SAAD/Sudeste notifica donos de sucatas que ocupam espaços públicos

A Superintendência de Ações Administrativas Descentralizadas – Sudeste notificou, na manhã de hoje (06), diversas sucatas que ocupam vias públicas na zona sudeste de maneira irregular.

Segundo o gerente de fiscalização, Marcelo Vasconcelos, cerca de cinco sucatas foram notificadas e receberam o prazo de 48h para remover o material do local ou serão penalizados através de multas.

“Os proprietários foram informados oficialmente das dificuldades que o acúmulo desse material traz para a comunidade, afinal uma sucata estacionada em via pública impede o direito de ir e vir do cidadão”, ponderou o gerente.

O superintendente da SAAD Sudeste, Zé Nito, destaca a importância de uma fiscalização mais rigorosa, afim de evitar que esse acúmulo de material irregular traga problemas à saúde da população, principalmente com a chegada do período de chuvas da capital.

“Esses veículos abandonados em espaços indevidos podem colaborar com a multiplicação de insetos que acabam espalhando doenças para as pessoas da região, como por exemplo, mosquitos da dengue, por isso a nossa equipe de fiscalização tem trabalhado incansavelmente para garantir que as normas do Código de Postura do Município sejam cumpridas”, afirma Zé Nito.

Equipes fazem mutirão de limpeza em praças e bairros

Ascom/SDU Centro-Norte

A SDU está realizando mutirão de limpeza nos bairros, praças, espaços públicos e cemitérios da zona Norte. Os serviços já foram realizados nos bairros Matadouro, São Joaquim, Vila Apolônia, Vila Padre Eduardo, Vila Carlos Feitosa, Vila Santo Afonso, Nova Brasília e Itaperu.

Além da capina e limpeza, as equipes também estão fazendo o serviço de poda nas árvores em todas as praças e espaços públicos. Araci explica que os demais bairros estão sendo limpos de acordo com a programação estabelecida. “Colocamos equipes de limpeza para fazer somente esse serviço, além disso, temos o nosso pessoal também nas praças e nas ruas do centro, com isso estamos deixando a cidade sempre limpa”, disse.

Em relação aos cemitérios, já foi feita a manutenção no São João, e no momento as equipes estão no São José e Santo Antônio, em seguida vão para o Santa Maria da Codipi e Poti Velho. Somente no cemitério São José, que é um dos maiores da zona Norte foram retiradas 11 carradas de material de capina e de resto de poda. “Aproveitando esse período de pouco movimento nos cemitérios e estamos fazendo uma faxina geral, inclusive podando as árvores, que estavam muito frondosas”, pontua a engenheira responsável pela ação, Araci Parente. Os demais cemitérios estão sendo limpos de acordo com a programação estabelecida.

Nesta sexta-feira (4), as equipes de capina, varrição e limpeza da SDU Centro Norte também estão nos seguintes bairros: Buenos Aires, Monte Verde, Parque Alvorada, Parque Wall Ferraz III, Mocambinho III, Matadouro, Santa Maria da Codipi, Vila São Francisco, Alto Alegre, Loteamento Mocambinho, Lagoa da Vila Mocambinho, Noiva Theresina, Matinha, Cabral e Centro. Além disso, ainda temos equipes nas Praças da Bandeira, Rio Branco, João Luís, Pedro II, Saraiva, Liceu, Fripisa e no Canteiro Central da Avenida Frei Serafim.

Prefeitura instala lavatórios em espaços públicos para higienização das mãos

A Prefeitura de Teresina está instalando lavatórios nas calçadas de correspondentes bancários e espaços públicos. A medida está sendo executada pelas Superintendências de Desenvolvimento Urbano (SDUs) de cada região da cidade como uma medida para conter a proliferação do novo coronavírus, garantindo a higienização das pessoas que precisarem sair de casa e buscar algum dos serviços essenciais com funcionamento autorizado.

Os lavatórios são equipados com torneira com água corrente, sabão líquido, papel toalha e lixeira. São estruturas portáteis e ficarão disponíveis das 7h30 às 17h nos pontos determinados pelas SDU´s. Na zona Sudeste, três equipamentos já foram instalados e outros 12 serão implantados nos próximos dias. Os primeiros lavatórios foram colocados nessa última quinta-feira (7) em duas agências da Caixa Econômica Federal e no Mercado do Dirceu I, onde tem sido registrado um grande fluxo de pessoas durante a quarentena.

