GCM prende suspeitos armados com pistola dentro do Parque da Cidade

A Guarda Civil Municipal (GCM) prendeu dentro do Parque da Cidade, na zona Norte de Teresina, dois suspeitos de assalto. A dupla – que havia acabado de praticar um roubo na região – estava com uma pistola da Polícia Militar do Piauí, 17 munições, um celular, dinheiro e balança de precisão. A prisão ocorreu no fim da manhã desta quinta-feira (10).

Os suspeitos ainda tentaram escapar pelas trilhas do parque, mas foram capturados pelos guardas municipais.

“Os mesmos apresentaram resistência, e um dos indivíduos portava uma pistola cal. 40 de carga PM-PI. Após busca pessoal, foi dada voz de prisão e os dois encaminhados à Central de Flagrantes para os procedimentos cabíveis”, informou André Viana, comandante da GCM.

Na delegacia foi constatado que um dos suspeitos tinha mandado de prisão em aberto pelo crime de roubo. “Além desse mandado em aberto, vítimas de um assalto ocorrido horas antes, os reconheceram como autores do fato”, completa André Viana.

Em menos de uma semana, GCM prende dois foragidos abrigados em escolas municipais

GCM prende foragido que estava em escola com desabrigados das chuvas Foto(Ascom/GCM)

A Guarda Civil Municipal (GCM) de Teresina prendeu mais um foragido da Justiça que estava abrigado em uma escola municipal que, temporariamente, está acolhendo famílias vítimas das chuvas. A prisão ocorreu, nesta sexta-feira (14), na esquina de um bar, nas imediações da Escola Municipal Domingos Afonso Mafrense, no bairro Mafrense, zona Norte da capital.

“Conseguimos localizá-lo após levantamento da nossa Gerência de Inteligência. Ele estava abrigado na escola, foi para um bar e saiu de bicicleta. Por considerar uma possível fuga, quando ele voltou para o bar na esquina da escola, realizamos a prisão”, explica André Viana, comandante da GCM de Teresina.

P.S.M estava foragido há um ano e responde pelos crimes de roubo e latrocínio (roubo seguido de morte). Com ele, que foi encaminhado ao sistema prisional, a GCM apreendeu uma porção análoga a crack.

Nixon Frota, coordenador municipal de Segurança, acrescenta que a GCM tem intensificado o patrulhamento preventivo nas imediações das escolas que têm servido de abrigo para garantir a segurança das famílias e profissionais que estão prestando assistência.

“A prisão ocorreu após a saída dele de uma escola municipal, quando a equipe estava fazendo a proteção do patrimônio público e consequentemente a segurança da população. A prisão de ontem foi a segunda em abrigos em três dias e a operação continua em andamento”, reitera Nixon Frota.

A prisão anterior ocorreu no último dia 11, na Escola Municipal Iolanda Raulino, no bairro Poti Velho, também na zona Norte.

Postos fixos da Guarda Municipal serão ampliados para mais zonas de Teresina

A criação da pasta da Segurança Pública Municipal, na gestão do prefeito Dr. Pessoa, conquistou vários avanços durante o primeiro ano de gestão. Além de mudanças internas, que refletiram em melhorias para a corporação, propostas implementadas em 2021 tiveram impacto direto no dia a dia dos teresinenses. Uma delas foi a implantação de quatro postos fixos da Guarda Civil Municipal (GCM) em pontos estratégicos e que serão ampliados para mais zonas da cidade.

Atualmente existem bases da GCM nas avenidas Raul Lopes (zona Leste), Marechal Castelo Branco e Parque da Cidade (ambos na zona Norte) e no Complexo Esportivo Parentão (zona Sul).

Nixon Frota, coordenador municipal de Segurança Pública Social e Patrimonial, explica que a instalação dos postos fixos atendeu a uma demanda da população que reclamava dos frequentes assaltos durante a prática de atividades físicas.

“Essas duas avenidas de Teresina são bem conhecidas também por atrair muitos praticantes de atividades físicas. Nelas eram comuns assaltos, além de furtos de cabos de fios na Ponte Estaiada, um dos nossos cartões-postais em Teresina. Na Avenida Raul Lopes, onde foi instalado nosso primeiro posto, conseguimos dar sensação de segurança a população e melhorar nesses dois aspectos: os assaltos e o furto de fios que gera prejuízo para a gestão pública”, explica Nixon Frota.

O coordenador de Segurança ressalta que tem buscado viabilizar parcerias para a instalação de um posto fixo da GCM na região do Grande Dirceu. Um dos locais que atende a demanda da população é na Avenida Noé Mendes, conhecida como Avenida das Hortas.

