Construção de galeria no Recanto dos Pássaros vai evitar alagamentos

A Superintendência de Desenvolvimento Urbano Sudeste está construindo uma galeria no Residencial Recanto dos Pássaros, no bairro Bom Princípio. O objetivo é amenizar transtornos causados pelas chuvas, como alagamentos e enchentes.

Com investimento de aproximadamente R$ 193 mil, oriundos de recursos do Orçamento Popular, a galeria será coberta, permitindo o trânsito seguro de veículos e pedestres, além da eficiência no escoamento das águas da chuva. A obra está prevista para inaugurar no mês de junho.

Segundo o superintendente da SDU Sudeste, Evandro Hidd, o projeto é uma reivindicação importante dos moradores do Residencial Recanto dos Pássaros e que, agora, está sendo atendida.

“Esta é uma área em que os moradores sofriam frequentemente com alagamentos e que, com o Orçamento Popular, tiveram sua demanda ouvida. As obras estão bastante avançadas e trarão muitos benefícios a essa comunidade, especialmente nos períodos de chuva, melhorando o escoamento das águas”, finalizou o gestor.

 

Galeria da zona Leste tem 1,5km construídos e já mostra resultados

Com aproximadamente 1,5 quilômetros de extensão construídos, a galeria da zona Leste já está drenando as águas das chuvas que percorrem trechos das ruas Eustáquio Portela, Elvídio Ferraz, João XXIII, Alzira Pedrosa, Professor César Araújo e, posteriormente, o canal aberto que segue até a Avenida Raul Lopes e desemboca no Rio Poty. A medida visa garantir o perfeito escoamento das águas pluviais para evitar maiores transtornos com alagamentos.

Com investimento superior a R$ 49,4 milhões, a galeria é uma obra complexa e que terá 7km de extensão. Os recursos são oriundos da Caixa Econômica Federal, com contrapartida da Prefeitura de Teresina.

Ao longo dos trechos mencionados acima, a equipe de profissionais e engenheiros executaram escavações e a colocação de aduelas (estruturas pré-moldadas que constituem a estrutura final da galeria), garantindo o escoamento das águas das chuvas.

De acordo com o superintendente da SDU Leste, João Pádua, a construção da galeria já está garantindo o escoamento das águas pluviais nos trechos onde a galeria já foi construída. “Seguimos, de forma célere e efetiva, o cronograma de atividades dos serviços que foram executados na galeria. Nossa expectativa é de que no próximo período chuvoso a galeria esteja funcionamento em sua plenitude, permitindo a drenagem das águas nos principais pontos de alagamento da zona Leste”, explanou.

“A obra já passou de 1,5 quilômetros de extensão e com as chuvas que atingem a capital atualmente os serviços tiveram seu ritmo desacelerado, mas serão retomados normalmente após o período chuvoso. O resultado da construção da galeria trará inúmeros benefícios, mudando a vida de muitas pessoas que moram na região”, disse o superintendente executivo, Eng º Ângelo Cavalcante.

Galeria de Artes Visuais do Mercado Velho celebra dois anos com exposição especial

Ascom/FMCMC

Localizada em um espaço cheio de histórias, desde a sua inauguração, a Galeria de Artes Visuais do Mercado Velho tem conquistado o coração dos piauienses. Considerada referência quando o assunto é arte e cultura, o espaço completa dois anos com abertura de exposição comemorativa. Com entrada gratuita, a mostra acontece neste sábado (21), às 9h.

Diversidade de cores e expressões caracterizam o local, que tem dado oportunidade para os artistas locais. Mantida pela Prefeitura de Teresina, por meio da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC), a Galeria do Mercado Velho oferece uma continuação na programação onde vários artistas, jovens e já consagrados, tiveram seus trabalhos agraciados pelo público.

Estimulando a prática de ir ao centro e democratizando a arte para públicos de diferentes escolaridades, a Galeria foi inaugurada em 2017, fazendo parte do projeto de reestruturação do Mercado Velho. A abertura do espaço contou com uma exposição do grande artista Nonato Oliveira, que foi um sucesso de público. Hoje, o local é uma vitrine de talentos, recebendo trabalhos de pintura, ilustração, escultura, instalação, fotografia, dentre muitas outras formas.

