HUT alerta sobre golpistas que se passam por funcionários para pedir dinheiro a pacientes e familiares

O Hospital de Urgência de Teresina (HUT) faz alerta sobre pessoas que estão se passando por médicos do hospital da unidade para aplicar golpes financeiros.

O caso foi denunciado pelo próprio hospital após familiares de pacientes terem alertado o recebimento de falsas ligações de uma pessoa que se identificou como Dr. Marcelo que cobrava custos cirúrgicos de pacientes internados na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital.

A coordenadora da UTI geral adulto, do HUT, Sílvia Alcântara fala sobre esse tipo de golpe e da importância de ficar atento. “Infelizmente os golpistas utilizam o telefone, ligam ou mandam mensagem usando nome de profissionais do HUT pra solicitar dinheiro das pessoas tentando se aproveitar do momento de fragilidade dos parentes de pacientes para ter sucesso no golpe”, explica a coordenadora.

O Hospital de Urgência de Teresina não faz contato telefônico com pacientes e/ou familiares para solicitar pagamento por consulta, exame, cirurgia, internação ou medicamento.

O diretor-geral do HUT, Fábio Marcos, lembra que o hospital faz parte do Sistema Único de Saúde.
“O serviço do SUS tem como princípio básico a universalidade de acesso aos serviços de saúde em todos os níveis de assistência. É uma instituição pública que não cobra qualquer valor, todo serviço prestado no hospital é gratuito”, ressalta.

Fábio Marcos pede ainda que se alguém receber ligação com pedido de cobrança não faça nenhum depósito ou pagamento. Pede que a pessoa registre a denúncia na Polícia Civil e na Ouvidoria do hospital, que atende presencialmente, ou pelo telefone: (86) 99562-6683 ou pelo e-mail: ouvidoria1.hut@gmail.com

HUT recebe em visita técnica equipe do Hospital Sirio-Libanês

O Hospital de Urgência de Teresina (HUT), maior unidade pública de emergência do Piauí, recebe nessa terça (22), a primeira visita técnica do Projeto Saúde em Nossas Mãos, desenvolvido pelo Hospital Sírio-Libanês. O projeto integra o Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (Proadi-SUS), em parceria com o Ministério da Saúde.

O projeto tem como foco melhorar a segurança dos pacientes com a implementação de práticas para prevenir infecções relacionadas à ventilação mecânica na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) neuro-traumatológica e posteriormente nas demais UTIs adulto e pediátrica do Hospital.

Na visita, a equipe do Sírio-Libanês, composta pelo médico Brunno César Batista (infectologista) e pelas enfermeiras Jéssica Vieira, Beatriz Ramos e Renata Gonzalez conheceram a estrutura e os processos praticados no HUT. No decorrer das ações são realizadas atividades efetivas e aplicadas ferramentas que contribuem e garantem os protocolos de segurança do paciente.

Samara Laís, coordenadora da UTI e membro do projeto, ressalta que a essência da parceria é intensificar os processos assistenciais do HUT, tornando a unidade mais segura, tendo em vista as metas internacionais para a segurança do paciente. Essas metas são a identificação segura do paciente, comunicação efetiva, cirurgia segura; o uso, prescrição e a administração segura de medicamentos, higiene das mãos e prevenção de quedas e lesões por pressão.

Fábio Marcos, diretor geral do HUT, destaca que esse olhar externo é enriquecedor, não só para a melhora dos processos assistenciais, mas também gerenciais, cujo trabalho beneficia incontáveis vidas.

Ao final da visita, os tutores do Hospital Sírio- Libanês analisam as ações de melhoria implementadas e realizaram feedback com a equipe do HUT.

Até 2023 o HUT terá o suporte técnico oferecido pelo Proadi para redução de 30% das infecções nas UTIs. Foram selecionados 67 hospitais 100% SUS em todo o Brasil. O HUT é a única unidade Hospitalar de Teresina participante do macro projeto: Saúde em Nossas Mãos e mais especificamente do Modelo de Custeio, que ao final vai estimar a economia decorrente das medidas de prevenção implementadas.

