Trecho da Rua Coelho Rodrigues será interditado para obras de galeria

A Rua Coelho Rodrigues, no trecho Oeste/Leste entre a Avenida Maranhão e a Rua João Cabral, será interditada para a implantação da galeria que faz parte das obras de revitalização do Centro de Teresina. O bloqueio total da área será a partir desta sexta-feira (23) e deve durar até o domingo (25). A interdição será realizada pela Superintendência de Desenvolvimento Urbano Centro Norte (SDU Centro Norte), com a apoio da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans).

O gerente de operação e fiscalização da Strans, Denis Lima, pontua que os transtornos serão mínimos, visto que os condutores podem ter acesso ao Centro pelas vias paralelas. “Quem quiser ter acesso ao Centro por meio da Avenida Maranhão, no sentido Sul/Norte, pode utilizar ruas paralelas como Álvaro Mendes ou Paissandu, por exemplo. Já quem vem do sentido Norte/Sul, é recomendável que acesse o Centro pela Avenida Campos Sales ou Rua Desembargador Freitas. Acreditamos que o transtorno será mínimo e nossas equipes estarão no local orientando a todos”, esclarece.

A obra visa a melhoria no sistema de drenagem e de pavimentação das vias, sendo mais uma etapa da requalificação das ruas Coelho Rodrigues e Simplício Mendes.  “Vamos trabalhar intensamente para que o serviço seja concluído o mais rápido possível, com isso evitaremos maiores transtornos para as pessoas”, enfatiza o engenheiro da SDU Centro Norte, Alexandre Machado.

Serão implantados 1.052 metros de galeria, que inicia na avenida Maranhão próximo ao Troca-Troca e segue até o cruzamento com a rua Quintino Bocaiúva, nas proximidades da Praça Demóstenes Avelino, mais conhecida como Praça do Fripisa.

Interdição parcial da Avenida Maranhão continua neste final de semana

A Avenida Maranhão continuará interditada neste final de semana. O bloqueio será total no sentido Sul/Norte, e no sentido Norte/Sul ficará livre apenas a faixa da direita, em frente ao Troca-Troca. A interdição se deve a uma intervenção no local com o objetivo de finalizar a galeria que servirá para o escoamento das águas fluviais. Os serviços serão iniciados no sábado (17) e devem ser concluídos até o final do domingo (18).

“Apesar da obra se concentrar em frente ao Troca-Troca, faremos um desvio na altura da Rua Paissandu para quem vem do sentido Sul/Norte, para acesso às ruas Barroso e Lisandro Nogueira. Essa conversão possibilitará o condutor a continuar seu percurso no sentido Norte. Já quem vem no sentido Norte/Sul poderá seguir livre pela faixa da direita, que não será interditada” explica o diretor de operação e fiscalização da Strans, Jaime Oliveira.

A galeria visa a melhoria no sistema de drenagem e de pavimentação das vias, sendo mais uma etapa da requalificação das ruas Coelho Rodrigues e Simplício Mendes. “Entendemos que uma interdição em via pública sempre causa algum tipo de transtorno, mas reforçamos que é importante garantir uma melhoria no escoamento das águas fluviais”, enfatiza a engenheira da SDU Centro Norte, Adélia de Melo.

Serão implantados 1.052 metros de galeria, que inicia na Praça Demóstenes Avelino, mais conhecida como Praça do Fripisa, e termina na avenida Maranhão próximo ao Troca- Troca.

Área interditada no Centro de Teresina será reduzida a partir desta segunda (10)

Rômulo Piauilino

A partir da próxima segunda-feira (10) haverá redução na área interditada para tráfego de veículos do Centro de Teresina. Anteriormente, as restrições eram no perímetro das ruas Desembargador Freitas, David Caldas, Paissandu e Avenida Maranhão. Nesta nova fase, as ruas Paissandu e David Caldas não estarão mais inclusas.

As alterações constam em decreto assinado nesta sexta-feira pelo prefeito Firmino em virtude da retomada das atividades administrativas em órgãos do município, do Estado e do Governo Federal localizados na região central da cidade.

De acordo com o decreto, a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) fará a interdição no perímetro da rua Desembargador Freitas com pontos de isolamento nos cruzamentos da rua Rui Barbosa. No perímetro da rua Senador Teodoro Pacheco, o isolamento será feito nos cruzamentos das ruas Simplício Mendes e Barroso.

Também terá alteração no perímetro da rua 13 de maio com pontos de isolamento nos cruzamentos das ruas Senador Teodoro Pacheco, Coelho Rodrigues, Areolino de Abreu e Lisandro Nogueira.  No perímetro da Avenida Maranhão o ponto de isolamento é no cruzamento com a rua Coelho Rodrigues.

