Prefeito Dr. Pessoa homenageia a médica Amariles Borba em solenidade no Palácio da Cidade

Prefeito Dr. Pessoa homenageia a médica Amariles Borba Fotos(Marcelo Cardoso/ SEMCOM)

A Prefeitura Municipal de Teresina realizou, na manhã desta terça-feira (31), uma solenidade em homenagem à Dra. Amariles Borba, médica considerada um dos nomes mais competentes da capital piauiense quando o assunto é saúde pública. A homenagem foi uma inciativa do prefeito Dr. Pessoa, que considerou os mais de 20 anos de relevantes serviços prestados pela pediatra ao município. A solenidade aconteceu no Salão Nobre do Palácio da Cidade.

O prefeito Dr. Pessoa ressaltou o grande legado de Amariles Borba na saúde pública. Segundo o chefe do executivo, a médica é uma referência para todos os profissionais que atuam na área e que se dedicam a cuidar das pessoas.

“A Dra. Amariles Borba contribuiu com o mundo, com o Brasil, não é só com Teresina, nem só com Piauí. A história dela é exemplar para todos aqueles que fazem a saúde no Brasil. Ela merece muito mais do poder executivo do Município de Teresina. O serviço prestado por ela e suas atitudes desempenhadas com bastante afinco, com bastante objetividade, cuidando sempre da vida. Por isso, em qualquer lugar por onde ela passou, deixou o seu legado, um legado forte em cuidar da vida das pessoas”, afirmou o prefeito.

Durante a solenidade, Amariles Borba recebeu uma placa das mãos do prefeito e da presidente da FMS, Clara Leal. A homenageada enfatizou sua alegria em receber a honraria e falou de planos para o futuro.

“Nesses 23 anos na Fundação Municipal de Saúde eu tentei dar tudo que eu podia e fazer o melhor pela população de Teresina e também no Piauí como mestra. Eu penso no futuro, continuar trabalhando, fazendo aquilo que nesses últimos 53 anos de formada, porque esse hardware que está aqui é do povo, não é meu. Então, se eu for seguir para continuar fazendo o que eu sei, vou continuar trabalhando, embora menos intensamente, porque eu não tenho mais condições físicas de trabalhar dez horas por dia, mas eu acho que umas quatro horas, três horas eu dou conta”, declarou a médica.

Clara Leal, presidente da FMS, destacou as virtudes de Amariles Borba e seu compromisso com a saúde da população.

“Se a gente tiver que falar aqui todas as qualidades da Dra. Amariles, certamente não conseguiremos. Competência, autenticidade, ela briga tanto pelas crianças, para aumentar a cobertura vacinal, ela briga com o cidadão comum e briga com a mais alta autoridade do nosso estado. E o que mais marca no seu modo de ser é o senso de responsabilidade e de compromisso. Não precisa que se ofereça a Dra. Amariles condições tão favoráveis de trabalho, basta entregar uma missão e ter a certeza que essa missão será cumprida”, destacou Clara Leal.

Alerta

Durante sua fala na solenidade, Amariles Borba fez um alerta sobre o risco de um novo surto de arbovirose – doença causada por vírus transmitidos, principalmente, por mosquitos, e também fez um apelo para que pais e mães vacinem suas crianças.

“Queria aqui aproveitar essa oportunidade para fazer um apelo às pessoas, são dois apelos. O primeiro é que, segundo que está sendo divulgado na literatura mundial, nós vamos ter surto grave de arbovirose. Portanto, não criem mosquitos. A segunda coisa muito relevante é que os responsáveis pelas crianças menores de cinco anos, por favor, cumpram o calendário vacinal, nós estamos a beira de ter surto de poliomielite, difteria, pneumonia, meningite, e para tudo isso tem vacina, está disponível”, concluiu Amariles Borba.

Currículo

A Dra. Amariles de Souza Borba nasceu no dia 10 de maio de 1943, em Floriano-PI. É graduada em Nutrição pelo Instituto de Nutrição do Estado da Guanabara e em Medicina pela Escola de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro, com especialização em pediatria pela Escola de Pós-Graduação Médico “Carlos Chagas”. Tem trabalhos entre eles um Manual de Orientação das Ações de Saúde e Saneamento.