Em comemoração ao seu aniversário, o espaço abre a exposição 2 anos da Galeria do Mercado Velho. O evento é um apanhado de todas os trabalhos apresentados ao longo dos anos, trazendo, por exemplo, obras de Elda Ribeiro, Aureliano Müller, Fátima Campos e muito mais. A exposição vai até 1º de fevereiro de 2020, de segunda a sexta, de 9h às 17h, e aos sábados, de 9h às 14h.

“Celebrar os dois anos da Galeria de Artes do Mercado Velho é celebrar dois anos de muitas exposições temporárias que funcionaram, em média, por 45 dias cada, seis dias na semana. Nos turnos manhã e tarde foram realizadas, neste espaço, sempre com o objetivo de oferecer ao público do mercado e da cidade, como um todo, um panorama da artes visuais sempre renovado, indo do popular ao contemporâneo, de artistas atuais aos que já faleceram”, conta o coordenador de artes visuais da FMC Guga Carvalho.

Confira as exposições que aconteceram na galeria desde a sua inauguração:

1. Exposição Individual Nonato Oliveira
2. Exposição Individual Elda Ribeiro
3. Exposição Individual Aureliano Müller
4. Exposição Individual Fátima Campos
5. Exposição Coletiva Prêmio 2018
6. Exposição Coletiva Entre Rios
7. Exposição Coletiva Amor e Feira
8. Exposição Coletiva Piauhy Surreal Group
9. Exposição Coletiva Ruaz Grafite
10. Exposição Coletiva Prêmio 2019
11. Exposição Individual Fernando Campos

Definida empresa que irá revitalizar o canal do Mocambinho

A licitação para escolha da empresa que será responsável pelas obras de urbanização do canal de águas pluviais da Avenida Freitas Neto, no bairro Mocambinho, foi finalizada. A vencedora é a empresa MJ5 Construções, que terá, após a assinatura da ordem de serviço, 180 dias para executar as intervenções.

O secretário municipal de Administração e Recursos Humanos, Nonato Moura, destaca a relevância da obra para os moradores da zona Norte da cidade. “A cobertura da galeria do Mocambinho, como ficou conhecido aquele canal, é uma demanda antiga da população, sobretudo por conta dos incidentes que aconteciam devido o canal ser aberto e em uma avenida de grande movimentação. Além de cobrir a galeria, será feito todo um trabalho de urbanização para que os moradores aproveitem o espaço para o lazer”, destaca.

O canal será totalmente reconstruído, com a inclusão de cobertura em laje e definição de espaços para o escoamento da água no controle de enchentes. Além disso, haverá uma área de convivência, com cobertura em estrutura metálica e pergolado em madeira, inclusão de jardineiras, bancos, lixeiras, postes de iluminação, sinalização urbana e área de retorno para veículos.

Sobre o procedimento licitatório, o coordenador da Central de Licitações da Secretaria Municipal de Administração e Recursos Humanos (Sema), João Emílio Lemos Pinheiro, afirma que gerou economicidade aos cofres públicos. “A MJ5 apresentou proposta de execução da obra no valor de R$ 2.267.414,51, o que representa uma economia do certame da ordem de R$ 695.613,13, ou seja, cerca de 23,5% a menos que o valor estimado do mercado”, completa.

Agora o processo retorna para seu órgão de origem, a Superintendência de Desenvolvimento Urbano da zona Norte (SDU/Centro-Norte), que irá entrar em contato com a empresa vencedora para assinar a ordem de serviço.

 

Avenida João XXIII é liberada após conclusão da galeria no local

Ascom/SDU Leste

O trecho marginal direito da Avenida João XXIII, sentido Centro/Leste, já está liberado para o tráfego normal dos veículos. A liberação aconteceu no último sábado (07), em virtude da conclusão dos serviços de execução da galeria no local, pela Superintendência de Desenvolvimento Urbano Leste (SDU Leste).

Segundo a gerência de Obras e Serviços da SDU Leste, a equipe de engenheiros e profissionais técnicos concluíram a construção de poços de visita, necessários para o andamento da obra, e finalizaram com a pavimentação asfáltica do trecho para normalizar o trânsito da via.