Isaac Meneses, superintendente da SDU Sudeste, destaca o caráter preventivo da medida. “Além do distanciamento social, a principal arma contra o coronavírus é a higienização frequente das mãos. Então, para evitar a disseminação do vírus nestes ambientes onde já se registra uma maior circulação de pessoas, faremos a instalação das pias como um complemento ao trabalho de conscientização que temos adotado”, explica.

Na zona Leste, os pontos que receberão a instalação dos lavatórios são: Mercado do Produtor, no bairro Vale do Gavião; Mercado do Peixe; Praça Cidade Jardim; Ponto dos Taxistas, no bairro Morada do Sol; Ponte Estaiada, na sede da vice-prefeitura e no estacionamento da sede da SDU Leste. “Tão importante quanto ficar em casa é o ato de lavar as mãos com frequência. Já é comprovado pelos órgãos de saúde que manter a higiene é uma das medidas eficazes que podemos adotar contra a pandemia que assola nosso país e mundo”, reforçou o Superintendente Executivo da SDU Leste, Ângelo Cavalcante.

Já na zona Norte, os lavatórios serão instalados nos mercados São José, São Joaquim e Mafuá. Para a zona Sul estão sendo confeccionados 10 lavatórios que serão instalados nos seguintes pontos: dois no mercado da Piçarra, dois no mercado da Vermelha, dois no mercado do Parque Piauí, um no cemitério Santa Cruz, um no cemitério Dom Bosco, um na sede da SDU Sul e outro na gerência de Serviços Urbanos da Superintendência.

Prefeitura inicia nesta terça-feira (31) sanitização de espaços públicos de Teresina

A Prefeitura de Teresina inicia, na manhã desta terça-feira (31), a sanitização de espaços públicos que possuam grande fluxo de pessoas. A pulverização de solução de água com hipoclorito de sódio é mais uma das estratégias do município no combate à disseminação do novo coronavírus.

O secretário municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação, Marco Antônio Ayres, destaca que a medida é uma ação conjunta com a Fundação Municipal de Saúde (FMS) e Águas de Teresina.

“É um momento de união e ação pelo bem dos teresinenses. Agradecemos a concessionária Águas de Teresina, que se solidarizou e está nos disponibilizando o hipoclorito de sódio que será utilizado em toda a cidade, bem como um caminhão tipo lava jato para atuar a pulverização do material. A FMS também está atuando junto com a gente, dispondo os caminhões fumaceiros. E a Semduh atuará com o gerenciamento da ação e mão de obra”, pontua o gestor.

Marco Antônio Ayres ainda explica que a sanitização deverá acontecer de duas a três vezes por semana, nos turnos da manhã, pulverizando uma solução de água com hipoclorito de sódio, por meio de bombas costais, caminhões pipas e carros fumaceiros, com foco na higienização de paradas de ônibus, praças, parques, canteiros centrais de grandes avenidas e áreas públicas com grande fluxo de indivíduos.

SDU Leste fiscaliza ocupação de espaços públicos que descumprem decreto municipal

Ascom/Sdu Leste

A Gerência de Controle e Fiscalização da Superintendência de Desenvolvimento Urbano (SDU) Leste está atuando na fiscalização de empreendimentos e obras irregulares na região. Bancas para a comercialização de produtos e alimentos que ocupam espaços públicos de forma inapropriada, além de estabelecimentos que desobedecem ao decreto do prefeito Firmino Filho também foram notificadas pela Gerência.

A ação tem o intuito de regularizar os proprietários e empreendedores de acordo com as leis municipais, como o Código de Postura do Município, Código de Obra e do uso de ocupação do solo.

De acordo com o chefe da Divisão da Gerência, Alberto Pádua, as ações sempre acontecem para regulamentar obras e empreendimentos, bem como desocupar os passeios e espaços públicos. “Nós estamos dando encaminhamento às demandas que chegam para nós em forma de denúncia e, paralelo a isso, agindo de forma rotineira como a Gerência atua diariamente. Nosso maior objetivo é fazer com que os proprietários regularizem seus imóveis, bem como os empreendedores regularizem seus estabelecimentos”, ressaltou.