A médica teve participação em associações científicas e profissionais como Associação Brasileira de Pediatria, Associação Médica Brasileira e Sociedade Brasileira de Pediatria, Associação Piauiense de Medicina, Sociedade de Pediatria do Piauí, Conselho Regional de Medicina, Conselho Regional de Nutrição e presidente da Sociedade Brasileira de Pediatria/Piauí no Triênio 1998-2000.

Dra. Amariles Borba foi Subchefe dos médicos residentes do Serviço de Pediatria do Hospital dos Servidores do Estado, Coordenadora do Programa Materno-Infantil da Secretaria de Saúde do Piauí, Médica do INAMPS na especialidade de Pediatria, Coordenadora do Programa Nutrição em Saúde no Estado do Piauí , Coordenadora dos Órgãos Regionais de Saúde do Estado do Piauí ,Coordenadora Chefe do Convênio Global Ministério as Saúde, Professora do Departamento de Clínica Geral do Centro de Ciências da Saúde da Universidade Federal do Piauí, Professora da Cadeira de Pediatria (aula teórica e prática),Diretor do Departamento de Saúde da Secretaria de Saúde do Piauí, Diretora da Divisão de Programas e Projetos Especiais de Saúde da Secretaria de Saúde do Piauí, Diretora Geral do HospitaI Infantil Lucídio Portela, Diretora Clinica Hospital do Promorar, Presidente em exercício da Fundação Municipal de Saúde e Diretora de Vigilância em Saúde da FMS, de 1991 a 2023.

Maternidade do Dirceu recebeu avaliação de Alta Conformidade pela Anvisa

Maternidade do Dirceu recebeu a classificação de Alta Conformidade com índice de 90%. Foto (Ascom/FMS)

A Maternidade Professor Wall Ferraz, bairro Dirceu, da Fundação Municipal de Saúde (FMS), recebeu a classificação de Alta Conformidade com índice de 90%. Esse índice foi obtido pelas ações realizadas com o atendimento relacionado à segurança da paciente e do bebê. Essa avaliação é promovida pela Gerência Geral de Tecnologia em Serviços de Saúde (GGTES) da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) em unidades de saúde em todo o país que tenham leitos de UTI.

A enfermeira responsável pela Segurança do Paciente da FMS, Jaianna Ellorena Farias, explica sobre essa avaliação. “É muito criteriosa com respostas a um questionário e com a comprovação de documentos. É uma avaliação positiva para o serviço público de saúde porque é a comprovação que a unidade de saúde tem qualidade na assistência e trabalha conforme o que preconiza o Ministério da Saúde”, diz.

A diretora da maternidade, Liège Ribeiro, comenta sobre o núcleo de segurança do paciente. “Esse núcleo desenvolve ações relacionadas à paciente e ao bebê, desde a entrada na maternidade com a identificação, os procedimentos no parto, em cirurgias, medicações, cuidados com o bebê na UTI e em todas as atividades”, diz.

A Maternidade Professor Wall Ferraz funciona 24 horas para atendimento em urgências obstétricas. Possui 28 leitos obstétricos, 10 leitos de Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN), 10 leitos de Cuidados Intermediários Neonatais Convencionais (UCINCo) e 05 leitos de Unidade de Cuidados Intermediários Canguru (UCINCa), constituindo uma linha de cuidados progressivos.

Essa mesma certificação foi obtida pelo Hospital de Urgência de Teresina (HUT) que alcançou a classificação de Alta Conformidade, com índice de 76%, na avaliação anual das práticas de segurança do paciente. É o nível mais alto de aprovação considerando os indicadores de estrutura e processo avaliados.

SAMU Teresina atende mais de 2,5 mil ocorrências em dezembro  

As pessoas ao se depararem com algum caso de problema de saúde devem manter a calma, fornecer as informações necessárias Foto(Ascom/FMS)

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) Teresina atendeu 2.554 ocorrências em dezembro de 2022, com envios de ambulâncias e motolâncias. O serviço é administrado pela Fundação Municipal de Saúde (FMS) para atender a população em casos de urgência com chamadas gratuitas pelo telefone 192.

