46,45%).

Em contrapartida, com os piores índices, estão os bairros Alegre (23,80%), Bom Princípio (25%), Pedra Mole (25,35%), Novo Uruguai (26,90%) e Porenquanto (27,30%).

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) registrou no sistema a morte de seis pessoas vítimas da Covid-19 em Teresina na última quarta (25). Houve ainda 101 novos casos confirmados da doença. Desde o início da pandemia, no mês de março, até agora, a capital piauiense contabiliza o total de 1.156 óbitos. Os dados apontam ainda 41.806 infectados pelo novo coronavírus e 16.491 recuperados da Covid-19.

Teresina não registra mortes por Covid-19 durante o final de semana

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) não registrou nenhuma morte por Covid-19 em seu sistema durante o último final de semana. Foram registrados 154 novos casos confirmados da doença no mesmo período. Desde o início da pandemia, no mês de março, até agora, a capital piauiense contabiliza o total de 1.146 óbitos. Os dados apontam ainda 41.397 infectados pelo novo coronavírus e 16.453 recuperados da Covid-19.

Para o médico Walfrido Salmito, infectologista do Centro de Operações em Emergência (COE) da FMS a queda nos óbitos é um reflexo da diminuição e da estabilidade da doença na cidade, além de uma maior eficiência no tratamento, adquirida com a evolução dos estudos no mundo todo. “Atualmente, os médicos sabem lidar muito bem com a Covid-19 e não são mais pegos de surpresa com os desdobramentos da doença”, afirma.

O infectologista adverte, no entanto, que a população deve continuar mantendo todos os cuidados para evitar a disseminação do novo coronavírus, como o uso de máscara, distanciamento social e higienização frequente das mãos. “Não podemos descuidar. O vírus ainda está circulando e é necessário nos mantermos vigilantes para evitar uma segunda onda de casos”, disse Walfrido.

As mulheres são as mais infectadas pelo coronavírus na capital, com o total de 54,91% dos casos. Já os homens são os que mais morrem, com taxa de 54,54% de mortes em pessoas do sexo masculino. 82,02% das pessoas que vieram à óbito tinham comorbidades. Do total de óbitos, 298 foram de pessoas com idades entre 70 e 79 anos. Pessoas com idades entre 80 e 89 anos somam 279 óbitos e pessoas com 60 a 69 anos somam 223 mortes. Até o momento 17 jovens com idades entre 20 e 29 anos vieram a óbitos por conta da Covid-19. Duas crianças com idades entre 0 e 9 anos morreram e um adolescente.

Teresina registrou índice de isolamento social de 39,6% na última segunda (16)

O índice de isolamento social em Teresina na última segunda-feira (16) foi de 39,6%, 1,7% a mais do que foi registrado no mesmo dia da semana anterior (09), que teve índice de 37,9%. Os números, monitorados diariamente pela startup Inloco, colocaram a cidade no 14º lugar entre as capitais do país. Com 39,39%, o Piauí ocupou a 10º posição entre os estados.

A média de isolamento na cidade durante a semana tem variado entre 38% e 39%, caindo um pouco mais durante os finais de semana.

A startup também disponibiliza os dados por bairros da cidade, apontando que na última segunda os bairros Santa Rosa (51,20%), Mafrense (48,60%), Esplanada (48,40%), Flor do Campo (47,60%) e Primavera (46%) registraram os melhores índices de isolamento.

Em contrapartida, com os piores índices, estão Bom Princípio (25%), Recanto das Palmeiras (26,90%), Real Copagre (28,70%), Pedra Mole (30,10%) e São Sebastião (30,85%).

Covid-19 em Teresina

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) registrou em seu sistema a morte de uma pessoa vítima de Covid-19 em Teresina na última segunda-feira (16). Houve ainda 86 novos casos confirmados da doença. Desde o início da pandemia, no mês de março, até agora, a capital piauiense contabiliza o total de 1.137 óbitos. Os dados apontam ainda 40.589 infectados pelo novo coronavírus e 16.295 recuperados da Covid-19.

Teresina registra 86 novos casos confirmados de Covid-19 

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) registrou em seu sistema a morte de uma pessoa vítima de Covid-19 em Teresina na última segunda-feira (16). Houve ainda 86 novos casos confirmados da doença. Desde o início da pandemia, no mês de março, até agora, a capital piauiense contabiliza o total de 1.137 óbitos. Os dados apontam ainda 40.589 infectados pelo novo coronavírus e 16.295 recuperados da Covid-19.

