Programa Lagoas do Norte inaugura Parque do Mocambinho nesta sexta-feira (30)

O projeto de requalificação urbana e ambiental executado pelo Programa Lagoas do Norte no entorno da Lagoa do Mocambinho resultou na construção de um grande parque, que será inaugurado com festa nesta sexta-feira (30), a partir das 18h. O evento terá a participação da comunidade, apresentações de bandas, partidas de futebol e recreação para as crianças.

“Vamos inaugurar o Parque Matias Matos, que não é só um dos mais belos da cidade, é um dos mais belos do Brasil”, destaca o prefeito Firmino Filho.

O Parque Ambiental do Mocambinho, batizado de Parque Ambiental Matias Augusto de Oliveira Matos, possui uma área total de 4,9 hectares com playground, quiosques, praça de alimentação, campo de areia, quadras de esportes, ciclovias, espaço para caminhadas e grande área verde. A obra total foi orçada em R$ 12,7 milhões, com financiamento do Banco Mundial. Toda a estrutura foi construída no entorno de uma grande lagoa, uma das maiores da região.

No local, a população terá acesso à pista de caminhada, ciclovia, quadra de areia, quadra de futebol society, quadra para prática de badminton e campo de grama sintética. Além dos espaços para prática de esportes, também há um prédio administrativo, quiosques, academias, playground e área contemplativa no entorno da lagoa, com grama natural para descanso.

Todo esse cenário será palco do evento de inauguração. A programação terá início às 18h, com apresentação de uma banda formada por moradores do bairro Mocambinho, além da Orquestra Sanfônica. Logo depois haverá show da banda Top Gun. No campo de futebol, times da região se enfrentam a partir das 17h. Também haverá brinquedos e recreação infantil.

O Parque Ambiental Matias Augusto de Oliveira Matos está localizado na Avenida Freitas Neto, próximo à parada final do conjunto Mocambinho.

 

Colônia de Férias do Parentão encerra nesta sexta-feira (26)

Desde segunda feira cerca de 90 entre 07 e 14 anos estão participando da 1ª Colônia de Férias da Semel – Secretaria Municipal de Esporte e Lazer, que acontece no Parentão, zona Sul de Teresina.

Nesta sexta-feira (26), no encerramento da Colônia, a programação será ainda mais especial, com distribuição de cremosinhos, desfile dos bonecos da Disney e campeonato de pipa com premiação.

A Colônia de Férias acontece das 8h às 11h e oferece para as crianças atividades como campeonato de futebol, futsal, pintura, recreação, teatro de bonecos, dança, orientações sobre o trânsito (com ajuda de agentes da Strans) e distribuição de lanche.

Maria de Fátima é avó de seis netos e todos os dias leva os pequenos para se divertirem-na Colônia. “Essa ação da Semel é muito bacana, pois a gente tira a criança da frente da televisão, da frente do celular, e coloca ela em movimento, em contato com outras crianças. Todo dia quando eles chegam em casa já me perguntam se vão voltar amanhã. Estão todos aproveitando muito”, disse.

Na próxima segunda-feira (29) a Colônia de Férias da Semel passa a acontecer no Parque da Cidade, na zona Sudeste da capital. As inscrições já estão sendo realizadas no local a partir das 8h.

“Essa é a primeira Colônia de Férias da Semel e como o trabalho atingiu as nossas expectativas certamente para os próximos anos vamos trazer mais novidades”, afirma a gerente de lazer do órgão, Marinalva Pereira.

FMS leva educação e serviços de saúde para o Teresina em Ação

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) estará presente na 23ª edição do Teresina em Ação, que acontece neste sábado (20) na Praça dos Orixás, no Parque Lagoas do Norte. Os moradores da zona Norte terão à sua disposição diversos serviços e orientações na área de saúde, das 8h às 13h.

No local, que também recebe a Colônia de Férias do Lagoas do Norte, terá um espaço para as crianças para trabalhar de forma lúdica a prevenção ao Aedes aegypti, mosquito transmissor da zika, dengue e chikungunya, onde os pequenos podem colorir desenhos sobre o tema. “Serão distribuídos panfletos, visualizações de amostras do mosquito e outras curiosidades como dicas para reutilização de materiais que poderiam se tornar criadouros do mosquito”, comenta Júlia Santos, do Núcleo de Educação em Saúde da FMS.