Em primeiro lugar com a maior quantidade de atendimento estão as urgências clínicas com 778 ocorrências. Em segundo lugar são os casos de acidente de trânsito com 665 atendimentos. Ocupam a terceira posição os casos de mal súbito com 248 chamadas, e na quarta posição estão os casos de queda e outros acidentes com 214 atendimentos.

No mesmo mês, as Unidades de Suporte Básico (USB) realizaram 1971 atendimentos, contra 427 das Unidades de Suporte Avançado (USA) e 215 ocorrências com suporte das motolâncias. A maioria dos atendimentos no tempo exposto foi de pessoas do sexo masculino (55,1%), e a maior parte dos atendimentos – 99.49% – são provenientes da zona urbana.

O diretor do SAMU, Eliel dos Santos, explica sobre as principais ocorrências de urgência clínica e outros tipos de atendimentos. “Nas urgências clínicas estão acidente vascular cerebral (AVC), hipoglicemia, casos de convulsões. Os acidentes de trânsito também estão nas estatísticas e outras como urgências ginecológicas, psiquiátricas, mal súbito, queda, entre outros atendimentos”, cita.

O diretor orienta que as pessoas ao se depararem com algum caso de problema de saúde devem manter a calma, fornecer as informações necessárias sobre como se encontra a vítima e a localização. “Todos os chamados pelo fone 192 passam por uma triagem onde o médico avalia sobre a necessidade de enviar ambulância e o tipo de ambulância conforme a gravidade do paciente, pode ser de suporte básico ou avançado”, explica.

Sobre as informações no momento de acionar o SAMU, o diretor orienta que as pessoas cumpram os requisitos do funcionamento do órgão. “É necessário informar a situação em que se encontra o paciente, dizer a localização exata e os pontos de referência que sejam bem conhecidos, como praças, igrejas e outros que sejam fáceis de serem localizados”, orienta.

Treinamento sobre reanimação neonatal acontece neste sábado (28) na Maternidade do Dirceu

Treinamento sobre reanimação de recém-nascido acontece neste sábado (28) na Maternidade do Dirceu. Foto (Ascom/FMS)

A capacitação sobre atualização em reanimação neonatal e transporte de alto risco acontece neste sábado (28), das 7h30 às 17h30, na Maternidade Wall Ferraz, bairro Dirceu, zona Sudeste. O treinamento visa a capacitação das equipes de diversos profissionais que trabalham em sala de parto, a estabilização e o transporte do recém-nascido quando precisar de atendimento em outra unidade que tenha mais suporte. Essa capacitação já aconteceu nas demais maternidades da Fundação Municipal de Saúde (FMS).

A atualização é um programa internacional voltado para a realidade de cada país e a Sociedade Brasileira de Pediatria participa nesse contexto mundial. Nas maternidades municipais de Teresina a capacitação é realizada pela Sociedade de Pediatria do Piauí (SOPEPI).

A endocrinologista pediátrica da FMS, Anenisia Coelho de Andrade, explica que o treinamento é um preparo teórico e prático aos profissionais. “É necessário que os profissionais saibam como agir e que na sala de parto os procedimentos de reanimação sejam feitos de forma rápida e em sequência para garantir o suporte ao recém-nascido, pois mesmo quando se recuperam podem ter sequelas graves se não for feita uma reanimação adequada”, diz.

FMS divulga calendário de vacinação contra a covid para a próxima semana

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) divulga a programação da vacinação contra a Covid-19 para a próxima semana (30/01 a 03/02). A programação conta com vacinação nas UBS e em um shopping da capital, contemplando diversos grupos e etapas.

De segunda-feira (30) a sexta-feira (3) funciona o posto de vacinação do Teresina Shopping. A equipe estará das 9h às 17h no edifício garagem estacionamento G3 para atender crianças de 3 a 11 anos com 2ª dose e para a população a partir dos 12 anos em geral, com qualquer esquema de vacinação de acordo com cada grupo.

Na terça-feira (31) e quinta-feira (2), das 8h às 12h e de 13h às 17h, em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS), tem vacina com livre demanda para a população em geral a partir de 12 anos de idade.

