Hospital do Monte Castelo completa 43 anos atendendo população de Teresina

O Hospital Dr. Miguel Couto, do bairro Monte Castelo, zona Sul, completa neste sábado (28) 43 anos de funcionamento e desde 23 de março de 2020 é exclusivo para pacientes Covid e referência na rede municipal para tratamento dessa doença. Funciona com 49 leitos, sendo 30 leitos clínicos Covid e 10 leitos de UTI Covid.

Dados estatísticos do hospital apontam que este ano de janeiro a julho foram 1.007 admissões, 47 altas de pacientes curados e 629 pacientes de alta melhorado quando o paciente pode ter continuidade no tratamento da covid fora do hospital. Em 2020 de março a dezembro foram 1.354 admissões e 953 pacientes tiveram alta melhorado.

A equipe multiprofissional do Hospital do Monte Castelo tem inovado no acolhimento para pacientes Covid utilizando recursos como vídeo chamadas para agilizar a comunicação entre os pacientes e familiares. Além disso, a unidade foi o primeiro hospital público de Teresina a utilizar a tecnologia de ventilação mecânica não invasiva, que é menos agressiva que a intubação. Para Martina Costa, diretora geral do Monte Castelo, o acolhimento é muito importante na área hospitalar e mais ainda quando se trata de uma doença como a Covid.

O diretor clínico do hospital, Cícero de Sousa Neto, explica que a equipe de profissionais é capacitada para o atendimento aos pacientes. “Trabalhamos com todos os parâmetros e orientações sobre as medidas de precauções no que se refere a Covid-19, dispomos de medicação, temos os equipamentos de proteção individual em quantidade suficiente para todos, em conformidade com as normativas vigentes e o adequado dimensionamento dos profissionais para o funcionamento 24 horas”, diz.

O hospital teve reforma e ampliação concluída em 2015 e passou a atender a população de Teresina com estrutura moderna. O presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Gilberto Albuquerque, fala da capacidade de atendimento. “ É um hospital dotado de equipamentos, equipes de profissionais com muita capacidade técnica, medicamentos e toda a estrutura necessária para atender nesse momento de pandemia da Covid-19. Antes o hospital já tinha a sua importância no atendimento à população de Teresina com urgência 24 horas e internação”, cita.

Foto: Divulgação (FMS)

FMS abre hoje (02) agendamento para segunda dose da vacina contra a covid

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) vai abrir hoje (02) agendamento para segunda dose da vacinação contra a covid-19. A partir das 18h, trabalhadores da saúde e pessoas que tem marcado em seu cartão de vacinação para receber segunda dose das vacinas coronavac e astrazeneca até o dia 08 de agosto podem marcar para receber o reforço do imunizante.

O agendamento é feito pelo site http://vacinaja.fms.pmt.pi.gov.br/. Os trabalhadores da saúde devem acessar a opção “Agendamento trabalhador da saúde”, inserir seus dados e marcar a opção “Já tomei a 1ª dose e quero agendar a segunda”. Já os demais grupos devem acessar a opção “agendamento público alvo”.

No momento da vacinação, basta apresentar documento de identificação com foto, CPF ou cartão do SUS e o cartão de vacinação com registro de aplicação da primeira dose em Teresina.

Emanuelle Dias, coordenadora da campanha de vacinação contra a covid-19, ressalta que o agendamento de segunda dose deve ser feito por pessoas que têm o reforço marcado até o dia oito de agosto. “Quem tem segunda dose dentro deste prazo pode agendar para algum desses dias, pois estará no limite estabelecido pelo Ministério da Saúde”, reforça.

A coordenadora informa que toda sexta-feira a FMS vai abrir agendamento para segunda dose, sempre com datas para a semana seguinte. “Portanto, quem tem segunda dose para depois do dia 8 deve esperar a próxima abertura de agendamento”, esclarece a coordenadora.