A equipe de odontologia também estará presente no evento, com orientações sobre escovação e saúde bucal, além de distribuição de escovas de dente. Profissionais de enfermagem estarão realizando aferição de pressão arterial e orientação sobre saúde do homem, hipertensão e diabetes. “Também vamos trabalhar a área de imunização, realizando a vacina contra a gripe”, comenta Emanuelly Dias, da Gerência de Atenção Básica da FMS.

Além da saúde, o Teresina em Ação vai ofertar mais de 150 serviços de diversas áreas gratuitamente, além de quatro atrações musicais. O evento, realizado em parceria com a TV Clube, leva mensalmente cidadania, lazer, cultura, saúde e assistência social a um bairro da capital.

 

Programa Lagoas do Norte combate desperdício de água em escola com aula prática

A educação ambiental é uma vertente trabalhada diariamente pelo Programa Lagoas do Norte junto à população da zona Norte de Teresina. Após um diagnóstico de desperdício de água na Escola Municipal Antonio Gayoso, a equipe de educação ambiental do programa levou conhecimento teórico e prático às turmas de 6º ano.

“O projeto começa com um diagnóstico na escola sobre os aspectos ambientais que precisam ser trabalhados. Lá, constatamos que havia um desperdício de água principalmente nos banheiros e bebedouros. Fizemos toda uma apresentação teórica do que é a água, a captação e o tratamento. A segunda etapa que proporcionamos foi o passeio à Estação de Tratamento de Água da zona sul”, relata Márcia Alencar, educadora ambiental do PLN.

A intenção, segundo a educadora, é mostrar aos alunos todo o processo de tratamento da água para que eles vejam a complexidade e tudo que está envolvido, percebendo o quanto o desperdício é prejudicial. “O olhar das crianças quando saíram de lá foi totalmente diferente. Às vezes a gente fala para a criança proteger e cuidar, mas outra coisa é quando você mostra na prática esse processo”, destaca.

A aluna Lorrany de Oliveira Nunes, de 12 anos, avaliou a experiência. “Gostei muito da aula, porque a gente viu a importância da água, de preservá-la e vimos também as etapas de tratamento até que ela chegue em nossas casas”, afirmou.

O professor Jocielson, que ministra a disciplina de Ciências da Natureza para os alunos, destaca a importância de uma atividade prática. “Sabemos que é muito importante essa conscientização e essa mobilização na escola. As crianças são as protagonistas. Elas levam o que aprendem aqui para dentro de casa. Hoje os alunos puderam ver como ocorre o tratamento e perceberam que não podemos desperdiçar água, porque quanto menos a gente desperdiça, menor o gasto”, disse.

 

 

Quadrilhas, zumba e forró animam o 7º aniversário do Parque Lagoas do Norte

O Parque Lagoas do Norte comemora seu aniversário de sete anos com muita festa nesta sexta-feira (28), a partir das 18h, na Praça Monumental (Bicicletário) do parque. A celebração será um grande evento feito para a comunidade, com diversas apresentações fazendo a alegria do público. A programação contará com aulão de zumba, apresentação de quadrilhas juninas, Bumba Meu Boi e show com a banda Forró do Barão. O evento é organizado pela Prefeitura de Teresina, através do Programa Lagoas do Norte.

A animação também ficará por conta de várias atrações culturais. O aulão de zumba promete esquentar o público para a sequência da programação. As quadrilhas Explosão Estrelar e Asa Branca do Agreste levarão ao Bicicletário um espetáculo de coreografias juninas.

O grupo de bois Precioso e Rei da Floresta também levam suas apresentações ao local, tudo acompanhado com muitas comidas típicas nas barracas permissionárias. A banda Forró do Barão encerra a noite com show ao vivo a partir das 21h30.

“É uma felicidade muito grande comemorar mais um aniversário do Parque Lagoas do Norte, pois ele se tornou uma realidade, um grande espaço democrático que mudou a vida das comunidades. Aqui desenvolvemos várias ações sociodesportivas e ambientais, ações de integração com a comunidade e de promoção do bem-estar. Quando vemos o parque bem cuidado, iluminado, com segurança e milhares de pessoas indo e vindo, fazendo caminhada, participando de aulas de dança, das rodas de conversa e outras atividades, percebemos o quanto esse local é importante para a cidade. Evoluímos bastante durante esses anos e sempre buscaremos coisas boas para oferecer o melhor para a comunidade que faz o Parque Lagoas do Norte”, destaca Jorgenei Moraes, diretor do espaço.

