FMS realiza treinamento sobre protocolo de sífilis congênita para profissionais das maternidades

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) realiza nesta terça-feira, 19, a partir das 9h30, na Maternidade do bairro Buenos Aires, treinamento dos profissionais sobre o Protocolo da Sífilis Congênita, coordenado pelo neonatologista da Maternidade do Buenos Aires, Marcos Bitencourt. A ação faz parte da campanha Outubro Verde, que no terceiro sábado deste mês, é dedicado para mobilizações do Dia Nacional de Combate à Sífilis Congênita. Na rede municipal as ações serão desenvolvidas nas  demais maternidades até o dia 22.

A Campanha Outubro Verde promove visibilidade e conscientização sobre a sífilis congênita, doença infectocontagiosa que é caracterizada pela transmissão da sífilis da mãe para o feto ou para o recém-nascido. A campanha visa chamar a atenção da população para a importância do diagnóstico precoce e do tratamento da doença na gestante.

Na terça-feira (20) o treinamento acontece pela manhã na Maternidade Wall Ferraz, bairro Dirceu; na quarta-feira (21) a atividade é na Maternidade do bairro Satélite e dia 22 na Maternidade do bairro Promorar.

O treinamento tem como objetivo orientar os profissionais das maternidades sobre os procedimentos no atendimento à gestante e ao recém-nascido, com as orientações para o médico obstetra/plantonista, médico neonatologista, médico pediatra do ambulatório, enfermeiro, profissionais de laboratório, núcleo hospitalar de epidemiologia e farmacêutico.

A chefe do Núcleo de Epidemiologia Hospitalar da FMS, Vanessa Matos,  explica que o protocolo determina também o acompanhamento do tratamento da criança diagnosticada com  sífilis congênita. “Nesses casos quando a criança recebe atendimento ambulatorial é feito o atendimento até os 18 meses de vida dessa criança”, diz.

Fotos: Ascom FMS

SUS Teresina realiza mais de 12 mil mamografias de janeiro a julho

Em Teresina foram realizadas pelo SUS 12.090 mamografias no período de janeiro a julho deste ano nos 14 estabelecimentos de saúde credenciados. O Centro Integrado de Saúde Lineu Araújo (Cisla) foi quem mais realizou o exame totalizando 5.114 mamografias realizadas este ano até julho.

Neste mês denominado de Outubro Rosa tem como objetivo conscientizar a população sobre a importância de um diagnóstico precoce e da prevenção contra o câncer de mama e o exame mais preciso é a mamografia, que é o exame radiológico feito nas mamas e fornece imagens detalhadas capazes de identificar a doença, antes mesmo que a mulher tenha sintomas.

Sobre o atendimento à saúde da mulher, o presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Gilberto Albuquerque, diz que em Teresina as mulheres recebem atendimento nas 92 Unidades Básicas de Saúde e conforme a necessidade é feito encaminhamento para especialistas. “Temos uma rede de atendimento com serviços de consultas, realização de exames e outros procedimentos médicos para atender a mulher. Elas são atendidas pelas equipes da unidade de saúde e exames das mamas podem ser solicitados conforme a necessidade de cada paciente e somente com a recomendação médica”, diz.

Sobre a mamografia

Conforme o Instituto Nacional de Câncer (INCA), a mamografia de rastreamento – exame de rotina em mulheres sem sinais e sintomas de câncer de mama – é recomendada na faixa etária de 50 a 69 anos, a cada dois anos. Fora dessa faixa etária e dessa periodicidade, os riscos aumentam e existe maior incerteza sobre benefícios.

A mamografia permite identificar melhor as lesões mamárias em mulheres após a menopausa. Antes desse período, as mamas são mais densas e a sensibilidade da mamografia é reduzida, gerando maior número de resultados falso-negativos (resultado negativo para câncer em pacientes com câncer) e também de falsos-positivos (resultado positivo para câncer em pacientes sem câncer), o que gera exposição desnecessária à radiação e a necessidade de realização de mais exames.

