Prefeitura de Teresina firma parceria internacional para criar espaços, programas e serviços com foco na primeira infância

A Prefeitura de Teresina receberá suporte e acompanhamento para construir diagnósticos sobre a primeira infância Foto(Ascom/Semplan)

A cidade de Teresina agora integra a Urban95, uma iniciativa da Fundação Bernard van Leer que dá suporte para municípios incluírem a perspectiva de bebês, crianças pequenas e cuidadores no planejamento urbano, nas estratégias de mobilidade e também nos seus programas e serviços. A participação do município é um trabalho desenvolvido pelo departamento Agenda Teresina 2030, vinculado à Secretaria Municipal de Planejamento e Coordenação (Semplan).

O programa está presente em oito países e apoia 24 cidades no Brasil a pensar no planejamento urbano com base na seguinte pergunta: “Se você tivesse 95 cm de altura (a altura média de uma criança de três anos), o que você faria diferente na cidade?”. A partir deste mês de julho, a capital passa a integrar esse grupo, junto com outras dez novas cidades parceiras.

A Prefeitura de Teresina receberá suporte e acompanhamento para construir diagnósticos sobre a primeira infância, implementar o Plano Municipal pela Primeira Infância e promover ações de requalificação de espaços públicos, mobilidade para famílias, gestão de dados e melhorias de serviços para primeira infância.

“A missão da Urban95 é promover e compartilhar experiências que incentivam o desenvolvimento da primeira infância, sob a perspectiva de que todos merecem um bom começo. As políticas públicas se concretizam para as crianças no território, onde elas vivem e se desenvolvem”, explica Claudia Vidigal, representante da Fundação Bernard van Leer no Brasil.

Os novos membros da iniciativa Urban95 passaram por um cuidadoso processo seletivo, que levou em conta aspectos como comprometimento do gestor, diversidade, intersetorialidade, políticas para primeira infância e transparência. As cidades que entraram para a iniciativa são: Alcinópolis (MS), Alfenas (MG), Benevides (PA), Canoas (RS), Cascavel (PR), Mogi das Cruzes (SP), Paragominas (PA), São José dos Campos (SP), Sobral (CE), Teresina (PI), Uruçuca (BA).

Esses municípios se juntam a outros 13 que já estão implementando ações e projetos para a primeira infância em seus territórios com apoio da Urban95, entre eles, Fortaleza (CE), Recife (PE) e São Paulo (SP). Essas cidades estão mostrando como funciona, de fato, uma gestão municipal que prioriza os primeiros anos de vida.

Em Jundiaí (SP), foi aprovado o plano diretor em 2019 com um capítulo inteiro dedicado às crianças, assegurando neste instrumento a continuidade do olhar estratégico. A cidade tem transformado o espaço público para receber melhor a primeira infância e seus cuidadores, com iniciativas como as ruas abertas e rotas seguras. Além disso, a gestão municipal tem levado programação cultural e educativa para equipamentos públicos de saúde, educação e assistência social.

Lineu Araújo tem atendimento especializado para crianças diabéticas

No Centro Integrado Lineu Araújo as crianças e adolescentes diabéticos recebem atendimento por equipe composta de vários profissionais: endocrinologista pediátrico, oftalmologista, psicólogo, nutricionista e assistente social.
Embora exista o Centro de Atendimento ao Diabético (CAD) no Lineu Araújo, as crianças têm prioridade todas as quartas-feiras com o atendimento multiprofissional. Para ter direito ao tratamento a criança deve ser encaminhada através de uma Unidade Básica de Saúde-UBS.

A médica Anenisia Coelho de Andrade, endocrinologista pediatra e presidente da Sociedade de Pediatria do Piauí, atendeu no Lineu Araújo 127 crianças este ano até maio com diagnóstico de diabetes. A médica dá orientação aos pais ou responsáveis por crianças e adolescentes para os sintomas da doença.

“A diabetes da infância em geral é do tipo 1 e se desenvolve porque a criança não consegue produzir insulina suficiente, mesmo ela comendo muito o açúcar no sangue fica muito alto e ela pode perder peso e algumas voltam a fazer xixi na cama, a beber muita água é um alerta para os pais procurarem um médico. Nas UBS é feito o encaminhamento e no Lineu essa criança recebe o atendimento adequado”, diz.

