Seminário “Entre Rios” será realizado em Teresina nos dias 20, 21 e 22 de maio

Com o objetivo de promover o turismo esportivo na cidade de Teresina será realizado nos dias 20, 21 e 22 de maio o projeto “Seminário Entre Rios”. O evento, que será realizado no Centro de Convenções e na Avenida Raul Lopes, inclui ações de empreendedorismo, desenvolvimento econômico, atividades esportivas, capacitação e cultura.

A programação de palestras e mesas redondas, exposições e bate-papos acontecem no Centro de Convenções de Teresina nos dias 20 e 21 de maio. Já as competições de corrida, ciclismo, beach tennis e patins, serão realizadas entre os dias 21 e 22 de maio, na Avenida Raul Lopes.

Dentre os palestrantes estão confirmados Gabriel Medina de Toledo, que trabalha há mais de 17 anos com temáticas da juventude e também é ativista engajado em questões sociais. Possui larga experiência no campo de formação de profissionais e agentes dos setores da educação, segurança pública, cultura e temas transversais das juventudes. Atua como analista sênior no Instituto Unibanco desde 2018, no desenvolvimento de soluções educacionais de larga escala voltadas ao Ensino Médio.

Outra palestrante confirmada é Fabíola Silva, atleta do time Dux Nutrition, oito vezes campeã no X Games, além de sete títulos mundiais. Para chegar ao topo, não foi fácil. Em um esporte considerado masculino, ela precisou quebrar barreiras para ocupar o seu espaço.

Para o secretário da SEMDEC, Marcelo Eulálio o Seminário surge num contexto socioeconômico propício. “A crise sanitária decorrente da pandemia está controlada com a vacinação e diminuição de casos graves da Covid e o turismo de eventos e de esportes ressurgem com expectativas bastante positivas. Esse evento movimentará a economia turística da cidade de Teresina, com a perspectiva de aumento no fluxo de turistas no referido período de sua realização”, esclarece o secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Marcelo Eulálio.

Ainda, segundo o secretário, a ideia é que esse evento se fixe no calendário de Teresina. “Pretendemos tornar a nossa cidade uma referência no turismo de eventos, negócios e de esportes, com a movimentação de nossa economia e com a atração de investimentos nessas áreas”, afirma.

O “Seminário Entre Rios” é uma realização do Instituto de Gestão e desenvolvimento Social (IGDS), e conta com o apoio da Prefeitura de Teresina, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (SEMDEC), Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (SEMEL), Fundação Wall Ferraz (FWF) e Fundação Monsenhor Chaves (FMC) e também do Governo do Estado do Piauí.

“Estamos empenhados em fazer um evento inesquecível e proporcionar à população teresinense uma experiência incrível. As inscrições já estão abertas e estamos tendo uma grande procura. Então não fica de fora, vamos ter palestras, shows, provas esportivas, e muito mais, contamos com a presença de todos”, finaliza o presidente do instituto IGDS, Kayo Sampaio.

Inscrições até dia 19 de maio

As inscrições para as palestras podem ser realizadas até esta quinta-feira (19), através do link: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLScZSLd858LmJncwYvdmZXn-vI8DmfKtSynC85FKKO1OaTdrtA/viewform. Mais informações. (86) 99403-9774.

Foto: Divulgação (Semdec)

PMT e Outlet Chic firmam parceria para beneficiar micro e pequenos empreendedores

A Prefeitura Municipal de Teresina (PMT), através da Secretaria Municipal de Economia Solidária (Semest), será representada no maior bazar do Piauí, Outlet Chic com cinco empreendedores. A exposição está acontecendo no Centro de Convenções de Teresina, localizado na Av. Marechal Castelo Branco nº1275- Cabral, até o dia 01 de maio de 2022.

Foto: Divulgação (Semest)

Para o secretário executivo da Semest, o evento é muito relevante para a economia do Estado.

“O Outlet já está consagrado no calendário de Teresina, é um evento que além dos atrativos financeiros para a população. Também, é de suma importância para a economia, não apenas de Teresina; mas de todo o Estado. Pela geração de renda e oportunidades de trabalho e divulgação dos produtos e serviços dos nossos micro e pequenos empreendedores. A Prefeitura de Teresina, não poderia ficar de fora e estamos aqui com nossos empreendedores”, destacou

O empreendedor no segmento de confecção, Francisco Pereira, está animado com a oportunidade de participar dessa edição através da PMT. “É um momento muito especial, uma oportunidade de mostrar meus produtos vendendo com preço de fabricante, nessa feira linda”, destacou.