Foto: Divulgação (FMS)

Dia D da campanha de multivacinação conta com a presença de representantes do Ministério da Saúde

Acontece hoje (16) em 19 Unidades Básicas de Saúde de Teresina o dia D da Campanha Nacional de Multivacinação para atualização da caderneta de crianças e adolescentes. Em Teresina, a abertura aconteceu na UBS do bairro Saci e contou com a participação de representantes do Ministério da Saúde, além de grande adesão da população.

Fotos: Rômulo Piauilino / Semcom

A multivacinação é uma estratégia onde em um único momento são oferecidas as vacinas do Calendário Nacional de Vacinação, facilitando assim a ida dos pais ou responsáveis ao serviço de saúde para atualização das vacinas das crianças e dos adolescentes. Foi o caso de Socorro Nascimento, que levou seu filho Jeferson, de 14 anos, e os sobrinhos Pietro e Isis, de 10 e 5 anos. “Eu vejo esse momento como muito importante, pois todos devem vacinar seus filhos”, disse a mãe, que sempre vai à UBS para vacinar e consultar as crianças da família.

Rosana Leite de Melo, Secretaria Extraordinária de Enfrentamento ao COVID – SECOVID do Ministério da Saúde e representante do Ministro Marcelo Queiroga, ressaltou que mesmo os adolescentes que tenham tomado a vacina contra a covid podem participar da campanha, pois a orientação mais recente do órgão é que não é necessário fazer um intervalo entre as vacinas. “Este é o momento sim de aproveitar atualizar o calendário vacinal, pois tem um grande número de doenças que a gente consegue prevenir com a vacinação, haja vista o sarampo que tem aparecido em nosso país e nós podemos eliminar com a vacinação”, disse.

O Prefeito de Teresina, Doutor Pessoa, também ressaltou a importância da imunização nesta faixa etária. “Nessa avaliação da infância e adolescência, o Brasil é considerado o país com maior preocupação preventiva através da vacinação. No dia de hoje, essa preocupação não é apenas com a vacina do coronavírus, e sim de modo geral, da prevenção de várias doenças que tem aí no mundo”, declarou o prefeito.

Segundo o presidente da FMS, Gilberto Albuquerque, Teresina foi considerada exemplo de regularidade por seguir todas as metas das campanhas de vacinação e seguir à risca todas as orientações do Plano Nacional de Imunização – PNI. “Isso nos credenciou a ser modelo para o brasil, o que é um reconhecimento pelo trabalho que a gente tem feito”, disse.

A campanha segue até as 17h e está disponibilizando as 18 vacinas do calendário da infância e adolescência. “Compareçam, façam sua parte e vamos imunizar nossas crianças e adolescentes”, convida o presidente.

Campanha Nacional de Multivacinação para Atualização da Caderneta de Vacinação da Criança e do Adolescente

Dia D: 16/10/2021
Horário: 8h às 17h

Postos de Vacinação
Zona Sul
1. UBS Leônidas Antônio Deolindo (Saci) – ABERTURA
2. UBS Maria De Jesus Carvalho (Porto Alegre)
3. UBS Cristo Rei
4. UBS Dr. Francílio Ribeiro De Almeida (Angelim)

Zona Norte
1. UBS Cecy Fortes
2. UBS Santa Maria Da Codipi
3. UBS Buenos Aires
4. UBS Dr. Marcos Guedes (Nova Teresina)
5. UBS Dr. Antônio Noronha (Parque Brasil)

Zona Leste
1. UBS Vila Bandeirante
2. UBS Dr. Américo De Melo Castelo Branco (Santa Isabel)
3. UBS Piçarreira
4. UBS Maria Dulce Da Cunha Sena (São João)
5. UBS Mama Mia

Zona Sudeste
1. UBS N. Senhora Da Guia
2. UBS Pe. Mário Roche (P. Esperança)
3. UBS Alto Da Ressurreição
4. UBS Dr. Reginaldo M. Castro (Renascença)
5. UBS Dr. Helvídio Ferraz

FMS abre quatro pontos de vacinação para reforço dos idosos de 80 anos e mais

Idosos de 80 anos e mais poderão tomar a dose de reforço da vacina contra a covid-19 a partir de amanhã (12) em Teresina. A Fundação Municipal de Saúde (FMS) vai disponibilizar, até sexta-feira (15), quatro pontos de vacinação, no horário das 9h às 12h, para atender esse público.

