Cultura Itinerante encerra com live após percorrer bairros e povoados de Teresina

O Projeto Cultura Itinerante, que iniciou em janeiro deste ano, e que tinha como objetivo oferecer cultura para o povo teresinense, chegou ao seu final após percorrer seis comunidades nas zonas urbana e rural. Nesta edição foram atendidos os bairros Pedra Mole, Macaúba, Mocambinho, Santa Bárbara e ainda os povoados Alegria e Santa Teresa, onde os moradores dessas comunidades tiveram a oportunidade de assistir apresentação de bandas, balés e humor.

A última edição estava prevista para ocorrer na Praça Cultura do Dirceu, porém com conta do decreto que suspende eventos culturais que gerem aglomerações, o evento ocorreu através de uma live, realizada no último sábado (05). A live teve apresentações de Bruna Mel, Toda Boa, Matheus Q!, Priscila, Zé do Ovo, Vini, além do Corpo de Baile do Teatro do Boi.

Para Ênio Portela, presidente da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves, o evento foi um sucesso e contou com a aprovação popular por onde passou. O gestor também destacou a importância da emenda parlamentar enviada pelo vereador Luís André, que garantiu a realização do evento.

“Teresina só tem a ganhar com esse tipo de iniciativa, ficamos tristes por ter que suspender as atividades culturais que gerem aglomerações pelos próximos dias, porém já estamos nos preparando para no término do decreto, voltar a percorrer a cidade com as atividades promovidas pela FMC”, conta Ênio Portela, afirmando ainda que o prefeito Dr. Pessoa, quer neste ano, que a pasta da cultura atenda o maior número possível de comunidades.

O Cultura Itinerante é realizado pela Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves e contou com apoio do Instituto de Gestão e Desenvolvimento Social – IGDS. No site da FMC, o cultura.pmt.pi.gov.br, é possível acompanhar por fotos como o Cultura Itinerante deste ano.

Cultura Itinerante leva dança, música e humor para os bairros Mocambinho e Macaúba

A primeira parada do Cultura Itinerante é neste sábado (29), na Praça Edilson Rocha Lima, no bairro Mocambinho Fotos(Ascom/FMC)

O Projeto Cultura Itinerante já percorreu diversas comunidades urbanas e rurais de Teresina, e agora chegou a vez dos bairros Mocambinho, na zona Norte, e Macaúba, na zona Sul, serem beneficiados com as ações culturais. Entre as atrações desta edição estão: Luana Campos, Matheus Q!, Zé do Ovo, Wellington Oliveira e Banda, Marlon e Liana e o Grupo Batuque Piauí Samba, além de apresentações infantis, aeróbicas e muita dança com integrantes da Escola de Balé Helly Batista e participação do Corpo de Baile do Teatro do Boi.

A primeira parada do Cultura Itinerante é neste sábado (29), na Praça Edilson Rocha Lima, no bairro Mocambinho, já no domingo (30), é a vez do Parque Ambiental do bairro Macaúba. Ambas as apresentações iniciam às 17h e seguem até às 22, devendo o público participante observar as regras de segurança sanitária para se evitar a transmissão ou contágio da gripe ou do coronavírus.

Para Kayo Sampaio, presidente do Instituto de Gestão e Desenvolvimento Social – IGDS, essa ação tem sido bem recebida pela população de Teresina comprovando que a população tem aprovado a descentralização das atividades culturais. Ainda de acordo com o presidente, essas intervenções também serviram para movimentar a economia local, onde empreendedores locais estão podendo divulgar e vender seus produtos.

“Está sendo uma festa bonita, além disso, também está sendo uma maneira de incentivar os artistas locais que muitos foram prejudicados por conta das medidas de isolamento social provocados pela pandemia do coronavírus. Estamos chegando ao final do projeto, porém quem ainda não prestigiou, vai ter a oportunidade de comparecer às últimas edições que acontecerão neste final de semana e no próximo dia 5 de fevereiro, no Dirceu”, conta Kayo Sampaio.