Agendamento para pessoas de 39 anos abre mais uma vez hoje (29)

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) vai abrir novamente agendamento para pessoas de 39 anos receberem a primeira dose da vacina contra a covid-19. Será nesta quinta-feira (29), a partir das 18h, por meio do site http://vacinaja.fms.pmt.pi.gov.br/

Foto: Ascom FMS

Ao entrar no site, o usuário deve clicar no botão “agendamento público alvo” e escolher o público de 39 anos, que levará a uma página onde deve inserir os dados pessoais e escolher local, dia e hora da vacinação. A FMS informa que o usuário deve comparecer ao local escolhido, no dia e hora que foi agendado para poder receber o imunizante.

A coordenadora de imunização da FMS, Emanuelle Dias, lembra que no momento da imunização, é preciso apresentar os seguintes documentos: cartão de vacinação (se tiver), documento de identificação com foto e data de nascimento; CPF ou cartão nacional do SUS e um comprovante de endereço que comprove que a pessoa reside em Teresina.

Gilberto Albuquerque, presidente da FMS, explica que Teresina segue o Plano Nacional de Imunização e todas as vezes que recebe novas doses elas são disponibilizadas para a população. “Estamos trabalhando para que mais pessoas possam ser imunizadas, mas lembramos que as orientações de distanciamento social, uso de máscara e higienização das mãos devem continuar”, ressalta Gilberto Albuquerque.

FMS reabre agendamento para primeira dose de grupos prioritários e segunda dose de Pfizer

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) vai abrir hoje (27) às 18h novo agendamento para vacinação contra a covid-19. A partir das 18h serão reabertas vagas para mais seis grupos prioritários, além da disponibilização de um novo agendamento para pessoas que precisam tomar a segunda dose da vacina da Pfizer até o dia 01/08 e não conseguiram na última sexta-feira (23).

Foto: Ascom FMS

O agendamento de segunda dose de Pfizer será para contemplar as pessoas que precisam tomar o reforço até o domingo (01) e ainda não conseguiram marcar. “A data disponível para a vacinação será o dia 29 de julho, mas quem tem segunda dose para o fim de semana pode agendar para algum desses dias, pois estará no limite estabelecido pelo Ministério da Saúde”, diz a coordenadora da campanha de vacinação contra a Covid-19, Emanuelle Dias.

A coordenadora pede ainda que as pessoas que tem segunda dose marcada para depois de primeiro de agosto não façam agendamento agora e aguarde a abertura específica para a próxima semana. Ela informa que toda sexta-feira a FMS vai abrir agendamento para segunda dose, sempre com datas para a semana seguinte. “Portanto, quem tem segunda dose para depois do dia primeiro de agosto, deve esperar a próxima abertura de agendamento”, esclarece a coordenadora.

O agendamento é feito pelo site http://vacinaja.fms.pmt.pi.gov.br/. Emanuelle Dias informa que no momento da vacinação de segunda dose, independente do grupo, devem ser apresentados apenas os seguintes documentos: CPF ou cartão do SUS, documento de identificação com foto e o cartão de vacina com o registro da primeira dose administrada em Teresina.

Já o agendamento para vacinação de primeira dose, também por meio do site Vacina Já, será destinado aos seguintes públicos:

– Trabalhadores da Saúde
– Acadêmicos da Saúde em Estágio
– Trabalhadores da Educação
– Estagiários da Educação
– Trabalhadores da Indústria
– Trabalhadores da construção Civil

No momento da imunização, é preciso apresentar os seguintes documentos: cartão de vacinação (se tiver), documento de identificação com foto e data de nascimento; CPF ou cartão nacional do SUS e um comprovante de endereço que comprove que a pessoa reside em Teresina, além de documentos específicos para cada grupo como:

Para trabalhadores da saúde: Documento expedido pelo respectivo Conselho de Classe ou comprovante da profissão (certificado ou diploma); Contracheque atual ou Contrato de prestação de serviço ou documento que comprove a atividade laboral (últimos 3 meses), expedido pelo estabelecimento de saúde onde o trabalhador atua, no município de Teresina;

Para estagiários da saúde: Declaração do serviço de saúde onde o estudante está estagiando no município de Teresina, termo de estágio;

Para trabalhadores da educação: Contracheque atual ou Contrato de prestação de serviço ou documento que comprove a atividade laboral, expedido pelo estabelecimento de ensino onde o trabalhador atua, no município de Teresina;

Para estagiários da educação: Declaração da instituição de ensino de Teresina onde atua.

