Diretores de escolas municipais de Teresina participam de seminário sobre educação financeira

A Secretaria Municipal de Educação (Semec), em parceria com a Plan International Brasil, promoveu na manhã desta terça-feira (12), no Centro de Formação Odilon Nunes, uma formação para diretores escolares voltada à educação financeira.

 

“Trabalhamos nas escolas desde 2014, com meninos e meninas, dentro do Projeto Geração, que nasceu para promover a educação financeira e a igualdade de gênero. Nosso objetivo com os gestores escolares é capacitá-los para que eles possam atuar como educadores financeiros nas escolas, já que é um tema obrigatório, é um tema transversal previsto na Base Nacional Comum Curricular”, explica Ana Caroline Mentor, facilitadora de projetos na Plan International Brasil.

A ideia é que professores das mais diferentes disciplinas possam trabalhar em sala de aula a educação financeira para que desde cedo as crianças possam aprender a se relacionar com o dinheiro de forma mais saudável, melhorando consideravelmente sua qualidade de vida.

“Educação financeira é importante para todos, mas como a gente gerencia as escolas é importante saber como implementar essa gestão dentro das unidades de ensino, saber a melhor forma de aplicar os recursos, além de repassar esse conhecimento aos nossos alunos”, acredita a diretora da Escola Municipal Mário Faustino, Marinalva Barbosa.

Para o secretário municipal de Educação, Nouga Cardoso, “independente de qualquer profissão que você vai abraçar é necessário saber fazer bem a gestão do seu dinheiro e dar formação aos nossos professores é fundamental para esse propósito. A partir de uma boa gestão dos recursos financeiros é possível preparar bem o futuro e dar segurança financeira às pessoas”, finaliza.

Semec quer ampliar número de escolas municipais associadas à UNESCO

Teresina tem hoje 20 escolas municipais associadas à UNESCO, que se fortalecem com um tratado de trabalhar pela compreensão internacional, a paz, o diálogo intercultural, o desenvolvimento sustentável e a educação de qualidade. Em busca de ampliar o número de unidades de ensino integradas no Projeto da Rede de Escolas Associadas da UNESCO (PEA), a Prefeitura de Teresina está dialogando com a equipe estadual.

A professora Graciela Coracini, co-coordenadora do PEA UNESCO do Piauí, conversou com o secretário executivo de Ensino da Semec, Kleytton dos Santos, sobre fortalecer a parceria e divulgar ainda mais as boas práticas da educação municipal. O objetivo é agregar também Centros Municipais de Educação Infantil e estimular gestores, professores e alunos.

“A Rede Municipal já participa com muitas escolas, sempre em destaque com boas ações educacionais. Agora queremos ampliar essa participação, para que professores e alunos tenham oportunidade de trabalhar juntos em atividades inovadoras com colegas de todo o Brasil”, disse o secretário Kleytton.

Fotos: Ascom Semec

Semec e Sebrae levarão empreendedorismo para escolas municipais

A implantação da educação empreendedora nas escolas, estimulando a criatividade e o pensamento crítico e ainda atendendo as diretrizes da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), norteou a apresentação de um projeto piloto para bolsistas que vai atender a rede municipal de ensino. O projeto com atuação em escolas municipais, abrirá espaço para três bolsistas selecionados pelo SEBRAE nacional, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação de Teresina. São bolsistas de inovação, com viés em educação que irão atuar na rede municipal de ensino. Eles irão atender 15 escolas do município , propondo novas ações pedagógicas, inovação em metodologias e acompanhar o projeto de educação empreendedora desenvolvido pelo SEBRAE.

A seleção dos estados foi realizada, através de edital nacional. Minas Gerais, Paraná e Piauí, foram os estados selecionados pela sua atuação em educação empreendedora.

Para o início do atendimento as unidades de ensino passarão por um diagnóstico para propor melhorias, recebendo todo suporte do SEBRAE para implementação das ações propostas nessas escolas.