 

Parque Lagoas do Norte terá curso de arte muralista para mulheres

O Parque Lagoas do Norte sedia, a partir desta terça-feira (25), o workshop de arte muralismo que está sendo ofertado a 20 mulheres. O curso está inserido na programação do projeto Profissionalizar Mulher, uma parceria entre a Fundação Wall Ferraz (FWF) e a Secretaria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres (SMPM).

As aulas totalizam uma carga horária de 20 horas, ministradas às terças e quintas, na sede do Parque. Ao final, as mulheres terão domínio sobre a arte de pintar murais, painéis e afrescos em paredes e muros.

O Programa Lagoas do Norte tem buscado incentivar o empreendedorismo entre as moradoras da sua região de abrangência e, através de parcerias com a Fundação Wall Ferraz, vem proporcionando a realização de cursos, oficinas e workshops na sede do Parque.

“O Programa Lagoas do Norte tem, dentro do seu escopo de atuação, o componente social. Por esse componente procuramos trabalhar o empreendedorismo, a formação, a capacitação e a empregabilidade das pessoas que vivem na zona Norte de Teresina”, explica Márcia Muniz, diretora geral do Programa Lagoas do Norte.

A exemplo dessa atividade, outros cursos já foram realizados, como o curso de pintura em parede e aplicação de revestimento cerâmico, com destaque para as mulheres.

O projeto Profissionalizar Mulher é desenvolvido pela Fundação Wall Ferraz e Secretaria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres. Na primeira fase, de 2013 a 2015, mais de mil mulheres foram qualificadas em diversas áreas, incluindo algumas tidas como exclusivas do universo masculino, como é o caso da construção civil. Em 2018, mais 125 vagas foram ofertadas contribuindo para a qualificação e autonomia produtiva das mulheres teresinenses.

Residencial Parque Brasil já tem mais de 850 unidades montadas

Ascom PLN

Com previsão para ser concluído no final deste ano, o Residencial Parque Brasil já tem mais de 850 unidades montadas, entre casas e apartamentos. O conjunto habitacional é destinado a famílias que vivem em áreas de risco localizadas na região de intervenção do Programa Lagoas do Norte. O orçamento total é de R$ 107 milhões, com investimento da Caixa Econômica Federal, através do Minha Casa, Minha Vida, e contrapartida da Prefeitura de Teresina.

Contendo 1.022 unidades habitacionais – 350 casas e 672 apartamentos, o residencial será oferecido como alternativa de reassentamento a essas famílias que atualmente vivem nas margens de lagoas ou em casas sem estrutura mínima, em condições insalubres. Ao todo, mais de 1.000 famílias ainda vivem nessas condições.

O residencial está inserido no Minha Casa, Minha Vida e tem padrão inédito no país. Cada unidade tem área aproximada de 50 m², com sala, cozinha, dois quartos e banheiro adaptado. Os prédios de apartamentos são formados por três pavimentos. Constam no projeto a estrutura de drenagem com galeria, ruas pavimentadas, rede de abastecimento de água e rede de esgoto sanitário, com estação de tratamento de esgoto própria. A localização é na entrada no conjunto Parque Brasil, na Avenida Rio Poti, zona norte da capital.

Além dessas características pioneiras, o projeto conta ainda com lotes destinados à construção de pontos comerciais para aquelas famílias que já possuem atividade comercial em suas regiões de origem. Um outro aspecto que diferencia o residencial é a estrutura urbana voltada para propiciar o trânsito de ônibus e estar dentro das normas e legislação em vigência em termos de acessibilidade e mobilidade urbana.

Durante toda a execução da obra, o Programa Lagoas do Norte vem propiciando visitas das comunidades para que as pessoas conheçam o projeto. A dona de casa Maria Valéria da Costa Sousa participou de uma das visitas na companhia do marido e do filho e avaliou o empreendimento. “Os terrenos são bons e a qualidade da construção também. Gostei muito dos apartamentos, porque eu sou evangélica e prefiro ficar longe de zoada. Essas casas são muito melhores do que as nossas. A minha casa é fria, úmida e cria mofo nesse tempo chuvoso. As ruas em que a gente mora também não têm condição da gente andar. E aqui, como explicaram para nós, os ônibus vão passar na porta, tudo mais fácil. Estamos muito satisfeitos”, afirmou.

