Em novo formato, Festival de Violões de Teresina segue até domingo (29)

durante quatro dias os internautas terão acesso à cultura através de concertos, aulas e palestras Fotos(Ascom/FMC)

Iniciou na noite de ontem (26), a 4ª Edição do Festival de Violões Teresina, evento que reúne na capital piauiense diversos nomes da música brasileira. Em uma edição virtual por conta da pandemia do coronavírus, o festival iniciou com a apresentação da Orquestra de Violões de Teresina e a participação do violonista Fábio Zanon.

De acordo com Ravi Cordeiro, um dos organizadores do festival, durante quatro dias os internautas terão acesso à cultura através de concertos, aulas e palestras. Ele conta que, apesar de ser um evento remoto, o festival abriu as portas para pessoas de todo o Brasil, que antes não tinham como participar do evento.

“Por conta da pandemia em 2020, mesmo estando tudo preparado, não tivemos como realizar o Festival de Violões de Teresina, pois estávamos vivendo algo ainda desconhecido. Neste ano, resolvemos no adaptar ao momento usando a ferramenta digital como aliada”, explica Ravi Cordeiro.

Durante o festival, os participantes terão a oportunidade de participar de um “Concurso de Violão”, com premiação nacional total em dinheiro de R$ 4.500 mil que vai ser distribuído entre os primeiros colocados, além de uma premiação local.

Atrações

Nesta sexta (27), se apresentam no festival, os violonistas Emanuel Nunes, Ederaldo Sueiro e Paulo Martelli. No sábado (28), tem Cristiano Braga, Maria Haro, Duo Alieksey Vianna e Roberto Koch.

No domingo (29), último dia de festival, se apresentam Felipe Vilarinho, Amanda Carpenedo e Marco Pereira, além da realização do concurso.

O Festival de Violões de Teresina está sendo realizado com recursos do prêmio Funarte Festivais de Músicas, do Sistema de Incentivo Estadual à Cultura (Siec PI), Prêmio Seu João Claudino, além do apoio do Acervo Digital do Violão Brasileiro e da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves. O mesmo é transmitido a partir das 20h nas redes sociais do Acervo Violão Brasileiro, direto do Palácio da Música de Teresina.