Hospital do Dirceu inicia funcionamento nesta terça-feira (10)

Fotos: Renato Bezerra

O Hospital Alberto Neto, localizado no Dirceu, foi reinaugurado pelo prefeito Firmino Filho e pelo presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Charles Silveira e, nesta terça-feira (10), a partir das 14h, já inicia o atendimento à população. O prédio passava por reforma para melhoria da estrutura física e qualificação do atendimento ofertado aos usuários.

Jesus Mousinho, diretora de assistência especializada da FMS, explica que a urgência inicia o funcionamento a partir das 14h e que os outros serviços de saúde estão sendo retomados de forma gradativa no Hospital do Dirceu. “Durante a reforma, tínhamos remanejado serviços para outras unidades de saúde. O Centro Cirúrgico, por exemplo, estava funcionando no Hospital do Satélite e há toda uma logística para esse retorno. Agora, estamos trabalhando arduamente para garantir o pleno funcionamento do hospital dentro dos próximos dias”.

O Hospital do Dirceu será capacitado para atender urgências clínicas, pediátricas e cirúrgicas. Também haverá oferta de exames de urgência, internação e atendimento ambulatorial em nove especialidades: ginecologia, reumatologia, cardiologia, ortopedia, psiquiatria, psicologia, nutrição, pediatria e clínica médica. A unidade dispõe de 53 leitos e custou aos cofres públicos o valor de R$ 2.103.182,77, oriundo de recursos próprios da Prefeitura de Teresina e também de recursos federais, parte deles com emendas do deputado Hugo Napoleão.

O prefeito Firmino Filho afirmou que a reforma do hospital do Dirceu representa um avanço na saúde pública. “A Prefeitura tem se destacado na construção de uma grande rede de assistência à saúde e a entrega dessa unidade é um momento de alegria, mas também de tristeza, porque estamos nos despedindo do presidente Charles. Ele deixará o cargo, um dos maiores homens públicos que esse estado já conheceu. Na sua passagem pela Prefeitura, ele sempre empregou a sua seriedade, competência e a capacidade de produzir resultados”.

“Essa obra marcou a nossa gestão pela grandiosidade da estrutura do hospital, pelas condições das instalações que eram antigas e, principalmente, pelo envolvimento da comunidade na busca por melhorias. Inicialmente, a obra seria com fechamento total da unidade, mas optamos por atender ao pedido dos moradores e, durante a reforma, parte da unidade permaneceu funcionando. Agora, estamos entregando uma obra magnífica, que simboliza o compromisso da FMS perante a comunidade”, ressalou Charles.

De acordo com Caroline Bastos, gerente de engenharia e arquitetura da FMS, a execução de obras de reformas é sempre um desafio, principalmente em prédios com mais de 30 anos de existência. “Estamos entregando essa estrutura de qualidade para a população no menor espaço de tempo possível. Esse é um grande feito da FMS”, conta.

Para Ricardo Campos, liderança comunitária da região sudeste, a reinauguração do hospital do Dirceu é motivo de festa. “A gestão está de parabéns porque atendeu o clamor da comunidade e reformou esse grande hospital. O que estamos vendo aqui é a renovação completa da estrutura e dos equipamentos. Isso trará mais qualidade no atendimento da população do grande Dirceu”.

A vice-presidente do Conselho Municipal de Saúde, Adalgisa Costa, relembra que, na década de 80, participou da inauguração do hospital. “Foi uma conquista da comunidade ter esse hospital reformado e é prova que a gestão cumpriu com a palavra. O CMS atuou em parceria com a FMS e cobrou melhorias. Agora, o hospital tem essa estrutura belíssima”, afirma.

Antônia do Itararé, que é moradora da região sudeste há 39 anos, ressaltou que sempre participou ativamente das buscas por melhorias para o grande Dirceu e que está satisfeita com o novo hospital. “Vi de perto de que o hospital está muito bonito, coisa de primeiro mundo. Só tenho a agradecer a todos que colaboraram com essa grande obra que irá beneficiar a população”, finaliza.

Prefeitura entrega reforma do Hospital do Dirceu nesta segunda (09)

A população da zona Sudeste recebe nesta segunda-feira (09) um hospital modernizado e pronto para atender as demandas da região. É quando será entregue, a partir das 18h30, a reforma do Hospital Alberto Neto, do bairro Dirceu II. A estrutura recebeu um investimento de R$ 2.103.182,77, oriundos de recursos federais e próprios da Prefeitura de Teresina.

