Jogos das Escolas Municipais de Teresina são cancelados este ano

Ascom/Semec

Assim como os grandes eventos esportivos mundiais, os XXVI Jogos das Escolas Municipais de Teresina foram oficialmente cancelados este ano. De acordo com a Secretaria Municipal de Educação (Semec), a situação de pandemia na cidade ainda traz riscos para a realização de práticas esportivas em grupo.

Os Jogos são tradição entre as unidades de ensino e incentivam o desporto escolar, ajudando a descobrir talentos. Também contam como etapa classificatória para os Jogos Escolares da Juventude. Com o cancelamento, as disputas em diversas modalidades ficam remarcadas para 2021.

Madalena Leal, gerente de Assistência ao Educando da Semec, lamenta que a atividade tão esperada pelos alunos não possa ser realizada, mas destaca que a segurança é prioridade agora. “O ano de 2020 tem sido um ano atípico para o mundo todo e não é diferente para o esporte. Considerando o cenário atual, preferimos proteger nossos alunos e evitar atividades que possam gerar aglomeração e contágio”, explica.

Com a suspensão das aulas e atividades esportivas nas escolas desde o mês de março, as aulas de educação física estão sendo transmitidas pela TV. Madalena reforça a importância de manter uma rotina de exercícios. “É fundamental que todos continuem praticando esportes e atividades físicas em casa, para ajudar na manutenção da saúde e na melhora do sistema imunológico”, conclui.

Prefeitura de Teresina mantém pagamento do Bolsa Atleta Municipal

A Prefeitura de Teresina continuará mantendo o pagamento do programa Bolsa Atleta no município. A medida foi anunciada pelo Secretário Municipal de Esportes e Lazer, Miguel Rosal, ao destacar que, ao todo, 34 atletas das mais diversas modalidades são contemplados com o benefício.

Ele informou que, mesmo com a pandemia, a administração municipal não tem poupado esforços para continuar auxiliando os atletas. “Os atletas de Teresina que se beneficiam continuamente do Bolsa Atleta não serão prejudicados. O esporte é uma grande saída para ajudar os teresinenses e estimula crianças e jovens” disse.

As bolsas são divididas por modalidade e categorias. São 21 bolsas na categoria revelação, 05 na categoria estadual, 04 na categoria regional, 02 na categoria nacional e 02 na categoria internacional. Os valores variam de R$ 150 à R$ 600. São beneficiados atletas nas modalidades natação, badminton, atletismo, ciclismo, judô, totalizando 34 atletas.

Corrida incentiva prática esportiva e homenageia mulheres neste domingo (08)

Ascom/SMPM

Neste domingo (08), data que celebra o Dia Internacional da Mulher, será realizada a 1ª edição da corrida de rua “Todos por Elas”. O evento, que é uma realização da Tritiming Eventos Esportivos com o apoio da Secretaria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres (SMPM) e da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (SEMDEC), será realizado na Avenida Maranhão, a partir das 6h, com concentração no Posto Cacique, no bairro Matinha.

Segundo a organização do evento, cerca de 350 pessoas se inscreveram para a corrida. As participantes irão concorrer às premiações pelos percursos de 10km e 5km, em seis categorias diferentes, seguindo cada faixa etária. Os inscritos formais concorrem às premiações, mas todos podem participar do evento e contribuir no andamento do percurso.

Para a organizadora Carla Machado, a data do 8 de março foi escolhida por sua grande representação e simbologia para a vida das mulheres. “Sabemos o quanto o esporte é transformador na vida das mulheres. Muitas vezes algumas não encontram tempo para si mesmas, e essa iniciativa busca fortalecer a participação de mulheres no esporte, de incentivar essa prática, além de ser uma forma de homenagear às mulheres nesta data tão simbólica”, destacou.

Representantes da SMPM também estarão no evento levando material educativo da campanha “Não Te Dei Liberdade”, ação que pautou o enfrentamento à importunação sexual de mulheres na cidade de Teresina.

A gerente de enfrentamento à violência da SMPM, Lidiane Oliveira, afirma que o momento é de reafirmar a luta pelo direito das mulheres. “É uma data muito significativa, queremos levar informação e fazer essa reflexão, de como ainda temos muitos caminhos a percorrer em busca da equidade de gênero”, destacou.

