Defesa civil interdita residências no bairro Três Andares

Duas residências foram interditadas pela Defesa Civil em Teresina Fotos(Ascom/Defesa Civil)

A Prefeitura de Teresina, por meio da Secretaria Municipal de Defesa Civil (SEMDEF), interditou duas residências localizadas no bairro Três Andares, zona Sul da capital, que tiveram parte de suas estruturas comprometidas por desabamento devido às fortes chuvas, nos últimos civil.

“Ao chegarmos na ocorrência verificamos que o barranco, de aproximadamente cinco metros, que fica no quintal da residência, desabou. Na outra casa, a proteção de tijolos também desabou comprometendo estruturas de outros moradores. Realizamos avaliação técnica e interditamos o local para que as pessoas estejam em segurança, já que os entulhos podem ser arrastados com as novas chuvas”, pontuou o gerente de operações da SEMDEF, Marcos Rolf.

A ocorrência, oriunda dos números emergências, não deixou feridos e as famílias seguem monitoradas por equipes da prefeitura.

“A população deve ficar atenta às estruturas dos imóveis: rachaduras nos terrenos, muros ou paredes; estalos em blocos de rochas ou surgimento de trincas; água mais barrenta do que de costume; inclinação de postes e árvores, são sinais de que a residência pode estar comprometida”, destacou o gerente.

Saiba como agir:

*Saia imediatamente do local;

*Procure abrigo em lugares sem perigo de deslizamento;

*Não se arrisque sem necessidade, não entre no local do deslizamento, somente pessoas especializadas em salvamento podem entrar;

*Informe a Defesa Civil. Ligue 199 ou (86) 3223-7366;

*O atendimento é 24h, todos os dias da semana.

Defesa Civil interdita parada de ônibus no Mocambinho II

A Prefeitura de Teresina, por meio da Defesa Civil Municipal, interditou uma parada de ônibus que fica localizada na Praça Jornalista Paulo de Tarso, conhecida popularmente como Praça da Telemar, no bairro Mocambinho II, zona Norte da capital. A estrutura da parada está fragilizada com rachaduras e corre o risco de desabamento.

“Essa estrutura de parada de ônibus é dos modelos antigos, recebemos o chamado e verificamos que se encontra danificada e com grande risco de desabamento a qualquer momento. Para evitarmos acidentes, isolamos imediatamente a área e solicitamos a demolição”, afirma o gerente de operações da Defesa Civil, Marcos Rolf.

A Defesa Civil orienta aos passageiros que necessitam utilizar o ponto de ônibus da Praça da Telemar cuidado ao transitar pelo local e respeitar as faixas de isolamento a fim de garantir segurança. A interdição da parada não altera a rota das linhas de ônibus que trafegam pelo local.

Fique atento!

Sempre que observar situações de desmoronamento, rachaduras, deslizamentos de terra ou situações que necessitem de auxílio profissional, entre em contato com a Defesa Civil através do número 199 ou (86) 3223-7366, o atendimento é 24h.

Fotos: Ascom Defesa Civil

Teresina não registra novas famílias desabrigadas

Mesmo com as fortes chuvas que atingiram a capital nos últimos dias, a Defesa Civil Municipal juntamente com o Comando de Incidentes da Prefeitura de Teresina não registraram novas famílias desabrigadas em decorrência de alagamentos.

No último boletim divulgado neste sábado (23), a Secretaria Municipal de Defesa Civil (SEMDEF), informou que o número de desabrigados permanece o mesmo deste a última atualização datada em 14 de abril.

Desde o início do período chuvoso já foram contabilizadas 776 famílias que estão fora de suas residências. Ao todo, 57 famílias estão em abrigos disponibilizados pela prefeitura e outras 719 estão em casas de familiares.

“Permanecemos no período chuvoso na capital e estamos atentos. Por medidas preventivas, nossas equipes da Defesa Civil, e do Corpo de Bombeiros Civis continuam de plantão para atender quaisquer eventualidades e seguimos monitorando e prestando toda assistência necessária às famílias”, pontuou o gerente de operações da SEMDEF, Marcos Rolf.