 

Especialistas do Banco Mundial fazem monitoramento do dique do Rio Parnaíba

Ascom PLN

Uma equipe de especialistas esteve em Teresina esta semana para fazer um monitoramento do dique do Parnaíba. São consultores, especialistas em barragens, contratados pelo Programa Lagoas do Norte e pelo Banco Mundial, órgão financiador do programa, que fizeram uma visita à estrutura do dique para verificar a situação atual.

A necessidade de reestruturação do dique já foi constatada pelos especialistas que integraram os painéis de segurança realizados pelo Programa Lagoas do Norte. No último painel, ocorrido no ano passado, os especialistas comprovam que o dique, atualmente, não apresenta condições de garantir a segurança da população caso ocorra o mesmo fenômeno de cheia dos rios como no ano de 1985. A população afetada em toda a região é de cerca de 100 mil pessoas.

As informações coletadas, segundo a diretora geral do Programa Lagoas do Norte, Márcia Muniz, nortearão o estudo técnico aprofundado que será realizado por uma empresa. “Sabemos que a estrutura do dique sofreu diversas intervenções ao longo do tempo, comprometendo sua capacidade de proteger a população. Os especialistas estão acompanhando a situação do dique, coletando informações nos aspectos hidráulicos, ambientais e sociais, que nortearão um estudo aprofundado. Esse estudo será realizado por uma empresa, contratada através de licitação, que será aberta até o final do mês”, explica.

Ainda de acordo com Márcia Muniz, o estudo deverá apresentar ao menos três alternativas de intervenção na estrutura do dique, levando em consideração a estrutura do rio, suas margens, a população que vive nas proximidades, o meio ambiente e as estruturas viárias já consolidadas na área.

O dique é uma obra de engenharia hidráulica que tem a finalidade de manter determinadas porções de terra secas através do represamento de águas correntes. Construído em 1974 com a finalidade de barrar as águas do Rio Parnaíba, o dique foi sofrendo interferências em sua estrutura e se transformou numa das principais avenidas de acesso a vários bairros da zona norte. O único reparo em sua estrutura ocorreu durante a enchente de 1985, em que milhares de famílias ficaram desabrigadas.

 

Ministro do Desenvolvimento Regional vem a Teresina conhecer obras do Lagoas do Norte

O ministro Gustavo Canuto, do Desenvolvimento Regional, vem a Teresina nesta terça-feira (07) para conhecer o Programa Lagoas do Norte, suas ações e obras em desenvolvimento. Acompanhado do prefeito Firmino Filho, do secretário de Planejamento e Coordenação, José João Braga, e do diretor do Escritório Municipal de Articulação e Representação da Prefeitura de Teresina em Brasília, Erick Amorim, o ministro visitará a obra do Residencial Parque Brasil, que está sendo construído para receber famílias que vivem em situação de risco na área de abrangência do programa.

Também está na agenda uma visita ao Parque Lagoas do Norte, que se tornou um dos principais pontos de contemplação e prática esportiva e cultural, e ao Encontro dos Rios, um dos mais visitados pontos turísticos da cidade, reformado na segunda fase do Lagoas do Norte.

O Residencial Parque Brasil é referência entre os projetos habitacionais do Minha Casa, Minha Vida, com concepção pioneira no país, e tem orçamento estimado em cerca de R$ 120 milhões. Ao todo, são 1.022 unidades habitacionais, distribuídas em 350 casas e 672 apartamentos. Cada um tem área aproximada de 48 m², com sala, cozinha, dois quartos e banheiro adaptado. Os prédios de apartamentos são formados por três pavimentos. A localização é na entrada no conjunto Parque Brasil, na Avenida Rio Poti, zona Norte da capital.

Além dessas características, o projeto do residencial conta ainda com lotes destinados à construção de pontos comerciais para aquelas famílias que já possuem atividade comercial em suas regiões de origem. Um outro aspecto que diferencia o projeto é a estrutura urbana voltada para propiciar o trânsito de ônibus dentro do residencial e estar dentro das normas e legislação em vigência em termos de acessibilidade e mobilidade urbana.

Ele será destinado às famílias que vivem atualmente em áreas de risco na região de atuação do programa. O Lagoas do Norte está propiciando visitas dessas famílias ao empreendimento, para que elas conheçam o projeto. O residencial será uma das três opções de reassentamento para essas pessoas. Cerca de 60 famílias já tiveram a oportunidade de conhecer a obra.

A visita a essas obras acontecerá na tarde desta terça (07). O desembarque do ministro Gustavo Canuto está previsto para às 15h. Do aeroporto, ele segue para a obra. Já à noite, o ministro participa do Congresso das Cidades.