Para indústria e construção civil (Profissionais que atuam dentro das obras, como: Engenheiro, Arquiteto, Mestre de Obra, Pedreiro, Ajudante de obra, Armador, Pintor, Gesseiro, bombeiro hidráulico, Eletricista, Encanador, Carpinteiro): Documento que comprove a situação de trabalhador empregado de empresas industriais e de construção civil, como: Contracheque ou Contrato de prestação de serviço ou documento que comprove a atividade laboral (últimos 3 meses), do exercício efetivo da função, expedido pelo estabelecimento onde o trabalhador atua, no município de Teresina.

FMS abre hoje (21) vagas de agendamento para gestantes e puérperas

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) vai abrir, a partir das 18h de hoje (21) agendamento para vacinação contra a covid-19 para gestantes e puérperas sem comorbidades. As vagas são para amanhã (22) e podem ser feitas pelo site http://vacinaja.fms.pmt.pi.gov.br/.

O coordenadora da campanha de vacinação contra a covid-19 em Teresina, Emanuelle Dias, ressalta que a vacinação é abertas para gestantes e puérperas em geral, com ou sem comorbidades.

Para fazer o agendamento a pessoa deve se conectar no site, clicar no botão “agendamento público alvo”, que levará a uma página onde deve escolher o público ao qual pertence, inserir os dados pessoais e escolher local, dia e hora da vacinação.

Os documentos necessários para apresentar no dia e local onde for agendada a vacina são: documento de identificação com foto e data de nascimento, CPF ou cartão nacional do SUS, comprovante de residência da cidade de Teresina e uma prescrição médica (avaliação individualizada de risco benefício). Alem disso, as gestantes devem apresentar ainda o cartão de gestante ou laudo de profissional de saúde. Já as puérperas devem apresentar certidão ou declaração de nascimento do bebê.

FMS realiza drives de segunda dose da vacina Covid neste fim de semana

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) realiza drive thru neste sábado (10) e domingo (11) para segunda dose da vacina Astrazeneca, em 11 locais de Teresina. No sábado é para quem recebeu a primeira dose dia 17 de abril e que estava com 66 anos. No domingo os drives funcionam para atender quem recebeu a primeira dose dia 18 de abril e que estava com 65 anos de idade.

Foto: Ascom FMS

Com essa etapa da vacinação será concluído o esquema vacinal dos idosos dessas faixas etárias em Teresina. Para melhor organização e evitar aglomeração as mulheres serão vacinadas pela manhã das 9h às 13h e homens à tarde das 13h às 17h.

Os 11 pontos de drive que funcionarão no próximo sábado (10) e domingo (11) são os seguintes.

. ADUFPI – Av. Universitária, 391 – Ininga

. Universidade Estadual do Piauí (UESPI), Campus Pirajá

.Centro Universitário Santo Agostinho- zona Sul

.Centro de Artes e Esportes Unificados Vieira Toranga (CEU – Norte) – Santa Maria da Codipi

.Teresina Shopping

.Terminal Parque Piauí

.Terminal Livramento

.Terminal Zoobotânico

.Terminal Itararé

.Terminal Buenos Aires

.Terminal Bela Vista

A coordenadora da vacina na FMS, Emanuelle Dias, explica que as pessoas devem ter atenção a data que consta na carteira de vacinação para receber a segunda dose. “É muito importante comparecer ao drive na data do agendamento da segunda dose. Essa é a melhor forma para facilitar o atendimento. No momento da vacinação, os idosos devem apresentar um documento de identificação com foto e data de nascimento, CPF ou Cartão Nacional do SUS e o cartão de vacina que comprove a primeira dose”, orienta.