Alerta de chuvas

O risco geológico ainda continua na capital nos próximos dias devido ao volume de chuvas que está previsto. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia – INMET, o volume de água pode chegar entre 30 e 60 mm/h ou 50 e 100 mm/dia com ventos intensos de 60 a 100 km/h.

Em caso de rajadas de vento, não se abrigue debaixo de árvores, pois há leve risco de queda e descargas elétricas e não estacione veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda.

Evite usar aparelhos eletrônicos ligados à tomada.

Evite passar por cima de áreas alagadas, buracos podem ter sido abertos durante a chuva.

Emergência

Em situações emergenciais ou em casos de dúvidas, o cidadão pode ligar para o telefone de emergência 199 da Defesa Civil ou para o fixo (86) 3223-7366. O atendimento via telefone é 24 horas, todos os dias da semana, incluindo feriados.

 

Comitê avalia situação dos desabrigados que estão em escolas de Teresina

O comitê emergencial que foi criado pelo prefeito Dr. Pessoa para monitorar áreas de risco de alagamentos e para ajudar as famílias que ficaram desabrigadas após as fortes chuvas, se reuniu novamente nesta segunda-feira (28), com o objetivo de encontrar soluções para os desabrigados que estão acolhidos em escolas municipais de Teresina.

O secretário municipal de Defesa Civil, Carlos Ribeiro, e o secretário de Educação, Nouga Cardoso, participaram da reunião que aconteceu na sede da SAAD Norte.

A maioria das famílias desabrigadas estão em escolas municipais na zona Norte da capital, a região foi a mais afetada pelos alagamentos. A retirada dessas famílias precisa ser realizada antes do retorno das aulas presenciais nas unidades de ensino da rede de educação de Teresina.

O superintendente Daniel Carvalho, da Superintendência das Ações Administrativas Descentralizadas (SAAD Norte), destacou que as famílias só vão ser retiradas das escolas quando outros locais forem escolhidos pela Prefeitura de Teresina para abrigar essas pessoas.

“Tivemos essa reunião para discutir a questão das famílias que estão abrigadas nas escolas municipais, somente na zona Norte três unidades de ensino estão acolhendo os desabrigados. As escolas precisam ser liberadas para o retorno das aulas. Estamos trabalhando e procurando uma solução junto com a Prefeitura de Teresina”, detalhou o superintendente da SAAD Norte.

Comitê Emergencial avalia situação dos desabrigados em Teresina

O Comitê Emergencial responsável por monitorar áreas de risco de alagamentos, se reuniu nesta quinta-feira (24) para avaliar a situação das famílias desabrigadas em Teresina. O secretário Municipal de Defesa Civil, Carlos Ribeiro, e o secretário de Educação, Nouga Cardoso, participaram do encontro que ocorreu na sede da SAAD Norte.

O comitê foi criado pelo prefeito Dr. Pessoa no final de dezembro de 2020. Após a criação, a Prefeitura de Teresina vem promovendo ações para ajudar os teresinenses que foram prejudicados com os alagamentos.

Durante a reunião, o superintendente da SAAD Norte, Daniel Carvalho, relatou as demandas que tem recebido dos moradores da zona Norte, que ficaram desabrigados após as fortes chuvas. Vale ressaltar que a zona Norte de Teresina foi a região mais afetada com os alagamentos.

“O Comitê se reúne com frequência para avaliar a situação dos desabrigados, inclusive os moradores da zona Norte que precisaram deixar suas residências no período chuvoso. Conversamos sobre o trabalho preventivo e medidas para ajudar a população”, destacou o superintendente Daniel Carvalho.

Fotos: Ascom Saad Norte

Prefeitura dá continuidade a trabalho de remoção das famílias em situações de risco em Teresina

A SEMDEF, juntamente com os Bombeiros Civis, permanecem atuando nas áreas que foram prejudicadas realizando o monitoramento e a remoção de famílias Fotos(Ascom/SEMDEF)

Nos últimos dias, cerca de 50 visitas foram realizadas em todas as regiões de Teresina, com destaque para 20 ocorrências na zona Norte, 15 na zona Sul e outras 15 distribuídas entre as zonas Leste e Sudeste. A ação tem sido realizada pela Prefeitura de Teresina, por meio da Secretaria Municipal de Defesa Civil – SEMDEF.