“Temos percorrido alguns bairros e ouvido a população. Lá na região do Dirceu essa demanda é muito recorrente. Uma das nossas metas para 2022 será viabilizar a implantação de mais esse ponto fixo”, reitera Frota.

Internamente, um das das grandes conquistas a serem destacadas foi a posse de André Viana como comandante, o primeiro guarda municipal de Teresina a assumir o comando.

MAIS AVANÇOS NA SEGURANÇA

Durante o primeiro ano de gestão de Dr. Pessoa, a Coordenadoria de Segurança Pública Social e Patrimonial atuou também para a retomada do motopatrulhamento no Centro de Teresina. Nixon Frota relembra que todas as motos estavam paradas por falta de manutenção.
O canal de diálogo com a população também avançou. Anteriormente, o número 153 funcionava em horário determinado. Agora, o contato é operado por um guarda municipal 24 horas que ouve as demandas e, mais rapidamente, faz os encaminhamentos necessários.

NOVAS METAS

O coordenador de Segurança disse ainda que tem estreitado o diálogo com o prefeito Dr. Pessoa para a implantação de videomonitoramento pela cidade, bem como a realização de concurso público para aumentar o efetivo de aproximadamente 380 homens e mulheres.
Nixon Frota pontua, que para 2022, há a expectativa também para a aprovação do Estatuto da Guarda pela Câmara Municipal de Teresina, o que vai possibilitar a legalização junto ao Ministério da Justiça, bem como a viabilização de projetos e a vinda de recursos federais.

Foto: Divulgação (GCM)

STRANS, GCM,DETRAN-PI, CIPTRAN, BPRE realizam ações de fiscalização do trânsito na capital durante o fim de semana

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (STRANS), por meio da Diretoria de Operações e Fiscalização de Trânsito (DOFT), em operação conjunta com a Guarda Civil Municipal (GCM), o Departamento de Trânsito do Piauí (DETRAN-PI), a Companhia Independente de Policiamento de Trânsito (CIPTRAN), o Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual (BPRE), realizaram, nessa sexta-feira (08) e sábado (09), abordagens por meio de uma blitz de trânsito da Lei Seca, com a realização de testes de alcoolemia no período noturno, na zona Leste da capital.

A gerente de Operações de Trânsito da STRANS, Carla Sales, alerta que o objetivo da blitz Lei Seca é estabelecer um trânsito mais seguro para todos, promovendo abordagens eficientes e coibindo que haja condução de veículo automotor sob influência de álcool ou substância de efeitos análogos.

Foto: Divulgação (Strans)

“Durante a operação 250 carros e 150 motos foram abordados pelas equipes da Blitz da Lei Seca, sendo expedido notificações, algumas remoções e realizado testes de alcoolemia nos condutores”, declara a gerente de Operações de Trânsito da STRANS, Carla Sales.

A operação blitz Lei Seca em conjunto com as forças de segurança no trânsito almeja a redução dos acidentes e mortes no trânsito, principalmente nos fins de semana quando há maior consumo de bebida alcoólica na cidade.

Foto: Divulgação (Strans)

Em duas semanas, GCM impediu furtos e fez mais de 350 abordagens em estações de ônibus

Nos 18 dias de operação, nove suspeitos foram conduzidos à Central de Flagrantes Foto(Ascom/GCM)

Em pouco mais de duas semanas, a Guarda Civil Municipal (GCM) de Teresina impediu furtos e fez 361 abordagens nas estações de ônibus de Teresina. O patrulhamento 24 horas, por meio da operação Parada Segura, teve início em agosto, por determinação do prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, após uma série de ações de vandalismo contra o patrimônio público.

Nos 18 dias de operação, nove suspeitos foram conduzidos à Central de Flagrantes. O coordenador municipal de Segurança, Nixon Frota, explica que um dos crimes impedidos pela GCM ocorreu nesta sexta-feira (10), na estação Três Andares, na zona Sul de Teresina.

“Ontem foi mais um dia em que a GCM impediu dano ao patrimônio público. Uma das equipes flagrou um suspeito em cima do telhado da estação tentando furtar um aparelho de ar-condicionado. Ele já tinha dois mandados em aberto e é um dos suspeitos de praticar outras ações semelhantes na zona Sul”, explica Nixon Frota.

Durante a operação, além de prisões, houve ainda apreensão de arma branca, bem como bebida alcoólica e ferramentas, como chave de fenda e alicate.

“Os guardas fazem a abordagem e verificam se aquela pessoa é alguém que vive em situação de rua e usa o local como abrigo ou se é alguém que tem o objetivo de praticar algum dano ao patrimônio público. Cada caso é analisado e os suspeitos conduzidos. A maioria das pessoas abordadas são dependentes químicos que acabam cometendo o crime para ter como sustentar o vício”, reitera o coordenador de Segurança.