O evento é realizado pelo Instituto de Gestão e Desenvolvimento Social (IGDS) e conta com recursos da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC), através de emendas parlamentares destinadas pelo vereador Luís André. Já foram atendidas com as intervenções culturais as comunidades Pedra Mole, Alegria, Santa Bárbara, Santa Teresa e para encerrar, o Cultura Itinerante terá a sua última edição no próximo dia 5, na Praça Cultural do Dirceu, na zona Sudeste de Teresina.

Cultura Itinerante: Dr. Pessoa prestigia evento e garante construção de praça 

No início da noite de ontem (22), os moradores da Vila Santa Bárbara, na zona Leste de Teresina, foram beneficiados com as ações do Projeto Cultura Itinerante, que visa oferecer opções culturais para aqueles que residem nos bairros e comunidades rurais do município. O evento contou com diversas apresentações artísticas, entre elas a do Corpo de Baile do Teatro do Boi, Matheus Q!, Aline Silva do Piseiro, Baladeiros, Zé do Ovo, entre outras que encantaram o público presente e arrancaram aplausos daqueles que nem sempre tem a oportunidade de assistirem apresentações artísticas perto de casa.

O evento também contou com a presença do prefeito Dr. Pessoa, que aproveitou a oportunidade para ouvir a população local, que cobraram do gestor a construção de uma praça na comunidade, já que segundo eles, há muito tempo vinha sendo esquecida pelas autoridades. Durante sua fala, o prefeito garantiu aos presentes que a Prefeitura de Teresina irá ouvi-los e em breve o terreno onde ocorreu o Cultura Itinerante deverá dar lugar a uma linda praça.

“Não se faz gestão pública sem ouvir o povo, por isso iremos determinar ainda essa semana o início de um estudo de orçamento para a construção deste espaço de lazer aqui na Vila Santa Bárbara. Essa gestão já começou a olhar pela comunidade, pois hoje temos aqui vários artistas se apresentando, dando um momento de alívio aos moradores que por quase dois anos mantiveram o isolamento social por conta da pandemia do Coronavírus”, conta o prefeito Dr. Pessoa, reafirmando o compromisso da gestão de não esquecer a comunidade, que além da praça, em breve deverá receber outras intervenções públicas.

A dona de casa, Maria do Livramento, contou que ficou feliz por conta da comunidade ter sido escolhida para receber o evento, para ela, foi algo que vai de encontro com a valorização e respeito ao povo. Ela enfatiza que o poder público tem um papel muito importante na transformação cultural das pessoas, e esse evento, segundo ela, garantiu que pessoas sem um bom poder aquisitivo tivessem acesso a apresentações artísticas incomum para a localidade.

“Eu nunca tinha acompanhado uma apresentação de balé, fiquei encantada com o que vi aqui, espero que em breve nossa comunidade volte a ter novas apresentações. Além disso, nosso prefeito garantiu que iremos ganhar um novo presente, uma praça para podermos passear ou brincar com nossos netos”, disse Maria do Livramento.

Para o presidente da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves, Ênio Portela, a destinação de emendas parlamentares, como por exemplo, as destinadas pelo vereador Luís André, tem sido muito importante para o município descentralizar as ações culturais. Segundo o presidente, essa nova gestão vem trabalhando para garantir de forma igualitária o direito a cultura.

“O Cultura Itinerante é um projeto diferente, algo que garante aos moradores da periferia e de comunidade rurais acesso aos artistas que antes só se apresentavam em locais onde a maioria do povo não tem acesso. Vamos continuar trabalhando nisso, pois queremos que cada bairro, cada povoado desta cidade tenha receba pelo menos uma apresentação artística”, afirma Ênio Portela.

O Cultura Itinerante é um projeto que visa atender sete comunidades de Teresina, sendo que três delas já foram atendidas. Neste domingo (23), é a vez dos moradores do Povoado Santa Teresa, onde os moradores contarão com diversas apresentações artísticas.

Outras edições:

29/01 – Bairro Mocambinho

30/01 – Bairro Macaúba

05/02 – Bairro Dirceu I