A SEMDEF, juntamente com os Bombeiros Civis, permanecem atuando nas áreas que foram prejudicadas realizando o monitoramento e a remoção de famílias que se encontravam em situação de risco.

“As ocorrências são realizadas durante o dia e a noite, principalmente nas áreas mais atingidas, como, por exemplo, na localidade Terra Prometida, região do bairro Cristo Rei, zona sul da capital, onde as famílias foram resgatadas durante o período noturno e seguimos com as demais ocorrências oriundas dos chamados emergenciais”, destaca o gerente de Operações, Marcos Rolf.

As principais demandas são alagamentos de residências, enxurradas, queda de muros, desabamentos, rachaduras, crateras em vias públicas e quedas de árvores. Para atender a população nessas situações, a equipe de plantonistas foi distribuída na sede da SEMDEF, no bairro Ilhotas, e na sede da SAAD Norte, no bairro Matadouro.

“Com a divisão dos pontos de apoio dos plantonistas, fica mais fácil atendermos os teresinenses com prontidão. São equipes que trabalham 24 horas para prestar toda assistência nesse momento de calamidade. Além de profissionais preparados, a Defesa Civil conta com equipamentos e transportes para auxiliar na remoção das famílias que residem em áreas de risco”, destaca o secretário da SEMDEF, Carlos Ribeiro.

Para situações emergenciais, o cidadão pode ligar para o telefone de emergência 199 da Defesa Civil ou para o telefone fixo (86) 3223-7366. O atendimento via telefone é 24 horas, todos os dias da semana.

Defesa Civil agradece as doações dos teresinenses para as famílias desabrigadas

A Secretaria Municipal de Defesa Civil (SEMDEF) agradece toda a população pelas doações e apoio às vítimas das enchentes na capital. Na campanha #SOSTeresina, realizada entre os meses de janeiro e fevereiro, a secretaria arrecadou materiais de higiene, roupas, calçados e alimentos não perecíveis para as famílias desabrigadas.

“Em nome de todos que compõe a SEMDEF, venho agradecer por toda a solidariedade dos teresinenses que se sensibilizaram em ajudar essas famílias. Com essas doações, conseguimos prestar, ainda mais, assistência devida às vítimas das enchentes”, agradece o secretário, Carlos Ribeiro.

Todo o material recebido será encaminhado para a Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas de Teresina (SEMCASPI) que distribuirá as doações conforme necessidade das famílias.

A Prefeitura de Teresina, através das secretarias, está prestando toda a assistência necessária para as 621 famílias que estão abrigadas em escolas da rede municipal, centros de convivência, casas de familiares e inseridas no Programa Cidade Solidária.

Foto: Divulgação (Defesa Civil)

SAAD Sudeste realiza mapeamento e restauração de danos causados pelas chuvas

Em decorrência dos impactos causados à cidade por causa das fortes chuvas que têm ocorrido nos últimos dias, a Superintendência de Ações Administrativas Descentralizadas (SAAD) Sudeste preparou um mapeamento das áreas mais afetadas. O objetivo é organizar e resolver essas demandas da forma mais prática e ágil possível.

Segundo o Engenheiro de obras Nairon Soares, algumas vias da região sofreram danos graves que afetam a segurança e mobilidade dos moradores, por isso as equipes estão realizando vistorias e assistências por toda zona Sudeste.

“Nos últimos dias as chuvas têm trazido diversos problemas à região, por isso nos mobilizamos para que fosse feito com rapidez uma avaliação geral, agora vamos realizar os reparos e tomar as medidas preventivas para evitar mais complicações”, declarou o Engenheiro.

De acordo com o superintendente da SAAD-Sudeste, Zé Nito, os trabalhos foram intensos nesses últimos dias e o planejamento é manter o ritmo durante todo o período chuvoso para não faltar assistência à população.

“Estamos tendo suporte da CTA, Defesa Civil, e vários outros profissionais que juntos estão acompanhando, relatando, tomando providências e dando devidos encaminhamentos para o comitê de crise da prefeitura.” finalizou o superintendente.

