Corredor da Rui Barbosa terá 50 vagas de estacionamento 

Ascom/Strans

A Prefeitura de Teresina está construindo 50 vagas de estacionamento ao longo do corredor da Rua Rui Barbosa, zona norte,  atendendo a reivindicação dos comerciantes e moradores da região. Nos últimos dias, a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) intensificou o ritmo das obras.

Até agora, já foram construídas 22 vagas de estacionamento nas proximidades do Residencial Zilda Arns e outras serão construídas em frente à Escola Municipal Antônio Gayoso. Outras 20 serão disponibilizadas ao longo de três quarteirões, entre as ruas Cabo Amador e Monteiro Lobato.

A Strans também já concluiu toda a sinalização vertical e horizontal dos corredores e das faixas exclusivas e compartilhadas de ônibus.

O diretor de Trânsito e Sistema Viário da Strans, engenheiro Augusto Basílio, adianta que ainda estão sendo feitos e estudos e análises de mais melhorias naquela área da cidade. “Essa via é muito importante para a cidade e a Prefeitura de Teresina está investindo em infraestrutura para melhoria do sistema de transporte coletivo”, diz.

Strans facilita expedição dos cartões de estacionamento para vagas especiais

A população agora tem mais agilidade na expedição dos cartões de estacionamento para vagas especiais. A pessoa com deficiência, que antes tinha que comparecer em algum Centro de Referência de Assistência Social (Cras) da capital, agora pode apresentar o laudo médico atualizado na sede da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans).

Para a renovação e retirada do cartão pela primeira vez, os interessados precisam se cadastrar junto à Strans com a cópia da identidade, CPF, comprovante de residência atualizado e o laudo do médico atualizado com o Código de Identificação da Doença (CID).

O cartão de estacionamento especial para idoso e pessoa com deficiência foi elaborado em conformidade com as Leis Federais de Nº 9503/1997 e 10.741/2003 e a Lei Municipal Nº 3.488/2006, por esse motivo o cartão é válido em todo o território nacional.

Pessoas idosas, com deficiência e dificuldades de locomoção têm direito de estacionar nas vagas especiais em vias públicas, estabelecimentos públicos ou privados e de uso coletivo (art.24, VI CTB), nos shoppings e estabelecimentos comerciais. O cartão é emitido gratuitamente pela Strans.

Lilia Campelo, mãe do pequeno João Marcelo de cinco anos, se diz satisfeita com a facilidade para a expedição do cartão. “O procedimento sendo feito todo na sede da Strans e a aquisição do cartão na hora facilitou muito. Bastou eu apresentar um laudo médico atualizado comprovando a deficiência do meu filho e os demais documentos. Estou bastante satisfeita”, relatou a mãe.

O gerente de operação e fiscalização da Strans, Denis Lima, explica que essas vagas só podem ser usadas mediante o uso do Cartão de Estacionamento Vaga Especial, que deve ficar no painel do veículo, em local visível. “Ao estacionar, o condutor deve colocar o cartão no painel, para que seja visível em uma possível comprovação. O uso indevido dessas vagas é uma infração gravíssima e sujeita o veículo à multa no valor de R$ 293,47 e remoção do veículo conforme o art.181, XX do Código de Trânsito Brasileiro”, pontua o gerente.

 

Prefeitura estuda flexibilização no estacionamento próximo a bares e restaurantes

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec) e a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) estão analisando a possibilidade de facilitar o estacionamento próximo a bares e restaurantes de Teresina. A ideia foi amplamente discutida na manhã desta quinta-feira (19) com a Associação de Bares e Restaurantes do Piauí (Abrasel Piauí).

O objetivo da flexibilização no estacionamento é para facilitar o acesso de clientes aos empreendimentos dessa categoria empresarial em algumas avenidas da capital, em especial no horário das 20h às 6h. Para que a ideia possa acontecer, um estudo de caso no quadrante das avenidas Nossa Senhora de Fátima, Dom Severino e Lindolfo Monteiro será realizado pela equipe da Abrasel Piauí, a ideia é que se observe a viabilidade, o interesse e aceitação de empresários no “projeto”.

“Estamos em um momento de crise. A ideia da Prefeitura de Teresina é desburocratizar e facilitar a iniciativa empreendedora na cidade, focando na geração de negócios, mais empregos e renda. Neste caso, quando se tenta facilitar para um cliente parar perto de um estabelecimento, melhor, pois as pessoas acabam frequentando mais, e assim mais serviços e produtos são vendidos”, esclareceu o secretário da Semdec, Venâncio Cardoso.