Paralelo a isso, a SDU está concluindo a colocação das aduelas (estruturas pré-moldadas que garantirão o escoamento das águas das chuvas), na Rua Helvídio Ferraz. Além disso, os técnicos estão finalizando a construção dos poços de visita no encontro da Rua Helvídio Ferraz e Eustáquio Portela para dar prosseguimento à construção da galeria.

Segundo o superintendente João Pádua, a galeria é um dos grandes desafios da Prefeitura de Teresina para melhorar a drenagem na região. “Nós esperamos que no próximo inverno a população já possa contar com essa importante obra de drenagem das águas das chuvas. Para isso, pedimos a compreensão dos moradores quanto aos transtornos que serão causados pelo avanço das obras”, disse o Superintendente João Pádua.

Com investimento superior a R$ 49,4 milhões, a galeria é uma obra complexa e que terá 7 km de extensão. Os recursos são oriundos da Caixa Econômica Federal, com contrapartida da Prefeitura de Teresina.

“Todas as fases têm uma grande complexidade, mas estudamos, constantemente, as medidas necessárias para minimizar os transtornos à população. O resultado da construção da galeria trará inúmeros benefícios, mudando a vida de muitas pessoas que moram na região”, completou o superintendente executivo e engenheiro Ângelo Cavalcante.

Galeria tem etapa concluída na João XXIII e trecho será liberado em breve

O trecho marginal direito da Avenida João XXIII, no sentido Centro/Leste, será liberado para o tráfego normal de veículos neste final de semana (07 e 08 de dezembro). A informação é da Gerência de Obras da Superintendência de Desenvolvimento Urbano Leste (SDU Leste), em virtude do andamento dos serviços responsáveis pela construção da galeria.

No local, a equipe de engenheiros e profissionais técnicos concluiu a construção de poços de visita, necessários para o andamento da obra, e agora seguem com a execução da pavimentação asfáltica para a liberação do trecho.

Paralelo a isso, a SDU está concluindo a colocação das aduelas (estruturas pré-moldadas que garantirão o escoamento das águas das chuvas) na Rua Helvídio Ferraz. Além disso, os técnicos estão finalizando a construção dos poços de visita no encontro da Rua Helvídio Ferraz e Eustáquio Portela para dar prosseguimento à construção da galeria.

“O período das chuvas se aproxima e estamos destinando frentes de trabalho para promover o hábil andamento da obra que minimizará os transtornos causados pelos alagamentos na região”, destacou o superintendente João Pádua.

Com investimento superior a R$ 49,4 milhões, a galeria é uma obra complexa e que terá 7km de extensão. Os recursos são oriundos da Caixa Econômica Federal, com contrapartida da Prefeitura de Teresina.

 

SDU Centro Norte faz limpeza em bueiros, galerias e estações de bombeamento

Ascom/SDU Centro Norte

Com a proximidade do período chuvoso, a Superintendência de Desenvolvimento Urbano (SDU) Centro Norte, por meio da Gerência de Serviços Urbanos (GSU), está realizando o serviço de limpeza nos bueiros e galerias e manutenção das estações de bombeamento que existem na região norte.

As equipes já estão fazendo o trabalho de manutenção nas quatro estações de bombeamento, que ficam na zona Norte, para garantir o melhor escoamento das águas dos bairros Mafrense, Poti, Parque Alvorada, São Joaquim, Nova Brasília, Parque Brasil e Mocambinho.

Na região, existe um total de quatro estações de bombeamento: a primeira é a Estação da Boa Esperança, que fica na Lagoa dos Oleiros, próximo ao Encontro dos Rios; a segunda está localizada no Parque Ambiental Matias Matos; a terceira está nas proximidades do Hospital do Mocambinho; a quarta fica na Avenida Marechal Castelo Branco, nas proximidades da Ponte da Primavera.

O superintendente executivo da SDU Centro Norte, Márcio Sampaio, reforça que esse trabalho é realizado todos os anos no mês de novembro para que o período chuvoso transcorra da melhor forma possível. “Estamos hoje com as nossas equipes na estação da Boa Esperança fazendo o trabalho de manutenção, acompanhamento do funcionamento das bombas e ainda a revisão das grades de proteção”, acrescenta.