Também na terça e quinta-feira das 8h às 12 e de 13h às 17h tem vacinação de 2ª dose para crianças de 3 a 11 anos nas UBS Buenos Aires, Saci, Monte Castelo, Irmã Dulce, Cidade jardim, Satélite, Parque Poti, Parque Piauí, Porto Alegre, Santa Maria da Codipi, Santa Isabel, Renascença e UBS Alto da Ressurreição.

A programação de vacinação contra a Covid nos sábados, domingos e feriados é das 8h às 12h e de 13h às 17h com livre demanda para público em geral e de 3 a 11 anos (2ª dose) nas UBS Parque Piauí, do Porto Alegre, Santa Maria da Codipi, Santa Isabel e do Renascença.

A coordenadora de Imunização da FMS, Emanuelle Dias, orienta que as pessoas fiquem atentas para tomarem as doses no período determinado. “É necessário que as pessoas mantenham atualizado o esquema vacinal e compareçam aos postos onde disponibilizamos a vacina”, ressalta.

FMS realiza neste sábado (28) mutirões para identificar hanseníase

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) realiza, neste sábado (28), de 8h às 12h, mutirões de manchas nas UBS do Poty Velho (zona Norte), do Renascença (zona Sudeste) e no Ambulatório do Hospital do Promorar (zona Sul). Durante todo o mês de janeiro várias ações de alerta e identificação de casos de hanseníase foram realizadas nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) e hospitais. As ações fazem parte da campanha Janeiro Roxo, que trata da hanseníase.

“Para participar do mutirão amanhã a orientação é a de que a  pessoa que tiver alguma mancha na pele e suspeita de que seja hanseníase vá a um dos mutirões onde estarão os profissionais especializados para o atendimento”, diz a médica infectologista e gerente de epidemiologia da FMS, Amparo Salmito. A FMS tem um bom programa com profissionais e medicamentos gratuitos.

No Brasil, o tratamento para a hanseníase é gratuito e oferecido pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Os pacientes podem ser tratados em casa com supervisão periódica nas Unidades Básicas de Saúde (UBS). Para os casos mais complexos a Rede de Assistência em Saúde (RAS) de Teresina conta com os serviços de Dermatologia do Hospital Getúlio Vargas e Hospital Universitário e o Centro Maria Imaculada.

“A hanseníase se manifesta principalmente por meio de lesões na pele, como manchas esbranquiçadas, avermelhadas ou nódulos (tipo caroços) no corpo e sintomas neurológicos, como dormências e diminuição de força nas mãos e nos pés”, explica a médica infectologista Amparo Salmito.

Apesar de ser uma doença manifestada na pele, a transmissão acontece por pequenas gotas de secreção que saem na respiração do paciente sem tratamento. Os familiares, por terem um contato prolongado e íntimo com a pessoa doente não tratada têm o maior risco de adoecer. “A transmissão não ocorre por meio de saudações sociais como abraço, aperto de mão ou um sorriso”, acrescenta a infectologista. Amparo Salmito faz o alerta para evitar a hanseníase. “A doença é milenar e não tem vacina para proteger”, pontua.

Janeiro Roxo

Desde 2016 o Ministério da Saúde oficializou o mês de janeiro e a cor roxa para a campanha “Janeiro Roxo”, cujo objetivo principal é ampliar o conhecimento da população sobre a hanseníase, por meio de ações educativas. É importante reforçar o diagnóstico precoce para evitar a ocorrência de sequelas graves, que geram incapacidades físicas.

Indicadores

O Brasil vem se mantendo em segundo lugar mundial no número de casos novos de hanseníase diagnosticados anualmente, sendo superado apenas pela Índia.

O Piauí, juntamente com os estados do Mato Grosso, Tocantins, Maranhão, Pará, está entre os estados que apresentam maiores índices de casos da doença.

Dados do Programa Municipal de Controle de Hanseníase de Teresina mostram que nos últimos três anos, mesmo com as restrições impostas pela pandemia de Covid-19, de 2020 a 2022, foram registrados na capital 477 casos, sendo 11, em menores de 14 anos (Hanseníase Infantil).