Taça Teresina de Futebol Sub 11 começa no dia 14 de março

Semel/João Rufino

A Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (SEMEL) realiza, no dia 14 de março, mais uma edição da Taça Teresina de Futebol Sub 11. A competição está na sua sétima edição e deverá ter duração de cerca de dois meses. Este ano participarão 46 equipes e 1200 atletas, com idade entre nove e 11 anos. No último final de semana, o Congresso Técnico repassou as informações do evento para as equipes participantes.

A competição já é tradicional na cidade, e abre o calendário de eventos 2020 da Prefeitura de Teresina, através da Semel. “Esperamos contar neste final de semana com as crianças na faixa etária de 11 anos, com seus pais acompanhando a prática dessas atividades nos campos da nossa cidade”, diz João Henrique Rufino, gerente de esportes da Semel.

Semel/João Rufino

A Taça, além de proporcionar a prática de esporte e lazer aos atletas, tem um importante papel social nos bairros de Teresina. “A garotada fica sempre esperando com muita ansiedade. Eles se empolgam ainda mais nos treinos para mostrarem o bom futebol e serem premiados com troféu e medalhas. Esperamos contar com uma boa participação de escolinhas”, pontua Francinélio Ribeiro, secretário executivo da Semel.

As equipes finalistas receberão uma quantia em dinheiro, além de troféus e medalhas. A premiação em dinheiro é de R$ 3 mil para o campeão e R$ 2 mil para o vice. Serão premiados também o artilheiro e melhor goleiro da competição. “Aproveitamos para parabenizar o trabalho feito pelas escolinhas. Estas crianças que praticam o esporte têm a oportunidade de ficar longe das drogas e ganhar habilidade e desenvolver a disciplina, o respeito, o trabalho em equipe e ainda cuidam da saúde através da prática esportiva. Assim, com certeza, todos ganham com o esporte”, finaliza o secretário.

Semel/João Rufino

Beneficiário do Bolsa Atleta vai representar o Piauí em Recife

O piauiense Evandro José da Silva Martins, de 19 anos, é um dos atletas que vai representar o Piauí no Campeonato Norte/Nordeste, que acontece na cidade de Recife-PE, no mês de abril. Ele, que é beneficiário do Bolsa Atleta, programa de incentivo ao esporte da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Semel), atingiu a classificação durante o Campeonato Piauiense Adulto. Evandro conseguiu o segundo lugar, na categoria 400 metros, na competição que aconteceu em Teresina, de 29 de fevereiro a 1º de março.

O atleta conta que está na expectativa pela competição e que seu objetivo é conseguir um bom resultado e a classificação para outros campeonatos ainda este ano. “As minhas expectativas são as melhores possíveis, se eu conseguir um bom resultado em Recife, poderei ir para o Campeonato Brasileiro Sub-20. Tendo um bom resultado lá, posso disputador o Mundial Sub-20. Ganhar um título mundial é meu objetivo para este ano”, afirmou.

Evandro conta que participa do Bolsa Atleta desde o ano passado e que a ajuda que tem recebido é imprescindível para que ele consiga treinar e se destacar nas competições das quais ele tem participado. “Com o Bolsa atleta, eu custeio o meu material de treino, minhas passagens para competições, alimentação. Sem essa ajuda, tudo seria mais difícil”, disse.

Através do Bolsa Atleta, a Prefeitura de Teresina concede bolsa com recursos que variam de R$ 600,00 a R$ 150,00, por um período de um ano, para atletas de Teresina que já se destacaram em alguma modalidade esportiva.

Atleta que treinou beach handball no Parque Lagoas do Norte conquista ouro na Austrália

A atleta teresinense Ana Carolina da Paz Lima acaba de conquistar medalha de ouro com seu time de beach handball na Austrália. Durante a comemoração, Carol gravou vídeo lembrando do tempo em que treinava nas areias da quadra do Parque Lagoas do Norte e ressaltou a importância desse espaço como instrumento de inclusão social e interação comunitária.

A competição aconteceu na cidade de Gold Coast, no estado de Queensland, na Austrália. Carol conta que foram 13 times ao todo e a final foi contra um time do Japão. “Foi um jogo bem diferente, a gente não estava acostumada porque as meninas tem estatura menor, mas jogam muito e são muito rápidas”, comenta.