Há oito anos, Francisco Pereira, trabalha a fabricação e marca própria de confecções. Foto: Semest

Fundação Wall Ferraz realiza curso de “Confeitaria” em parceria com o IGDS

A Prefeitura de Municipal de Teresina, através da Fundação Wall Ferraz iniciou às aulas do curso de “Confeitaria”, que está sendo ministrado na U.E. Antônio Almeida, no bairro Parque Piauí, na zona Sul de Teresina, no turno tarde, no horário de 14h ás 17h, com carga horaria de 80h. Esse curso faz parte do projeto “Capacitando para novas oportunidades” em parceria com o Instituto de Gestão e Desenvolvimento (IGDS). Na tarde desta quarta-feira (13), a equipe da Fundação Wall Ferraz esteve visitando a turma do curso de confeitaria.

“Estivemos no bairro Parque Piauí para verificar o andamento do curso de confeitaria, me sinto muito satisfeito por ver que em apenas dois dias de cursos, os alunos estão ativos e interessados. Muitos alunos declararam que vem nesse curso uma oportunidade de se qualificar e de se inserir do mercado de trabalho e também abrirem o próprio negócio”, destacou superintendente executivo da FWF, Pedro Ferreira.

Os alunos estão aprendendo métodos de confeitaria, tipos de doces, ingredientes utilizados na preparação e também as técnicas de armazenamento, embalagem e conservação. Esse curso foi elaborado especialmente para as pessoas que desejam conseguir uma vaga no mercado de trabalho, aprender uma nova profissão e aprimorar os seus conhecimentos.

“Esse curso foi um presente para mim, estou desempregada e com ele vou ampliar meus conhecimentos e buscar uma nova oportunidade. Essa área da confeitaria é muito boa e vem crescendo cada vez mais, eu estou gostando muito e só tenho a agradecer a Prefeitura e a Fundação Wall Ferraz por essa oportunidade de aprendizado”, disse Paula Estevão, aluna do curso de confeitaria.

Essa parceria tem como objetivo levar qualificação profissional gratuita para toda a população de Teresina. Os alunos recebem material didático básico gratuito e acompanhamento de instrutores durante todo o curso com aulas práticas e teóricas. Ao terminarem os cursos, os alunos estarão aptos a colocar em prática o conteúdo aprendido em sala de aula e ingressarem no mercado de trabalho. Esse projeto conta com recursos de emenda parlamentar do vereador Edilberto Borges (Dudu).

Fotos: Ascom FWF

Feira Kids tem continuidade neste sábado e domingo

Por ter sido um sucesso de público a 1ª edição da Feira Kids foi prolongada e tem continuidade ainda neste sábado (02) e domingo (03) de abril. A atividade que visa fomentar o empreendedorismo e desenvolvimento econômico voltado para o universo infantil será realizada no Parque da Cidadania, a partir das 16h.

Pinturas de rosto, apresentações circenses, brincadeiras com balões e shows infantis são algumas das atividades realizadas durante os dois dias, além da exposição de empreendedores voltadas para o setor de festas infantis.

“O setor de eventos infantis faz girar uma economia significativa no mercado local. É um segmento com crescimento expressivo e que deve intensificar ainda mais com a flexibilização das medidas preventivas e com o avanço da vacinação. Despertar o espírito empreendedor nas crianças é também um fator importante, pois elas representam o futuro da nossa cidade e do nosso país”, o secretário da SEMDEC, Marcelo Eulálio.

Para a empreendedora, Luana Nogueira, a Feira Kids foi uma excelente iniciativa para democratizar o acesso ao lazer e a cultura para crianças na cidade e fortalecer o trabalho de pequenos empreendedores.

“Meu negócio existe há um ano, e foi formalizado recentemente, feiras como essa contribuem para que possamos divulgar a loja e alcançar novos clientes, além do impacto positivo que traz para a nossa renda, já que pelo menos 70% das nossas vendas acontecem através de feirinhas”, pontua Luana.

A iniciativa do evento gratuito é da Prefeitura de Teresina, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (SEMDEC), em parceria com o Instituto de Gestão de Desenvolvimento Social (IGDS).