A ação da SDU Leste também ocorre em parceria com a Guarda Civil Municipal de Teresina (GCM), fiscalizando estabelecimentos não essenciais para os cidadãos que estejam em funcionamento.

“Nós estamos também auxiliando na fiscalização de lojas, bares, restaurantes, dentre outros, para que possam estar fechados e evitar, assim, a aglomeração de pessoas. Estamos passando por um momento difícil, com a pandemia do novo coronavírus, e a melhor forma de evitar um maior contágio é por meio do isolamento social. Por isso, nossos fiscais estão percorrendo os bairros da zona Leste, verificando os estabelecimentos que se encontram abertos para que possam obedecer ao decreto municipal”, completou Alberto Pádua.

O Superintendente João Pádua parabenizou a atuação dos fiscais da Gerência de Controle e Fiscalização e ressaltou a importância de obedecer a legislação. “Os fiscais atuam no sentido de evitar maiores irregularidades em na região Leste. Além disso, a parceria com a Guarda Civil Municipal resulta em relevantes trabalhos para evitar a aglomeração de pessoas nas ruas. Precisamos respeitar o período da quarentena e minimizar os transtornos causados pela COVID-19”, destacou.

As ações de fiscalização terão continuidade nesta quinta-feira (26), ainda em parceria com a Guarda Civil Municipal de Teresina.

Ruas e avenidas da zona norte recebem serviços de zeladoria nesta quinta (19)

As equipes da Gerência de Serviços Urbanos (GSU) da Superintendência de Desenvolvimento Urbano (SDU) Centro Norte trabalham diariamente para manter uma Teresina mais limpa. Nesta quinta-feira (19), ruas e avenidas da zona norte estão recebendo serviços de zeladoria. Os trabalhos executados se concentram na capina, varrição, pintura de meio-fio e manutenção de áreas verdes.

As vias contempladas foram Avenida Boa Esperança, no Poti Velho; ruas do Parque Brasil; Rua Alto Longá, no Alto Alegre; Avenida Sérgio Mota, no Santa Maria da Codipi; Rua Francisco Nunes da Rocha, no Santa Maria das Vassouras; Avenida Castelo do Piauí, no Itaperu, e várias vias do Centro.

O gerente de serviços urbanos da SDU Centro Norte, Renato Lopes, conta que são muitos profissionais atuando diariamente por uma região mais verde e conservada. “Temos mais de 200 profissionais trabalhando todos os dias, com equipes espalhadas fazendo serviços em setores, como capina, varrição, manutenção de áreas verdes e cemitérios, pintura, entre outros”, enfatiza.

Lopes destaca que a população deve fazer sua parte e preservar os espaços públicos, visto que são gastos em torno de R$ 80 mil mensais com o recolhimento de lixos e entulhos frutos de descarte irregular de lixo. “É um gasto que pode ser evitado, caso a população zele e preserve esses locais”, completa.

SDU’s solicitam apoio dos teresinenses

Para colaborar com os trabalhos das SDU’s, o cidadão pode delatar casos de depósito irregular através do aplicativo Colab ou entrando em contato com o Lixo Zero pelos números 3226-2028 ou 99806-6171.

O lixo domiciliar é coletado toda semana e os demais materiais, como resto de poda, madeiras e móveis devem ser transportados até um Ponto de Recolhimento de Resíduos (PRRs) da região.

Pontos de Recolhimento de Resíduos na zona norte:

Rua Mato Grosso, entre as Ruas Jarbas Martins e Anísio Brito, bairro Ilhotas.

Rua Prof. Fernando Marques, entre a Av. Alameda Parnaíba e Rua Amazonas, bairro Morro da Esperança.

Rua Alcides Freitas, entre as Ruas Rui Barbosa e 13 de Maio, bairro Mafuá.

Rua Mariano Gaioso com Avenida Ministro Sérgio Mota, bairro Santa Maria da Codipe.

Avenida da Conquista (Francisco Nogueira), próximo ao Parque Ambiental do Res. Francisca Trindade, bairro Santa Maria da Codipe.

