Teresina registrou índice de isolamento social em 37,7% neste sábado (10)

O levantamento feito pela Startup InLoco apontou que a capital teve o índice de 37,7% neste sábado, com taxa sendo 0,8% maior que o mesmo dia da semana passada. No ranking entre as capitais, Teresina alcançou a quinta colocação, ficando atrás do Rio Branco, Vitória, Fortaleza e Manaus.

Os dados obtidos pela Startup monitoram os smartphones na capital por meio de georeferenciamento e apresentando ainda dados individualizados de cada bairro da cidade.

As maiores taxas foram registradas nos bairros São João (55,30%), Brasilar (48,15%), Frei Serafim (45,30%), Parque Piauí (44,90%) e Alto Alegre (42,45%). Na outra ponta da tabela, com as menores taxas, ficaram os bairros Alegre (22,95%), Parque São João (23,90%), São Sebastião (26,75%), Vale do Gavião (29,95%) e Nova Brasília (30,40%).

No panorama geral entre as regiões da cidade, a zona leste teve os melhores índices com 37,46%. Já a zona sudeste ficou com os menores índices alcançando 36,54% de isolamento social.

Teresina registra isolamento social de 34,8% nesta sexta-feira (25)

O índice de isolamento social em Teresina ficou em 34,8% nesta sexta-feira (25). O índice de ontem está abaixo do padrão observado nos demais dias úteis dessa semana, onde todas as taxas ficaram entre 36 e 38%. O número também apresenta queda em comparação com a sexta-feira anterior, que marcou 36,5%.

Os dados são disponibilizados pela startup InLoco, que realiza o georreferenciamento de smartphones em cidades de todo o território nacional, monitorando a localização dos usuários quando se conectam à internet pelo celular. Entre as regiões da cidade, a que apresentou a melhor taxa de isolamento foi a Centro-Norte, com 35,55%, seguida da zona Leste com 34,64% e Sul com 34,15%. O pior índice foi registrado na zona Sudeste, onde 32,84% dos moradores respeitaram as medidas de isolamento.

Com relação aos bairros, os que mais respeitaram o isolamento social em Teresina foram o Vale Quem Tem (46,4%), Cabral (46,2%), Embrapa (45,1%), Santo Antônio (42,6%) e Frei Serafim (42,5%). Já os bairros que apresentaram os menores percentuais foram Vale do Gavião (28,05%), Morros (27,16%), São Sebastião (26,9%), Aroeiras (26,63%) e Bom Princípio (25,6%).

Covid-19 em Teresina

Nesta sexta-feira (25), a Fundação Municipal de Saúde (FMS) registrou no sistema a morte de mais uma pessoa vítima da Covid-19 em Teresina. Houve ainda 318 novos casos confirmados da doença. Desde o início da pandemia, no mês de março, até agora, a capital piauiense contabiliza o total de 998 óbitos, 31.322 infectados pelo novo Coronavírus e 13.973 recuperados da Covid-19.

Teresina registra melhor índice de isolamento social entre as capitais brasileiras

Teresina foi a capital que apresentou o melhor índice de isolamento social neste sábado (21), registrando 47,1%, segundo a startup Inloco. Houve uma queda de 1,7% em relação aos índices do sábado da semana passada (16), que chegaram a 48,8%. O Piauí, com índice de 43,18%, ocupou a 3º posição entre os estados brasileiros.

Entre as regiões da cidade, a que apresentou a melhor taxa de isolamento foi a Leste, com 48,52%, seguida da zona Sul com 47,49% e Centro/ Norte com 46,26%. Novamente, o pior índice foi registrado na zona Sudeste, onde 45,14% dos moradores respeitaram as medidas de isolamento.

Os bairros de Teresina com as melhores taxas foram São João (55,9%), Parque Juliana (54,5%), Santa Rosa (54,2%), Brasilar (53,95) e Angélica (53,8%). No entanto, os bairros Frei Serafim (40%), Flor do Campo (39,93%), Novo Uruguai (38,65%), Cabral (27%), e Parque Jacinta (26,1%) tiveram os menores índices de isolamento.

A prefeitura de Teresina continua adotando medidas restritivas de funcionamento das atividades econômicas nos finais de semana. As restrições foram implementadas com o objetivo de aumentar os índices de isolamento social durante o processo de retomada da economia na capital.

COVID-19 em Teresina

O Centro de Operações em Emergências (COE) da Fundação Municipal de Saúde (FMS) registrou cinco óbitos decorrentes de complicações da Covid-19 em Teresina, neste sábado (22). Houve ainda 47 novos casos confirmados da doença. No total, a capital registra 875 mortes e 23.380 pessoas infectadas pelo novo Coronavírus. O número de pessoas recuperadas chegou a 11.358.