“É uma doença autoimune e os pais precisam saber que o tratamento é com injeção de insulina de três a quatro vezes por dia. É relativamente simples, mas muda a rotina da família e gera ansiedade nas crianças. Além da insulina é muito importante o controle alimentar e a família é orientada para a alimentação ser correta e com porções adequadas para saber a quantidade de insulina a ser administrada. No tratamento também é incluída a prática de atividade física”, orienta.

Foto: Divulgação (FMS) – Anenisia Coelho de Andrade, endocrinologista pediatra e presidente da Sociedade de Pediatria do Piauí

Semana do meio ambiente tem arraiá junino e conscientização com crianças no Parque Lagoas do Norte

A pandemia não tem permitido que o Parque Lagoas do Norte realize os grandes eventos que ocorriam, como a festa junina, as competições esportivas e as colônias de férias. Mas, aos poucos, o ambiente aberto, ao ar livre, tem sido palco para ações simples mas de forte impacto na vida da comunidade. Nesta semana em que se comemora o meio ambiente, a equipe reuniu 28 crianças em dois dias e propôs diversas atividades e brincadeiras com o objetivo de incentivar a preservação da fauna e flora, o cuidado com o lixo e a compreensão da natureza.

No cineminha ambiental aliado ao mural do conhecimento, eles puderam aprender mais sobre o tratamento do lixo e o conceito construtivo sobre meio ambiente e a produção do lixo pela comunidade. Já na galeria de arte montada pelos pequenos, eles compreenderam mais sobre a natureza, através de desenhos e garatujas. Os jogos ensinaram sobre saúde ambiental. E a parte mais divertida, o Arraiá Ambiental, eles puderam se divertir aprendendo que juntos podem construir uma comunidade mais solidária e saudável para o meio ambiente.

“Tivemos dois dias de atividades voltadas para a educação ambiental, celebrando a semana do meio ambiente no nosso parque. Essas atividades são muito importantes porque a formação das crianças é que pode garantir, no futuro, uma comunidade mais preocupada com a qualidade do espaço em que vive, com a preservação. E eles se tornam multiplicadores em suas famílias, nas escolas”, afirma Márcia Alencar, educadora ambiental do Programa Lagoas do Norte.

Em cada dia de atividade, 14 crianças participaram. A equipa garantiu que todas as medidas sanitárias fossem adotadas para que as crianças pudessem brincar, se divertir e aprender com segurança.

Foto: Divulgação (Lagoas do Norte)

Projeto da Prefeitura atende mulheres em situação de vulnerabilidade social

Fotos: Rômulo Piauilino

A unidade do Amor de Tia da zona Sudeste, localizado no Alto da Ressurreição, tem um diferencial: o serviço conta agora com o Espaço Empodere-se totalmente revitalizado, que foi visitado pelo prefeito Firmino Filho nesta segunda-feira (28). O anexo será utilizado pelas mulheres assistidas pelo serviço como local de qualificação e bem-estar. O prédio onde foi construído o anexo estava ocioso e o investimento na reforma foi de R$ 150 mil, com recursos próprios do município.

O Serviço de Atendimento Integral às Mulheres e suas Crianças: Amor de Tia é um projeto da Prefeitura de Teresina, coordenado pela Secretaria Municipal de Políticas Públicas para as Mulheres (SMPM). O objetivo é atender mulheres em situação de vulnerabilidade ou violência através do desenvolvimento de atividades que promovam qualificação profissional e empoderamento feminino, além de estimular o desenvolvimento psicossocial de crianças de 1 ano a 2 anos e nove meses.

De acordo com o prefeito, o serviço busca oferecer atenção a mães e seus filhos em uma abordagem integrada. “Já temos três unidades desse projeto em funcionamento, uma na zona norte, uma na sudeste e outra na comunidade Salobro, zona rural, e mais duas em construção. Hoje viemos conhecer essa expansão aqui no Alto da Ressurreição e ficamos satisfeitos em ver como espaços ociosos ou subutilizados podem ser transformados para melhorar vidas de famílias, promovendo sociabilidade e qualificação profissional. Esse é um projeto muito exitoso e desejamos que possa ter continuidade”, afirmou.

A secretária municipal de políticas públicas para mulheres, Macilane Gomes, explica que o Amor de Tia é um serviço inovador na capital. “Aqui oferecemos cursos de qualificação profissional e atenção à saúde, serviços de assistência social e cultura e também acesso à educação, já que muitas dessas mulheres deixaram de estudar para trabalhar e cuidar dos filhos. Ao longo dos anos pudemos perceber como esses serviços alteram significativamente a vidas dessas mulheres e isso nos enche de esperança e alegria”, disse.

