Carnaval de Teresina 2020: confira a programação dos blocos de rua que acontecem neste sábado (22)

Se em 2019 o Carnaval de Teresina foi maravilhoso, neste ano tem tudo pra ser inesquecível. Tem bloquinho de rua para todos os cantos e gostos, garantindo a diversão dos foliões de toda cidade e região. Ao todo, sete blocos gratuitos movimentam o município neste sábado (22).

A capital mais calorosa do Nordeste está com uma programação de dar inveja. Para aqueles que vão curtir a época mais agitada do ano em Teresina, serão quatro dias de muita música, confetes e alegria por todas as zonas. Neste sábado, o ponta-pé inicial é dado pelos blocos HBB Folia, Capote da Madrugada, Sanatório Geral, Bloco de Virote, Negão da Macaúba, Fernandão Folia e Bloco das Fundações.

O Carnaval 2020 é uma realização da Prefeitura de Teresina, por meio da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC), que apoia e incentiva todas e quaisquer manifestações artísticas e culturais que unam os mais diversos estilos, ritmos e cores.

Programação do sábado (22):

HBB Folia

Local: Avenida principal HBB, Zona Leste

Horário: 12h

 

Capote da Madrugada

Local: Avenida Dom Severino, Zona Leste

Horário: 14h

 

Bloco Sanatório Geral

Local: Praça da Liberdade, Centro

Horário: 16h

 

Bloco de Virote

Local: Real Copagri, Zona Norte

Horário: 17h

 

Negão da Macaúba

Local: Parque Amb. Macaúba

Horário: 17h

 

Fernandão Folia

Local: Rua José Santana, Zona Norte

Horário: 21h

 

Bloco das Fundações

Local: Rua Cíntia Portela, Zona Norte

Horário: 21h

 

FMS amplia parceria para atender idosos no Centro Padre Arrupe

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) de Teresina vai ampliar a parceria com o Centro Social e de Saúde Padre Arrupe, instituição administrada pela Companhia de Jesus em Teresina. O objetivo é aumentar a quantidade de idosos atendidos no local e aperfeiçoar os serviços de saúde prestados. A decisão foi tomada durante reunião entre o presidente da FMS, Charles Silveira, e servidores do Centro, ocorrida nesta última quinta-feira (20).

Atualmente, o Centro Padre Arrupe atende a 530 idosos e realiza atividades de educação, saúde, qualificação profissional e lazer para esse público. São 22 tipos de ações, como atendimento nas áreas de Psicologia, Serviço Social e Terapia Ocupacional, além de atividades físicas, de música, inclusão digital e hidroginástica. O acesso se dá através de encaminhamento do CRAS ou por procura direta, sendo priorizados idosos em situação de vulnerabilidade.

Segundo o presidente da FMS, Charles Silveira, o fortalecimento dessa parceria entre o Centro Padre Arrupe e a FMS vai aperfeiçoar as ações de promoção para a atenção integral à saúde da pessoa idosa. “O Centro desempenha trabalho relevante na sociedade e, certamente, contribuirá para a prestação de um serviço especial, assegurando longevidade com qualidade de vida às pessoas idosas da nossa cidade”.

De acordo com o coordenador do Centro Padre Arrupe, Patrício Guilherme, a FMS realiza repasses para atendimento de idosos e também cede profissionais para atuarem no local. “Com a ampliação dessa parceria, poderemos oferecer melhor qualidade de vida aos idosos. Acreditamos que a parceria público privada dá certo quando está focada em uma boa gestão, no bem comum e vemos que o resultado é positivo”, finaliza.

 

Rede de Saúde Mental realiza carnaval integrado 

A Rede de Saúde Mental, Instituições e Articulações (RIA’s) realizou nesta quinta-feira, 20, festa carnavalesca. A concentração foi no estacionamento da Ponte Estaiada João Isidoro França. A RIA articula órgãos da saúde, da assistência social e outras áreas a se unirem em prol de um acompanhamento mais completo dos usuários da capital.

“As datas comemorativas são momentos ideais para promover saúde mental por meio da integração na sociedade. Tivemos uma festa animada e integrada. Todos juntos, unidos. Sem nenhum tipo de exclusão, promovendo a integração e a integralidade”, explica Sayonara Lima, coordenadora do Centro de Atenção Psicossocial Infantil.