 

Hospital da Criança amplia capacidade de internação e cria ala exclusiva para síndrome gripal

Devido à grande demanda de casos de gripe, o Hospital da Criança aumenta o número de leitos de internação e destina mais 13 específicos para internação por síndrome gripal, a partir de hoje (04). O Hospital Municipal da Criança, funciona no antigo Hospital do Parque Piauí, Zona Sul de Teresina.

Na última semana, de 27/12/2021 a 02/01/2022, a unidade realizou 818 atendimentos pediátricos, deste total 589 foram para casos de síndromes gripais, ou seja, 72% dos atendimentos. A partir de hoje (04),terça -feira, além dos 36 leitos para internação pediátrica mais 13 passam a funcionar exclusivos para síndrome gripal.

A Prefeitura de Teresina inaugurou em setembro do ano passado o primeiro hospital municipal com atendimento exclusivo em pediatria, com funcionamento 24 horas em urgência, emergência e internação. “O hospital conta com leitos de internação exclusivos para pediatria, ambulatório especializado com consultas agendadas nas áreas de endocrinologia, psiquiatria, psicologia, neurologia, cardiologia e nutrição”, explica Robert Alves, diretor clínico.

As instalações oferecem ambulatório especializado para atender consultas agendadas via gestor de saúde, além de serviços de exames laboratoriais, ultrassonografia, eletrocardiograma e raio-x para pacientes internados. São dois pediatras de plantão 24 horas juntamente com uma equipe multiprofissional.

Foto: Divulgação (PMT)

 

HUT inova na gestão com Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do SUS

Otimizar a gestão de processos com foco na segurança do paciente  e reduzir custos através das infecções evitadas são objetivos do Projeto Colaborativo do Ministério da Saúde, no Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do SUS (PROADI-SUS) no Hospital de Urgência de Teresina (HUT).

Até o ano de 2023 o HUT terá o suporte técnico oferecido pelo Hospital Sírio Libanês, com uso da metodologia de modelo de melhoria para redução de 30% de densidade das infecções em UTIs adultos e pediátrica e estimar o impacto econômico decorrente das medidas de prevenção implementadas.

As ações necessárias para alcançar os resultados esperados estão em andamento através de encontros virtuais, presencial, visitas técnicas e relatórios. “A metodologia utilizada tem sucesso em outros Países e já provou ter eficácia em outros projetos colaborativos já realizados previamente no Brasil”, explica Socorro Rego, assessora técnica da diretoria.

O Diretor Geral do Hospital de Urgência, Fábio Marcos, destaca a importância do comprometimento dos profissionais do HUT. “O engajamento dos nossos gestores e profissionais de saúde é a chave para que os resultados sejam alcançados. É um trabalho em conjunto para contribuir para a qualificação do cuidado aos usuários 100% SUS” ressalta Fábio.

Foram 95 hospitais inscritos em todo o Brasil e 67 selecionados, o HUT é a única unidade Hospitalar de Teresina apto a participar do macro projeto: Saúde em Nossas Mãos e mais especificamente do Modelo de Custeio, sendo responsável por evitar 7.674 casos de Infecções Relacionadas à Assistência à Saúde (IRAS), em hospitais públicos do país, gerando ao Sistema Único de Saúde (SUS) uma economia de R$ 354 milhões em apenas três anos de acordo com informações referentes ao triênio 2018-2020.

Equipe Modelo de Custeio do PROADI SUS no HUT. Foto: Ascom HUT

Dr. Pessoa participa de comemoração de 43 anos do Hospital do Monte Castelo e entrega obras no Centro de Teresina

O prefeito de Teresina, Doutor Pessoa, participou na manhã deste sábado (28) da comemoração de 43 anos de funcionamento do Hospital Dr. Miguel Couto, do bairro Monte Castelo, zona Sul de Teresina.

O Hospital desde 23 de março de 2020 é exclusivo para pacientes Covid e referência na rede municipal para tratamento dessa doença. Funciona com 49 leitos, sendo 30 leitos clínicos Covid e 10 leitos de UTI Covid.