Gleiciane Sousa, moradora do Alto da Ressurreição e usuária do serviço, trabalha atualmente com venda de bolos. “Esse serviço mudou muito a minha vida, pois aqui, depois de uma oficina que fiz, aprendi um ofício que hoje é minha fonte de renda. Além disso, também aprendi a me cuidar melhor e me relacionar de forma mais positiva com as pessoas”, disse.

A primeira unidade do Amor de Tia foi inaugurada em junho de 2018 e, desde então, em conjunto com as outras duas unidades em funcionamento, atendeu a cerca de 500 mulheres e seus filhos.

Teresina Transforma realiza “Muda Junto Natal”


A plataforma de voluntariado online “Teresina Transforma” realizou, nesta terça-feira (22), a ação “Muda Junto Natal”. O evento aconteceu no Instituto Ana, que promove ações para crianças em situação de vulnerabilidade na região do Portal do Alegria, na zona Sul de Teresina.

O evento foi marcado com a entrega de brinquedos, lanches, teatro de fantoches e outros momentos de lazer. Todo o material foi adquirido por doação dos servidores da Prefeitura de Teresina e através de parceria com a iniciativa privada.

“O Instituto Ana foi escolhido depois de um mapeamento que fizemos na plataforma do Teresina Transforma para saber qual projeto teria atividades durante esse período natalino. Além dessa ação, nós vamos fazer também com o projeto Dois Sorrisos, do Parque Vitória, em que 150 crianças serão alcançadas pelo Muda Junto Natal”, explicou a coordenadora do Teresina Transforma, Débora Ferraz.

A coordenadora do Instituto Ana, Fátima Zumbi, agradeceu a escolha e destacou que a parceria foi muito importante, já que a ação levou alegria para as crianças da região. “A palavra que resume esse evento é gratidão. Tivemos a oportunidade de fazer uma manhã cheia de alegria para as crianças do Portal da Alegria”, pontuou.

Esta é a terceira ação “Muda Junto” deste ano, que já realizou mobilizações voltadas às doações de sangue e a campanha do Outubro Rosa. A plataforma Teresina Transforma é um projeto criado pela Associação Incubadora Porto Social, que tem sua base em Recife. Na capital piauiense é operacionalizada pela Prefeitura de Teresina através da Semcaspi, desde dezembro de 2019.

Para saber como ser um voluntário, como cadastrar seu projeto social ou conhecer mais sobre a articulação, a população pode entrar em contato por meio do número (86) 3221-2266, acessar o Instagram @Teresina.Transforma ou a plataforma do programa no endereço https://teresinatransforma.pmt.pi.gov.br.

Zona rural é beneficiada com a primeira unidade do Amor de Tia

Fotos: Renato Bezerra

O Prefeito Firmino Filho entregou a primeira unidade da zona rural do projeto Amor de Tia, localizada no Povoado Salobro, região Sul da capital. O serviço, que já está todo equipado para iniciar o funcionamento, é projetado para atender 100 mulheres e 100 crianças, nos turnos manhã e tarde.

O chefe do executivo municipal destacou que essa é a terceira unidade do Projeto instalada na capital. “Esse é um projeto inovador que dá atenção à mãe, para que ela possa se qualificar, além de possibilitar que ela passe por todo um processo de fortalecimento de suas relações familiares, mas também dá toda uma atenção a criança. O projeto tem a abordagem integrada, criando assim toda uma sinergia no relacionamento entre mãe e filho”, afirma o prefeito Firmino Filho.

O local conta com quatro salas nominais, cada uma com um objetivo diferente. No espaço “Diversão” é trabalhado o lúdico, além de ser utilizado como ambiente de integração das brincadeiras. O “Imaginação” é voltado para a criatividade, aprendizagem e o imaginar. O espaço “Empodere-se” tem como finalidade permitir que as mulheres reconheçam as suas potencialidades.  Já o “Aconchego” será utilizado para acalentar, em caso de alteração ou choro das crianças, como também para uso com as mulheres que estiverem precisando conversar, desabafar.

Para a nova unidade, a novidade é a instalação de uma academia popular. O espaço será destinado para o atendimento às mulheres, com o objetivo de trabalhar a autoestima, o bem-estar e a qualidade de vida. A academia também ficará aberta para a comunidade. Outra novidade do local é o redódromo, ambiente que marca a identidade nordestina.