Foto: Divulgação (Semdec)

Semec e Sebrae levarão empreendedorismo para escolas municipais

A implantação da educação empreendedora nas escolas, estimulando a criatividade e o pensamento crítico e ainda atendendo as diretrizes da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), norteou a apresentação de um projeto piloto para bolsistas que vai atender a rede municipal de ensino. O projeto com atuação em escolas municipais, abrirá espaço para três bolsistas selecionados pelo SEBRAE nacional, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação de Teresina. São bolsistas de inovação, com viés em educação que irão atuar na rede municipal de ensino. Eles irão atender 15 escolas do município , propondo novas ações pedagógicas, inovação em metodologias e acompanhar o projeto de educação empreendedora desenvolvido pelo SEBRAE.

A seleção dos estados foi realizada, através de edital nacional. Minas Gerais, Paraná e Piauí, foram os estados selecionados pela sua atuação em educação empreendedora.

Para o início do atendimento as unidades de ensino passarão por um diagnóstico para propor melhorias, recebendo todo suporte do SEBRAE para implementação das ações propostas nessas escolas.

Para o Secretário Municipal de Educação, professor Nouga Cardoso, esse é um projeto bastante válido, haja vista esse foco visando o empreendedorismo. Constitui uma iniciativa de ajuda à criança a se descobrir o quanto antes no seu processo formativo, contribuindo para seu processo de emancipação e cidadania, concluiu o Secretário.

“Propor melhorias de inovação dentro da educação, seja de tecnologia, de metodologias e ainda incentivar o comportamento empreendedor dos estudantes através de um desenvolvimento de um plano de ação para execução de ações em conjunto entre SEBRAE e a SEMEC”, ressalta Érica de Freitas Lopes que é gerente da Unidade de Gestão de Soluções de Cultura Empreendedora do SEBRAE.

Fotos: Ascom Semec

Teresina terá curso para capacitação de artistas em Marketing Digital

A Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC), promove por meio da Associação Maria do Amparo (AACEMA), o curso ‘Marketing Digital para Artistas; Capacitação e Empreendedorismo’. O lançamento oficial acontecerá em solenidade nesta terça-feira (25), a partir das 10 horas, no Palácio da Música, localizado no Centro de Teresina.

De acordo com Ênio Portela, presidente da FMC, o objetivo do curso é formar artistas e profissionais da produção cultural para lidar com as novas ferramentas online para que eles possam empreender a partir do próprio talento. De acordo com o presidente, o curso é gratuito e aberto à comunidade artística.

“As inscrições estarão abertas a partir de segunda-feira (25) e seguem até o dia 11 de fevereiro. Ao final das aulas, os alunos receberão certificado com carga horária de 120 horas”, afirma Ênio Portela, enfatizando ainda que as vagas são limitadas.

Foto: Divulgação (FMC)

Segundo Ravenna Araújo, coordenadora do curso, as disciplinas do curso de Marketing Digital envolvem conhecimentos sobre mídias sociais, criação, planejamento e produção de conteúdo em vídeos e análise de métricas. As aulas ocorrerão às segundas, quartas e sextas-feiras, das 14 horas até às 17 horas, entre os dias 14 de fevereiro e 11 de março na sala da Palavra Assis Brasil, no Sesc Cultural, que fica na avenida Raul Lopes, n° 513, bairro Noivos.

Foto: Ravenna Araújo, coordenadora do curso

“Pensamos em módulos que vão de noções básicas do Marketing Digital até o uso de ferramentas mais complexas com ferramentas de impulsionamento. Teremos convidados especialistas que vão falar sobre a parte de produção fotográfica voltada para rede social e também sobre Facebook ADS”, afirma Ravenna Araújo, esclarecendo ainda que o curso conta com investimentos de emendas parlamentares repassadas pelo vereador Venâncio Cardoso.

Para mais informações sobre inscrições ou detalhamento do curso, o interessado poderá entrar em contato com a organização do mesmo por meio do telefone (86) 3085-3892.