Dados estatísticos do hospital apontam que este ano de janeiro a julho foram 1.007 admissões, 47 altas de pacientes curados e 629 pacientes de alta melhorado quando o paciente pode ter continuidade no tratamento da covid fora do hospital. Em 2020 de março a dezembro foram 1.354 admissões e 953 pacientes tiveram alta melhorado.

Foto: Lucas Dias

Para celebrar a data, houve uma celebração de uma missa no hospital com a participação de todos os funcionários do local. Na ocasião, o prefeito ressaltou o empenho de todos que trabalham no local para que o hospital seja uma referência na capital.

“É um hospital de referência de médio porte, que teve o preparo, amor e carinho de todos para cuidar. Todos preparados, focados e com cobertura divina as coisas acontecem. Ano que vem vamos olhar mais para vocês com mais carinho e mais objetividade para que todos sejam beneficiados”, ressaltou Dr. Pessoa

Foto: Lucas Dias

Foto: Lucas Dias

E dando continuidade à programação, o prefeito realizou uma série de inaugurações e entregas de obras, reformas e revitalização de locais que antes estavam ociosos na região central de Teresina, e que foram executadas pela Superintendência de Ações Administrativas Descentralizadas (SAAD Centro). O cronograma de inaugurações teve início neste sábado (28) no novo Mirante da Ponte Estaiada e seguirá na próxima terça-feira (31) com a entrega da Guarda Ambiental do Parque da Cidade.

De acordo com o superintendente da SAAD Centro, Roncalli Filho, pelo menos cinco pontos da Teresina ganharam melhorias, que vão desde reformas gerais, focadas em impulsionar o turismo da capital e o fluxo do comércio no Centro, até a instalação de estandes para Guarda Municipal, o que auxiliará diretamente na melhoria da segurança da população.

Foto: Lucas Dias

No total, as novas obras contam com a revitalização do Mirante da Cúpula da Ponte Estaiada, que foi feita no período de 60 dias, a instalação de estande e praça pública na Avenida Marechal, as reformas da Rua climatizada, da Rádio FM Cultura e a instalação da Guarda Ambiental no Parque da Cidade. A agenda ainda seguiu com a assinatura da Ordem de Serviço para reforma do Mercado Central, no valor de 2.2 milhões, com recursos destinados pelo senador Elmano Férrer. Os permissionários foram ouvidos e durante a obra serão realocados para rua Paissandu.

O prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, ressaltou o ritmo de cronogramas de obras que tem sido entregue pela SAAD Centro, mesmo em um período em que a capital ainda sofre com os efeitos da pandemia de COVID-19.

“Quero ressaltar as obras que serão feitas na minha gestão, principalmente agora no mês de agosto. As obras estão acontecendo até de maneira acelerada. Estamos vivendo em um período de declínio econômico e ainda na pandemia e as obras continuam acontecendo”, frisou o prefeito.

O superintendente da SAAD Centro, Roncalli Filho, frisou sobre as obras de revitalização que serão realizadas. “Vamos assinar a Ordem de Serviço para o Mercado Central e para entrega da Rua Climatizada. Isso mostra o compromisso e cuidado da gestão do Dr. Pessoa com o turismo e comércio na capital. Foi um pedido dele que revitalizássemos os principais pontos históricos da capital”, declarou Roncalli Filho.

Foto: Lucas Dias

GUARDA MUNICIPAL E ACADEMIA

A revitalização do espaço próximo à Avenida Marechal, que era um pedido antigo da população, deu uma nova função para um espaço que antes estava sem uso. A obra contou com a implantação de um posto para Guarda Municipal, semelhante ao que existe na Ponte Estaiada, além da instalação de uma praça, com bancos iluminação e academia popular.

Foto: Lucas Dias

RUA CLIMATIZADA

A reforma da Rua Climatizada foi um pedido de Dr. Pessoa que solicitou a revitalização de pontos históricos da cidade. A obra permitiu a substituição do piso cerâmico, restauração dos bancos de madeira, instalação elétrica e hidráulica, de refletores de iluminação em LED. Também a recuperação e limpeza do forro em PVC, instalação de ventiladores novos e pintura geral.