A nova estrutura tem uma área total de 2360,93 m². Contará com duas recepções, quatro banheiros, sala de registro, sala de serviço social, sala de acolhimento, sala para sutura, sala de preparo, dois consultórios odontológicos, sala de reanimação, inalação, nove consultórios médicos, sala de medicamentos, farmácia, sala de observação, centro cirúrgico (incluindo duas salas cirúrgicas), repousos médicos, raio-X, ultrassom, nove enfermarias, sala de nutrição, cozinha, refeitório e área da administração.

Segundo o presidente da Fundação Municipal de Saúde, Charles Silveira, o objetivo da reforma do Hospital do Dirceu foi melhorar a estrutura física do estabelecimento. “Com a conclusão da obra, os usuários serão beneficiados com os serviços em um prédio novo e adequado à legislação atual”, diz. O presidente da FMS ressaltou ainda que estas melhorias vêm para cumprir os principais objetivos da saúde pública, que são acolher, receber, tratar a dar dignidade às pessoas que precisam de seus serviços.

O Hospital do Dirceu é uma unidade de média complexidade, composta de regime de atendimento de urgência – nas áreas de pediatria, clínica médica e cirurgia geral – e ambulatorial – com atendimentos de ginecologia, reumatologia, cardiologia, ortopedia, psiquiatria, psicologia, nutrição, pediatria e clínica médica.

A unidade possui um total de 53 leitos para internação, dos quais 15 são para clínica cirúrgica, 24 leitos de clínica médica, seis leitos de clínica pediátrica, além de um leito de isolamento e sete de observação. Já na área de exames, o hospital disponibiliza procedimentos como aerosol, eletrocardiograma, procedimentos odontológicos, raio-x e ultrassonografia.

“Quando inauguramos uma obra, estamos querendo dar à população de Teresina nosso testemunho de trabalho, compromisso e efetividade nas ações de políticas públicas na saúde”, disse Charles Silveira. “Queremos que nossos usuários sejam sempre bem acolhidos, por isso a FMS cuida da Atenção Básica em Saúde, Atenção Hospitalar e Saúde Mental. Nosso objetivo é estar presente em cada quadrante da cidade”, finaliza o presidente da FMS.

 

Obras do Traffic Calming no Dirceu estão em fase de conclusão

Ascom/Sdu Sudeste

Um novo conceito de intervenção na mobilidade urbana está sendo implantado em Teresina, o Traffic Calming (medidas para acalmar o tráfego). A Superintendência de Desenvolvimento Urbano – Sudeste é a responsável por executar o projeto piloto nas ruas Anchieta e Suez, do bairro Dirceu I, que já está em fase de conclusão das obras.

O projeto conta com aproximadamente R$ 140 mil de investimento, oriundos de recursos próprios do município, e consiste na readequação das vias para o modelo de Rua Completa. Esse conceito tem como base a distribuição do espaço de maneira mais democrática, comportando todos os tipos de transporte (bicicleta, automóvel, patinete, a pé, entre outros). Além das mudanças relacionadas ao trânsito, também são desenvolvidas estratégias que contribuam para maior convivência da população.

Isaac Meneses, superintendente executivo da SDU Sudeste, aponta quais foram as intervenções realizadas nas ruas Anchieta e Suez. “Como se trata de uma região com muitas unidades escolares, dividimos as duas ruas em vias de mão única e criamos estruturas para receber estacionamento, urbanização e arborização. No encontro das ruas fizemos uma praça, onde foi colocada uma academia popular e, para a valorização do espaço, o muro virou um painel de grafite”, informa.

Como parte dos investimentos em mobilidade urbana na região, o Dirceu I também recebeu, recentemente, obras de asfaltamento em todo o bairro.

Segundo o superintendente da SDU Sudeste, Evandro Hidd, a ideia é contribuir para que a população usufrua dos espaços públicos. “Em todos os nossos projetos de intervenção urbana pensamos em como a população vai se beneficiar de forma saudável daquele espaço. O Traffic Calming é um projeto pioneiro aqui em Teresina e que temos muito orgulho de trazer para a região Sudeste como algo inovador e importante para a qualidade de vida”, destaca.