Para o Secretário Municipal de Educação, professor Nouga Cardoso, esse é um projeto bastante válido, haja vista esse foco visando o empreendedorismo. Constitui uma iniciativa de ajuda à criança a se descobrir o quanto antes no seu processo formativo, contribuindo para seu processo de emancipação e cidadania, concluiu o Secretário.

“Propor melhorias de inovação dentro da educação, seja de tecnologia, de metodologias e ainda incentivar o comportamento empreendedor dos estudantes através de um desenvolvimento de um plano de ação para execução de ações em conjunto entre SEBRAE e a SEMEC”, ressalta Érica de Freitas Lopes que é gerente da Unidade de Gestão de Soluções de Cultura Empreendedora do SEBRAE.

Fotos: Ascom Semec

Escolas municipais que estão abrigando famílias devem ser liberadas em abril

O Comitê Emergencial que trata da situação das famílias desabrigadas pelos alagamentos na cidade traçou novas estratégias parar liberar as escolas municipais que estão servindo se lares temporários. O prazo para que as unidades de ensino sejam liberadas para a retomada das aulas presenciais é até a primeira quinzena de abril.

Foto: Ascom Semec

Atualmente, 50 famílias ocupam as escolas municipais Domingos Afonso Mafrense, Minha Casa, Mocambinho e Nova Brasília, todas na zona Norte. Segundo a Secretaria Municipal de Educação (Semec), cerca de mil alunos matriculados nessas escolas ainda não puderam retornar às atividades educativas de forma presencial.

“Conversamos no sentido de dar encaminhamentos para que as crianças voltem aos seus processos formativos em sala de aula, como já está acontecendo em toda a cidade, mas de forma a resolver a situação dessas famílias que passam por um momento difícil. Queremos encontrar um lugar seguro para as famílias e devolver o espaço de sala de aula aos estudantes”, disse o secretário municipal de Educação, professor Nouga Cardoso.

Além da Semec, participaram do encontro representantes das Superintendências das Ações Administrativas Descentralizadas (SAADs), Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), Secretaria Municipal de Governo e Defesa Civil. Com um plano de ação traçado, nos próximos dias será possível divulgar o cronograma de retomada das atividades nas quatro escolas municipais.

O secretário municipal de Governo, André Lopes, destaca a urgência da retomada das aulas nessas unidades de ensino e aponta algumas estratégias pensadas pelo comitê.

“Pensamos em algumas alternativas considerando a urgência da situação. Estamos em busca de outros prédios municipais para qualificá-los e garantir o direito à moradia das famílias, assim como garantir o direito à educação das crianças. Algumas famílias já poderão retornar às suas casas, além da Prefeitura de Teresina criar um programa proativo de busca de residências para o Cidade Solidária”, declara o secretário André.

Crianças das escolas municipais estão sendo vacinadas contra Covid


A Prefeitura de Teresina continua a vacinação contra Covid nas escolas municipais. Amanhã, 23, de 8h ás 12h, as crianças na faixa etária para vacinação, que estudam no Centro Municipal de Ensino Infantil (CMEI) Joel Mendes, serão imunizadas com a vacina Pfizer pediátrica. A ação é uma parceria da Fundação Municipal de Saúde (FMS) e Secretaria Municipal de Educação (SEMEC).

O presidente da FMS, Gilberto Albuquerque, conta que o objetivo é vacinar o maior número possível de crianças. “Estamos levando a vacina para diferentes locais dentro das condições técnicas para que a gente possa atingir o maior número de crianças possível. Isso é mais uma demonstração do nosso trabalho indo até a comunidade”.

Além das escolas, a FMS está fazendo um trabalho junto às Unidades Básicas de Saúde (UBS) da zona Rural, levando o imunizante para locais mais remotos e com acesso mais difícil à internet, o que requer uma estratégia diferenciada. “Vamos levar onde houver demanda e necessidade, igual fizemos com adultos. Esperamos assim conseguir índices tão bons com as crianças como foi com os adultos”, comenta Gilberto Albuquerque.

Assistente social e psicóloga da Semec percorrem escolas municipais para diálogo com os pais

Uma profissional de psicologia acaba de integrar a equipe da Divisão de Assistência ao Educando da Secretaria Municipal de Educação (Semec). O objetivo é agregar Geysa Santos ao trabalho de diálogo com as famílias em encontros nas unidades de ensino da Rede Municipal.