“Os Amores de Tia são espaços de empoderamento feminino através da qualificação profissional, do cuidado com a autoestima, da saúde mental e também o cuidado com as crianças. Sempre na perspectiva de gênero, o espaço leva em conta toda sua trajetória histórica toda as barreiras que elas encontram para se empoderar. Por isso que o grande lema desse espaço é empoderar mulheres e acolher suas crianças”, esclarece  a secretária Municipal de Políticas Públicas para Mulheres, Macilane Gomes.

A princípio, por conta da pandemia, o serviço Amor de Tia Sul fará o acompanhamento apenas com as mulheres atendidas. Posteriormente, a partir do calendário de retomada das atividades estabelecido pela Secretaria Municipal de Educação (SEMEC), é que iniciará o acompanhamento normal com as crianças.

Além do Amor de Tia Rural, outras duas unidades do serviço também estão com obras em andamento: O Serviço Amor de Tia Sul I, localizado na Rua Mucuripe, Vila Santa Rita, que está com 80% da obra concluída e o Serviço Amor de Tia Norte II, localizado no Parque Firmino Filho, na Santa Maria da Codipi. As obras tiveram início ainda no mês de outubro e a previsão de conclusão e entrega do serviço é de quatro meses.

O Serviço de Atendimento Integral às Mulheres e suas Crianças: Amor de Tia é projeto da Prefeitura de Teresina, coordenado pela Secretaria Municipal de Políticas Públicas para as Mulheres (SMPM), que atende mulheres em situação de vulnerabilidade e/ou violência, onde são desenvolvidas atividades que promovem a qualificação profissional, empoderamento feminino, além de estimular o desenvolvimento psicossocial de crianças de 1 ano a 2 anos e nove meses.

Teresina fortalece políticas de proteção de direitos de crianças e adolescentes

Nos últimos quatro anos, a cidade de Teresina fortaleceu as políticas de proteção de direitos de crianças e adolescentes e prevenção à violência. O trabalho preventivo fez o município conquistar, no início da semana, o Selo Unicef, que certifica as cidades que fortaleceram as políticas públicas e ações integradas nas áreas da saúde, educação, proteção e assistência social. Essa é a quarta vez seguida que o município recebe o certificado.

A secretária de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), Janaína Carvalho, explica que a Prefeitura de Teresina buscou consolidar o funcionamento dos CRAS e CREAS de acordo com as normativas e parâmetros do Sistema Único de Assistência Social (SUAS) e o funcionamento dos Conselhos Tutelares seguindo as orientações do Estatuto da Criança e do Adolescente.

“Nós buscamos fortalecer as políticas de atendimento ao público. Garantimos o acesso à documentação básica através do Setor de Cidadania na Semcaspi, em parceria com cartórios. Disponibilizamos o número 153, gratuitamente, para recebimento de denúncias de violação de direitos. Criamos os Núcleos de Cidadania de Adolescentes (NUCA) para que as políticas públicas preventivas estivessem cada vez mais próximas da população”, explicou a secretária.

A gerente de Direitos Humanos da Semcaspi, Daguimar Barbosa, reforça que a criação do NUCA foi o primeiro passo para iniciar a mobilização de adolescente no município, seguido por uma articulação entre todas as políticas públicas; saúde, assistência social e educação.

“Como destaque temos a primeira infância sendo valorizada como prioridade na agenda das políticas públicas do município, através das atividades de autoavaliação da Educação Infantil e de estratégias para ampliação da cobertura vacinal de rotina. O selo Unicef é de suma importância para nosso município. Os impactos na realidade das crianças e adolescentes são acompanhados através de seus indicadores, além de garantir políticas especializadas para as crianças e adolescentes, prevenir e desenvolver respostas às variadas formas de violência e promover o engajamento e participação cidadã”, pontuou Daguimar.

No total, 1.924 municípios de 18 estados participaram da iniciativa, que compreendeu os últimos quatro anos. No entanto, somente 431 foram certificados com o selo por terem atingidos os objetivos do projeto. O Piauí contou com 182 municípios participantes, mas somente 59 receberam o certificado.

Selo UNICEF certifica Teresina pelos avanços a favor de crianças e adolescentes

Teresina recebeu novamente a certificação do Selo UNICEF pelos avanços na garantia dos direitos das crianças e adolescentes, dessa vez referente à gestão do prefeito Firmino Filho no período de 2017 a 2020. O anúncio foi feito hoje (8) em transmissão ao vivo pelos canais oficiais do UNICEF Brasil.