Para o presidente da Abrasel Piauí, Eduardo Rufino, a iniciativa, caso seja concretizada, seria muito importante, pois, de acordo com ele, aumentaria o fluxo de clientes, gerando assim mais oportunidades de oferecer produtos e serviços. “É uma questão muito importante, até porque com a permissão oficial que esses veículos estacionem, com certeza vai aumentar e muito o fluxo de clientes nesses estabelecimentos e com isso os negócios poderão crescer, gerando também mais emprego e renda na cidade como um todo. Porque isso tranquiliza os clientes. Eles vão saber que se deixar o carro ali, não haverá risco de ter uma multa quando voltar”, explicou.

De acordo com Venâncio, após a constatação da viabilidade, a intenção é que essa flexibilização também aconteça em outras regiões da cidade. “Nós enxergamos a ideia com bons olhos, se funcionar nas principais avenidas da zona leste apontadas durante a reunião, acredito que a tendência é facilitar também nos principais pontos de gastronomia de outras zonas da cidade”, finalizou.

A reunião contou ainda com representantes da SDU Leste.

Strans vai expedir cartões de estacionamento durante o Teresina em Ação

Ascom/Strans

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) vai expedir o cartão de estacionamento para vaga especial para idosos e pessoa com deficiência durante o Teresina em Ação. O evento acontece neste sábado, no Parque da Cidade, zona norte de Teresina.

Tem direito ao cartão as pessoas com idade a partir dos 60 anos. Para obter o documento, elas devem apresentar os originais da carteira de identidade e o comprovante de endereço. As pessoas com deficiência necessitam apresentar o laudo emitido pelo CRAS, que é obtido junto ao Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) mais próximo da sua casa, com a cópia da carteira de identidade, CPF, comprovante de endereço e o laudo do médico com o Código de Identificação da Doença (CID). Com esses documentos, a pessoa que for ao Teresina em Ação deste sábado recebe no mesmo instante o cartão de vaga especial.

O diretor de trânsito e Sistema Viário da Strans, José Falcão, destaca que levar este serviço para o evento, é uma forma de facilitar a expedição do cartão. “Com esse serviço no Teresina em Ação as pessoas que têm direito a esses cartões não necessitam ir até a sede da Strans”, destaca.

A Superintendência já oferece, durante o Teresina em Ação, os serviços da Escolinha de Trânsito, com ações educativas para as crianças e a ouvidoria para esclarecer dúvidas sobre os serviços de transporte público da capital.

A Strans já expediu, de janeiro a outubro deste ano, 4.201 cartões de estacionamento. Foram 3.334 para vaga especial de idoso e 867 para vaga de pessoa com deficiência.

Estacionar em locais proibidos atrapalha o fluxo de veículos

Ascom/Strans

Para melhorar as condições de fluidez e circulação do trânsito em algumas vias da cidade são adotadas medidas como a implantação de placas de proibido estacionar. Isso permite que os condutores possam circular livremente, sem impedimentos no caminho. Congestionamentos são formados e acidentes podem ser provocados quando um veículo está estacionado ou parado de forma irregular.

Em Teresina, foi preciso adotar essa medida em avenidas de maior fluxo de veículos por causa do crescimento da frota, que aumentou em cerca de 20 a 30 mil veículos em um ano. O diretor de trânsito e sistema viário da Strans, José Falcão, explica que os locais em que não é permitido estacionar proporcionam um trânsito melhor e mais seguro para todos.

“Com o aumento da frota de veículos nós temos que encontrar maneiras de melhorar o trânsito e diminuir o número de acidentes. As vias de maior fluxo estão suscetíveis a terem mais problemas, por isso, é necessário proibir o estacionamento nelas. O condutor que estaciona ou para o seu veículo nestas vias, força o motorista que vem logo atrás a mudar de faixa. Isso pode ocasionar uma colisão e até mesmo gerar pequenos congestionamentos”, afirma.

Estacionar em locais destinados a ambulâncias e carga e descarga são infrações de trânsito. O Supervisor Geral e chefe da Seção de Acidentes da Strans, Torquato Neto, explica que são condutas que geram transtornos para quem realmente necessita das vagas.

“Recebemos muitas solicitações de hospitais, pois as pessoas colocam seus veículos nos locais destinados as ambulâncias. Isso gera transtorno para os profissionais e pacientes. Os comerciantes também sofrem com esse problema, quando os condutores estacionam no local de carga e descarga. Isso atrasa o trabalho deles e atrapalha o trânsito”, comenta.

Torquato ainda chama atenção para as vagas destinadas aos idosos e pessoas com deficiência, além das rampas de acessibilidade. “Muitas pessoas ainda insistem em estacionar o veículo nas vagas para idosos e para as pessoas com deficiência. São infrações gravíssimas, de R$ 293,47. Pedimos também a conscientização da população para não parar ao lado das rampas de acessibilidade”, finaliza.