Diariamente, 50 guardas municipais monitoram as 60 estações de ônibus na Capital. Nixon Frota acrescenta que, quando a GCM assumiu a segurança dos pontos de embarque e desembarque de passageiros, em agosto deste ano, foi feito um levantamento da atual situação.

“Constatamos que as estações em situação mais crítica se concentravam na avenida Miguel Rosa. Fizemos o levantamento do que havia sido furtado, o que estava danificado e, todo dia, quando a equipe passa o plantão para outra, essa situação é acompanhada. Às vezes, chegam denúncias de que falta um ar-condicionado em determinado ponto, mas quando a gente vai conferir, não é algo de agora”, esclarece o coordenador de Segurança.

Estações na avenida Miguel Rosa eram as mais atacadas

Das 16 estações, as da avenida Miguel Rosa, na zona Sul, foram as que mais sofreram ataquese, entre elas, a Estação Pio XII e a Estação Justiça Federal. Nas imediações, na avenida Gil Martins, as estações Samu e Albertão, anteriormente, também tiveram todo material de ar-condicionado e cortinas de ar furtado.

A GCM de Teresina disponibiliza o contato 153 para denúncias anônimas, com garantia de sigilo da fonte.

Projeto da Guarda Mirim será implantado em escola de Teresina

A Guarda Civil Municipal (GCM) de Teresina vai implantar o Programa Educacional Guarda Mirim dentro das escolas municipais de Teresina. De início, o projeto-piloto será desenvolvido na Escola Municipal Conselho Saraiva, povoado Boa Hora, zona rural Norte de Teresina. A ideia é atender 40 alunos, de nove a 15 anos de idade, no contraturno escolar, uma vez por semana.

Foto: Ascom Semec

Os instrutores do projeto serão guardas municipais voluntários que se colocaram à disposição para ajudar na formação de crianças e adolescentes.

O coordenador municipal de Segurança Pública Social e Patrimonial, Nixon Frota, explica que o projeto vai aproximar mais ainda os alunos do ambiente escolar.

“Vamos trabalhar disciplinas de educação no trânsito, combate à violência, música, informática. Enfim, atividades que incentivem os alunos a continuarem na escola, estarem motivados a participar do ambiente escolar, longe das ruas e das drogas”, disse Nixon Frota.

O comandante da GCM de Teresina, André Viana, complementa que o projeto tem início em agosto e se estende até dezembro. “É um projeto-piloto que será inicialmente executado em uma escola municipal com perspectiva de expansão em 2022, de acordo com o que foi definido em reunião com a Secretaria Municipal de Educação”, reitera Viana.

GCM de Teresina participa de operação nacional de fiscalização em postos de combustíveis

A operação inclui desde a fiscalização em lojas de conveniência à aferição de bombas, questões relacionadas ao meio ambiente, entre outros Foto(Ascom/GCM)

A Guarda Civil Municipal (GCM) de Teresina integra a operação Petróleo Real desencadeada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública em todo o país. Desde as 7h, desta quinta-feira (8), o efetivo participa da fiscalização a postos de combustíveis na capital, juntamente com outros órgãos, na tentativa de coibir práticas abusivas e ilegais contra os consumidores.

A operação inclui desde a fiscalização em lojas de conveniência à aferição de bombas, questões relacionadas ao meio ambiente, entre outros. Entre as irregularidades constatadas, produtos vencidos e bombas de combustíveis com defeito.

A GCM empenhou parte do efetivo na operação que vai seguir até às 17h. As equipes estão dividas nas quatro zonas da cidade com alvos específicos em cada região.

Em Teresina, a operação é coordenada pela Delegacia Especializada no Combate aos Crimes Contra a Ordem Tributária e as Relações de Consumo (Deccoterc) e conta também com a participação da Polícia Militar, Secretaria de Fazenda (Sefaz), Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), perícia criminal, secretaria do Meio Ambiente, Corpo de bombeiros.

GCM é acionada após mãe dar à luz sozinha em casa na zona Leste

A Guarda Civil Municipal (GCM) de Teresina recebeu um pedido de ajuda inusitado. As equipes foram acionadas para auxiliar uma mulher que havia acabado de dar à luz de forma natural em uma casa no bairro Ininga, na zona Leste da cidade. Ao chegar ao local, os GCMs encontraram a mãe com bebê no colo e os dois ainda interligados pelo cordão umbilical.