O diretor de Operação e Fiscalização da Strans, Jaime Oliveira, explica que, com a redução da área interditada, mais vias serão liberadas para circulação durante a terceira fase de reabertura das atividades econômicas. “Estamos nos adaptando conforme a reabertura gradual das atividades econômicas. Ao liberarmos mais ruas nessa fase, ampliaremos as opções para circulação desses trabalhadores, evitando aglomerações nas vias que já estavam liberadas anteriormente”, explica.

Apesar da redução do perímetro isolado, não serão alteradas as restrições de circulação de veículos nas vias interditadas. Com a interdição inicial, houve redução de 90% no tráfego na área interditada, permitindo a melhoria do distanciamento social.

Confira AQUI decreto.

Centro de Teresina continua interditado com retorno do funcionamento de estabelecimentos


A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) informa que as ruas do centro de Teresina continuam interditadas, mesmo com a autorização de funcionamento de alguns estabelecimentos comerciais, a partir desta segunda-feira (27).

Quanto ao serviço de carga e descarga permanecerá com as mesmas condições anteriores à interdição, sendo proibido o acesso de veículo acima de 5 toneladas. Esses só podem realizar carga e descarga entre 18h e 6h da manhã.

O gerente de operações de Trânsito da Strans, Denis Lima, explica que as ações de fiscalização permanecem com a presença dos agentes de segunda-feira a sábado, das 6h às 18h, no perímetro das ruas Desembargador Freitas, Paissandu, David Caldas e Avenida Maranhão. O Decreto nº 19.908 pretende diminuir as aglomerações e contaminação da Covid-19.

“Os agentes estarão a postos para garantir a circularão somente dos veículos permitidos pelo Decreto Municipal e conforme já estamos realizando há duas semanas. Quanto aos demais veículos, eles poderão optar pelas vias paralelas ou próximas aos locais interditados”, explica. Ele ressalta ainda que o resultado da interdição tem sido satisfatório com redução de 90% no tráfego de veículo na área central da cidade.

A primeira etapa da Fase 2 está marcada para iniciar no dia 27 de julho, quando estarão autorizados a funcionar o comércio atacadista e varejista de itens não essenciais, como eletrodomésticos, além de pet shop, agências de viagens, serviços administrativos, de edifícios, missas, serviços religiosos e espaços abertos de parques, reservas naturais e zoológico. Atividades físicas em espaços abertos também serão permitidas.

Avenida Universitária tem trecho interditado para reparos na rede de abastecimento de água

A Avenida Universitária está interditada na rotatória próxima à ponte da Primavera em virtude de reparos na rede de abastecimento de água. De acordo com a Gerência de Operação e Fiscalização da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans), os condutores que quiserem se deslocar no sentido da zona Leste devem entrar na contramão da Avenida até a próxima rotatória.

O gerente de Operação e Fiscalização da Strans, Denis Lima, explica que no trecho da obra, a pista foi dividida para atender os condutores que vêm dos dois sentidos. “Os condutores que vêm da zona Leste para a zona Norte terão percurso normal, houve apenas um afunilamento da pista, que foi dividida no trecho da obra para atender também quem vem do sentido Norte/Leste e precisa ter acesso à Avenida Universitária”, pontua.

A interdição deve durar até quarta-feira (27), prazo de conclusão dos reparos na rede de abastecimento de água da região.

Guarda Municipal interdita mais de 950 estabelecimentos abertos de forma irregular

 

Ascom/ SEMCASPI

O levantamento feito pela Guarda Civil Municipal (GCM) apontou que nos últimos dois dias 396 estabelecimentos foram fechados em Teresina. Desde sábado (21), 959 foram interditados pelas equipes da GCM que estão trabalhando em toda a zona urbana da cidade. Os dados mostram ainda que foram feitas 823 denúncias pela população através do aplicativo “Colab”, telefones e redes sociais da Prefeitura de Teresina.

Acompanhando pessoalmente as abordagens, o secretário Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (SEMCASPI), Samuel Silveira, afirmou que algumas pessoas seguem desrespeitando o Decreto Municipal 19.540 e ainda não conseguiram compreender a necessidade do isolamento social como forma de prevenção do Covid-19.

“A gente tem reforçado em todas as abordagens a necessidade do cidadão de ficar em casa. É preciso evitar qualquer tipo de aglomeração que possa fazer a propagação do vírus. Nós colocamos todas as ferramentas que temos por meio da tecnologia a disposição da população para que possa denunciar”, disse o secretário.