Gestantes e crianças de até 1 ano terão cartão de estacionamento em vaga especial

As gestantes a partir do 3º mês de gestação e crianças com até um ano de idade terão direito ao uso de vaga especial de estacionamento em estabelecimentos comerciais como shoppings, centros comerciais, hipermercados e supermercados. A medida consta no Decreto nº 18.945 de 20 de agosto deste ano assinado pelo prefeito Firmino Filho.

A Strans informa que o direito ao uso da vaga especial é exercido mediante a utilização de cartão de estacionamento da gestante ou do bebê. O cartão da gestante perde a validade com o nascimento do bebê, mas a criança tem direito a um cartão até completar um ano de idade. Para ter direito ao cartão da criança deve ser apresentada a certidão de nascimento do bebê e qualquer pessoa poderá usá-lo desde que esteja com a criança. A Strans vai expedir gratuitamente os dois tipos de cartões a partir da próxima segunda-feira, dia 09.

Para a obtenção do cartão da gestante é preciso apresentar o laudo médico que indique a idade gestacional a partir do terceiro mês, documentos pessoais e comprovante de residência. No caso do cartão da criança, além dos documentos pessoais do responsável é necessária a apresentação da certidão de nascimento do bebê. No cartão vai constar o prazo de validade e o mesmo deverá ser colocado no painel do carro nas vagas especiais.

STRANS expede todos os dias cartões de estacionamento para idosos e deficientes

Ascom/Strans

Pessoas a partir de 60 anos e portadores de deficiência têm direito a vaga especial de estacionamento com o uso do cartão expedido gratuitamente pela Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (STRANS). De janeiro a junho deste ano já foram expedidos 2.782 cartões, sendo 2.267 para idosos e 516 para deficientes. No ano passado foram 8.653 cartões expedidos. O atendimento aos interessados é de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 12h30.

Com pais idosos, a professora Silvani Maria Carvalho vai fazer uso desse serviço quando precisar conduzir os pais para os locais onde tem vaga de estacionamento para idosos. Ela esteve na sede da Strans para aquisição do cartão de vaga especial. “Recebi o documento em menos de cinco minutos, é um atendimento rápido, eficaz e estou satisfeita porque vai facilitar muito o estacionamento nos locais onde preciso levar meus pais”, diz.

José Mendes Vieira, 76 anos, é pai da Silvani, e acompanhou a filha até a Strans. Ele que gosta de passear nos shoppings está contente por ter o cartão que dá direito à vaga especial. “Vai facilitar muito para o estacionamento. Algumas vezes já tivemos que rodar bastante para encontrar vaga, mas agora vou usar a que eu tenho direito porque tenho o cartão de estacionamento”, fala.

Com um filho deficiente, Carlos Almeida da Silva, também solicitou e recebeu no mesmo instante o cartão para vaga especial. Ele levou toda a documentação necessária e está satisfeito por ter esse direito assegurado. “Quem tem na família uma pessoa com deficiência sabe o quanto é difícil fazer qualquer deslocamento. Esse cartão é um direito que a partir de agora vou fazer uso e estou satisfeito com o atendimento e a rapidez para receber o documento”, fala.

Quem necessita do cartão de estacionamento de vaga especial deve se dirigir até a sede da Strans na avenida Pedro Freitas, 1252 , bairro Vermelha, zona Sul. Quando o cartão é para vaga de idoso e o próprio requerente solicita o documento basta apresentar a Carteira de Identidade, CPF e comprovante de residência. Quando a solicitação for por outra pessoa, além de documentos pessoais tem que apresentar a ficha de cadastro disponível no site da Prefeitura de Teresina www.pmt.pi.gov.br. Para o portador de necessidades especiais deve apresentar os documentos pessoais, laudo médico e a ficha de cadastro de pessoa com deficiência emitida pelos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS).

O gerente de Operação e Fiscalização da Strans, Denis Lima, analisa que o uso das vagas específicas para idosos e deficientes já é verificada uma mudança de comportamento, pois os condutores estão obedecendo mais a legislação e assim respeitando os cidadãos. “As pessoas que utilizam esses cartões  geralmente têm problemas de mobilidade e precisam estacionar seus veículos próximo as entradas de supermercados, shoppings e estabelecimentos comerciais, por isso é muito importante que o direito delas seja respeitado”, orienta.

Ele informa que todas as vezes que o condutor estacionar nas vagas especiais deve colocar o cartão no painel do veículo de forma visível. “É preciso ficar claro que o uso indevido dessas vagas é uma infração gravíssima sujeita à multa de R$ 293,47 e remoção do veículo, conforme o artigo 181, XX, do Código de Trânsito Brasileiro”, informa e orienta que as pessoas que encontrarem essas vagas sendo utilizadas de maneira errada podem entrar em contato com a Central dos Agentes de Trânsito pelo fone 3122 7617 que ao receber a denúncia envia uma viatura imediatamente ao local.