 

Obra do Hospital do Dirceu deve ser concluída ainda este ano

O Hospital do Dirceu, localizado na zona sudeste da cidade, passa por reforma para melhoria de sua estrutura física e qualificação do atendimento ofertado aos usuários. Nesta sexta-feira (08) o presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Charles Silveira, acompanhado da equipe de engenharia do órgão, realizou visita à obra da unidade, prevista para ser concluída até dezembro de 2019.

Com a conclusão da reforma do Hospital do Dirceu, o prédio será adequado às atuais normas do Ministério da Saúde. “Vamos melhorar o ambiente do local, para melhor atender e acolher os pacientes. Essa reforma é motivo de alegria e uma necessidade da cidade, que atenderemos cumprindo os compromissos assumidos pela FMS perante a comunidade”, afirmou Charles Silveira.

De acordo com Caroline Bastos, gerente de engenharia e arquitetura da FMS, a execução de obras de reformas é sempre um desafio, principalmente em prédios com mais de 30 anos de existência. “Estamos prezando pelo cumprimento dos prazos e fazendo todo o esforço possível para entregar um novo hospital como a população merece”, destacou.

O Hospital do Dirceu será capacitado para atender urgências clínicas, pediátricas e cirúrgicas. Também haverá oferta de exames, setor de internação e atendimento ambulatorial em nove especialidades. “O prédio tem 38 anos e precisava muito passar por essa reforma. A população clamava por isso e a Prefeitura foi sensível a esta situação. Agora só temos a agradecer aos gestores que viabilizaram a obra”, finalizou a diretora da unidade, Walnecy de Oliveira.

 

Avenida do Dirceu será interditada para Desfile Cívico e as rotas de ônibus mudam

A região do Grande Dirceu também realizará o Desfile Cívico do Dia da Independência, por isso, a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans), interditará totalmente na quinta-feira (5), das 16h às 23h, a Avenida Francisco de Almeida Neto, mais conhecida como Avenida Principal do Dirceu. Os agentes de trânsito estarão no local para orientar os motoristas.

Os ônibus que circulam pela avenida terão sua rota modificada. Confira:

A631, A632: Desvio a partir do Mercado do Dirceu II, permanecendo na Rua Antônio Neves de Melo, seguindo pela Rua Gibraltar, retornando ao seu itinerário;

A327: Desvio a partir do Posto Chris, pela Rua Des. Manoel Felício Pinto, seguindo pela Av. Noé Mendes, retornando ao seu itinerário;

A636, A637, A723: Desvio a partir do cruzamento da Av. Joaquim Nelson e Av. Noé Mendes, permanecendo na Noé Mendes, seguindo pela Rua Des. Manoel Felício Pinto, retornando ao seu itinerário.

Faixa exclusiva no Dirceu reduz tempo de viagem de ônibus

A faixa exclusiva para ônibus na avenida principal do Dirceu, implantada em 2017, permitiu a redução de tempo em torno de 10 minutos na operação dos ônibus que circulam na região. Diariamente, cerca de 40 mil veículos passam pelos dois sentidos da via. O fluxo no local aumentou consideravelmente após a inauguração da Ponte Anselmo Dias, que liga as zonas Sudeste e Sul.

“Com a implantação da faixa exclusiva para ônibus na avenida principal do Dirceu, foi necessária a proibição de estacionamento devido à largura da via. Porém, a Prefeitura asfaltou todas as ruas próximas, que podem ser usadas como alternativa pelos condutores”, ressalta o diretor de Trânsito e Sistema Viário da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans), José Falcão.

Ele explica, ainda, que a medida foi tomada também devido ao aumento do fluxo de veículos. “Essa avenida, que ligava a BR-343 à Avenida Joaquim Nelson tinha apenas 1,7km de extensão e agora tem 7,3 km depois da construção da Ponte Anselmo. É uma das pontes mais utilizadas pelos motoristas para se deslocarem das mais variadas áreas da cidade para o Grande Dirceu”, esclarece.

Falcão explica que a frota de veículos na cidade aumentou em cerca de 20 a 30 mil veículos em um ano e que isso mostra a necessidade de intervenções para proporcionar um trânsito melhor e mais seguro para todos.

O gerente de planejamento da Strans, Denilson Guerra, também avalia que as faixas e os corredores exclusivos têm trazido mais agilidade para o sistema de transporte público, permitindo que as pessoas se desloquem com mais rapidez. A superintendência tem adotado uma série de medidas para a valorização do sistema de transportes públicos, como a implantação de corredores e faixas exclusivas para ônibus, fechamentos de retornos, instalação de semáforos e melhorias em vias.