Dos 1.924 municípios que participam da iniciativa, 431 alcançaram os resultados que levam à certificação, no Piauí foram 59 certificados. As conquistas são relacionadas a mais crianças na escola, aprendendo, mais mulheres com acesso a pré-natal, mais meninas e meninos com registro de nascimento, mais adolescentes participando ativamente de políticas públicas, entre outros fatores.

“Recebem o Selo UNICEF as gestões que se comprometem e realmente dão resultados na garantia dos mais amplos direitos das crianças e adolescentes. Receber esse certificado é a coroação de um trabalho que sempre foi voltado para quem mais merece atenção, para quem mais precisa de cuidados”, afirmou o prefeito de Teresina, Firmino Filho.

Segundo o UNICEF, os municípios certificados tiveram avanços maiores do que os demais em suas regiões nos indicadores de saúde, educação e assistência social. “Eles comprovaram melhoras significativas nas políticas públicas para que mais meninas e meninos pudessem estar na escola na idade certa, ser alcançados pelos serviços de saúde, nutrição, vacinação, e ser protegidos contra a violência”, destacou Florence Bauer, representante do UNICEF no Brasil.

Para Madalena Leal, assistente social da Secretaria Municipal de Educação (Semec), a certificação destaca amplamente os gestores que priorizaram os direitos das crianças e adolescentes nos últimos anos. “Esse é um título que trata sobre transformação de vidas, e conquistá-lo mais uma vez mostra o compromisso de Teresina com essas meninas e meninos, pois cumprimos todas as metas que nos foram propostas. Na área da educação, trabalhamos com busca ativa de alunos, conseguimos reduzir as distorções idade-série e mais uma série de pontos que contribuíram para o cenário positivo que temos hoje”, pontua Madalena.

Novo projeto do Lagoas do Norte vai oferecer aulas de circo e teatro para crianças e adolescentes

O Programa Lagoas do Norte, desenvolvido pela Prefeitura de Teresina, iniciou licitação para implementar o projeto Circo Social, que tem como objetivo oferecer aulas de circo, teatro e dança para crianças e adolescentes da região, principalmente aquelas que integram famílias beneficiadas diretamente pelo programa. O processo licitatório é necessário para contratação de empresa especializada.

“O projeto Circo Social de Teresina foi pensado como uma alternativa de fortalecimento das ações de prevenção da violência, estimulando as habilidades de crianças, adolescentes e jovens que estejam passando por situações de risco na escola, na comunidade e no contexto familiar. Trata-se de um belo projeto, que vai levar cultura e o ensino de arte a esse público que precisa de mais oportunidades”, destaca Márcia Muniz, diretora geral do Programa Lagoas do Norte.

Ela explica que a proposta é abrir, inicialmente, 250 vagas para cursos de circo, dança e teatro com carga horária de 20 horas semanais. Cada aluno poderá escolher duas modalidades a serem desenvolvidas no período de um ano.  A iniciativa está sendo articulada diretamente através de parceria com a Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas.

A inovação na proposta do projeto é a integração da modalidade Circo Escola, que oferece cursos para quem deseja ter formação como técnico de iluminação, técnico de som para espetáculos e shows, além de gestão cultural.

Márcia ressalta que a iniciativa faz parte de uma das áreas de atuação do Programa Lagoas do Norte, que também tem forte presença com ações para desenvolvimento econômico e social da região. “Temos, por exemplo, diversas ações referentes à segurança pública e de gênero. Entre elas, destacam-se algumas já realizadas, como a elaboração e implantação do Plano Municipal de prevenção da Violência e a revisão e implementação do Plano Municipal de Políticas para Mulheres”, explica Márcia Muniz.

Apenas 10% das crianças estão vacinadas contra Pólio em Teresina

Ascom

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) de Teresina faz um alerta para que pais e responsáveis de crianças menores de 5 anos levem os pequenos para tomarem a vacina oral da Poliomielite. Até o momento, apenas 10,96% das 49.474 crianças que devem tomar a vacina receberam imunização na capital. A Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite começou dia 5 e segue até o dia 30 de outubro em postos de saúde de todo o país.

“Temos 68 Unidades Básicas de Saúde vacinando. Levem seus filhos para tomar a vacina. É importante que a criança receba as doses da vacina pontualmente como consta na caderneta de vacinação”, diz Amariles Borba, diretora de Vigilância em Saúde da FMS.