Teresina não registra mortes por dengue, chikungunya ou zica em 2021

Teresina não registrou nenhum óbito provocado por dengue, chikungunya ou zica este ano. Também teve queda acentuada nas notificações de casos e na confirmação por exames de laboratório e clínico-epidemiológico no período de janeiro a 5 de julho de 2021, em relação ao mesmo período do ano passado.

De dengue foram confirmados nesse período 303 casos este ano e 783 no ano passado. Os casos de chikungunya caíram de 83 em 2020 para 25 em 2021. Em relação à zica houve o aumento, tendo apenas um caso no ano passado para 3 casos este ano. Os dados são da SINAN/GEEPI/DVS/FMS.

Os bairros com maior incidência de casos em 2020 foram na zona Norte: São Joaquim com 54 casos, Matadouro com 47 e Mafrense 40. Este ano os bairros que tiveram maior quantidade de casos foram São Joaquim com 26 casos, Matadouro com 18 e Mafrense com 15.

O gerente de Zoonoses da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Paulo Marques, informa que a Gerência de Zoonoses conta com o trabalho dos agentes de endemias com identificação e eliminação dos criadouros do mosquito transmissor dessas três doenças. “Estamos satisfeitos com esses dados de redução e de nenhuma morte provocada por elas este ano em Teresina. Destacamos o trabalho dos agentes de combate às endemias, que é realizado diariamente, com a ida às residências em toda a cidade. É um trabalho minucioso com eliminação de criadouros de mosquitos que podem transmitir doenças e com orientações para limpeza de espaços que podem ser possíveis criadouros”, diz o gerente.

Sobre a redução de casos em Teresina, a diretora de Vigilância em Saúde da FMS, Amariles Borba, analisa que não existe um fator determinante para essa redução, mas algumas hipóteses devem ser consideradas. “Será se por causa da pandemia as pessoas estão mais tempo em casa e mais atentas à limpeza dos quintais? As pessoas estão eliminando os criadouros do mosquito ou o vírus que circula é o que já teve mais casos em Teresina? O que sabemos é que a pessoa só é infectada uma vez por cada vírus e este ano pode ser o caso do vírus que já teve prevalência ”, cita.

A diretora explica que a dengue é cíclica e tem alguns anos de menor incidência e outros com mais casos. Ela cita que no Brasil circulam 4 tipos de vírus e a pessoa é acometido por um vírus a cada vez e quando tem surto é por vírus preponderante.

Foto: Divulgação (FMS)

FMS amplia público para vacinação drive thru contra a covid desta segunda (10)

A Fundação Municipal de Saúde está ampliando o público para vacinação contra a Covid-19 nos postos de drive thru desta segunda-feira (10). A vacinação ocorre das 9h às 17h em seis pontos da cidade, dividido por turnos e gêneros: mulheres pela manhã e homens pela tarde.

Com a ampliação, serão contemplados os seguintes grupos:

– Pessoas com comorbidades, de 55 e 59 anos;
– Pessoas com deficiência permanente, de 58 e 59 anos;
– Gestantes e puérperas com comorbidades, com 18 anos e mais;
– Pessoas com síndrome de Down, 18 anos e mais;
– Pessoas com transtorno do espectro do Autismo, 18 anos e mais;
– Pessoas com paralisia Cerebral de 18 anos e mais;

“Além disso, os idosos com 60 anos ou mais que por qualquer motivo ainda não receberam sua primeira dose também podem estar se dirigindo a esses locais”, esclarece Emanuelle Dias, coordenadora da campanha de vacinação contra a Covid-19 em Teresina.