Fotos: Ascom GCM

“Uma equipe na região da Santa Maria da Codipi foi parada por um homem de moto que pediu ajuda para enviarmos uma viatura, que estivesse mais perto, porque a mulher dele estava parindo em casa sozinha e ele não chegaria a tempo. Ele estava muito nervoso. O celular caiu e quebrou e ele disse que viu na gente uma esperança de que pudéssemos ajudá-los”, conta Louyse Frasão, uma das GCMs que participou da ocorrência.

O caso ocorreu nesta sexta-feira (21) e rapidamente a equipe de GCMs da zona Norte acionou a equipe de GCMs Leste. O casal mora na cidade de Lagoa Alegre, no interior do Piauí, e vieram para a Capital para o parto. Eles estavam na casa de um tio do pai do bebê. A mãe já estava no nono mês de gestação.

“O portão da casa estava entreaberto. Ela já tinha tido bebê, estava no chão com ele no colo e muito sangue. Como a gente não tinha material estéril, ligamos logo para o Samu e ficamos conversando com ela que falou que não sentia dor. O bebê era um menino ainda estava estava ligado ao cordão umbilical e a placenta não tinha saído. Ficamos conversando e ele estava coradinho e respirando bem”, relembra Frasão.

Com a chegada do Samu, todos os procedimentos foram realizados e os dois, juntamente com o pai, foram levados à maternidade.

“Ela já tinha ido à maternidade pela manhã, mas orientaram a voltar para casa e aguardar. Felizmente, deu tudo certo. Foi um parto natural, sem complicações e muito bonito. Os pais ficaram muito agradecidos. Foi um momento especial também para a GCM de Teresina”, disse a GCM Louise Frasão.

GCM garante segurança nos postos de vacinação drive-thru

A Guarda Civil Municipal (GCM) de Teresina tem atuado para a garantir a segurança na vacinação contra a Covid-19 . De acordo com o cronograma da Fundação Municipal de Saúde (FMS), guardas municipais são direcionados para os postos drive-thru.

O coronel Nixon Frota, coordenador municipal de Segurança Pública Social e Patrimonial, destaca o papel da segurança preventiva, até mesmo para que não haja furtos ou roubos durante a vacinação.

André Viana, gerente de operações da GCM, acrescenta que os guardas municipais também têm o papel importante na proteção dos profissionais de saúde responsáveis pela aplicação das doses.

“Além de proteger instalações públicas municipais que estão sendo usadas como postos, a exemplo dos terminais de ônibus, garantir a segurança de quem está na fila e a proteção dos profissionais de saúde que, em algumas situações, são ameaçados constrangidos”, acrescenta Viana.

Neste fim de semana, idosos nas faixas etárias de 65, 66 e 77 anos, entre primeira e segunda doses, estão sendo vacinados na Capital.

De acordo com o cronograma da Fundação Municipal de Saúde (FMS), guardas municipais são direcionados para os postos drive-thru. Foto: Ascom (GCM)

Guardas Municipais recebem primeira dose da vacina contra a Covid-19

A vacinação da Guarda Civil Municipal (GCM) de Teresina ocorreu nesta quarta-feira (07). Nesta fase, 185 guardas municipais, o que corresponde a metade do efetivo, foram imunizados com a primeira dose. Os GCMs com comorbidades tiveram prioridade na vacinação. Hildeberto Matias Soares, 51 anos, o GCM mais velho,  foi o primeiro a ser vacinado.

“A vacinação vai garantir que tenhamos uma imunidade contra uma pandemia que vem ceifando milhares de vidas no país e, nós da Segurança Pública, estamos na linha de frente. A vacinação vai dar segurança ao trabalharmos e prestarmos nosso serviço à sociedade”, disse o primeiro GCM a ser vacinado. Ele ingressou na Guarda Municipal em 2016, no primeiro concurso.

A guarda municipal Karen Dias faz parte do efetivo desde 2020 e comemorou a vacinação. “Hoje é um dia de muita alegria para a nossa categoria. Os guardas municipais, assim como os policiais civis, militares e outros profissionais da Segurança, trabalham diariamente na rua e estão expostos a mais riscos. É uma satisfação tomar essa primeira dose, representa muito pra gente. Todo dia nos esforçamos, estamos em contato com várias pessoas. Torço para que a vacina chegue a todos”, disse Karen Dias.

A vacinação ocorreu na sede do Corpo de Bombeiros do Piauí, na avenida Miguel Rosa, em Teresina.

Nixon Frota, Coordenador municipal de Segurança Pública Social e Patrimonial, reforça a importância da vacinação dos guardas municipais que, desde o início da pandemia, são fundamentais para garantir o cumprimento das medidas de combate ao novo coronavírus, além do patrulhamento diário na segurança preventiva.

 

A vacinação ocorreu na sede do Corpo de Bombeiros do Piauí, na avenida Miguel Rosa, em Teresina. Foto: Ascom (GCM)