Rua Manuel Aguiar com Rua Raimundo Vila Nova, bairro Mafrense.

Rua Professor Oscar Clarck, ao lado do Cemitério Santo Antônio, bairro Buenos Aires.

Rua Governador Arthur de Vasconcelos, entre as Ruas Roraima e Território Fernando de Noronha, bairro Aeroporto.

Rua Desembargador Caio Oliveira com Avenida do Dique, Loteamento São José/Bairro Mocambinho.

Avenida Rondina, atrás do antigo Mercado.

Residencial Dilma Rousseff, próximo ao campo de futebol.

Bairro Nova Teresina.

Bairro São Joaquim, atrás do Terminal de Ônibus.

Lei promove a adoção de áreas públicas em Teresina

Humanizar os espaços públicos, torná-los ainda mais agradáveis e compartilhar o cuidado com essas áreas. Esse é o objetivo da nova Lei Municipal sancionada pelo prefeito Firmino Filho, que propõe a adoção de praças, parques, campos de futebol, academias populares, entre outros espaços. A proposta é promover parcerias entre o município e a iniciativa privada.

“O objetivo é fortalecer esses espaços, inclusive com áreas verdes, como locais de referência comunitária, atendendo as demandas e cumprindo sua função social de convivência e ordenação do espaço urbano. Quando se compartilha a responsabilidade e o cuidado, valoriza-se mais o espaço e quem ganha com isso é toda a cidade”, comenta a secretária municipal de Concessões e Parcerias (SEMCOP), Monique Menezes.

Pela Lei, não podem participar do programa Adote um Espaço Público pessoas jurídicas relacionadas a cigarros e bebidas alcoólicas, além de outras que possam ser consideradas impróprias aos objetivos da Lei.

As entidades, pessoas jurídicas ou cidadãos interessados em adotar determinado espaço público devem dar entrada com proposta de adoção, apresentando carta de intenção e ainda anexando o projeto a ser desenvolvido. Os Termos de Parceria firmados terão o prazo de cinco anos, renováveis por igual período, caso haja interesse das partes, podendo ser rescindido a qualquer tempo, mediante prévio aviso expresso com 60 dias de antecedência.

De acordo com a Lei Municipal nº 5.414, são considerados espaços públicos: praças; jardins; academias populares; parques naturais; parquinhos infantis; rotatórias; canteiros; áreas de ginástica, esporte e lazer; campos de futebol. Ginásios poliesportivos e quadras públicas e demais logradouros públicos.

SDU Sudeste investe cerca de R$3 milhões em ações de manutenção e recuperação de espaços públicos

De acordo com dados divulgados pela Superintendência de Desenvolvimento Urbano Sudeste (SDU Sudeste), atualmente o órgão possui o valor de aproximadamente R$ 3 milhões, oriundos de Recursos Próprios, em contratos ativos para execução de obras relativas da região. Os investimentos correspondem a manutenções preventivas e corretivas de áreas públicas, tanto de infraestrutura quanto de edificações de uso comum da população.

A população pode, ainda, fazer solicitações de reparos através do aplicativo Colab, como detalha o Superintendente Executivo da SDU Sudeste, Isaac Meneses.

“Para atender as demandas  vindas da comunidade relativas a reparos diversos, a Prefeitura de Teresina disponibiliza o aplicativo Colab. Ele é a principal ponte entre o munícipe e o poder público. Por meio de uma gestão participativa, o cidadão envia informações com fotos sobre problemas, como a exemplo do buraco em vias, e nós disponibilizamos uma equipe para avaliar a situação no local. Esse tipo de solicitação também é possível de ser realizada presencialmente na sede da SDU Sudeste”, comenta.

O Superintendente da SDU Sudeste, Evandro Hidd, explica que essas medidas beneficiam diretamente o dia a dia dos moradores da região.

“Esses contrato atendem a necessidades relativas em curto prazo dentro dos bairros e comunidades locais. São ações que impactam diretamente na vida diária da nossa população. E para a execução de todas essas medidas, a SDU Sudeste possui  cerca de R$ 3 milhões em contratos ativos”, enfatiza.