Índice de isolamento em Teresina foi de 37,2% nesta sexta-feira (21)

O índice de isolamento de Teresina, na última sexta-feira (21), foi de 37,2%, segundo dados da statup Inloco. Houve uma queda de 1,6% em relação aos índices registrados na sexta-feira da semana passada (15), que chegou a 38,8%. O Piauí, com índice de 37,25%, ocupou a 11ª posição entre os estados brasileiros.

Entre as regiões da cidade, a que apresentou a melhor taxa de isolamento foi a Centro/Norte, com 38,39%, seguida da zona Sul com 36,43% e Leste com 35,98%. Mais uma vez, o pior índice foi registrado na zona Sudeste, onde apenas 35,53% dos moradores da região respeitaram o isolamento.

Já os bairros de Teresina com os melhores taxas registradas foram Angélica (50%), Uruguai (44,6%), Memorare (43,8%), Brasilar (43%) e Frei Serafim também com 43%. Por outro lado, os bairros Flor do Campo (30,37%), Vale do Gavião (30,30%), Novo Uruguai (29,75%), Comprida (29,5%) e Parque São São João (28%) apresentaram os piores índices de isolamento.

COVID-19 em Teresina

Teresina registrou mais 186 novos casos e 13 novos óbitos por Covid-19. Segundo dados divulgados nesta sexta-feira (21) pelo Comitê de Operações Emergenciais em Saúde Pública (COE) da Fundação Municipal de Saúde (FMS), a capital contabiliza 23.333 casos confirmados e 870 óbitos pelo novo coronavírus. Ao todo são 10.294 pessoas recuperadas.

Teresina atinge melhor índice de isolamento social entre as capitais do país

Teresina atingiu neste sábado (07) o maior índice de isolamento social entre as capitais do país, com 49,18%. O resultado é consequência das medidas mais rígidas de isolamento adotadas pela Prefeitura de Teresina  para conter o avanço do novo coronavírus.

O Piauí também ficou em primeiro lugar entre os estados da Federação. Os dados são da startup InLoco, que realiza o georreferenciamento de smartphones monitorando a localização dos usuários quando se conectam à internet pelo celular.

“Quero agradecer aos teresinenses pela contribuição para que pudéssemos atingir esse percentual e diminuir os riscos de contaminação. Sem o apoio da nossa gente não poderemos vencer esse vírus. É preciso que todos nós façamos o dever de casa, cuidando de nós, das nossas família e de toda a população”,  disse o prefeito Firmino Filho.

Os dados da startup também mostram o índice de isolamento social por regiões da cidade e, no sábado, a população da região Centro-Norte foi a que mais respeitou as determinações para ficar em casa, com um percentual de 49,76%. Em seguida vem a zona Leste com 49,22%; logo após a Sul, com 48,24% e, por último, a zona Sudeste, com 46,62%.

Já entre os bairros, os que mais respeitaram o isolamento social foram Saci (57,70%), Nova Brasília (57,60%), Cabral (56,40%) e Real Copagre  (54,90%). Já os bairros onde se obteve os menores percentuais de pessoas que ficaram em casa foram Parque Juliana (35%), Monte Verde (41,35%), Bom Princípio (42,10%) e Flor do Campo (42,60%).

Nesta segunda (03), a Prefeitura dá início a mais uma etapa de reabertura das atividades comerciais da capital. Na etapa 2 da fase 2, estão autorizadas a funcionar, entre outras,  as atividades do comércio varejista de roupas e calçados,  shoppings e centros comerciais e lojas de departamento. Esses estabelecimentos devem funcionar quatro dias por semana,  seis horas diárias e respeitando os protocolos de distanciamento e uso de máscaras e álcool em gel.

Teresina registra melhor índice de isolamento social do país neste sábado (11)

Teresina registrou, neste sábado (11), o melhor índice de isolamento social do Brasil, em comparação com as demais capitais do país. Segundo o levantamento da Startup Inloco, 51,8% dos teresinenses respeitaram as regras de distanciamento social e permaneceram em suas casas. A Prefeitura de Teresina tem adotado medidas mais restritivas aos finais de semana, o que pode ter refletido em um aumento considerável no índice de distanciamento social do município.

Mesmo com o melhor índice percentual do país, Teresina teve uma leve queda de 1,3% em relação ao isolamento do sábado anterior, que chegou a marcar 53,1% de distanciamento social na capital.

Ainda de acordo com a base da dados, que realiza o georreferenciamento de smartphones em cidades de todo o território nacional monitorando a localização dos usuários quando se conectam à internet pelo celular, as zonas de Teresina que apresentaram as maiores taxas de isolamento foram a Leste (52,10%), Centro-Norte e Sul (51,80%). Já a zona Sudeste (49,91%) teve índices menores que as demais.