O atendimento será por demanda espontânea – ou seja, não precisa de agendamento – e acontece nos seguintes locais:

– Terminal Buenos Aires

– Terminal Zoobotânico

– Terminal Livramento

– Terminal Parque Piauí

No momento da vacinação, os idosos devem apresentar documento de identificação com foto, CPF ou cartão do SUS e o cartão de vacina com o registro das doses anteriores. A coordenadora da campanha de vacinação contra a Covid-19, Emanuelle Dias, reforça que no momento só podem tomar a nova dose os idosos que tomaram a segunda dose há no mínimo seis meses, conforme estabelecido pelo Ministério da Saúde.

A vacina usada será a do laboratório Pfizer, que poderá ser utilizada nos terminais graças a um esquema montado pela FMS em parceria com os locais de vacinação, que dispõem de salas refrigeradas que permitem o acondicionamento do imunizante.

FMS abre agendamento para adolescentes de 14 anos

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) abrirá agendamento hoje, 11, para os adolescentes de 14 e 15 anos garantirem a primeira dose da vacina Pfizer. Às 16 horas abrem os agendamentos para os adolescentes de 14 anos e às 18 horas para os de 15 anos.

O agendamento é feito pelo site http://vacinaja.fms.pmt.pi.gov.br/. Ao acessar o site, o usuário deve escolher a opção “agendamento público alvo”. Em seguida, ele deve escolher a opção do grupo, preencher seus dados pessoais e escolher local, dia e hora da vacinação.

Emanuelle Dias, coordenadora da vacinação contra Covid em Teresina, chama atenção para a exigência de que os adolescentes de 16 e 17 anos estejam acompanhados dos pais ou de um adulto responsável para autorização verbal para a vacinação. “Caso não haja a presença dos pais ou responsável, a vacinação poderá ocorrer diante da apresentação de autorização devidamente preenchida e assinada pelos pais e/ou responsáveis legais, em acordo com o disposto no art.142 do Estatuto da Criança e do Adolescente”, diz a coordenadora.

Para o dia 13 de outubro está previsto agendamento de dose de reforço para os trabalhadores de saúde e dia 15 de outubro às 18 horas haverá novo agendamento segunda dose para os imunizantes Coronavac, Astrazeneca para quem tem data no cartão até 24 de outubro e Pfizer para quem tem data no cartão até dia 21 de novembro.

#MeninasOcupam: adolescente que sonha em ser enfermeira é Diretora da FMS por um dia

Rayllana, de 18 anos, mora na Zona Rural de Teresina e sonha em ser enfermeira. Nesta sexta-feira (8), ela foi Diretora da Atenção Básica da Fundação Municipal de Saúde (FMS). A jovem fez parte da campanha “Meninas Ocupam”,  uma realização da ONG Plan International através da Secretaria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres (SMPM). A campanha acontece mundialmente, em torno de 70 países, e na capital vai acontecer durante todo o mês de outubro, em alusão ao Dia da Menina.

Na sua manhã como Diretora simbólica, Rayllana contou que desde que sofreu um acidente que fraturou sua perna, se interessou cada vez mais pela área médica. “Ajudar as pessoas, ajudar as meninas – principalmente – é uma das minhas metas para um mundo melhor”, ressalta a adolescente. “Ser diretora por um dia vai me trazer um bom aprendizado. Significa dizer que consigo”, complementa.

Durante a visita, Raylanna sugeriu ações voltadas para combater a pobreza menstrual. Entre as medidas, ela cita projetos na distribuição de absorventes para meninas da zona Rural de Teresina e a construção de projetos que possam orientar essas meninas. As sugestões foram ouvidas pela Diretora  Laurimary Caminha e a Articulação da SMPM.

A Secretária Karla Berger pontua que esse momento é pertinente por gerar um contato com as meninas para saberem o que a nova geração pensa sobre as políticas para mulheres e formas de trazer melhorias para equidade e combate às violências de gênero. “É pertinente esse momento. São jovens múltiplas, com ideias e demandas diferentes. É um momento único e que ajuda na criação dos nossos projetos”, destaca Karla.

A Campanha “Meninas Ocupam” acontece desde 2016, realizado pela Plan International. A ONG tem como parceira a Prefeitura de Teresina, com a ocupação de cargos públicos em diversas repartições públicas e privadas.

