Obras dos hospitais de campanha seguem em ritmo acelerado em Teresina

Rômulo Piauilino

Nesta quinta-feira (02), o prefeito Firmino Filho realizou visita à construção do Hospital de Campanha localizado na quadra de badminton da Universidade Federal do Piauí (UFPI), cuja obra segue em ritmo acelerado. Além deste, um outro estabelecimento está sendo construído para atender pacientes com coronavírus em Teresina.

A previsão é de que a conclusão da parte estrutural dos hospitais de campanha ocorra em 15 dias. “Após essa primeira etapa, a Fundação Municipal de Saúde (FMS) deverá instalar os equipamentos necessários e contratar profissionais de saúde para garantir o atendimento a casos de baixa e média complexidade decorrentes do Coronavírus”, explica o presidente da FMS, Manoel Moura Neto.

De acordo com o prefeito, a quadra de Badminton foi cedida pela UFPI para abrigar o hospital e o espaço contará com 84 leitos de internação e 04 de estabilização, totalizando 88 leitos. “Os casos de Covid-19 podem aumentar exponencialmente e serão necessários leitos hospitalares. Estamos nos preparando para esse cenário, que queremos que não aconteça, mas se acontecer, poderemos garantir atendimento em saúde e amenizar o sofrimento das pessoas”, afirma.

Em Teresina, o outro hospital de campanha será instalado no Lar da Fraternidade e terá 35 leitos de internação e 01 de estabilização. O espaço foi cedido à Prefeitura pela Ação Social Arquidiocesana (ASA) e a FMS iniciou as modificações estruturais necessárias. “Estamos trabalhando arduamente para entregar essas unidades à comunidade com a máxima qualidade e no menor tempo possível”, ressaltou a gerente de Engenharia da FMS, Caroline Bastos.

Os hospitais de campanha são estruturas temporárias. Nestas unidades, as vagas dos leitos serão reguladas e disponibilizadas, exclusivamente, para pacientes vindos de outros hospitais e UPAS de Teresina , em ambulâncias do SAMU e que se enquadrem em casos de baixa e média complexidade decorrentes da Covid-19. Se houver necessidade, serão transferidos para locais que atendem casos de alta complexidade.

Prefeitura inicia a construção de dois Hospitais de Campanha em Teresina

O prefeito Firmino Filho visitará nesta quinta-feira (02), às 9h, as obras do hospital de campanha que está sendo construído na quadra esportiva de Badminton da Universidade Federal do Piauí (UFPI). A Prefeitura está ampliando a rede de atendimento em saúde para reforçar o enfrentamento da pandemia do novo Coronavírus.

“Estamos reorganizando a nossa rede. A perspectiva é que a situação do Coronavírus se agrave em Teresina e devemos estar preparados para essa guerra”, ressalta o prefeito.

O Hospital, que será instalado na quadra de Badminton da UFPI, contará com 84 leitos de internação, 02 de estabilização, posto de enfermagem e setor de triagem. “A UFPI cedeu esse espaço à Prefeitura e agora nossa equipe está empenhada em montar a estrutura e adquirir equipamentos”, ressalta o presidente da FMS, Manoel Moura.

O outro Hospital de campanha será instalado no Lar da Fraternidade e terá 35 leitos de internação e 01 de estabilização. O espaço foi cedido à Prefeitura pela Ação Social Arquidiocesana (ASA) e a FMS iniciou as modificações estruturais necessárias. “Estamos trabalhando arduamente para entregar essas unidades à comunidade com a máxima qualidade e no menor tempo possível”, ressaltou a gerente de Engenharia e Arquitetura da FMS, Caroline Bastos.

Os Hospitais de Campanha são estruturas temporárias. Nestas unidades, as vagas dos leitos serão reguladas e disponibilizadas, exclusivamente, para pacientes vindos de outros hospitais e UPAS de Teresina, em ambulâncias do SAMU e que se enquadrem em casos de baixa e média complexidade decorrentes da Covid-19. Se houver necessidade, serão transferidos para locais que atendem casos de alta complexidade.

A equipe de técnicos escolheu esses dois locais para abrigarem os hospitais e descartou a possibilidade de ser no antigo Supermercado Bom Preço, na Av. Frei Serafim. Isso porque levaria mais tempo para concluir a estrutura. O prefeito visitou o local e agradeceu ao Grupo Claudino pela atitude solidária de ceder o espaço.

SDU faz limpeza e acesso ao hospital de campanha na UFPI

Para colocar em funcionamento o hospital de campanha da quadra de badminton na Universidade Federal do Piauí (UFPI), uma equipe da Superintendência de Desenvolvimento Urbano (SDU Centro Norte) está coordenando a limpeza e a execução de acesso ao local.