A fisioterapeuta, Bruna Maria, mora no conjunto Novo Horizonte e acessa a avenida principal do Dirceu todos os dias. Ela explica que a mudança, no início, gerou desconforto para as pessoas, mas que foi necessária devido ao fluxo intenso no local e que diminuiu o número de acidentes.

“Depois que fizeram as mudanças na avenida percebemos que o trânsito passou a fluir melhor e que os acidentes estão menos frequentes, quase não vejo mais. Proibir o estacionamento na avenida, por mais que seja ruim para nós motoristas, foi uma medida importante, porque parte da via ficava cheia de carros e dificultava o tráfego. Tivemos que nos adaptar estacionando nas ruas laterais, mas foi uma medida necessária, porque precisamos pensar no coletivo”, disse.

A fisioterapeuta relata que com a faixa exclusiva de ônibus e a proibição do estacionamento na frente das lojas, melhorou muito o trânsito.  “Além disso, os ônibus não precisam mais desviar dos carros, andam mais livres, o trânsito corre mais rápido e há menos engarrafamento”, reforça.

 

Teatro João Paulo II celebra 14 anos de incentivo à cultura

Localizado em um dos maiores bairros da cidade, o Dirceu Arcoverde, o Teatro João Paulo II completa nesta terça-feira (13) quatorze anos de existência e incentivo à cultural local. Uma casa que mantém, além de apresentações culturais, cursos e oficinas voltadas à arte. A partir das 17h30 o calçadão do teatro abre as portas para uma vasta programação de aniversário.

Após passar por uma ampla reforma, o espaço apresenta melhorias nos espaços técnicos e em conforto para o público. Mantido pela Prefeitura de Teresina por meio da Fundação Monsenhor Chaves (FMCMC), o teatro oferece cursos de balé, violão, capoeira e dança contemporânea, dentre outros.

Localizado na Avenida Joaquim Nelson, zona Sudeste da cidade, o teatro representa um importante trabalho social na região. “São 14 anos de efervescência cultural na região, com muitas oficinas e cursos oferecidos para a comunidade. Isso faz com que o João Paulo II seja um importante difusor cultural e tenha grande importância no que diz respeito a trabalho social nessa zona de Teresina, principalmente com jovens”, afirma Francisco de Castro, diretor do local.

A comemoração é gratuita e tem início com a apresentação de “O Jacá do Caburé”, da Caburé e Cia. Logo depois vem a Banda Acácias, Balé da Cidade de Teresina, Banda Escola Maestro Duda e CETI Raldir Cavalcante Bastos.

Durante a programação ainda constam as exposições de telas de caricaturas por Ahmed Samir, artesanato, bijuterias, souveniers, bordados e bonecas, alfabetização do corpo e Eryca Teixeira com a performance “Ninfa”.

 

Agência Francesa visita Hortas do Dirceu nesta terça-feira (31)

Representantes da Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD) visitarão as Hortas Comunitárias da Avenida Noé Mendes, na zona Sudeste, na manhã desta terça-feira (31). O objetivo da visita é conhecer o local onde a Prefeitura de Teresina pretende construir um parque, que poderá contar com financiamento do órgão internacional.

“Nós construímos uma boa relação com a AFD e agora estamos pleiteando esse financiamento para outros projetos, buscando tornar Teresina uma cidade cada vez mais sustentável”, afirma Gabriela Uchôa, coordenadora da Agenda Teresina 2030.

O projeto do parque na Avenida Noé Mendes inclui construção de equipamentos esportivos, áreas para caminhada, arborização, entre outros.

A AFD e a Prefeitura de Teresina já trabalham juntas no projeto do Observatório da Mobilidade, que envolve o uso da tecnologia Blockchain para obter e divulgar dados do transporte público de forma aberta e confiável. Após o sucesso desta primeira parceria, o Palácio da Cidade busca financiamento para outros projetos planejados para a capital piauiense envolvendo o desenvolvimento sustentável.

Hospital do Dirceu II suspende temporariamente atendimento ambulatorial nesta sexta (07)

O Hospital Alberto Neto, do bairro Dirceu II, irá suspender temporariamente seu atendimento ambulatorial nesta sexta-feira (07). O motivo é a manutenção do quadro de distribuição de energia, ação que garante o bom funcionamento das alas que se mantém em funcionamento durante a reforma do local. O atendimento será retomado na segunda-feira (10).