O esquema vacinal de poliomielite é composto, atualmente, por duas vacinas: a injetável aplicada em três doses aos dois, quatro e seis meses de vida da criança, e a vacina oral aplicada aos 15 meses e aos quatro anos. A medida está de acordo com a orientação da Organização Mundial da Saúde (OMS) e faz parte do processo de erradicação mundial da pólio.

A poliomielite, também chamada de pólio ou paralisia infantil, é uma doença contagiosa aguda causada pelo poliovírus, que pode infectar crianças e adultos. Em casos graves, pode levar a paralisias musculares, em geral nos membros inferiores, ou até mesmo à morte. A vacinação é a única forma de prevenção. Não existe tratamento específico para a poliomielite. Todas as pessoas contaminadas devem ser hospitalizadas para receber tratamento de acordo com o quadro clínico.

Confira a lista de UBS com salas de vacina em Teresina:

UBS DA REGIÃO SUL:

1.         Vila Confiança

2.         Leônidas Antonio Deolindo (Saci)

4.         Dr José Wilson Batista (Vermelha)

5.         Maria de Jesus Carvalho (Porto Alegre)

6.         Bruno Rafael Rodrigues De Sousa (Esplanada)

7.         Dr Augusto de Castro (Km 07)

8.         Dr Durvalino Couto (Bela Vista)

9.         São Camilo (Lourival Parente)

10.       Dr José Cândido/Carolina Silva

11.       Nossa Senhora da Paz (Vila Da Paz)

12.       Sérgio Luiz Chantal Nunes (Três Andares)

13.       Cristo Rei

14.       Parque Pioneiro I/Santo Antonio

16.       Dr Francílio Ribeiro de Almeida (Angelim)

17.       Dep. Xavier Neto (Mário Covas)

18.       Dra Virgínia Castelo Branco (Sta. Clara)

19.       Chapadinha Sul

20.       Dr Elon Constantino De Aguiar (Alegria)

21.       Dr Leônidas Melo (Cerâmica Cil)

22.       Antonio Pessoa dos Santos (Vamos Ver o Sol)

 

UBS DA REGIÃO NORTE:

1.         Cecy Fortes

2.         José Ribeiro de Carvalho (Cidade Verde)

3.         Memorare

4.         Dr Manoel Ayres Neto (Parque Wall Ferraz)

5.         Dr Mariano Mendes (Monte Alegre)

6.         Parque Brasil

7.         Dr Evaldo Carvalho (Nova Brasília)

8.         Adelino Matos

9.         Dr Marcos Guedes (Nova Teresina)

10.       Jacinta Andrade I

11.       Dr Fernando Gomes Correia Lima (Jacinta Andrade II)

12.       Dra Maria Teresa de Melo Costa (Mafrense)

13.       Deputada Francisca Trindade (Água Mineral)

14.       Buenos Aires

15.       Dois Irmãos

16.       Bela Vista Rural

17.       João Cirilo (Boa Hora)

 

 

UBS DA REGIÃO LESTE:

1.         Dra Onésima Nascimento (Santa Bárbara)

2.         Dr Henrique Melo Castelo Branco (Vale Do Gavião)

3.         Vila Bandeirante

4.         Dr Félix Francisco Pereira Batista (P. Universitário)

5.         Mama Mia

6.         Piçarreira

7.         Dr Francisco José da Costa Sousa (Ininga)

8.         Anita Ferraz

9.         Vila do Avião

10.       Deputado Alberto Monteiro (Soinho)

11.       Dr Dirceu Arcoverde (Santa Teresa)

12.       Gilmar Carvalho/Santa Luz

13.       Coroatá

14.       Cacimba Velha

15.       Campestre Norte

 

 

UBS DA REGIÃO SUDESTE:

 

1.         Nossa Senhora da Guia

2.         Pe. Mário Rocchi (P. Esperança)

4.         Raimunda Soares Oliveira (Firmino Filho)

5.         Dr Gil Martins (Usina Santana)

6.         Deus Quer

7.         Alto da Ressurreição

8.         Boquinha

9.       Taboca do Pau Ferrado

10.       Dr Chagas Martins (Estaca Zero)

11.       Atalaia

 

ESTABELECIMENTOS NO CENTRO:

1.    Centro de Saúde Lineu Araújo

2.    Hospital Infantil Lucídio Portela