De acordo com a Gerente de Obras da SDU Centro Norte, Patricia Santos, o trabalho está sendo feito em caráter de urgência, a fim de agilizar a implantação da unidade de saúde para atender aos possíveis pacientes que possam surgir por conta da pandemia do coronavírus. “Estamos acompanhando o serviço para que tudo aconteça o mais rápido possível”, disse.

Patricia explica que está sendo feita a poda, capina, varrição e limpeza da área. “Além disso, estamos fazendo a abertura de uma rua de acesso com pavimentação para que as ambulâncias e veículos de urgência possam entrar com mais facilidade ao local”, acrescenta.

A gerente reforça que esse é um momento de emergência, por isso é importante que todo o serviço seja feito com agilidade. “Agradecemos aqui a todos que estão empenhados nesse serviço e esperamos concluir essa etapa o quanto antes”, complementa.

Firmino Filho visita quadra de badminton da UPFI para instalar possível Hospital de Campanha

Ascom/FMS

Teresina contará com um Hospital de Campanha para dar assistência a pessoas diagnosticadas com Coronavírus. Nesta sexta-feira (27), o prefeito Firmino Filho e a equipe técnica da Fundação Municipal de Saúde visitaram as instalações da quadra esportiva de badminton da Universidade Federal do Piauí (UFPI), um dos locais que estão sendo estudados para reforçar a rede de saúde municipal.

“Esse local sedia os treinos do esporte que tem destacado o Piauí no mundo e tem uma estrutura nova, moderna, para que possamos montar o Hospital de Campanha e enfrentar essa crise do Coronavírus. Essa ação, proposta pelo reitor Arimateia Dantas, é um gesto solidário. As condições estruturais são ideais. A FMS está estudando qual é a melhor alternativa”, ressalta o prefeito Firmino Filho.

O pró-reitor da UFPI, André Macedo Santana, ressaltou que o comitê de gestão de crise da Universidade já havia deliberado sobre ceder essa estrutura para o combate ao Covid-19. “Há ainda a possibilidade de ajudarmos com uma ambulância da UFPI e com outros equipamentos necessários. Reitero a determinação do reitor Arimatéia de ajudar a sociedade piauiense. A Universidade também é solidária no combate a essa pandemia”.

O presidente da Fundação de Saúde (FMS), Manoel Moura Neto, afirma que o local viabilizaria a montagem de cerca de 80 leitos para atender casos de baixa e média complexidade decorrentes do Covid-19. “Os engenheiros da FMS estão avaliando os possíveis locais para instalar o Hospital. Esta é mais uma medida para estruturar a rede. A experiência com outros países e os números nos mostram que pode haver um aumento de casos e devemos estar preparados”.

Ascom/FMS

Prefeito analisa prédio para construir Hospital de Campanha para pacientes com Coronavírus

O prefeito Firmino Filho anunciou que está analisando a possibilidade de construir um Hospital de Campanha, em Teresina, para reforçar o atendimento de pessoas diagnosticadas com Coronavírus. Na tarde desta quarta-feira (25), acompanhado de engenheiros, ele realizou visita técnica ao espaço em que funcionava o antigo supermercado Bom Preço, na Av. Frei Serafim, que poderá abrigar a sede do novo estabelecimento de saúde.

“A ideia é fazer um planejamento e, de forma mais rápida possível, transformar um local em Hospital de Campanha para que possamos dar atenção a casos de baixa e média complexidade decorrentes dessa doença. Não queremos que a situação do Coronavírus se agrave em Teresina, mas devemos estar preparados para essa eventualidade”, ressaltou o prefeito Firmino Filho, durante a visita.

Segundo o presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Manoel Moura Neto, a rede de saúde está sendo fortalecida para o enfrentamento ao Coronavírus. “A FMS tem tomado várias medidas administrativas para lidar com a situação. Isso é necessário porque as experiências com outros países e os números nos mostram que pode haver na capital um aumento de casos. A instalação de Hospital Campanha é mais uma estratégia para estruturar a rede”.

De acordo com a diretora de assistência hospitalar da FMS, Jesus Mousinho, a equipe técnica da FMS está empenhada em avaliar a possibilidade de instalação de Hospital Campanha. “Nesse local, que ainda será definido, atenderíamos pacientes com quadro leve de Coronavírus. Para tanto, teríamos leitos de internação e contaríamos com servidores de saúde. O setor de engenharia da FMS também está elaborando projetos”, finalizou.