Desde o mês de março, o Hospital do Dirceu II está em reforma para melhorar sua estrutura e, em razão disso, alguns setores se encontram fechados. “Segue em funcionamento a parte ambulatorial da unidade do Dirceu, além das salas de vacina e de coleta de sangue”, informa Jesus Mousinho, diretora de Assistência Especializa da FMS. A demanda de urgência e emergência está sendo encaminhada para a UPA do Renascença, que recebeu reforço de pessoal para atender toda a região do Dirceu. Já os setores de internação e de pequenas cirurgias foram remanejados para o hospital do bairro Satélite.

Segundo o presidente da FMS, Charles Silveira, o objetivo da reforma é melhorar a estrutura física do estabelecimento. “Após a conclusão da obra, os usuários serão beneficiados com os serviços em um prédio novo e adequado à legislação atual”, afirma.

Entenda novo fluxo de atendimento durante a reforma do Hospital do Dirceu:

1.Em caso de urgência e emergência: a população do Dirceu pode se dirigir para a UPA do bairro Renascença. Outras opções: UPA do bairro Satélite, que será inaugurada em fevereiro ou para qualquer outro estabelecimento hospitalar da rede municipal.

2.Serviço odontológico de urgência: a população do Dirceu pode se dirigir para a UPA do bairro Renascença.

3.Serviço ambulatorial (consulta especializada agendada), sala de vacina e de coleta de sangue: permanecerão funcionando no Hospital do Dirceu durante a execução da obra.

4.O Hospital Satélite terá Centro Cirúrgico e leitos de internação hospitalares para garantia do atendimento de pequenas cirurgias e de internação que antes eram realizados no Hospital do Dirceu.

 

Projeto de requalificação da Horta Comunitária do Dirceu terá início no segundo semestre

Maquete Eletrônica / Ascom Sdu Sudeste

No segundo semestre do ano, a Prefeitura de Teresina iniciará a execução do Projeto de Requalificação do entorno da Horta Comunitária do Dirceu, na zona Sudeste de Teresina. A obra será coordenada e fiscalizada pela Superintendência de Desenvolvimento Urbano Sudeste.

O projeto foi premiado em 2017 no Concurso “Cidade para as Pessoas” realizado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e o Governo da cidade de Buenos Aires. Ao todo, serão investidos cerca de R$ 11.225.066,14 com recursos de emendas parlamentares, recursos próprios do município e convênio com o Banco do Brasil.

A proposta busca promover a pacificação do tráfego e a criação de áreas agradáveis para pessoas usufruírem a vida social no espaço público, priorizando uma cidade para pessoas, estimulando a atividade física e reforçando o papel educativo das intervenções nas ruas.

Está previsto também a criação de um parque linear no entorno das hortas e de um novo plano de mobilidade com um corredor exclusivo de ônibus, espaço destinado para pedestres e outro para ciclovias. Em toda a extensão da Avenida Noé Mendes será trabalhado um conceito denominado de Rua Completa. Uma via com infraestrutura para transporte coletivo, cicloviário, calçada para passeio de pedestres, recuos e plantios.

Para o superintendente da SDU Sudeste, Evandro Hidd, o projeto busca estimular a atividade física e reforçar o papel educativo das intervenções nas ruas. “A transformação das ruas com tráfego de veículos para pedestres ou a ampliação do espaço da calçada é um compromisso com um modelo de cidade mais sustentável, para os cidadãos. Por isso não tenho dúvidas que essa será uma obra de grande importância para os moradores da região, como também para a população de toda a cidade”, afirmou.

Projeto de urbanização pioneiro na Cidade

À exemplo do projeto de requalificação que terá início no segundo semestre em toda a extensão da  avenida Noé Mendes,  a Prefeitura de Teresina, através da Superintendência de Desenvolvimento Urbano Sudeste (SDU Sudeste), começou as obras de construção do Complexo das Ruas Suez e Anchieta – Traffic Calming, que busca a valorização do espaço público através da construção de áreas de convívio.

O projeto contará com bancos, rampas de acessibilidade, colocação de piso tátil e construção de calçadas com material em tijolinhos.  Ao todo, serão investidos R$142.517,55 através de Recursos Próprios.