Sampaio enfatiza que, ao longo da próxima semana, as demais estações passarão pelo mesmo trabalho de manutenção. “Estava sendo verificada toda a parte técnica de funcionamento das bombas para evitar problemas com a chegada das chuvas”, explica.

Com relação à limpeza de bueiros e galerias, o superintendente reforça que é importante que a população colabore. “Estamos ainda concentrando as equipes, fazendo vistoria em todas as bocas de bueiro da região. É necessário que a população se atente para o descarte correto do lixo, que é a principal causa desses entupimentos”, enfatiza.

É importante que o cidadão denuncie o descarte irregular e colabore para uma cidade mais limpa. A população pode denunciar o descarte irregular de lixo por meio do telefone (86) 3215 7465 ou do aplicativo Colab, que fornece aos teresinenses a possibilidade de acrescentar imagens e local da infração.

Galeria do Mercado Velho traz obras inéditas do artista plástico Fernando Costa

Ascom/FMCMC

As obras do artista plástico Fernando Costa estão dispostas na Galeria de Artes Visuais do Mercado Velho. A exposição “Fernando Costa: Da Santa Ceia e Outros Avulsos” permite um mergulho no figurativo e abstrato presentes no imaginário do artista. Com entrada gratuita, acontece de segunda a sexta, de 9h às 17h, e aos sábados, de 9h às 14h.

Fernando Costa: Da Santa Ceia e Outros Avulsos vai além de uma experiência estética. A mostra permite aos visitantes a possibilidade de de reconhecer um artista que, apesar de ter falecido ainda muito jovem, contribuiu para as artes plásticas na cidade de Teresina.

“O Fernando Costa foi um artista que teve uma passagem muita rápida, mas ele produziu muito. É muito importante quando um artista produz muito, porque ele passa a olhar o mundo de maneira artística e o Fernando, apesar de fazer só obras bidimensionais, possui uma diversidade em suas obras” explica Guga Carvalho, curador da exposição e coordenador de artes visuais da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC).

Ascom/FMCMC

Os familiares de Fernando Costa estiveram presentes na abertura e não esconderam o orgulho ao verem as obras do artista sendo agraciadas pelo público. “Essas são obras que devem ser apreciadas sempre. Fernando era um artista nato. Uma pessoa que se entregou muito ao dom da arte, pintando e produzindo muito” relata Lúcia Quitéria Costa, irmã do artista homenageado.

Com obras inspiradas em trabalhos de grandes nomes das arte, Fernando demonstra uma capacidade de não fazer de suas obras apenas referências, mas de transformá-las em uma extensão das pinturas originais. Além da série a óleo, o público tem acesso, pela primeira vez, a trabalhos em papel, seja usando aquarela, pastel, cera, carvão, nanquim ou gravura em metal.

“Eu estou encantada com todas as obras. Elas passam algo surreal para a gente. Tocam bem no fundo da nossa alma e isso é muito lindo. A arte deve ser valorizada em geral. Exposições como essa me deixam feliz”, conta a estudante de 15 anos, Isadora Duarte.

A exposição fica aberta até o dia 11 de dezembro na Galeria de Artes Visuais do Mercado Velho. O espaço é mantido pela Prefeitura de Teresina, por meio da FMC, e tem abrigado e dado a oportunidade para artistas de Teresina e região expor seus trabalhos.

SDU Leste prossegue com execução da galeria na via marginal da Av. João XXIII

A via marginal esquerda da Avenida João XXIII, sentido Centro-Leste, continua recebendo os serviços da construção da galeria da zona Leste, nas proximidades da Jacaúna e Solnascente. A medida, executada pela SDU Leste, é necessária para dar continuidade aos serviços da galeria e, consequentemente, minimizar os transtornos de alagamento na região em períodos chuvosos.

No local estão sendo concluídas a colocação dos poços de visita para dar prosseguimento ao encontro dos trechos da galeria já construídos, mais precisamente nas vias centrais, executadas no período das férias de julho. Com o apoio da Strans, DNIT e PRF, o tráfego está sinalizado, permitindo que os veículos trafeguem pelas duas vias centrais da avenida.

“A galeria é um dos nossos grandes desafios de drenagem aqui na região e esperamos que no próximo inverno a população já possa contar com essa importante obra para drenar as águas das chuvas. Para isso pedimos a compreensão dos moradores quanto aos transtornos que serão causados pelo avanço dos serviços”, disse o superintendente João Pádua.