Foto: Lucas Dias

RÁDIO FM CULTURA

Já as melhorias no prédio da Rádio FM Cultura foram demandas repassadas para SAAD Centro pelo vice-prefeito, Robert Rios, e pelo coordenador de Comunicação, Lucas Pereira. A reforma levou para a nova sede estúdios proteção acústica, sistema de som, iluminação, instalações elétricas e hidráulicas, salas admirativas, instalações de rede de internet, instalação de ar-condicionado, sistema de câmeras, forro, comunicação visual, pintura e móveis novos.

GUARDA AMBIENTAL

A reforma do prédio da Guarda, localizado no Parque da Cidade, foi feita com recurso próprio e contou com a recuperação da cobertura do telhado, novas instalações hidráulicas e elétricas, implantação de sala de armas, dormitórios com banheiros, implantação de refeitório, reforço na segurança com implantação de grades nas portas e janelas, iluminação, instalação de rede de internet, substituição de esquadrias, portas e janelas, forro, piso cerâmico e pintura personalizada.

 

Foto: Lucas Dias

Foto: Lucas Dias

Foto: Lucas Dias

Foto: Lucas Dias

Foto: Lucas Dias

 

Hospital do Monte Castelo completa 43 anos atendendo população de Teresina

O Hospital Dr. Miguel Couto, do bairro Monte Castelo, zona Sul, completa neste sábado (28) 43 anos de funcionamento e desde 23 de março de 2020 é exclusivo para pacientes Covid e referência na rede municipal para tratamento dessa doença. Funciona com 49 leitos, sendo 30 leitos clínicos Covid e 10 leitos de UTI Covid.

Dados estatísticos do hospital apontam que este ano de janeiro a julho foram 1.007 admissões, 47 altas de pacientes curados e 629 pacientes de alta melhorado quando o paciente pode ter continuidade no tratamento da covid fora do hospital. Em 2020 de março a dezembro foram 1.354 admissões e 953 pacientes tiveram alta melhorado.

A equipe multiprofissional do Hospital do Monte Castelo tem inovado no acolhimento para pacientes Covid utilizando recursos como vídeo chamadas para agilizar a comunicação entre os pacientes e familiares. Além disso, a unidade foi o primeiro hospital público de Teresina a utilizar a tecnologia de ventilação mecânica não invasiva, que é menos agressiva que a intubação. Para Martina Costa, diretora geral do Monte Castelo, o acolhimento é muito importante na área hospitalar e mais ainda quando se trata de uma doença como a Covid.

O diretor clínico do hospital, Cícero de Sousa Neto, explica que a equipe de profissionais é capacitada para o atendimento aos pacientes. “Trabalhamos com todos os parâmetros e orientações sobre as medidas de precauções no que se refere a Covid-19, dispomos de medicação, temos os equipamentos de proteção individual em quantidade suficiente para todos, em conformidade com as normativas vigentes e o adequado dimensionamento dos profissionais para o funcionamento 24 horas”, diz.

O hospital teve reforma e ampliação concluída em 2015 e passou a atender a população de Teresina com estrutura moderna. O presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Gilberto Albuquerque, fala da capacidade de atendimento. “ É um hospital dotado de equipamentos, equipes de profissionais com muita capacidade técnica, medicamentos e toda a estrutura necessária para atender nesse momento de pandemia da Covid-19. Antes o hospital já tinha a sua importância no atendimento à população de Teresina com urgência 24 horas e internação”, cita.

Foto: Divulgação (FMS)

Hospital de Urgência de Teresina bate recorde e registra 1.449 cirurgias em julho

Maior Hospital público de Teresina e da região Entre Rios composto por 30 municípios do entorno, o Hospital de Urgência de Teresina, Prof. Zenon Rocha (HUT) bateu mais um recorde. Em julho deste ano, realizou 1.449 cirurgias, o número é o mais alto registrado desde a sua fundação em 2008.

