Prefeito decreta situação de emergência em saúde pública em Teresina

O prefeito Firmino Filho assinou na manhã desta quarta-feira (18) novo decreto que declara situação de emergência em saúde pública em Teresina e dá orientações sobre medidas de enfrentamento à pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

O decreto também instala o Centro de Operações de Emergência em Saúde, sob a coordenação da Fundação Municipal de Saúde, para o monitoramento da emergência em saúde pública declarada. O órgão vai definir as medidas e estratégias referentes ao enfrentamento da proliferação do Covid-19 de acordo com a evolução do cenário epidemiológico.

“Estamos adotando todas as ações possíveis para evitar a disseminação do vírus. Esse é um desafio não apenas do Poder Público, mas de todos. É um momento difícil, que exige de cada pessoa muita responsabilidade. É um momento grave, mas não de pânico. Vamos fazer nossa parte e chamar toda a cidade para se engajar nessa luta”, disse o prefeito.

Também fica determinado que, dentre outras medidas, a população deve seguir regras de isolamento e manter-se em quarentena, que entende-se ser a restrição de atividades ou separação de pessoas suspeitas de contaminação das pessoas que não estejam doentes, ou de bagagens, contêineres, animais, meios de transporte ou mercadorias suspeitos de contaminação, de maneira a evitar a possível contaminação ou a propagação do novo coronavírus.

O decreto também informa que para enfrentamento da emergência de saúde pública poderão ser adotadas, por meio da Fundação Municipal de Saúde (FMS), entre outras, as seguintes medidas: determinação de realização compulsória de exames médicos, testes laboratoriais, coleta de amostras clínicas e tratamentos médicos específicos.

O dispositivo legal também determina que os servidores públicos municipais que retornarem de férias, ou afastamentos legais, que chegarem de locais ou países com transmissão comunitária do Covid-19 deverão desempenhar suas atividades via home office durante 14 dias contados da data de seu retorno, devendo comunicar tal fato às respectivas Diretorias de Gestão de Pessoas de seu órgão, acompanhado de documento que comprove a realização de viagem.

De maneira geral, fica vedada a realização de quaisquer eventos ou atividades coletivas não essenciais, em que ocorra a aglomeração de pessoas, sem que seja possível manter a distância mínima necessária para evitar a contaminação pelo novo coronavírus, conforme orientação do Ministério da Saúde.

Clique aqui para ver o decreto

 

 

 

UPA’s de Teresina realizaram quase 450 mil atendimentos em 2019

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) de Teresina mantém três Unidades de Pronto Atendimento na capital (UPA do Renascença, UPA do Promorar e UPA do Satélite). Juntas elas realizaram em 2019 o total de 449.074 atendimentos, sendo 254.303 atendimentos clínicos, 140.671 atendimentos pediátricos, 37.870 atendimentos de cirurgiões, 8.434 atendimentos odontológicos e 7.796 atendimentos de serviço social.

“Inaugurada em setembro de 2015, a Unidade de Pronto Atendimento Pastor da Silva Neto – UPA Renascença – tem capacidade para 350 atendimentos de urgência e emergência por dia, realizados com classificação de risco, onde os casos  mais graves têm prioridade de atendimento”, explica Thamara Evelline, diretora geral da UPA do Renascença.

Todas as Unidades de Pronto Atendimento -UPA’s funcionam 24 horas para assegurar a prestação de serviços assistenciais em caráter contínuo e eficiente. “As UPAS chegaram para  aumentar a capacidade de atendimento e a redução da espera para realização de atendimentos de urgência, promovendo, desta forma, maior qualidade no atendimento ao seu usuário, explica a diretora geral da UPA do Satélite, Celina Tourinho, acrescentando que cada UPA tem uma equipe multiprofissional treinada para atuar no atendimento das urgências e emergências da população.

A UPA consiste em uma estrutura de saúde intermediária, que auxilia na organização do atendimento de saúde da rede municipal, e não possui internação e o paciente poderá ficar no máximo 24 horas e se necessitar de mais cuidados será encaminhado para um hospital da rede de saúde.

As Unidades de Pronto Atendimento inovam ao oferecer estrutura simplificada, com raio-X, eletrocardiografia, pediatria, laboratório de exames e leitos de observação. Nas localidades que contam com a UPA, 97% dos casos são solucionados na própria unidade. Quando o usuário chega às unidades, os médicos prestam socorro, controlam o problema e detalham o diagnóstico. Eles analisam se é necessário encaminhar a um hospital ou mantê-lo em observação por 24 horas.

“Em Teresina, as três UPAS fazem parte do sistema de urgência da cidade e aumentam o acesso da população aos serviços de saúde pública dando maior resolutividade aos casos de urgência de emergência”, disse o presidente da FMS, Charles da Silveira.