Considerada uma obra complexa, a galeria tem investimento superior a R$ 49,4 milhões e terá aproximadamente 7km de extensão, passando pelos principais pontos da região Leste da cidade. O objetivo é minimizar os transtornos causados com os alagamentos decorrentes das águas das chuvas. Os recursos são oriundos da Caixa Econômica Federal, com contrapartida da Prefeitura de Teresina.

“Estamos sempre estudando as medidas necessárias para minimizar os transtornos à população. O resultado da construção da galeria trará inúmeros benefícios, mudando a vida de muitas pessoas que moram na região”, completou o superintendente executivo, Ângelo Cavalcante.

 

Obras de mobilidade e drenagem contribuem para desenvolvimento da zona Leste

Rômulo Piauilino

 

O prefeito Firmino Filho visitou na manhã desta sexta-feira (06) as obras da Avenida Ulisses Marques e da galeria da zona Leste. A ação também contou com os superintendentes da SDU Leste, João Pádua e Ângelo Cavalcante, além do gerente de Obras, Danilo Alien. O objetivo era verificar o andamento dos serviços.

Contribuindo para o plano estrutural da cidade, a Avenida Ulisses Marques vai melhorar o acesso a vários bairros da região, representando um avanço na mobilidade urbana de Teresina. A obra, que ligará as avenidas Raul Lopes e Presidente Kennedy, terá 4,6 km de extensão e o investimento é de R$ 20,64 milhões, contemplando, além da pavimentação asfáltica, calçadas, sinalização viária e intervenções de drenagem. Atualmente, a SDU Leste está promovendo a pavimentação asfáltica do primeiro trecho da Avenida Ulisses Marques e concluindo a terraplanagem do segundo trecho para, então, receber a pavimentação necessária para a conclusão da obra.

“A obra está tendo o seu devido e eficiente andamento. Esperamos concluir essa avenida até o final deste ano e, consequentemente, integrar toda a região da zona Leste, otimizando o tempo dos moradores que passarem pelo local”, frisou Firmino Filho.

Com recursos do Ministério das Cidades e convênio com a Caixa Econômica Federal (CEF), a construção da via foi inicialmente diagnosticada no Plano Diretor de Transportes Urbanos (PDTU) da cidade, elaborado em 2007.

Segundo o superintendente João Pádua “é gratificante proporcionar uma obra tão importante para a cidade de Teresina. Já estamos executando a pavimentação asfáltica desse primeiro trecho e, posteriormente, nos encaminharemos para o asfaltamento do segundo, após a conclusão da terraplanagem”, disse.

Também no plano estrutural da região, o prefeito Firmino Filho visitou as obras de pavimentação que estão sendo executadas no bairro Planalto Ininga: Rua Travessa São Luís, que totalizam um investimento de R$ 54.987,27, com recursos provenientes de Emenda Parlamentar.

Zona Leste conta também com obras de drenagem

Teresina também está recebendo obras de drenagem, como a da zona Leste, que minimizará os transtornos causados com os alagamentos decorrentes das águas das chuvas.

Com investimento superior a R$ 49,4 milhões, a galeria é uma obra complexa e que terá 7 km de extensão. Os recursos são oriundos da Caixa Econômica Federal, com contrapartida da Prefeitura de Teresina.

Atualmente, a obra interditou a via marginal esquerda da Avenida João XXIII, sentido Centro-Leste, nas proximidades da Jacaúna e Solnascente. A medida visa prosseguir com o andamento dos serviços da galeria, consequentemente, minimizar os transtornos de alagamento na região em períodos chuvosos.

No local, foram iniciadas as escavações e colocação dos poços de visita para dar prosseguimento ao encontro dos trechos da galeria já construídos. Com o apoio da Strans, DNIT e PRF, o tráfego foi sinalizado, permitindo que os veículos trafeguem pelas centrais da avenida.

“Estamos sempre estudando as medidas necessárias para minimizar os transtornos à população. O resultado da construção da galeria trará inúmeros benefícios, mudando a vida de muitas pessoas que moram na região”, completou o superintendente executivo, Ângelo Cavalcante.