Fundação Wall Ferraz realiza Primeira Feira das Profissões do Centro Social do Parque Alvorada”

A Fundação Wall Ferraz, em Parceria com a AFIL – Associação Firmino Lacerda, realizou na manhã desta quinta-feira (02/12), a “Primeira Feira de Profissões, do Centro Social do Parque Alvorada”, realizada no bairro Parque Alvorada (zona norte). No momento estão sendo ofertados os cursos de “Recursos humanos” e “Empreendedorismo e Liderança”, na sede da AFIL.

No evento os alunos apresentaram na prática, o conteúdo e as habilidades adquiridas no decorrer dos cursos, entre as habilidades expostas, destacaram-se: processo de seleção, recrutamento, treinamento e contratação.

Na ocasião também aconteceu uma feira de empreendedores, organizada pelos alunos do curso “Empreendedorismo e liderança”, com a comercialização de produtos para o público, como alimentos, roupas, artigos de decoração, etc. E por fim, as atividades foram encerradas com o workshop presencial de tranças e unhas em gel.

“A qualificação profissional é importante em todas as fases da vida, seja para a busca do primeiro emprego ou para ingressar no mercado de trabalho. Estamos preparando pessoas da melhor maneira possível, auxiliando em seus conhecimentos para se tornarem profissionais capacitados para o mercado de trabalho”, disse Maykon Silva, presidente da FWF.

A nova parceria da FWF com a AFIL conta com a oferta de 10 cursos em diferentes áreas, através do projeto “Educação profissional com inovação tecnológica”, que tem como objetivo levar qualificação profissional gratuita para toda a população de Teresina. Essa parceria conta com recursos de emenda parlamentar do vereador Luís André.

Feira reuniu alunos e técnicos da FWF / Fotos: Ascom FWF

 

 

SEMJUV abre inscrições para o Se Liga Na Ideia

Estarão abertas até o dia 14 de novembro as inscrições do “Se Liga na ideia”. Programa da Prefeitura de Teresina, desenvolvido pela Secretaria Municipal da Juventude (SEMJUV) em parceria com o Lagoas do Norte.

O concurso tem o objetivo de despertar na juventude de Teresina a elaboração de ideias inovadoras para a prevenção da violência na zona Norte da cidade é destinado para jovens com idade entre 15 e 29 anos, que residam nos 13 bairros contemplados pelo programas  Lagoas do Norte, ou aquelas famílias que tenham sido atendidas através do reassentamento do PLN.

De acordo com a Secretária Municipal da Juventude, Eliana Lago, um total de 30 ideias serão selecionadas no próximo dia 17 de novembro. “As ideias selecionadas passarão por um processo de engajamento nas redes sociais entre os dias 17 e 19 de novembro e as 15 melhores ideias serão escolhidas no dia 20 de novembro”, comentou.

Cada vencedor das ideias inovadoras receberá uma bolsa no valor de R$ 1.000 mais R$ 10.000 para a implementação da ideia com a finalidade de fomentar ações relacionadas aos seguintes eixos da política municipal da juventude de Teresina: empreendedorismo, cultura e arte, inovação tecnológica e esporte. A execução das 15 ideias vencedoras está marcado para acontecer entre os dias 01 a 30 de dezembro.

Para efetuar as inscrições os jovens devem procurar a área administrativa do programa Lagoas do Norte, na Avenida Boa Esperança, bairro São Joaquim, zona Norte de Teresina.  Ou através link https://bit.ly/3CMQvLc

Em caso de dúvidas entrar em contato com o Instituto Avante de Juventude no telefone: (86) 99850 4935.

Foto: Divulgação (Semjuv)

 

Projetos voltados para o Empreendedorismo são apresentados para os gestores da SEMEST

A secretária municipal de Economia Solidária de Teresina, Gessy Fonseca, e sua equipe de gabinete participaram de uma reunião com a diretora geral do IFPI- Campus Avançado Dirceu Arcoverde, Liana Marreiro, coordenadoras dos cursos técnicos de Administração e Logística, Ana Keuly e Polyanna Miranda, respectivamente, para a apreciação de projetos de pesquisa e extensão do Instituto, voltados para o fomento do empreendedorismo e da economia solidária na região do Grande Dirceu. O encontro aconteceu nesta quarta-feira (20).

Foto: Ascom Semest

Dentre as propostas incluídas nos projetos estão o mapeamento de Arranjo Produtivo Local (APL), conjunto de fatores econômicos, políticos e sociais, localizados em um mesmo território, para desenvolver atividades econômicas correlatas e que apresentam vínculos de produção, interação, cooperação e aprendizagem, para a formação de uma escola empreendedora e de economia solidários.