HUT bate novo recorde e realiza mais de cinco mil atendimentos em janeiro de 2020

O Hospital de Urgência de Teresina (HUT), gerido pela Fundação Municipal de Saúde (FMS), realizou 5.169 atendimentos em janeiro de 2020. Foi o maior número de atendimentos, desde dezembro de 2016, quando houve a implantação do Sistema de Regulação de Leitos do município de Teresina e o hospital atendia uma média de quatro mil pessoas por mês. De acordo com diretor geral do HUT, Dr. Rodrigo Martins, esse novo recorde se deve ao aumento da resolutividade e consequentemente da capacidade de atendimento.

“Desde a implantação do Sistema de Regulação de Leitos, o hospital vem se especializando ainda mais na urgência e emergência de média e alta complexidade. Isso torna o serviço mais ágil e com uma capacidade de atendimento maior. Agora, estamos conseguindo atender mais pacientes com a mesma capacidade física e de pessoal, sem perder a qualidade”, explica Rodrigo.

O sistema de regulação de leitos do município de Teresina é responsável por regular todas as internações e transferências entre hospitais credenciados ao Sistema Único de Saúde (SUS) da capital. Esse sistema funciona via internet e disponibiliza para rede todos os leitos vagos para internação no momento da alta do paciente.  Para tornar esse processo ainda mais ágil, o HUT possui um Núcleo Interno de Regulação (NIR), responsável por gerir todos os leitos do hospital.

A coordenadora do NIR, Suellen Silva, destaca que o Núcleo trabalha o planejamento e acompanhamento de todos os processos que envolvem a liberação de leitos do hospital. “Nosso objetivo é aumentar a capacidade instalada do hospital aumentando a rotatividade dos leitos com segurança, melhorando a qualidade da assistência e, dessa forma, contribuindo para a satisfação dos pacientes e profissionais”, comenta. 

O motivo de entrada queda foi o que mais registrou aumento em janeiro de 2020 no HUT. Foram realizados 651 atendimentos de vítimas de queda, um crescimento de 21%, se comparado com o janeiro de 2019. Dentre os tipos, a queda do mesmo nível ocupa o primeiro lugar com 384 atendimentos, ou seja, 59% do total.

A queda do mesmo nível acontece quando o paciente cai sem que haja elevação do nível do solo. As consequências dependem, essencialmente, da forma como ocorre o impacto no solo e da parte do corpo que sofre a lesão. O técnico do HUT, Dr. Péricles Cerqueira, explica que os idosos, em especial as mulheres, são mais vulneráveis a sofrerem queda.

“As mulheres, por conta da menopausa, diminuem a produção de hormônios. Isso impede que o cálcio seja absorvido pelos ossos ocasionando a osteoporose. Com os homens acontece algo similar em relação à absorção do cálcio, porém com menos intensidade”, explica o médico.

Somente em 2019, foram 6.509 atendimentos de vítimas de queda, um aumento de 2,2%, se comparado com 2018. O hospital realiza por mês uma média de 5 mil atendimentos e 1.200 cirurgias. 

 

Urgência e emergência de Teresina funcionam normalmente durante o Natal

As urgências e emergências dos hospitais da rede pública municipal de Teresina funcionarão normalmente nesta terça-feira (24), ponto facultativo para o funcionalismo público municipal, e na quarta-feira (25), dia de Natal. O setor administrativo da Fundação Municipal de Saúde (FMS) funciona normalmente até às 13h30 desta segunda-feira (23), voltando ao expediente normal na quinta (26).

Por conta das festividades do Natal, as Unidades Básicas de Saúde (UBS), salas de vacina e a parte ambulatorial dos hospitais (marcação de consultas e exames) só voltam a funcionar na quinta-feira (26). O Centro Integrado de Saúde Lineu Araújo, por fazer parte da rede de atendimentos ambulatoriais, só funciona até esta segunda-feira (23) e volta a atender normalmente na quinta-feira (26).

Todas as maternidades da rede municipal funcionarão normalmente para internações. Os setores de vacina e exames laboratoriais funcionam em regime de plantão, no horário das 7h às 19h. Teresina possui quatro maternidades, situadas nos bairros Buenos Aires, Satélite, Promorar e Dirceu Arcoverde.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) funciona normalmente no período do Natal (dias 24 e 25) com médicos reguladores, operadores de rádio e telefonistas auxiliares de regulação médica. A frota do SAMU possui ambulâncias de suporte avançado e básico, além das motolâncias. O Hospital de Urgência de Teresina (HUT) também funcionará normalmente.

A equipe do Centro de Zoonoses estará de plantão para recolhimentos de cães, gatos e atendimentos clínicos. Além desses atendimentos, os exames de leishmaniose visceral (LV) e vacinação de animais acontecem das 8h às 17h.