O óbito registrado ontem foi de uma mulher de 85 anos e data de 19 de setembro. Ela era moradora do bairro Lourival Parente e não tinha doença pré-existente. A FMS mantém, durante toda a pandemia da Covid-19, um grupo de profissionais que monitoram a doença na cidade. Eles compõem o Centro de Operações de Emergência em Saúde Pública (COE).

Walfrido Salmito, médico infectologista do COE, alerta para a necessidade de se manterem os cuidados para evitar a disseminação da Covid-19, como o uso de máscara ao sair de casa, distanciamento de dois metros entre as pessoas e evitar aglomerações. Essas condutas são recomendadas pelo Ministério da Saúde, considerando que a transmissão da Covid-19 acontece de uma pessoa doente para outra ou por contato próximo por meio de toque ou aperto de mão, gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro ou por meio de objetos ou superfícies contaminadas.

Isolamento social no sábado (14) foi de 40,1% em Teresina

Teresina apresentou índice de isolamento social de 40,1% no último sábado (14), 0,6% a mais do que o índice registrado no sábado anterior (07), que foi de 39,5%.

Os dados, monitorados diariamente pela startup Inloco, colocaram a cidade na 12ª posição entre as capitais do país. O Piauí, com 39,12%, ficou na 13ª posição entre os estados.

A startup também disponibiliza os índices por bairros da capital, apontando que no último sábado os que apresentaram as melhores taxas de isolamento foram Morada do Sol (55,10%), Flor do Campo (54,20%), Árvores Verdes (54,15%), Primavera (53,95%) e São João (51,70%).

Já os bairros Parque Brasil (28,35%), Acarape (29,20%), Mafrense (30,60%), Frei Serafim (30,60%) e Cidade Jardim (31,20%) apresentaram as piores taxas.

Isolamento social foi de 37,7% na última quarta (11) em Teresina

Teresina apresentou índice de isolamento social de 37,7% na última quarta-feira (11), 3,5% a mais do que o índice registrado na quarta da semana anterior (34,2%). Os dados, monitorados diariamente pela startup Inloco, colocaram a cidade na 11ª posição entre as capitais do país. O Piauí, com 37,7%, ficou na oitava posição entre os estados.

A startup também disponibiliza os índices por bairros da capital, apontando que na última quarta os que apresentaram as melhores taxas de isolamento foram Flor do Campo (71,40%), Ininga (51,05%), Embrapa (50%), Olarias (49,35%) e Horto (47,20%).

Já os bairros Acarape (21,80%), Água Mineral (28,20%), São Sebastião (29,30%), Chapadinha (29,53%) e Parque Brasil (29,75%) apresentaram as piore taxas.

Covid-19 em Teresina

Na última quarta-feira (10) 207 casos e três mortes por Covid-19 foram registrados em Teresina. Atualmente, a capital contabiliza 39.939 pessoas que já contraíram a doença, das quais 1.127 vieram a óbito. Os dados foram revelados pelo Painel Epidemiológico Covid-19, atualizado diariamente pela Fundação Municipal de Saúde (FMS).

Painel da FMS registra 207 novos casos de Covid-19 em Teresina

Na última quarta-feira (10) 207 casos e três mortes por Covid-19 foram registrados em Teresina. Atualmente, a capital contabiliza 39.939 pessoas que já contraíram a doença, das quais 1.127 vieram a óbito. Os dados foram revelados pelo Painel Epidemiológico Covid-19, atualizado diariamente pela Fundação Municipal de Saúde (FMS).

Foram registrados ainda 15.275 casos de pessoas recuperadas. “Integram o grupo dos recuperados aquelas pessoas com Covid-19 que tiveram alta após atendimento na rede hospitalar e também as que estavam com quadro leve da doença e fizeram o tratamento em casa”, explica Wellany Santana, coordenadora do Centro de Operações em Emergência (COE) municipal.

Dentre os três óbitos registrados, apenas um aconteceu ontem (11), os outros dois datam da terça-feira (10). Tratam-se de dois homens e uma mulher, de 68, 73 e 94 anos, portadores de comorbidades como hipertensão, diabetes e câncer, que residiam nos bairros Ilhotas (zona Sul), São Pedro (zona Sul) e Dirceu II (zona Sudeste).