No decorrer do vídeo, a atleta afirma que o esporte é um importante instrumento de inclusão social. Para ela, a existência do Parque Lagoas do Norte na comunidade é primordial para que crianças e adolescentes tenham oportunidade.

“E eu estou aqui para dizer para vocês da importância do beach handball na inclusão social, na prática esportiva, na divulgação de talentos e parques esportivos. Quero frisar a importância do Parque Lagoas do Norte, que é o lugar onde eu treinei e que é fundamental para o esporte e para o beach handball, para o lazer da comunidade. É fundamental também que aconteçam competições nesses lugares para atrair a atenção da criançada, para elas verem no esporte uma oportunidade de se divertir, de aprender os valores de disciplina, respeito, que é o que eu aprendi”, ressalta.

Aulas de hidroginástica melhoram a vida de mais de 400 idosos de Teresina

João Rufino/Semel

Socorro Paiva já passou dos 60 anos e há algum tempo ela faz parte da turma de alunos que frequentam as aulas de hidroginástica oferecidas para idosos de Teresina, pela Secretaria Municipal de Esporte e Lazer – Semel. Como resultado, ela só elenca benefícios: “Eu tinha problemas de depressão, dor no corpo, hoje eu não sinto mais nada. Eu estou muito feliz”.

Ela faz parte das mais de 400 pessoas beneficiadas pelo projeto da Prefeitura de Teresina, que oferece aulas gratuitas na capital. As aulas acontecem no Círculo Militar, no bairro Ilhotas, onde são atendidas mais de 300 pessoas, e no Clube do Garçon, na Santa Maria da Codipi, que tem uma frequência de cerca de 100 idosos.

“Este núcleo da Santa Maria é mais novo e já estamos com uma frequência significativa. A ideia é levar este projeto para outros pontos da cidade, porque já percebemos que ele faz uma grande diferença na vida das pessoas”, disse o secretário municipal de Esporte e Lazer, Miguel Rosal.

João Rufino/Semel

Maria de Lourdes também frequenta as aulas e conta que, além de ser uma aluna assídua, ainda incentiva suas amigas a também participarem. “Esse projeto me trouxe muita saúde. Eu estava com artrose e hoje estou melhor e continuo a pedir as amigas que venham e participem, porque a hidroginástica é ótima. Só temos a agradecer por este projeto”, afirmou.

Os professores são profissionais especialistas neste tipo de atividade e estão sempre se atualizando para conduzir o projeto da melhor forma e tirar o melhor proveito dos alunos. “Esse é um projeto muito bom, muito construtivo. Você vê a alegria das alunas, muitas têm depressão, problemas em casa e quando vêm para a aula a gente constata que elas se sentem muito melhor”, disse Ivonildes Costa, professora do projeto.

João Rufino/Semel

Academias Populares levam saúde e qualidade de vida aos teresinenses

“A população passou a gastar menos com remédios depois de utilizarem os espaços para as suas atividades físicas”, afirma Miguel Rosa, secretário municipal de esporte e lazer, ao avaliar a atuação das academias populares espalhadas pela capital.

Em Teresina já são 83 unidades em todas as zonas da cidade. Até o final do ano, segundo o secretário, a meta da Semel é chegar a 200 academias implantadas. “Nossas academias já funcionam atendendo milhares de pessoas, entre jovens e idosos, nos turnos da manhã, tarde e noite. Queremos garantir esta presença em mais lugares. Quem está praticando atividade física nas academias já percebe muitos resultados. A população que frequenta, especialmente os idosos, passou a gastar menos com remédios ao investir na movimentação do corpo da mente”, pontua Miguel Rosal.

Os participantes encontram nas atividades uma contribuição para perda de gordura corporal e controle do peso, aumento da força e resistência muscular, melhoria e aumento das capacidades cardiovascular e cardiorrespiratória, mais flexibilidade e equilíbrio do corpo, combate ao sedentarismo, ansiedade e depressão e outros benefícios.