 

FMS mantém serviços de urgência e emergência funcionando no Dia do Servidor Público (28)

Os atendimentos de urgência e emergência dos hospitais públicos municipais de Teresina funcionarão normalmente na próxima segunda-feira, dia 28 de outubro, quando foi decretado ponto facultativo pela Prefeitura em virtude do feriado do Dia do Servidor Público. A área administrativa da Fundação Municipal de Saúde (FMS) funciona até esta sexta-feira (25) e volta com expediente normal na terça-feira, dia 29 de outubro.

Em virtude do ponto facultativo, as Unidades Básicas de Saúde (UBSs), salas de vacina e a parte ambulatorial dos hospitais (marcação de consultas e exames) só voltam a funcionar na segunda. O Centro Integrado de Saúde Lineu Araújo, por fazer parte da rede de atendimentos ambulatoriais, só funciona até esta sexta-feira (25) e volta a atender normalmente no dia 29, terça-feira.

Já o Hospital de Urgência de Teresina(HUT) e as Unidades de Pronto Atendimento, que são serviços de urgência e emergência, estarão em funcionamento normal. As maternidades da rede municipal funcionarão normalmente para urgência, emergência e internações. Os setores de vacina e exames laboratoriais funcionam em regime de plantão no horário das 7h às 19h.

A equipe do Centro de Zoonoses estará de plantão para recolhimentos de cães, gatos e atendimentos clínicos, bem como para administração de vacinas como a da raiva. Já o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) funciona normalmente com médicos reguladores, operadores de rádio e telefonistas auxiliares de regulação médica.

 

HUT adquire manequim de PVC com traumas e feridas para treinamento

Ascom/HUT

O Hospital de Urgência de Teresina (HUT), gerido pela Fundação Municipal de Saúde, adquiriu essa semana um manequim confeccionado em PVC e resina siliconada. Batizado pela equipe de saúde do Hospital como Aristeu (Deus grego da cura), o manequim possui traumas, feridas e órgãos, e será utilizado para demonstrar os principais manejos, técnicas de cuidados e procedimentos com um paciente traumatizado em um leito. O investimento feito pela Prefeitura de Teresina foi de R$ 8.400.

A chefe do Núcleo de Educação Continuada do HUT, Marilene Siqueira, disse que com o manequim é possível simular várias situações durante os treinamentos. “O tempo é um fator importante quando se trata de atendimento de urgência e emergência. O treinamento utilizando um manequim com essas especificações ajuda os profissionais de saúde a simular o atendimento. Assim, nas situações reais, as decisões são tomadas com mais propriedade e agilidade”, explicou Marilene.

Lenier Braga, chefe do Núcleo de Segurança do Paciente do HUT, explicou que o manequim também ajudará no desenvolvimento prático dos treinamentos dos Procedimentos Operacionais Padrão (POPs) da instituição. “Com o manequim, poderemos treinar nossas equipes para realizar com segurança diversos procedimentos como: passagem de cateteres enterais e vesicais, curativos, manejo de ostomias e dispositivos médicos. Tudo de forma padronizada para garantir a segurança do paciente”, destacou Lenier.

Alunos participam de simulação de plano de abandono em caso de emergência

Ascom/Semec

As crianças do Centro Municipal de Educação Infantil Thereza Christina, localizado no Cento de Teresina,  participaram de treinamento e simulação de situação de emergência sobre o Plano de Abandono. A ação faz parte do programa Brigada Escolares – Defesa Civil nas Escolas.

A atividade teve orientação dos Bombeiros Civis Alisjenny e Aguiar, que buscam preparar a equipe escolar para retirar as crianças do prédio em caso de emergência de incêndio. “A ideia é preparar as professoras e toda a equipe da escola. A simulação do Plano de Abando foi um sucesso como havíamos planejado. As crianças foram retiradas com segurança pela equipe escolar. As professoras fizeram a contagem de todas antes de encerrar a simulação”, explicou os bombeiros.

Segundo Raimunda Soares, gestora do CMEI, a importância da atividade é a prevenção. “Todos os professores e demais colaboradores da escola se prepararam muito bem durante os treinamentos que participamos. Esta simulação foi muito importante, pois capacitou a equipe para retirar as crianças do prédio com segurança caso ocorra alguma situação de emergência. Além de preparar também os alunos para que, em uma situação emergencial, eles sigam todas as orientações de comando da equipe escolar”, destaca. A gestora conta ainda que ao escutarem a sirene, as crianças já sabem que devem formar fila para evacuação do prédio e também proteger a mascote da unidade escolar.

Antes de realizar o plano de evacuação, os bombeiros promoveram um treinamento para a formação da brigada de incêndio. Os pais das crianças também foram informados sobre o simulado, que segue as normas contidas na Instrução Técnica 17 do Corpo de Bombeiros.

A atividade permite que a equipe vivencie, na prática, os procedimentos necessários para a utilização das rotas de fuga, o uso dos extintores e hidrantes, assim como a responsabilidade de cada brigadista no processo de evacuação.