Apesar de julho ter sido destaque em 2021, a produção de todo o semestre é superior ao mesmo período de 2020, a maior parte dessa demanda, cerca de 69% está relacionada a procedimentos de traumatologia envolvendo cirurgias ortopédicas, bucomaxilofacial e neurológicas.

Em julho deste ano, o HUT realizou 1.449 cirurgias, o maior registrado desde 2008. (Foto: Ascom/HUT)

Parte dessa pressão se deve ao aumento do número de acidentes de trânsito que também teve o maior número do ano registrando 836 entradas só no mês Julho.

Para otimizar a assistência aos pacientes que são encaminhados pelas unidades de saúde em busca de atendimento de urgência e emergência especializado uma série de ações foi promovida pelo HUT para atender essa demanda como a criação de um pronto atendimento específico para trauma; e uma mudança do modelo de funcionamento do Centro Cirúrgico, que trouxe muitos ganhos para pacientes e profissionais”, ressaltou o diretor geral Fábio Marcos de Sousa.

“O centro cirúrgico passou a funcionar com a equipe de “giro de sala”, que consiste em reduzir o intervalo de tempo entre as cirurgias com a melhor organização das salas operatórias, das equipes, dos pacientes e dos insumos. Além da programação de cirurgias eletivas de modo rotineiro e aumento da oferta de horários cirúrgicos”. Disse.

Além do bloco cirúrgico, o número de atendimentos em geral também foi o maior já registrado nesse ano (4.692 pacientes) com destaque para o setor de hemodiálise, endoscopia e os serviços de oftalmologia e otorrinolaringologia que também atingiram o recorde anual.

O número de atendimentos em geral também foi o maior já registrado nesse ano. (Foto: Ascom/Semduh)

HUT amplia serviço de pronto atendimento a pacientes com trauma

Hospital agora tem nove leitos exclusivos com capacidade para atender do trauma simples até politraumas graves. (Foto: Ascom/HUT)

O Hospital de Urgência de Teresina (HUT), unidade assistencial vinculada a Fundação Municipal de Saúde (FMS) está com uma nova unidade integrada de trauma.

A ampliação do espaço e o novo modelo de pronto atendimento são semelhantes ao utilizado em modernos centros de trauma do Sul e Sudeste do Brasil onde o paciente de imediato é avaliado por especialistas: ortopedistas, neurocirurgiões, cirurgiões bucomaxilo, cirurgia geral, enfermeiros, fisioterapeutas intensivistas, além do suporte integrado com tecnologia para diagnóstico por imagem, acelerando o diagnóstico e a decisão médica evitando possíveis complicações decorrentes da demora.

Para o médico e diretor Geral Fábio Marcos, “O novo espaço físico é melhor em muitos aspectos, principalmente a melhora no fluxo de atendimento, melhores condições técnicas para suprir a demanda de trauma do HUT, que é referência.  Agora temos nove leitos exclusivos com capacidade para atender do trauma simples até politraumas graves com equipamentos necessários para a equipe intensivista realizar qualquer intervenção de até quatro emergências simultâneas”. Disse.

Hospital agora tem nove leitos exclusivos com capacidade para atender do trauma simples até politraumas graves. (Foto: Ascom/HUT)

Outro grande diferencial é que agora o novo espaço de trauma do HUT inclui a integração de todo o sistema de atendimento, desde o momento do resgate do paciente pelo SAMU – Serviço de Atendimento Móvel de Urgência até o atendimento no Hospital.

“A nova emergência vai permitir o contato prévio das equipes de resgate com a equipe de plantonistas para troca de informações referente às condições do paciente, que terá o seu atendimento preparado antes mesmo de sua chegada à unidade, otimizando a prestação do socorro e aumentando a chance de sobrevivência pela preservação da chamada “hora de ouro”, que é a redução e otimização do tempo entre o acidente e o atendimento”, explica o médico urgentista e diretor clínico, Hormone Rodrigues.