Prefeito Dr. Pessoa entrega oito novos veículos para o SAMU de Teresina

O prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, realizou, nesta quinta-feira (26), a entrega de oito novos veículos para o SAMU. Foram entregues quatro ambulâncias e quatro motolâncias, que irão reforçar a frota do SAMU, otimizando o tempo-resposta entre os chamados da população e o encaminhamento ao atendimento hospitalar.

A solenidade de entrega dos veículos aconteceu na sede do SAMU, na zona Sul da capital, e contou com a presença de diversas autoridades, incluindo a presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Clara Leal, e diretores do SAMU.

Fotos: Marcelo Cardoso – Semcom

Das quatro novas ambulâncias, duas são de suporte avançado e duas de suporte básico. Somente na aquisição das quatro ambulâncias, a Prefeitura de Teresina investiu R$ 1.338.990,00 (um milhão, trezentos e trinta e oito mil e novecentos e noventa reais).

O prefeito Dr. Pessoa destacou a importância da renovação da frota do SAMU, que realiza mais de três mil atendimentos por mês na capital.

“Nossa gestão está sempre preocupada em cuidar de vidas, e estamos aqui dando esse suporte para esses que atuam na Saúde, por meio do SAMU de Teresina, para que possam ter uma condição mais digna para cuidar das pessoas”, declarou o prefeito.

A presidente da FMS, Clara Leal, ressaltou que, com essa nova aquisição e somando aos quatro veículos entregues em novembro de 2022, a renovação da frota de ambulâncias é de mais de 70%. Em relação às motolâncias, a renovação é de 100%.

“No momento em que a gente renova essa frota, a gente dá a essas pessoas que precisam do serviço, e às equipes de socorro, uma segurança maior, maior agilidade no deslocamento e no próprio atendimento. Então eu vejo isso não como apenas um número, mas vejo que na verdade o maior ganho é para a cidadania, estamos renovando a frota para o bem da população”, frisou Clara Leal.

Urgência e emergência

Para os atendimentos de urgência e emergência através do SAMU, a população deve ligar para o telefone gratuito 192. O SAMU é um programa do Governo Federal, gerenciado em Teresina pela FMS, que presta socorro em casos de urgência e emergência clínica, traumática, obstétrica e psiquiátrica.

FMS promove ações para pessoas em situação de rua na UBS Cidade Verde

Ação da Fms com o povo em situação de rua .. Foto (Ascom/Fms)

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) de Teresina, por meio da sua equipe do Consultório na Rua, realizou ação educativa com pessoas em situação de rua, na UBS Cidade Verde, Centro, quando foram abordados os temas hanseníase e saúde mental, na última segunda-feira (23). As ações fazem parte das atividades do Janeiro Branco (saúde mental) e do Janeiro Roxo (hanseníase).

Sobre o Janeiro Roxo, a enfermeira Marina Leite, falou sobre os cuidados e prevenção da Hanseníase. A ação teve como foco o diagnóstico precoce e do tratamento que é ofertado de forma gratuita pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Quanto ao Janeiro Branco, a psicóloga Mariana Pinho destacou os alertas para o cuidado com a saúde mental, a partir da prevenção das doenças decorrentes do estresse, incluindo os transtornos mentais mais comuns, como a depressão, ansiedade e pânico.

A assistente social Darllyane Mendes, destaca a importância de inspirar essas pessoas a fazerem reflexões acerca das suas vidas. “ Fizemos uma dinâmica onde os participantes puderam pensar sobre as suas relações, dos sentidos que possuem, dos passados que viveram e dos objetivos que desejam alcançar no ano que se inicia”, fala.

O Consultório na Rua é um programa administrado pela FMS e funciona com equipe formada por médico, enfermeiro, assistente social, psicólogo e redutor de danos. Diariamente membros da equipe circulam em uma van levando ações de saúde para as pessoas em situação de rua. Ligado ao Consultório, a Fundação também mantém o Banho Móvel, carro adaptado com chuveiros que oferta banho para o público.