As melhores taxas de isolamento social foram registradas nos bairros São João (63%), Frei Serafim (60,8%), Porenquanto (59,05%) e Bela Vista (58,15%). No entanto, os bairros Parque Juliana (34,50%), Socopo (38,10%), Angélica (40,60%) e Cabral (42,90%) presentaram índices de isolamento mais baixos.

De acordo com o último boletim epidemiológico divulgado pela Fundação Municipal de Saúde (FMS), neste sábado (11), Teresina totaliza 11.997 pessoas infectadas e 513 mortes pelo Covid-19. Nas últimas 24 horas, foram 111 novos casos e oito óbitos causados pela doença.

Índice de isolamento social fica em 42,7% nesta sexta-feira (10)

Mesmo com medidas mais rígidas adotadas pela Prefeitura de Teresina para conter a disseminação do novo Coronavírus na capital, o levantamento da Startup Inloco apontou que 42,7% dos teresinenses respeitaram as regras de isolamento social e permaneceram em suas casas, nesta sexta-feira (10).

Ainda de acordo com a base da dados, que realiza o georreferenciamento de smartphones em cidades de todo o território nacional monitorando a localização dos usuários quando se conectam à internet pelo celular, as zonas de Teresina que apresentaram as maiores taxas de isolamento foram a Centro-Norte (43,46%) e Sul (42,37%). Já com os índices mais baixos estão a Leste (42,13%) e Sudeste (39,63%).

Em comparação ao restante do Brasil, Teresina foi a segunda capital a apresentar os melhores índices de isolamento na sexta-feira, ficando atrás apenas de Rio Branco.

As melhores taxas de isolamento social foram registradas nos bairros Cabral (55,10%), Parque Piauí (49,70%), Olarias (49,15%) e Saci (48,80%). No entanto, os bairros Aroeiras (35,46%), Flor do Campo (36,80%), Noivos (37%) e Recanto das Palmeiras (37,45%) apresentaram índices de isolamento mais baixos.

Os índices de isolamento social da capital também estão sendo monitorados através de informações geradas pelas operadoras de telefonia celular. Segundo essa outra base de dados, que disponibiliza informações de mais de 1 milhão de linhas telefônicas, 51,15% das pessoas ficaram em casa na última sexta-feira.

A Prefeitura de Teresina tem endurecido as medidas de isolamento social nos finais de semana. O objetivo é alcançar uma melhora nos índices e evitar a propagação em massa do novo coronavírus na capital e preparar a cidade para a reabertura gradual das atividades econômicas. Neste sábado (11) e domingo (12) podem funcionar apenas farmácias e drogarias; serviços de saúde; serviços de segurança e vigilância; serviços de delivery exclusivamente para alimentação pronta e situações comprovadas de urgências e emergências.

De acordo com o último boletim epidemiológico divulgado pela Fundação Municipal de Saúde (FMS), nesta sexta-feira (10), Teresina totaliza 11.886 pessoas infectadas e 505 mortes pelo Covid-19. Nas últimas 24 horas, foram 471 novos casos sete óbitos causados pela doença.

 

Teresina registra índice de isolamento social de 41,8% nesta quinta (25)

O georreferenciamento feito pela startup Inloco registrou que 41,8% dos teresinenses ficaram em casa nesta quinta-feira (25). O número mantém o padrão observado nas últimas duas semanas, onde as taxas de isolamento se mantiveram entre 41% e 43%, com exceção das sextas, que marcaram menos de 40%, e dos domingos, que apresentaram percentuais acima de 50%.

Teresina mostra um melhor desempenho geral que estado do Piauí, que registrou 39,7% de isolamento nesta quinta, e também o Brasil, que marcou apenas 38,3%. Todos os números registrados seguem bem abaixo de 73%, percentual mínimo recomendado para diminuir o contágio de com especialistas e órgãos como o Ministério da Saúde e Organização Mundial da Saúde.

O levantamento da startup também mostra o percentual de isolamento social por zonas da cidade. A região que mais respeitou as determinações para ficar em casa foi a zona leste, com um índice de 43,37%, seguida da centro-norte, com 42,06 %. Em terceiro lugar ficou a região sul, com 39,95%, e por último ficou a zona sudeste, com um percentual de 39,4%.

Os bairros que mais respeitaram o isolamento social em Teresina foram o Socopo (51,47%), Aeroporto (51%), Angélica (48,5%), Jacinta Andrade (48,2%) e Vale Quem Tem (47,4%). Já os bairros que apresentaram os menores percentuais foram Parque Juliana (23,8%), Extrema (29,9%), Comprida (33,3%), Aroeiras (33,82%) e Alegre (34%).

A Prefeitura de Teresina também está acompanhando os índices de isolamento social através de informações geradas pelas operadoras de telefonia celular. Segundo essa outra base de dados, que disponibiliza informações de mais de 1 milhão de linhas telefônicas, 52,16% das pessoas ficaram em casa.