Desde 2019, é lei que psicólogos e assistentes sociais estejam diretamente ligados às redes públicas de educação básica, oferecendo amparo às escolas, às famílias e toda a comunidade. Geysa Santos passou a contribuir com o projeto “Escola Família”, que percorre as unidades de ensino para falar sobre direitos, deveres e colocar a equipe multidisciplinar à disposição dos educandos.

“Estamos conversando com os pais, entendendo a dinâmica das escolas e acolhendo suas demandas, para então traçar a melhor forma de contribuir com o bem estar do aluno, levando à melhoria da qualidade de vida e desempenho escolar”, explicou a psicóloga.

Geysa e as assistentes sociais da Semec já passaram pela Escola Municipal Padre Ângelo Imperialli e Escola Municipal Lindamir Lima. Com um cronograma mais restritivo, as especialistas pretendem percorrer o maior número de escolas possível, dentro das limitações impostas pela Covid-19, a fim de evitar aglomerações.

Fotos: Ascom Semec

Escolas municipais da zona Norte recebem visita do secretário Nouga para levantamento de demandas

Para atender as demandas estruturais das unidades de ensino, o secretário municipal de Educação, professor Nouga Cardoso, visitou nesta quarta-feira (26) duas escolas de Ensino Fundamental da zona Norte. Acompanhado de uma equipe técnica da Secretaria Municipal de Educação (Semec) e do vereador Luís André, Nouga foi às escolas municipais Roberto Cerqueira Dantas e Darcy Pereira Carvalho.

A E.M. Roberto Cerqueira Dantas está localizada na Vila Monte Alegre e atende 1.115 alunos. Segundo a diretora Raimunda Melo, as principais demandas são de retelhamento, capina e pequenos reparos na estrutura. “Nossa escola é grande, precisa dessas melhorias para iniciar bem o ano letivo”, disse a gestora.

A E.M. Darcy Pereira Carvalho, no Parque Wall Ferraz, possui 796 alunos e deve receber em breve um reforço na segurança, com restruturação da rede elétrica. A diretora Karla Carvalho agradeceu a visita da equipe e está otimista.

O secretário tranquilizou as gestoras e disse que a Semec está empenhada em atender as demandas o quanto antes. “Estamos conversando sobre como a Secretaria pode ajudar com o material que já tem, e elencando prioridades. A ideia é garantir que a comunidade escolar seja atendida em suas necessidades nesse novo ano letivo”, pontuou o professor Nouga.

Fotos: Ascom Semec

Merendeiras de escolas municipais de Teresina participam de treinamento

Garantir um melhor manuseio dos alimentos que são servidos para os alunos da Rede Municipal de Ensino. Este é o propósito do treinamento que merendeiras que trabalham em escolas e Centros Municipais de Educação Infantil (Cmeis) da Secretaria Municipal de Educação (Semec) participam durante três dias A qualificação ocorre no Centro de Formação Odilon Nunes e é promovida pela Servfaz, empresa terceirizada que presta serviços para a Secretaria.

“A Semec já ministra essa capacitação para as merendeiras todo ano e hoje é uma iniciativa de uma empresa privada, onde nós estamos acompanhando. É importante que essas profissionais que lidam diretamente com os alimentos saibam dos riscos de prejuízo à saúde das nossas crianças com a manipulação inadequada dos alimentos”, explica a nutricionista da Semec, Layza Faustino.

A secretária executiva de Gestão da Semec, professora Edileusa Sampaio disse que todos os cuidados são tomados para garantir uma alimentação de qualidade para os alunos. “Com frequência são realizadas avaliações com nossas nutricionistas, que acompanham todo o trabalho realizado pelas profissionais que atuam com a merenda escolar. Parcerias como esta é sempre muito bem-vindas”, enfatiza Edileusa. Ela acrescenta que a Semec vai promover, ainda em janeiro, mais uma capacitação com todas as merendeiras que trabalham nas 321 unidades de ensino da Rede Municipal de Educação.