A orientação é para que as ruas sejam evitadas durante o momento de fortes chuvas, além de evitar jogar lixo em galerias e bueiros, diminuindo as chances de alagamentos. Em situações de emergência ou em casos de dúvidas, o cidadão pode ligar para o telefone de emergência 199 da Defesa Civil ou para o telefone fixo (86) 3223-7366. O atendimento via telefone é 24h, todos os dias da semana, incluindo feriados.

Foto: Divulgação (SAAD Sudeste)

Famílias são removidas das áreas de risco na zona Leste de Teresina

Dr. Pessoa e o secretário Carlos Ribeiro na rua Bela, bairro Satélite Fotos(Ascom/Semdef)

A Secretaria Municipal de Defesa Civil (SEMDEF) vem atuando, desde o início do ano, nos pontos mais atingidos pelas chuvas em Teresina. O bairro Satélite, na zona Leste da capital, foi o mais prejudicado. Os Bombeiros Civis estão auxiliando as equipes da Prefeitura de Teresina e fizeram o isolamento das ruas que foram devastadas pelas águas.

“A rua Bela, no bairro Satélite, teve grande parte da via pública interrompida devido às chuvas e foi interditada ainda na manhã de sábado (5). Nossas equipes estiveram no local e é necessário que a população não retire as fitas de isolamento, pois servem de alerta para qualquer teresinense que trafegar na região”, disse o secretário da SEMDEF, Carlos Ribeiro.

A Defesa Civil orienta a população para evitar os trechos, pois ainda há risco de abertura do asfalto e queda dos concretos.

“É importante que os pedestres, ciclistas, motociclistas, motoristas, evitem trafegar nos trechos próximos aos que foram interditados, pois há risco de queda na abertura feita no asfalto”, destacou o secretário.

Com as enxurradas, uma residência teve sua estrutura comprometida. A chuva danificou parte do baldrame, alagando, assim, a casa e provocando a rachadura de alguns cômodos. Os Bombeiros Civis juntamente, às assistentes sociais da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (SEMCASPI), estiveram no local para remover os moradores da área de risco.

Para evitar maiores danos, a família foi removida e levada para casa de familiares onde será assistida pelo Programa Família Solidária.

O prefeito Dr. Pessoa, acompanhado dos secretários, visitou a região do bairro Satélite e conferiu a situação das vias que seguem interditadas e determinou a realização de obras emergenciais.

Teresina não registra desabrigados no fim de semana

As famílias seguem monitoradas pelas equipes plantonistas da prefeitura

Mesmo com o tempo parcialmente nublado em algumas localidades da capital, a Secretaria Municipal de Defesa Civil (SEMDEF) não registrou novas ocorrências de famílias desabrigadas, vítimas de enchentes, no fim de semana.

“Com a diminuição das chuvas, o Rio Parnaíba baixou e não registramos novas famílias desabrigadas. Mas, por medidas preventivas, nossas equipes da Defesa Civil, e do Corpo de Bombeiros Civis continuam de plantão nas escolas monitorando e prestando toda assistência necessária às famílias”, pontuou o secretário da SEMDEF, Carlos Ribeiro.

Visita ao ponto de apoio onde os Bombeiros Civis estão localizados na zona Norte de Teresina. Foto: SEMDEF

Na última sexta-feira (21), a SEMDEF emitiu o Boletim sinalizando que 573 famílias encontram fora de suas residências, um total de 55 estão em abrigos e escolas disponibilizados pela prefeitura e 518 estão em casas de familiares e amigos onde são assistidas pela Programa “Cidade Solidária”.

Boletim SEMDEF sobre a situação das famílias – Reprodução: @defesacivil.the

Neste domingo (23), o prefeito Dr. Pessoa conferiu in loco os centros de acolhimento às famílias vítimas de enchentes na capital. Equipes da Defesa Civil Municipal – SEMDEF, Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas – SEMCASPI, Superintendência das Ações Administrativas Descentralizadas – SAAD, trabalham em parceria para garantir e avançar na moradia dessas famílias.

Prefeito de Teresina visita os centros de acolhimento na zona Norte. Foto: SEMDEF