Os estabelecimentos que não respeitarem o decreto do prefeito Firmino Filho estão sujeitos a fechamento permanente através da cassação do alvará e a aplicação de multa.

“Não esperamos chegar a uma medida drástica como essa de fechamento permanente dos estabelecimentos, mas pedimos a colaboração das pessoas para que assim a gente consiga evitar a propagação do vírus em nossa cidade”, explicou.

Para formalizar a denúncia, a população pode utilizar o aplicativo de celular “Colab” e os telefones 153, (86) 3215-9317 ou falar diretamente com o WhatsApp da Guarda Municipal, por meio do número (86) 99438-0254.

O decreto municipal determina a suspensão do funcionamento de todos os estabelecimentos comerciais, de serviços e industriais, bem como as atividades da construção civil, com exceção apenas de alguns serviços essenciais. O decreto estabelece, ainda, que fica permitido o funcionamento de setores administrativos de alguns estabelecimentos, desde que seja realizado remoto e individualmente. Farmácias, supermercados e os serviços de saúde permanecerão abertos, assim como os deliverys. Os postos de gasolina deverão funcionar das 7h às 19h, com a suspensão do funcionamento das lojas de conveniência localizadas nesses locais. A intenção é manter todos que podem estar em casa durante esse momento de calamidade seguros das várias e fáceis formas de contágio pelo Covid-19.

 

 

 

 

 

 

Quarentena: Guarda Municipal interdita 521 estabelecimentos irregularmente abertos no fim de semana

Entre as medidas protetivas por conta da pandemia do Covid-19, a cooperação da população por meio da quarentena destaca-se como uma das mais importantes ferramentas no combate à transmissão do vírus. O Decreto Municipal 19.540 fortalece essas articulações, estabelecendo a suspensão do funcionamento de estabelecimentos comerciais, de serviço e industriais. A medida vem tendo seu cumprimento fiscalizado pela Guarda Municipal de Teresina, que só neste fim de semana realizou a interdição de 521 locais abertos irregularmente.

Segundo o secretário municipal da Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas, Samuel Silveira, que vem acompanhando diretamente as operações, a fiscalização continua durante toda a semana e pelo tempo que se fizer necessária. “A ação vem ao encontro do enfrentamento ao coronavírus e nos deixa muito angustiados ver que algumas pessoas ainda não têm dimensão desse problema. Estamos fazendo valer a proibição de aglomerações e dos decretos, tanto municipal quanto estadual”, assegurou. A previsão é de que haja um patrulhamento mais intenso ainda no centro da capital.

Essa necessidade de cumprimento da medida de saúde pública por todos, de forma que se achate a curva de transmissão do Covid-19, vem sendo reforçada por parte mais consciente da população, que vem denunciando as aglomerações observadas e os estabelecimentos de caráter não essencial. As denúncias podem ser feitas através dos canais disponibilizados pela Semcaspi, como os telefones 153 e o (86) 3215-9317. A população pode ainda entrar em contato diretamente com o whatsApp da Guarda Municipal, por meio do número (86) 99438-0254.

Segundo Lorena Silva, agente do comando da GCM, o órgão vem recebendo cerca de 15 denúncias a cada 10 minutos. “Se antes recebíamos cinco chamadas por dia, com essa situação pandêmica elas passaram para quase 300 por dia.Temos no mínimo uma equipe por zona e estamos atendendo a todas as solicitações que recebemos”, detalha.

O aumento das demandas trouxe novas organizações de escala e novas preocupações sanitárias: as viaturas estão sendo higienizadas com frequência ainda mais assídua e todos os agentes foram aparelhados com luvas, máscaras e álcool em gel. “Reestruturamos nossa troca, mudamos nossa logística e adaptamos o serviço, tudo pelo bem do cidadão, sem deixar de lado a segurança dos guardas”, pontua Lorena.

Segue permitido o funcionamento de setores administrativos de alguns estabelecimentos, desde que seja realizado remoto e individualmente. Farmácias, supermercados e os serviços de saúde permanecerão abertos, assim como os deliverys. Os postos de gasolina deverão funcionar das 7h às 19h, com a suspensão do funcionamento das lojas de conveniência localizadas nesses locais. A intenção é manter todos que podem estar em casa durante esse momento de calamidade seguros das várias e fáceis formas de contágio pelo Covid-19.

“Pedimos a colaboração da população, que deve evitar frequentar lugares que não tem uso essencial. A Guarda Municipal está contribuindo para que se perca a menor quantidade de vidas possíveis, mas também precisamos que o cidadão faça sua parte”, finalizou Lorena.