As merendeiras estão tendo orientações sobre manipulação de alimentos, a forma correta de armazenamento, higienização do local e também qualificação comportamental. “Além de terem informações sobre a correta manipulação dos alimentos, elas terão noções de marketing pessoal e de relacionamento interpessoal. Dessa forma, elas terão como desempenhar melhor suas funções”, afirma a assistente de Recursos Humanos da Servfaz, Maria Alexsandra Pereira.

Maria Pereira de Sousa, merendeira que trabalha há 18 anos na Escola Municipal Maria do Socorro Pereira da Silva, considera que as informações são muito importantes. “Participo todos os anos da qualificação que a Secretaria nos dá e eu sempre aprendo algo novo, que faz com que a gente melhore o nosso trabalho”, acredita.

Fotos: Ascom Semec

Alunos de escolas municipais de Teresina conquistam medalhas na 16º edição da OBMEP

Alunos de 66 escolas da Rede Municipal de Ensino de Teresina participaram da 16ª edição da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP), realizada em 2021. O resultado foi bastante satisfatório, com diversos estudantes obtendo medalhas. Destaque para alunos da Escola Municipal Nossa Senhora da Paz, que conquistaram duas medalhas de ouro, três de bronze e 14 menções honrosas.

“Essas conquistas nos enchem de orgulho e nos deixam motivados, é um estímulo para nós. Nossos alunos são muito bem preparados e temos todo o apoio da Secretaria Municipal de Educação (Semec), o que muito contribui para esses bons resultados”, afirma o Diretor de Projetos da Fundação Nossa Senhora da Paz, Rubens Dantas.

Durante a preparação para a prova, os alunos têm acesso ao material com o conteúdo cobrado, participam de simulados e recebem apoio dos professores. Na E.M Nossa Senhora da Paz, por exemplo, 30 estudantes do 6º ao 9º ano assistem aulas aos sábados. O responsável por este trabalho na unidade de ensino é o professor Luis Carlos da Silva, que desde 2004 prepara alunos para olimpíadas de matemática.

“É uma felicidade imensa termos nossos alunos como destaque, é a coroação do esforço e dedicação. Das três medalhas de ouro conquistadas por alunos de escolas públicas de Teresina, duas são de alunos nossos. Além disso, obtivemos três medalhas de bronze e 14 menções honrosas. Nossos alunos sempre se destacam na OBMEP. Em 2019 o Yuri Gomes foi o único medalhista de ouro de Teresina e ganhou reconhecimento nacional pelo feito”, conta, orgulhoso, Luis Carlos.

Ao todo, 17 alunos da Rede Municipal de Ensino de Teresina conquistaram medalhas na 16ª edição da OBMEP: três de ouro, duas de prata e 12 de bronze. As escolas também foram premiadas: E.M Barjas Negri, E.M Professora Maria do Socorro Pereira da Silva e E.M Nossa Senhora da Paz, além de sete professores.

Projeto vai ensinar alunos de escolas municipais a criar ações tecnológicas para suas comunidades

Alunos de escolas públicas municipais de Teresina aprenderão tecnologia em sala de aula a partir de uma parceria da Secretaria Municipal de Educação (Semec) com o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí (IFPI). É o projeto Edubot, que vai levar oficinas de letramento em programação e robótica para os alunos. O lançamento acontecerá no dia 18 de janeiro, às 9h, no Centro de Formação Professor Odilon Nunes.

As aulas serão aos sábados, inicialmente com alunos do 8º e 9º ano do Ensino Fundamental das escolas municipais Raimundo Nonato Monteiro Santana e Antônio Dilson Fernandes. Ao todo, 280 estudantes estarão envolvidos nos aprendizados que levarão a construção de protótipos de robôs e aplicativos.

“O primeiro passo é o lançamento, esse pacto entre os parceiros, para então dar início à prática. Os alunos desenvolverão ideias que possam solucionar problemas de suas comunidades, a partir das novas habilidades tecnológicas. Temos ótimas expectativas sobre o que vem por aí”, disse o coordenador do projeto na Semec, Willis Santana.

Foto: Ascom Semec