A programação da festa contou com participação dos Reis e Rainhas do carnaval de Teresina, banda carnavalesca e muita animação. “Muitos usuários ficam isolados em casa sem participar de atividades culturais, sem acesso ao lazer. Ao participar de atividades culturais alusivas à datas comemorativas, eles veem que é possível participar, e isso nos deixa muito satisfeitos porque este é nosso objetivo: integrar o usuário dentro da comunidade”, finaliza a coordenadora.

 

Urgências e emergências fazem plantão no feriado de carnaval

As urgências e emergências dos hospitais públicos municipais de Teresina funcionarão normalmente no feriado de carnaval, mas os serviços não essenciais funcionam até esta sexta-feira (21) e voltam normalmente na quinta-feira (27).

O Hospital de Urgência de Teresina (HUT) e as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), por serem serviços de urgência e emergência, estarão em funcionamento normal no feriado. Já as maternidades da rede municipal funcionarão normalmente para internações.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) funciona normalmente com médicos reguladores, operadores de rádio e telefonistas auxiliares de regulação médica durante todo o feriado. A equipe do Centro de Zoonoses estará de plantão para recolhimentos de cães, gatos e atendimentos clínicos, bem como para administração de vacinas como a da raiva.

Por conta do feriado, as Unidades Básicas de Saúde (UBS), salas de vacina e a parte ambulatorial dos hospitais (marcação de consultas e exames) só voltam a funcionar na quinta-feira (27).

O Centro Integrado de Saúde Lineu Araújo, por fazer parte da rede de atendimentos ambulatoriais, só funciona até esta sexta (21) e volta a atender normalmente no dia 27 de fevereiro. A área administrativa da Fundação Municipal de Saúde (FMS) funciona até esta sexta (21) e volta com expediente normal na quinta-feira, 27.

 

UBS realizam quase um milhão de procedimentos ambulatoriais em quatro meses

Ascom/ FMS

As Unidades Básicas de Saúde (UBS) de Teresina realizaram, nos últimos quatro meses de 2019, 997 mil e 732 procedimentos ambulatoriais, que englobam ações de promoção em saúde, procedimentos de finalidade diagnóstica e clínicos. O dado consta no Relatório de Prestação de Contas da Saúde, referente ao 3º quadrimestre de 2019 e foi apresentado pela Fundação Municipal de Saúde (FMS) aos vereadores, nesta quarta-feira (19).

O documento mostra também que Teresina atingiu a maioria das metas pactuadas com o Ministério da Saúde, como 100% de cobertura estimada da cidade pela Estratégia de Saúde da Família e 100 % por equipes de saúde bucal. Há ainda informações sobre auditorias realizadas, produção de serviços públicos na rede assistencial própria, contratada e conveniada e, ainda, alguns indicadores de monitoramento relativos ao processo de pactuação interfederativa.

De acordo com o Relatório, a Prefeitura de Teresina investiu no ano de 2019, 34,79% da sua receita própria para cobrir gastos com ações e serviços de saúde. “Esse percentual corresponde a mais do que o dobro do exigido em lei, que é de 15%. O alto investimento representa o nosso esforço em qualificar a rede de saúde da capital, que é extensa e complexa”, afirma o presidente da FMS, Charles Silveira.

Durante a apresentação, a diretora de planejamento da FMS, Cláudia Glauciene, também informou que, atualmente, a rede física de serviços de saúde de Teresina conta com um total de 307 estabelecimentos públicos e privados conveniados ao Sistema Único de Saúde (SUS). Desse total, 151 correspondem a estabelecimentos de saúde municipais, 25 estaduais, 2 federais e 129 privados conveniados ao SUS.

Cláudia Glauciene explica ainda que esse Relatório apresenta metodologia definida em legislação específica e apresenta dados de sistemas de informações nacionais. “Isso possibilita um maior controle da gestão e, com informações qualificadas, permite tanto ao cidadão quanto aos órgãos de controle aferirem a qualidade dos serviços prestados pelos estabelecimentos públicos e conveniados ao SUS”, ressalta.

“A gestão municipal de saúde, por meio dessa audiência pública, presta contas e torna públicas as ações realizadas na área da saúde. Alguns dados, como os da execução orçamentária e financeira, são referentes aos resultados acumulados do ano todo, e demonstram o esforço da gestão no cumprimento do seu planejamento anual”, finaliza a diretora.