“O objetivo é criar uma modelagem de negócios a partir do mapeamento dos APLs e dessas políticas no Grande Dirceu. O projeto atenderia essa demanda crescente na região, por meio da elaboração de um plano de desenvolvimento único que seria aplicado na escola de formação empreendedora e economia solidária.” explicou a diretora geral, Liana Marreiro.

O projeto Tecendo Histórias e Produzindo Saberes está vinculado à tecelagem do Bairro Dirceu, equipamento coordenado por essa Secretaria. E busca o empoderamento das mulheres que trabalham no local e estabelecer uma modelagem de negócio a partir da economia solidária.

“Inicialmente iremos traçar um diagnóstico- quem são essas mulheres, a sua renda per capita mensal– e assim conseguir promover ações voltadas para as demandas encontradas na pesquisa” explicou.

Também, foi explanado sobre o Mãos à arte, geração de renda por meio do artesanato, ele atuaria na capilaridade de técnicas de produção, comercialização de peças, através de workshops, oficinas, exposições e desfiles de moda. O Empreende que promove o resgate dos empreendimentos do mercado do Renascença, por meio das mídias digitais. E o Horti Eduque, integração entre as hortas comunitárias para a geração de trabalho e renda, integrando as hortas, escola e a comunidade local.

A secretária de Economia Solidária, Gessy Fonseca, e sua equipe demonstraram interesse na execução desse projetos para prestar ações a comunidade da região e fortalecer o seu desenvolvimento.

“Os micro e pequenos empreendedores aquecem a economia do país, eles geram receitas para os municípios, geram trabalhos formais e informais, o que contribui para a renda das famílias. A Prefeitura de Teresina, através da Secretaria Municipal de Economia Solidária, acolhe os projetos e manifesta seu apoio para a sua implementação”, ressaltou a secretária.

Cursos ofertados pela Fundação Wall Ferraz incentivam alunos abrirem o próprio negócio

Investir em cursos de qualificação, ampliar sua visão de mercado e desenvolver  habilidades de gestão é o primeiro passo para quem busca abrir o próprio negócio.

Foi exatamente isso que as 12 alunas do curso “Bolsa Artesanal” fizeram , ofertado pela Fundação Wall Ferraz, no Centro de Capacitação do bairro Parque Alvorada, na zona norte de Teresina, no primeiro semestre deste ano.

“Foi um curso em meio a uma pandemia, mas muito proveitoso. Em poucos dias, as alunas aprenderam as técnicas e hoje, elas já produzem bolsas para vender. Fico muito feliz por isso” relatou, Maria do Rosário, instrutora do curso.
O curso tem o objetivo preparar alunos para produzirem bolsas artesanais, a partir de técnicas de modelagens pré-selecionadas, utilizando montagem e costura. As atividades acontecem em um espaço com máquinas industriais, e ministradas por instrutores qualificados, auxiliam os alunos a desenvolverem competências necessárias para saírem capacitados para o mercado de trabalho.

Alunas do curso “Bolsa Artesanal”, na aula prática (Foto: Ascom/Fundação Wall Ferraz)

“Quando eu cheguei para fazer o curso eu não tinha noção de nada, porque eu trabalhava em outra área. Mas graças a Deus eu consegui aprender o ofício, que veio em boa hora porque estava precisando para complementar minha renda nesse período de pandemia”, relatou Sueli Pereira, aluna do curso que montou o próprio ateliê de produção de bolsas artesanais.

Para o presidente da FWF, Maykon Silva, cursos com o de “Bolsas artesanal” podem oferecer uma boa bagagem para que empreendimentos saiam do papel, isso porque  as mudanças no mercado da moda possibilitam aos profissionais autônomos qualificados novas formas de gerar de renda, com a criação de produtos diversificados , com qualidade  e ofertados com preços acessíveis.

“Além de economizar ao confeccionar acessórios para uso próprio, de parentes e amigos, este novo profissional formado no curso, também poderá montar o seu próprio negócio para a venda dos artigos, inclusive pela internet ou trabalhar em ateliês especializados na área”, relatou Maykon Silva, presidente da FWF.

Produtos confeccionados prontos para comercialização. (Foto: Ascom/Fundação Wall Ferraz)