HUT integra projeto nacional para reabilitação de pacientes

Equipe do HUT (Foto: Ascom/HUT)

O Hospital de Urgência de Teresina (HUT) passou a fazer parte de mais uma iniciativa nacional do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (PROADI-SUS), do Ministério da Saúde, e será a unidade de referência na região, do Projeto de Reabilitação na Síndrome Pós-cuidados Intensivos.

Durante o ano de 2023, médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, assistentes sociais, área administrativa e a equipe de atenção domiciliar (EMAD) do HUT receberão capacitação multidisciplinar e o suporte oferecido pelo PROADI. Estas equipes irão trabalhar com especialistas do Hospital Alemão Oswaldo Cruz para aprimorar os cuidados relacionados à reabilitação de pacientes que foram diagnosticados com diversas comorbidades como pneumonia, acidente vascular cerebral (AVC), na recuperação de indivíduos infectados por covid-19, que são egressos de terapia intensiva (UTI), otimizando a reabilitação, reduzindo incapacidades e reintegrando os pacientes com maior agilidade à sociedade.

Durante a assinatura do termo de compromisso para início do projeto, o diretor geral do HUT, médico Anderson Dantas, ressaltou que a expectativa é reduzir o tempo de permanência de pacientes, possuir excelência em reabilitação hospitalar e na rotatividade de leitos, para que mais usuários sejam atendidos com qualidade, de maneira mais segura e estruturada.

O HUT é a maior unidade pública da rede municipal de Teresina, referência no atendimento de urgência de alta e média complexidade e já foi contemplado com outros programas nacionais do PROADI: projeto “Saúde em Nossas Mãos” reduzindo a incidência de infecção hospitalar, “Modelo de Custeio” que estima a economia decorrente das medidas de prevenção, de “Cuidados Paliativos” com impacto positivo na saúde dos pacientes e familiares e agora o de “Reabilitação Pós-cuidados Intensivos” que vai otimizar a reabilitação, e reduzir a permanência hospitalar.

FMS encerra janeiro branco com momento de mobilização sobre saúde mental

Encerrando o Janeiro Branco, mês de conscientização sobre a saúde mental, a Fundação Municipal de Saúde (FMS) promove, amanhã (27), um momento de divulgação dos serviços na área disponibilizados pelo município, bem como uma abordagem para falar sobre a importância da saúde mental. Será no Parque da Cidadania, a partir das 16h30.

Intitulada “Vida pede Equilíbrio”, a ação contará com participação dos servidores da rede de saúde mental do município, como os Centros de Atenção Psicossocial (CAPS), Provida, entre outros. “Ofereceremos um momento de divulgação da rede, assim como abordagem das pessoas presentes no parque para alertar sobre a importância da Saúde Mental durante todo o ano”, relata a gerente de saúde mental da FMS, Laryssa Carvalho.

A gerente alerta que, apesar da existência de um mês dedicado à conscientização sobre a saúde mental como o Janeiro Branco, os cuidados devem ser tomados durante todo o ano. “É importante trabalharmos ações educativas o ano inteiro e é nessa perspectiva de continuidade de um trabalho que é realizado pela rede de Saúde Mental de Teresina o ano inteiro que realizaremos esse momento”, reforça Laryssa Carvalho.

Sem necessidade de agendamento, os atendimentos de saúde mental são realizados em sete Centros de Assistência Psicossocial (CAPS) nos bairros, com funcionamento manhã e tarde. O CAPS Álcool e outras Drogas funciona no bairro Macaúba (zona Sul); CAPS Infantil, no Morada do Sol (zona Leste); CAPS II no bairro Pio XII (zona Sul); CAPS II Leste, bairro Horto Florestal; CAPS Tipo II, no bairro Renascença (zona Sudeste); CAPS Centro Norte, no bairro São Joaquim e CAPS Tipo III, atendimento 24h, bairro Três Andares (zona Sul).

O atendimento também é realizado sem agendamento manhã e tarde no Provida, ambulatório para atendimento para quem está com ideação suicida na rua Álvaro Mendes, 1557 – Centro Sul. No Provida, se houver necessidade, é feito o encaminhamento para o paciente ter continuidade no atendimento com consulta especializada em consultório com psiquiatra ou psicólogo. Caso o paciente esteja em crise, o Provida providencia internação para tratamento.