Educando para Prevenir: Projeto de combate às drogas será expandido para as escolas estaduais

Ascom/Semcaspi

O secretário municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), Samuel Silveira, discutiu nesta quita-feira (23) a expansão do projeto “Educando para Prevenir” para os alunos do ensino médio das escolas do Estado. O projeto faz parte do Programa Vila Bairro Segurança e promove ações de prevenção ao uso das drogas, levando atividades educativas e de conscientização para a classe estudantil da capital.

Samuel Silveira apresentou a estrutura do programa Vila Bairro Segurança para a equipe técnica da Secretaria de Educação do Piauí. Ele explicou que a expansão do projeto faz parte do pacto de prevenção à violência através da identificação dos fatores de risco na realidade em que os alunos estão inseridos e o desenvolvimento das ações para dialogar com jovens e adultos, já que o projeto é executado na educação infantil.

“O prefeito tem reforçado essa necessidade de diálogo com o governo estadual para a expansão do programa. Fomos buscar essa parceria, para que junto com a equipe técnica designada pelo secretário de educação, a gente consiga desenvolver uma estratégia para adaptar a metodologia e dialogar com aos alunos do ensino médio”, disse o secretário da Semcaspi.

O secretário de educação do Piauí, Hellen Gera, afirmou que o enfrentamento das drogas dentro das escolas é um tema bastante discutido pelo governo estadual e definiu que Unidade de Ensino e Aprendizagem, Unidade de Inspeção Escolar e o Comitê de Combate a Violência nas escolas vão colaborar com o estudo da estratégia e execução do projeto nas escolas do Piauí.

“O Estado se coloca a disposição, pois sabemos que é muito importante esse debate para o desenvolvimento das ações de prevenção nas escolas. Muitos alunos que saem do ensino básico oferecido pela Prefeitura de Teresina e vão para o ensino médio precisam da continuidade desse acompanhamento e orientação”, afirmou o secretário Hellen Gera.

O projeto Educando para Prevenir é executado através de uma articulação entre a Semcaspi e a Secretaria Municipal de Educação (Semec). O projeto conta, ainda, com a participação da Guarda Civil Municipal de Teresina e com o auxilio de profissionais do território, assistentes sociais e psicólogos dos Centros de Referência da Assistência Social (Cras).

Vila Bairro Segurança

O programa da Prefeitura de Teresina, conduzido por meio da Semcaspi, trabalha uma proposta multissetorial de segurança pública. A ação contempla os 13 bairros que formam a região do Parque Lagoas do Norte, sendo eles: o Acarape, Aeroporto, Alto Alegre, Itaperu, Mafrense, Matadouro, Mocambinho, Nova Brasília, Olarias, Parque Alvorada, Poti Velho, São Francisco e São Joaquim.

Dia de Luta Contra as Drogas: Caps AD já realizou 3.176 atendimentos individuais

Estima-se que morrem cerca de 200.000 pessoas anualmente por causa das drogas ilícitas. Para ajudar a combater a dependência química, a Prefeitura de Teresina mantém o Centro de Atenção Psicossocial Álcool e outras Drogas (CAPS AD), localizado Rua Quintino Bocaiúva, n e 2978 – Bairro Macaúba. Hoje, 26 de junho, é o Dia Internacional da Luta Contra o Uso e Tráfico Ilícito de Drogas, mas essa prática deve ser combatida todos os dias.

De janeiro a maio de 2019 o CAPS AD realizou 3.176 atendimentos individuais, 1.219 atendimentos a famílias, 8.112 atendimentos em grupo, 42 visitas domiciliares, 82 atendimentos à crise. O CAPS AD, especializado no tratamento de álcool e outras drogas, iniciou suas atividades em 11 de agosto de 2003, se configurando como primeiro serviço substitutivo ao modelo hospitalocêntrico implantado no município de Teresina.

“A pessoa passa por triagem para avaliação do grau de dependência e é desenvolvido projeto terapêutico de acordo com o caso. O Centro conta com profissionais de enfermagem, psiquiatras, psicólogos, assistente social, terapeuta ocupacional, nutricionista e clínico geral. Quanto ao tratamento ofertado, este pode ser intensivo (o usuário frequenta diariamente o Centro), semi-intensivo (a frequência é de três dias na semana) e não-intensivo (a frequência é de um dia na semana ou quinzenal)”, explica Elizandra Carvalho, coordenadora do CAPS AD.

Na data de 26 de Junho se luta contra o uso de drogas ilícitas no mundo, sobretudo pelos jovens. Foi em 1987 que se instaurou esta data como o Dia Internacional contra o Abuso e o Tráfico Ilícito de Drogas, pela resolução 42/112 da ONU, para implementar a recomendação da Conferência Internacional sobre o Abuso e o Tráfico Ilícito de Drogas, realizada a 26 de junho de 1987.

Guarda Municipal de Teresina se destaca na recuperação de motos roubadas

Ascom Semcaspi

Contribuir com a sensação de segurança em espaços públicos de Teresina. Essa é uma das funções da Guarda Civil Municipal de Teresina, que só em 2018 apreendeu 323 porções de drogas na capital. O destaque na atuação da Guarda neste período foi a recuperação de 34 veículos, sendo desses, 26 motocicletas roubadas ou furtadas em Teresina, mesmo estando em pontos fixos na capital. (mais…)