Para orientar os usuários sobre a melhor forma de se exercitar, a Semel também disponibiliza educadores físicos. “As academias se tornaram referência na busca por saúde, bem-estar e qualidade de vida para os praticantes e isso nos motiva a aumentar este número de academias para atender ainda mais pessoas”, finaliza o secretário.

Projeto leva esporte e saúde para a região da Grande Pedra Mole

“Carnaval também é saúde e esporte”. Essa é a proposta do projeto que levará atividades gratuitas para os bairros Pedra Mole, Cidade Jardim e Anita Ferraz, entre os dias 22 e 25 de fevereiro. Com formato dinâmico e animado, a programação do evento inclui competições esportivas, programação cultural e cortejos carnavalescos de blocos.

A Prefeitura Municipal de Teresina é apoiadora do evento, através da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Semel). De acordo com o secretário Miguel Rosal, serão realizadas várias competições esportivas, como corrida de rua, passeio ciclístico e torneios de futebol.

“A Semel vai acompanhar todas essas atividades para que a comunidade possa brincar de maneira saudável e segura neste período de Carnaval. Haverá ainda apresentações do grupo Raízes do Brasil, de capoeira e de palhaços, e equipes da FMS farão orientações sobre saúde”, comentou.

Segundo o vereador Ítalo Barros, que destinou emendas parlamentares para a realização do projeto, a expectativa é de que 30 mil pessoas da região participem. “Teremos práticas esportivas durante o dia e, à noite, muita animação com os bloquinhos de carnaval. Será um evento animado e para toda a família. Essa é oportunidade de conscientizar as pessoas a terem uma vida mais saudável”, destacou.

A programação no Residencial Pedra Mole, no sábado (22), terá início às 8h, ao lado da Associação dos moradores.

Zona Norte vai ganhar 20 Academias Populares este ano

Ascom/SDU Centro Norte

A Superintendência de Desenvolvimento Urbano SDU Centro Norte deve implantar durante todo este ano mais vinte academias populares, em diversos bairros da zona norte da cidade. Durante o ano de 2019, foram 15 academias, que estão em pleno funcionamento nas praças da cidade. Além delas, têm mais cinco em fase de finalização.

A Academia Popular conta com 10 equipamentos instalados, sendo simulador de caminhada, multi-exercitador, remada sentada, pressão de pernas triplo, surf duplo, esqui triplo, alongador, rotação vertical triplo, simulador de cavalgada triplo, e rotação dupla diagonal.

De acordo com o superintendente executivo da SDU Centro Norte, Márcio Sampaio, as Academias Populares tem levado mais saúde, através da prática de atividade física, aos moradores da zona norte. “Além das que já estão em funcionamento desde o ano passado, estamos finalizando a implantação de mais cinco e ao longo deste ano vamos colocar em funcionamento mais vinte, com isso estamos investindo em área de esporte e lazer para as pessoas que vivem na zona Norte”, disse.

Sampaio enfatiza que as Academias Populares têm conseguido levar as pessoas de volta para aproveitar as praças nos bairros, com isso o convívio entre as famílias tem melhorado. “A criação de espaços de convivência tem trazido muitos benefícios para todos e são sempre solicitados pelos teresinenses, por isso temos nos empenhado em proporcionar essas alternativas de lazer nos bairros e vilas”, enfatiza.

Para o personal trainner Reginaldo Vitório, que é da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer (Semel) e trabalha nas Academias Populares da Praça do Marquês e da Água Mineral, esses espaços têm trazido para as praças da cidade uma nova vida. “Trabalho dias de segunda e quarta na Praça do Marquês e terça e quinta na Água Mineral. No Marquês começamos o nosso trabalho com quatro pessoas e hoje já estamos com 50 alunos, com isso estamos conseguido proporcionar mais qualidade de vida para todos”, enfatiza.

Vitório revela que há 24 anos trabalha com orientação física, especialmente com idosos e pessoas com deficiência, e que o público das Academias Populares tem conseguido uma melhoria enorme na qualidade de vida. “Todos os dias faço atividades diferentes para que elas não fiquem desestimuladas. São alunas com faixa etária a partir de 45 anos, que têm conquistado uma vida mais saudável, por isso acredito que mais academias nas praças vão proporcionar uma vida melhor para todos, especialmente para as pessoas da Terceira Idade”, finaliza.