A FMS tem aprimorado o rastreio da Covid-19 na capital por meio de ações integradas que envolvem quatro estratégias da Atenção Básica da capital: atendimentos nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) exclusivas para Covid, rastreio de contatos através dos Centros de Rastreamento, teleatendimentos por enfermeiros que monitoram casos e também pelo programa Detetive Covid, por meio do qual os agentes de saúde fazem a busca ativa domiciliar de doentes.

O município conta atualmente com 22 UBSs abertas de domingo a domingo, das 7h às 19h, para atender pacientes com suspeita de infecção pelo novo coronavírus.

Confira abaixo a lista das UBSs exclusivas para Covid-19:

Zona Sul:

UBS Parque Piauí

UBS Monte Castelo

UBS São Pedro

UBS Irmã Dulce

UBS Dagmar Mazza

UBS Betinho

UBS Hugo Prado

 

Zona Sudeste:

UBS Redonda

UBS Carlos Alberto Cordeiro (Dirceu II)

UBS Todos os Santos

UBS Novo Horizonte

 

Zona Norte:

UBS Poty Velho

UBS Santa Maria da Codipi

UBS Real Copagre

UBS Karla Ivana (Matadouro)

UBS Mocambinho

UBS Parque Brasil

 

Zona Leste:

UBS São João

UBS Taquari

UBS Planalto Uruguai

UBS Cidade Jardim

UBS Satélite

Isolamento social na última terça (10) foi de 38,8% em Teresina

O índice de isolamento social em Teresina na última terça-feira (10) foi de 38,8%, 4,1% a mais do que havia sido registrado na terça da semana anterior. Com o percentual a cidade ficou no oitavo lugar no ranking das capitais. O Piauí, com 38,73%, ficou em sexto lugar entre os estados. A média de isolamento nos dias da semana tem se mantido entre 38% e 39%.

A startup Inloco, responsável pelo monitoramento diário dos dados, também disponibiliza os índices por bairros da capital, apontando que na última terça os que apresentaram as melhores taxas de isolamento foram São João (61,30%), Árvores Verdes (60,50%), Brasilar (55,90%), Santo Antônio (54,20%) e Ininga (52,05%).

Em contrapartida, na outra ponta da tabela, com os piores índices estão Aeroporto (20,70%), Pedra Mole (24,70%), Vale do Gavião (27,60%), Nova Brasília (28,30%) e Saci (31,50%).

Covid-19 em Teresina

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) registrou em seu sistema a morte de mais uma pessoa vítima da Covid-19 em Teresina na última terça-feira (10). Houve ainda 228 novos casos confirmados da doença. Desde o início da pandemia, no mês de março, até agora, a capital piauiense contabiliza o total de 1.124 óbitos. Os dados apontam ainda 39.732 infectados pelo novo coronavírus e 15.276 recuperados da Covid-19.

Teresina registra 228 casos confirmados de Covid-19

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) registrou em seu sistema a morte de mais uma pessoa vítima da Covid-19 em Teresina na última terça-feira (10). Houve ainda 228 novos casos confirmados da doença. Desde o início da pandemia, no mês de março, até agora, a capital piauiense contabiliza o total de 1.124 óbitos. Os dados apontam ainda 39.732 infectados pelo novo coronavírus e 15.276 recuperados da Covid-19. O óbito registrado data de 09/11 e foi de um homem com 69 anos, morador do bairro Santa Fé. Ele era hipertenso e tabagista.

“Temos observado uma diminuição significativa no número de casos de Covid-19 na cidade. O que revela uma situação importante e uma boa notícia. Entretanto, pedimos que a população mantenha todos os hábitos de higiene e de distanciamento que temos adotado na pandemia. Temos pedido utilização de máscara, lavagem constante das mãos e o distanciamento social, para que continue a estabilidade no número de casos, diminuição de internações e, consequentemente, a diminuição de óbitos”, afirma Walfrido Salmito, médico coordenador do COE.

A FMS mantém, durante toda a pandemia da Covid-19, um grupo de profissionais que monitoram a doença na cidade. Eles compõem o Centro de Operações de Emergência em Saúde Pública (COE). São nove médicos, dez enfermeiros e seis analistas de sistema, que mantém os dados e análises dos casos sempre atualizados.

Os dados do COE apontam que 54,89% das mortes por Covid-19 na capital são de homens e 82,21% das pessoas que vieram a óbitos possuíam algum tipo de comorbidade