Anteriormente a sala de trauma fazia suturas e pequenos procedimentos, com a ampliação e reorganização o HUT entrou para o modelo preconizado pelo SUS para hospitais de referência em que os pacientes têm linhas de cuidados específicos com ações estabelecidas para cada tipo de patologia.

Rodrigo Alves, gerente de enfermagem do Pronto Atendimento ressalta que a nova sala adota o modelo padrão ouro Primary Nursing que possibilita a promoção de cuidados totais, em virtude da qualidade, celeridade e frequência de acompanhamento do paciente. “Nós estamos com um perfil de porta atendimento (desde a chegada até os primeiros cuidados médicos) em média de apenas dois minutos, pelo SAMU o atendimento é imediato, isso nos coloca a frente dos demais hospitais públicos do Nordeste devido à complexidade e a resolutividade que é oferecida aos pacientes”. Conclui.

Trauma é uma lesão produzida por ação violenta, física ou química, externa ao organismo. Ele pode levar a consequências graves e simultâneas em diversos órgãos. Se não for tratado adequadamente desde o início, pode causar sequelas e até mesmo a morte em curto período de tempo.

No Hospital de Urgência de Teresina as entradas desse perfil são a segunda maior demanda de atendimento, a grande maioria provocada por acidentes de trânsito, 87% desses traumas envolve motocicletas tendo registrado em Junho/21 um recorde na quantidade de cirurgias ortopédicas desde Setembro de 2016.

Hospital do Monte Castelo distribui mudas de árvores para pacientes

O hospital do bairro Monte Castelo, zona Sul, está distribuindo a partir desta sexta-feira (28), mudas de plantas para os pacientes que têm alta médica. O hospital atende exclusivamente pacientes Covid.

A diretora geral do hospital, Marilene Siqueira, destaca que são pacientes muito fragilizados pela doença e esse gesto é um estímulo até para a recuperação. “ Muitos pacientes ficam por longo tempo no hospital, sem o contato com a família e no momento da alta recebem essa muda de planta que é um gesto singelo. É uma forma deles se sentirem melhor”, diz.

Esse hospital tem 20 leitos de UTI e 30 leitos clínicos e tem a estrutura necessárias para atender pacientes com Covid-19 por equipes profissionais de várias especialidades.

Fotos: Ascom FMS

SAAD Sul oferece suporte técnico para o projeto de construção do Hospital da Mulher

O superintendente da SAAD Sul, Alípio Paiva, e o presidente da Fundação Municipal de Saúde, Gilberto Albuquerque, visitaram na manhã desta quarta-feira (5) o espaço que está sendo estudado para a construção do Hospital da Mulher. O terreno fica ao lado do Tribunal de Justiça e por trás do Hospital de Urgência de Teresina.

De acordo com o presidente da FMS, criar uma estrutura que atenda demandas em todos os níveis de complexidade e necessidades, para as mulheres, é uma meta do prefeito Doutor Pessoa.

“Esse terreno que estamos avaliando é muito bom e suporta uma estrutura grande, qualificada e suficiente. Espero que consigamos implantar esse hospital que será um sonho para Teresina e o Piauí de um modo geral” destacou o secretário.

Gilberto Albuquerque falou ainda da parceria com a SAAD Sul “Nós estamos em uma cooperação técnica junto a SAAD Sul. A Superintendência está nos dando esse apoio específico da área de engenharia e urbanismo e isso com certeza facilitará na execução do nosso projeto, garantindo mais segurança e a certeza de que tudo estará dentro das normas vigentes”, informou.

De acordo com o superintendente Alípio Paiva, o terreno foi uma sugestão feita pela própria SAAD Sul e o prefeito Doutor Pessoa logo se prontificou a conhecer o local e entender as especificações do terreno.

“Nossas equipes técnicas da SAAD estão dando todo o suporte no que tange esse trabalho de topografia e regularização fundiária, para que tão logo esse espaço seja passado para a FMS e a mesma possa fazer e executar a construção do Hospital da Mulher”, concluiu Alípio.