Primeiro cadastro para emissão de nota fiscal eletrônica tem novo procedimento durante isolamento social

O prestador de serviço que está atuando em Teresina durante a pandemia do novo coronavírus e precisa emitir nota fiscal eletrônica deve ficar atento à mudança no procedimento para novos cadastros. Quem irá acessar o sistema pela primeira vez, enquanto durar o decreto de calamidade pública na capital piauiense, deve seguir o passo a passo descrito na página do Teresinense Digital (https://pmt.pi.gov.br/teresinensedigital/nota-fiscal/).

Anteriormente, para concluir o cadastro, tanto para emissão de Nota Fiscal de Serviços Eletrônica (NFS-e) quanto para Nota Fiscal de Serviços Eletrônica Avulsa (NFSe-A), o prestador de serviço precisaria se dirigir a uma das Centrais de Atendimento ao Público da Secretaria Municipal de Finanças (CAP/Semf), apresentar a documentação exigida e assim gerar sua senha de acesso ao sistema. Agora, esse procedimento está sendo feito todo eletronicamente.

“Devido à restrição dos atendimentos presenciais nos órgãos públicos de Teresina por conta da pandemia do novo coronavírus, adequamos nossa forma de atender os contribuintes e prestadores de serviço do município. Todos os nossos serviços continuam sendo prestados à população de forma eletrônica, por meio do site Teresinense Digital. Assim, a população pode resolver suas demandas do conforto e na segurança de suas casas”, ressalta o secretário municipal de Finanças, Francisco Canindé.

Quem já é cadastrado no sistema continua acessando e emitindo suas notas normalmente por meio do site da NFS-e (https://www.issdigitalthe.com.br/nfse/) ou da NFSe-A (https://www.issdigitalthe.com.br/nfsa/). Todavia, caso tenha alguma dúvida ou surja algum contratempo no acesso ao sistema ou na emissão do documento, o prestador de serviço pode entrar em contato com a Semf através do e-mail fabiogomes.semf@pmt.pi.gov.br.

Aplicativo NFSe Mobile Teresina

Outra ferramenta disponível para o prestador de serviço é o aplicativo NFSe Mobile Teresina. Em funcionamento desde 2018, a plataforma possibilita emitir a nota fiscal eletrônica simplificada de prestadores de serviço (pessoa jurídica) que já possuem cadastro no site da Nota Fiscal Eletrônica de Teresina. O app está disponível para download nos aparelhos com sistema operacional Android, através da Play Store.

Quantidade de passageiros reduz em torno de 50%, aponta bilhetagem eletrônica

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) verificou uma redução de 50% na quantidade de passageiros do transporte coletivo de Teresina nos últimos dias, de acordo com dados da bilhetagem eletrônica. A queda é em virtude da pandemia do novo Coronavírus, que ocasionou na suspensão de alguns serviços e instituições de ensino.

Para compatibilizar e suprir a demanda ofertada no momento, a Strans determinou a redução de 30% da frota de ônibus nos horários de entrepico e de 20% nos horários de pico até a próxima terça-feira (23). Nesta fase, serão 280 veículos circulando.

O superintendente da Strans, Weldon Bandeira, esclarece que foi verificada a pouca presença de usuários nos terminais e estações durante o entrepico, com queda de quase 50% dos usuários. “Durante os entrepicos, horários com menos circulação de pessoas, verificou-se a pouca presença de usuários nos terminais e estações. Os ônibus se mantêm pela oferta de usuários do sistema, portanto não faz sentido o veículo circular vazio nos horários de entrepico”, explica Weldon.

Denilson Guerra, gerente de planejamento da Strans, pontua que nos horários de pico a redução é praticamente inexistente. “Nos horários de pico a redução praticamente inexiste, pois há um reforço com adequação de linhas, sendo a redução de apenas 20%. Procurando sempre manter a frota circulando para evitar aglomerações”, assegura o gerente.

A redução ocorrerá durante sete dias e na próxima terça-feira (23) a Gerência de Planejamento da Strans vai avaliar se há necessidade de a redução permanecer ou não.

 

Cruzamento da Av. Gil Martins com Celso Pinheiro terá fiscalização eletrônica

Começa a funcionar, em breve, a fiscalização eletrônica no cruzamento da Avenida Gil Martins com a Avenida Celso Pinheiro, na zona sul da cidade. Com a construção da Ponte Anselmo Dias e implantação do Corredor Sudeste foi necessária a instalação de fiscalização eletrônica no cruzamento.

De acordo com o diretor de Trânsito e Sistema Viário da Strans, José Falcão, foi necessária a implantação do semáforo nesse local juntamente com a fiscalização eletrônica para garantir o bom funcionamento do Corredor Sudeste. “Inicialmente foram colocados os semáforos, foi feito o asfaltamento e a sinalização das vias perpendiculares e a partir de agora faremos a fiscalização eletrônica no local”, afirmou.

Falcão reforça que é importante que as pessoas observem a sinalização e a obedeçam para evitar problemas. “Os condutores devem observar a sinalização e dirigir com todo cuidado. A fiscalização é necessária para garantir o funcionamento do corredor exclusivo”, finalizou.