Distribuição de atividades impressas é alternativa para estudo dos alunos em casa

Ascom/FMS

Para garantir o acesso dos alunos às atividades pedagógicas em meio a pandemia, as escolas da Prefeitura de Teresina estão desenvolvendo uma série de estratégias. Além dos recursos digitais, como a internet e as aulas pela televisão, as unidades de ensino disponibilizam aos pais atividades impressas para serem realizadas em casa.

No Centro Municipal de Educação Infantil Thereza Cristina, os pais buscam na escola um caderno de atividades quinzenal preparado pelas professoras. Cada vez que devolvem um respondido, levam para casa outra série de atividades novas. O material também é enviado online, caso as famílias prefiram fazer a impressão.

“Está dando certo, combinamos com os pais a melhor forma para cada um, e vamos acompanhando a execução das tarefas. Todos os dias recebemos fotos e vídeos lindos das crianças estudando em casa”, comentou a diretora Raimunda Soares.

A equipe gestora do CMEI Vila Bandeirante entregou aos pais todo o material didático necessário para as atividades em casa, como livros, material escolar, paradidáticos e tarefas impressas para os próximos 15 dias. Também uma agenda com orientações sobre a organização da rotina diária, ajudando os pais a manterem um ritmo parecido com o que as crianças tinham na escola.

“Mais do que nunca precisamos trabalhar em conjunto, então oferecemos todo o apoio aos pais, monitoramos as tarefas e dividimos a equipe de forma a estar sempre presente na rotina dos alunos”, disse a diretora Nordely Noronha. Ela conta que o CMEI montou um plantão exclusivo para tirar dúvidas dos pais. “Para aqueles que não possuem acesso à internet, os professores ficam disponíveis pelo telefone fixo da escola, em sistema de plantão”, concluiu.

A distribuição de material impresso é uma das alternativas descritas pela Secretaria Municipal de Educação (Semec) no regime de atividades pedagógicas não presenciais, necessário para minimizar os prejuízos causados pela pandemia do Coronavírus.