A partir desta sexta (26), uma série de medidas passa a vigorar em Teresina intensificando o isolamento social para conter a disseminação da Covid-19. As restrições serão estendidas por todo o final de semana e serão mais rígidas no sábado (27) e domingo (28), com limitação ainda maior do funcionamento de várias atividades econômicas na cidade. As determinações constam no Decreto 19.859, assinado pelo prefeito Firmino Filho.

“Esse isolamento mais forte é de extrema necessidade para que possamos preparar a cidade para o início da retomada das atividades econômicas. É importante fazer um esforço maior para conter mais ainda a disseminação desse vírus, reduzir o número de internações e de mortes antes de iniciarmos o planejamento da reabertura da cidade de forma gradual e segura, preservando a saúde e a vida dos teresinenses”, disse o prefeito.

Índice de isolamento social cai para 43,3% nesta segunda-feira (01)

Teresina registrou queda no índice de isolamento social nesta segunda-feira (01). De acordo com a Startup Inloco, o índice apontou que 43,3% da população permaneceu em casa. No último domingo (31), quando estava decretado lockdown parcial no estado, a capital teve 55,7% de isolamento.

O número também é inferior aos 44,4% registrados na segunda-feira da semana anterior, além de estar abaixo dos 73% recomendados pelas organizações de saúde para evitar a proliferação da Covid-19.

Ainda segundo a Startup, que realiza o georreferenciamento de smartphones na cidade, monitorando a localização dos usuários, as zonas da capital que apresentaram as melhores taxas de isolamento foram as zonas Leste (43,85%) e Centro – Norte (43,07%). Já nas zonas com menores índices estão a Sul (43,06%) e Sudeste (41,32%).

As melhores taxas de isolamento sociais foram registradas nos bairros Ininga (57,48%), Angélica (54,2%), Parque Brasil (52,9%) e Mafuá (52,4%). No entanto, os bairros Árvores Verdes (34,03%), São Sebastião (34%), Monte Verde (32,5%) e Vale do Gavião (29,53%) apresentaram índices mais baixos.

A Prefeitura de Teresina também está acompanhando os índices de isolamento social através de informações geradas pelas operadoras de telefonia celular. Segundo essa outra base de dados, que disponibiliza informações de mais de 1 milhão de linhas telefônicas, 51,8% das pessoas permaneceram em casa.

Teresina iniciou junho batendo um recorde no número de pacientes infectados pelo novo coronavírus. A capital registrou mais 128 pessoas e cinco mortes pela infecção nas últimas 24 horas. Os dados são do boletim epidemiológico da Fundação Municipal de Saúde (FMS) e da Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), divulgado nesta segunda-feira (01). Agora, já são 2.432 casos de Covid-19 e 94 óbitos pela doença na capital.

 

Índice de isolamento social fica em 46,5% nesta sexta-feira (29)

Segundo levantamento da Startup Inloco, o índice de isolamento social em Teresina continua negativo. Mesmo com o Projeto de Lei, que antecipou o feriado municipal de Cosrpus Christi para esta sexta-feira (29), a capital registrou que 46,5% da população permaneceu em casa. Em comparação com a última quinta-feira (28), o índice teve um leve aumento de apenas 2,7%.

O número também é inferior aos 49,1% registrados na sexta-feira da semana anterior e bem abaixo dos 73% recomendados pelas organizações de saúde para evitar uma proliferação em massa do novo coronavírus. Ainda de acordo com os dados, as zonas de Teresina que apresentaram as maiores taxas de isolamento foram a Centro – Norte (46,56%) e Leste (46,1%). Já com os índices mais baixos estão a zona Sul (45,62%) e Sudeste (44,14%).

As melhores taxas de isolamento social foram registradas nos bairros Centro (57,58%), Socopo (54,2%), Ininga (49,38%) e Recanto das Palmeiras (47,45%). No entanto, os bairros Pedra Mole (36,8%), Vale do Gavião (35,2%), Monte Verde (34,45%) e Parque Juliana (24,2%) apresentaram índices de isolamento mais baixos.

A Prefeitura de Teresina também está acompanhando os índices de isolamento social através de informações geradas pelas operadoras de telefonia celular. Segundo a base de dados, que disponibiliza informações de mais de 1 milhão de linhas telefônicas,  52,96% das pessoas ficaram em casa na antecipação do feriado de Corpus Christi.

De acordo com o último Boletim epidemiológico divulgado pela Fundação Municipal de Saúde (FMS) e pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) nesta sexta-feira (29), Teresina  totaliza 2.157 pessoas infectadas e 82 mortes pelo Covid-19. Nas últimas 24 horas, foram 90 novos casos de pessoas infectadas e sete óbitos causados pela doença.