Qualquer pessoa deste grupo, pode comparecer aos locais de vacinação no Centro de Artes e Esportes Unificados Vieira Toranga (CEU –Norte), Teresina Shopping e nos terminais de integração do Buenos Aires, Zoobotânico, Bela Vista e Livramento, portando documento de identificação com foto, CPF ou Cartão Nacional do SUS e comprovante de residência da cidade de Teresina.

Vacinação Drive Thru – Data: 10/05/2021

Locais:

•Terminal de Integração Buenos Aires
•Terminal de Integração Zoobotânico
•Terminal de Integração Bela Vista
•Terminal de Integração Livramento
•Teresina Shopping
• Centro de Artes e Esportes Unificados Vieira Toranga (CEU –Norte)

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS:
– Documento de identificação com foto e data de nascimento;
– CPF ou cartão nacional do SUS;
– Comprovante de residência da cidade de Teresina-PI.

MAIS O DOCUMENTO QUE COMPROVE O GRUPO QUE ELE PERTENCE:
Comorbidade:
¬- Laudo OU declaração médica que comprove a comorbidade, com assinatura e carimbo do profissional de saúde (ORIGINAL E CÓPIA);

Gestante e puérperas:
– Gestante: apresentar cartão da gestante OU laudo médico;
– Puérpera: apresentar certidão OU declaração de nascimento;
– Laudo OU declaração médica que comprove a comorbidade, com assinatura e carimbo do profissional de saúde (ORIGINAL E CÓPIA);

Pessoas com deficiência permanente:
– Laudo que comprove a deficiência.

Maior urgência pública de Teresina, HUT completa 13 anos de história

O Hospital de Urgência de Teresina Prof. Zenon Rocha (HUT), completa 13 anos de existência nesta quarta-feira (05). A maior urgência e emergência pública vinculada a Fundação Municipal de Saúde (FMS), vem aprimorando os processos de qualidade e segurança do paciente para se tornar referência em assistência e gestão pública de saúde no Norte-Nordeste.

O Hospital foi inaugurado em 2008 para atender vitimas de traumas e mal súbito agudo, com o fechamento do pronto socorro do Hospital Getúlio Vargas (HGV), todas as emergências eram encaminhadas para o HUT. A enfermeira Silvia Alcântara lembra que nos primeiros anos o cenário era de superlotação, logo na entrada haviam macas enfileiradas com pacientes sem identificação. A servidora que assumiu a coordenação de enfermagem de uma das UTIs do Hospital enfatiza que a realidade agora é outra: “Não há mais pacientes em macas nos corredores, atualmente existe a regulação de leitos que permite controlar a entrada e uma assistência mais adequada. Nesse ano passamos a definir e implantar protocolos de atendimento, envolvendo toda a equipe multidisciplinar e isso faz toda diferença na qualidade da assistência, no giro de leitos e em tempos de escassez, até no uso consciente dos insumos”. Explicou.

Atendimento acolhedor e afetivo é uma das marcas dos novos tempos no HUT, a Ouvidoria do Hospital vem recebendo elogios, caso da paciente Ivone Gomes que precisou ser internada e passou alguns dias em coma. Sou muito grata a Deus e toda equipe de médicos, enfermeiros, técnicos, maqueiros, fisioterapeutas, psicólogos, assistente social, nutricionista e zeladores que ajudaram a salvar minha vida, sempre tinham uma palavra de fé, conforto e esperança e me fizeram renascer no HUT.

Ao longo do tempo a busca pela qualidade se solidificou. Sempre tendo como base os valores de cuidado e compromisso com a sociedade. Fábio Marcos de Sousa, diretor geral do HUT enfatizou o engajamento dos servidores na concretização das ações propostas pela direção: “Esse atendimento que todos prestam aos nossos pacientes é o que estimula a tornarmos cada vez mais eficiente, pois aqui elas são muito bem tratadas e cuidadas”. Orgulha-se.