Sobre a Plan International

A Plan International é uma organização humanitária e de desenvolvimento não governamental e sem fins lucrativos, que promove os direitos das crianças e a igualdade para as meninas. A pobreza, violência, exclusão e discriminação ainda são problemas sociais que mais afetam no mundo, por isso, a ONG atual para proteger os direitos de meninas em situação vulnerável.

A ONG chegou ao Brasil em 1997 e, desde então, vem se dedicando a garantir os direitos e promover o protagonismo das crianças, adolescentes e jovens, especialmente meninas, por meio de seus projetos, programas e ações de incidência e de mobilização social.

FMS inicia protocolo de bloqueio de caso de raiva canina em Teresina

A vacinação de emergência, que acontece por 10 dias, acontece nos turnos manhã e tarde, e está sendo feita de forma domiciliar Foto(Ascom/FMS)

A gerência de Zoonoses da Fundação Municipal de Saúde (FMS) deu início às ações de bloqueio na região onde foi encontrado um caso de raiva canina em Teresina. No momento, as equipes de agentes de endemias estão fazendo a vacinação de emergência de todos os cães e gatos da área de cinco quilômetros do local onde o animal vivia, na região do bairro Aroeiras, zona Leste.

A vacinação de emergência, que acontece por 10 dias, acontece nos turnos manhã e tarde, e está sendo feita de forma domiciliar. O gerente de Zoonoses da FMS, Paulo Marques, pede a colaboração da população para que receba as equipes. “Em caso de dúvidas, as pessoas podem pedir a identidade do agente, solicitar que ele mostre o frasco da vacina para verificar a data de fabricação e vencimento, e tirar todas as dúvidas. Eles ficarão satisfeitos em dar as informações que a população precisar, evitando assim a disseminação de fake news”, garante o gerente.

O monitoramento da área durará 60 dias e conta ainda com uma busca ativa e investigação de pessoas e animais que possam também ter sido agredidos, mobilizações comunitárias de educação em saúde, esclarecendo sobre o perigo da raiva e formas de prevenção, além do monitoramento laboratorial do tipo de vírus que foi encontrado.

A ação faz parte do protocolo sanitário que deve ser seguido nestes casos estabelecidos pelo município, Ministério da Saúde e órgãos internacionais de saúde pública. A diretora de Vigilância de Saúde da FMS, Amariles Borba, esclarece que este procedimento deve ser seguido à risca para evitar sanções até mesmo internacionais. “O protocolo sanitário internacional é obrigatório para que o Brasil receba recursos, financiamentos e turistas”, alerta a diretora.

Teresina dá início à Campanha Nacional de Multivacinação

Se inicia amanhã (01) em todo o Brasil a Campanha Nacional de Multivacinação para atualização da Caderneta de Vacinação da Criança e do Adolescente. Em Teresina, as salas de vacina das Unidades Básicas de Saúde (UBS) estarão recebendo crianças e adolescentes para regularizar a situação vacinal de quem está com alguma dose em atraso.

Na campanha, que segue por todo o mês de outubro, são oferecidas as vacinas da rotina, a fim de resgatar a população não vacinada ou com esquemas de vacinação incompletos, tanto na infância como na adolescência, visando melhorar as coberturas vacinais. “A cobertura vacinal das crianças e adolescentes em Teresina, assim como em todo o Brasil, está abaixo da recomendada. Assim, é necessário identificar os que ainda não foram vacinados e atualizar as cadernetas”, justifica Laurimary Caminha, diretora de Atenção Básica da Fundação Municipal de Saúde (FMS).

A estratégia inclui uma busca ativa feita pelos agentes comunitários de saúde, que irão visitar as famílias com crianças e adolescentes menores de 15 anos de idade para verificar se tomaram as vacinas do Calendário de Vacinação. “Caso o agente encontre uma criança e adolescente não vacinada, ele vai orientar e encaminhar para a sala de vacina, e retornar na casa para comprovar se houve adesão vacinal”, explica a diretora.