Enfrentamento à Covid

Em Março desse ano, para reforçar a assistência durante o pico da pandemia do novo coronavírus, o HUT adaptou seu pronto atendimento com UTIs e enfermarias à disposição dos pacientes mais graves acometidos pelo vírus, em alguns momentos zerando a fila de espera por leitos clínicos e intensivos da capital. A unidade hospitalar também se destacou por capacitar profissionais de saúde de toda a rede municipal para o enfrentamento à doença e pelo projeto “Oxigênio (02) no alvo” de uso adequado e consciente do O2 hospitalar que foi reproduzido em unidades de saúde até fora do Piauí.

Salvando Vidas

Desde sua fundação, o HUT já realizou mais de 856.245 atendimentos e reúne grande leque de serviços especializados em Ortopedia, Traumatologia, Cirurgia Geral, Oftalmologia, Otorrinolaringologia, Pediatria, Cirurgia Vascular, Urologia, Neurologia, Cardiologia, Nefrologia, Cirurgia Plástica restauradora, Unidades de Terapia Intensiva, Tratamento de Queimados, Laboratório, Hemodiálise entre outros.

Para celebrar o 13º aniversário a programação contou com uma celebração ecumênica realizada pelo padre Raimundo Luzia, seguido do tradicional corte do bolo de aniversário e contou com a participação do prefeito de Teresina, Doutor Pessoa e Samara Conceição (primeira dama); o presidente da FMS Gilberto Albuquerque; vereador e médico Leonardo Eulálio; diretoria atual e servidores do HUT. A cerimônia seguiu as orientações das autoridades sanitárias, sem aglomeração, com distanciamento e uso de máscara.

Gilberto Albuquerque e o prefeito Doutor Pessoa ressaltaram que o HUT é uma escola, “hoje boa parte da gestão da prefeitura é formada por pessoas que trabalharam aqui, não somente na área da saúde, mas na gestão municipal como um todo”.

Atualmente, o HUT conta com mais de 2.500 profissionais, sendo a maior unidade pública de saúde do Estado no atendimento de urgência e emergência 24 horas.

Atualmente, o HUT conta com mais de 2.500 profissionais, sendo a maior unidade pública de saúde do Estado no atendimento de urgência e emergência 24 horas. Foto: Ascom (HUT)

FMS divulga dias da segunda dose dos idosos de 73 a 76 anos

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) de Teresina informa que de 19 a 21 de abril serão aplicadas segundas doses da vacina contra Covid-19. Na segunda-feira, 19, será a vez dos idosos de 76 e 75 anos. Na terça-feira, 20, recebem a segunda dose os idosos de 74 anos e os de 73 anos receberão a segunda dose dia 21, quarta-feira. Pela manhã devem comparecer aos postos as mulheres e à tarde os homens.

As pessoas precisam ficar atentas para não perder o prazo de completar seu esquema vacinal, quem perdeu o prazo para sua segunda dose pode ir nos drives dos próximos dias que tomará sua dose também. “Devem levar cartão de vacina que comprove a primeira dose, documento de identificação com foto, CPF e comprovante de residência da cidade de Teresina”, explica Emanuelle Dias, coordenadora da campanha de vacinação Covid na capital.

Drives vacina Covid de 19 a 21 de abril:

(9h às 13h – mulheres) – (13hàs 17h homens)

• Centro Universitário Santo Agostinho;

• Centro de Artes e Esportes Unificados Vieira Toranga (CEU – Norte);

• Terminal de Integração Buenos Aires;

• Terminal de Integração Zoobotânico;

•Terminal de Integração Bela Vista •Terminal de Integração Livramento;

• Centro Universitário UNINOVAFAPI;

• Terminal de Integração Itararé;

• Universidade Estadual do Piauí (UESPI);

• Terminal de Integração Parque Piauí;

• Teresina Shopping, – Edifício Garagem G1 – Avenida Raul Lopes, 1000, Bairro dos Noivos;

• ADUFPI, Av. Universitária, 391, Bairro Ininga;

• Faculdade Estácio de Teresina.