Além disso, a FMS está disponibilizando quatro Unidades Básicas de Saúde com salas de vacina abertas nos fins de semana, para atender crianças cujos pais não podem ir durante a semana. São elas: UBS Parque Brasil (zona Norte), UBS Porto Alegre (zona Sul), UBS Santa Isabel (zona Leste) e UBS Renascença (zona Sudeste). O funcionamento destas unidades ocorre das 7 da manhã às 19h.

“Pedimos aos pais e responsáveis que vão aos postos e levem seus filhos”, diz Laurimary Caminha, enfatizando ainda a importância de se levar a caderneta de vacinação. “Isso porque cada vacina tem sua peculiaridade, e com o cartão o profissional vai saber como administrar, o que pode dar naquele momento segundo fatores específicos”, explica a diretora.

A estratégia de multivacinação foi adotada em 2012 e é realizada em um período determinado e curto espaço de tempo todos os anos. As recomendações são elaboradas a partir de estudos que demonstram como uma vacina pode proporcionar o máximo de eficácia e proteção contra as doenças imunopreveníveis.

Doses administradas em intervalos inoportunos ou com número de doses insuficientes podem prejudicar o objetivo do programa de vacinação, uma vez que a proteção individual e coletiva passa a não ser alcançada e, com isso, as doenças que foram eliminadas podem retornar ou mesmo ter mudanças no seu comportamento epidemiológico, passando a acometer também adolescentes e adultos jovens.

FMS leva serviços de saúde ao evento Teresina Cuida de Você

A Prefeitura de Teresina realizará, neste sábado, (2), a 1° edição do Programa Teresina Cuida de Você. A ação reunirá serviços de cidadania, saúde, cultural e lazer. O evento está previsto para acontecer das 8h às 12h, no estacionamento do Parque da Cidadania e irá seguir todos os protocolos de saúde, em prevenção à pandemia da Covid-19.

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) é parceira do evento e disponibilizará para a população diversos serviços, focando na prevenção e educação em saúde. Profissionais da Atenção Básica municipal realizarão aferição de pressão arterial, promoverão ainda sessões de auriculoterapia e atividade corporal, conscientizando sobre a importância da atividade física para a melhoria na qualidade de vida. “Muito importante estarmos próximos da população, levando prevenção em saúde”, diz Gilberto Albuquerque, presidente da FMS.

Haverá também a distribuição de material educativo, através da equipe da Vigilância Sanitária, para alertar sobre a importância da lavagem das mãos e informações acerca de diversas doenças, como tuberculose, hanseníase, sífilis, leishmaniose e as doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti. O combate ao mosquito será foco de um espaço para as crianças e também de uma exposição de materiais feitos com resíduos sólidos que poderiam virar criadouro do mosquito.

Haverá ainda um espaço de orientações sobre procedimentos de higienização da caixa d’água e higienização de frutas e verduras, com distribuição de hipoclorito de sódio.

FMS promove quatro dias de drive thru para reforço de idosos com 90 anos e mais

A vacina usada será Pfizer, que poderá ser utilizada em drive thru graças a um esquema montado pela FMS em parceria com o local de vacinação Foto(Ascom/FMS)

A partir de amanhã (30), a Fundação Municipal de Saúde (FMS) promove a aplicação das doses de reforço da vacina contra a covid em idosos de 90 anos e mais. A vacinação será por meio de drive thru, que acontece durante quatro dias em um ponto de vacinação voltado exclusivamente para este público.

A aplicação da dose de reforço será feita no ponto do Teresina Shopping, nos dias 30 de setembro, 01, 02 e 03 de outubro, das 9h às 16h. Para fins de organização, a vacinação seguirá o esquema adotado nos drives de primeira e segunda dose, que prioriza mulheres pela manhã (9h às 13h) e homens pela tarde (13h às 16h).

A coordenadora da campanha de vacinação contra a Covid-19, Emanuelle Dias, reforça que, no momento, só podem tomar a nova dose os idosos que tomaram a segunda dose há no mínimo seis meses, conforme estabelecido pelo Ministério da Saúde. “Portanto, devem ir amanhã (30) os idosos de 90 anos ou mais que tomaram a segunda dose até o dia 30 de março”, informa a coordenadora.

A vacina usada será a do laboratório Pfizer, que poderá ser utilizada em drive thru graças a um esquema montado pela FMS em parceria com o local de vacinação.