Coronavírus: Teresina amplia número de lavatórios públicos para higienização das mãos

Para conter a propagação do coronavírus, a Prefeitura de Teresina ampliou a quantidade de lavatórios públicos espalhados na cidade. Agora, já são 52 equipamentos em funcionamento em todas as regiões da capital. O objetivo é estimular a higienização das mãos, como uma das principais formas de prevenção ao contágio pela Covid-19. A estrutura é equipada com duas pias, torneiras com água corrente, sabão líquido, papel toalha e lixeira.

Os lavatórios são instalados em locais onde há maior circulação de pessoas, especialmente lotéricas, correspondentes bancários e mercados públicos. Na zona Sudeste, foram colocados 16 equipamentos, sendo sete no Mercado do Dirceu I, três no Mercado do Dirceu II, dois no Mercado do Renascença, um no Mercado do Gurupi, e um no Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) Sudeste III.

“Apesar das medidas implantadas e da fiscalização, a zona Sudeste é uma das regiões da cidade que tem registrado as menores taxas de isolamento social. Nesse sentido, os lavatórios se tornam ainda mais necessários, como um lembrete àquelas pessoas de que estão expostos ao risco e que precisam obedecer às recomendações de saúde para sua própria segurança”, ressalta Isaac Meneses, superintendente da SDU Sudeste.

A zona Leste conta com 10 lavatórios localizados na Praça da Morada do Sol, Mercado do Peixe, SDU Leste, Ponte Estaiada e no Hospital de Campanha Padre Pedro Balzi. Na zona Sul, os dez lavatórios foram instalados nos Mercados do Parque Piauí, Piçarra, Vermelha, na SDU Sul e nos cemitérios Santa Cruz e Dom Bosco. Já a zona Norte possui 16 equipamentos nos Mercados do Mafuá, São Joaquim e Central.

Prefeitura instala lavatórios em espaços públicos para higienização das mãos

A Prefeitura de Teresina está instalando lavatórios nas calçadas de correspondentes bancários e espaços públicos. A medida está sendo executada pelas Superintendências de Desenvolvimento Urbano (SDUs) de cada região da cidade como uma medida para conter a proliferação do novo coronavírus, garantindo a higienização das pessoas que precisarem sair de casa e buscar algum dos serviços essenciais com funcionamento autorizado.

Os lavatórios são equipados com torneira com água corrente, sabão líquido, papel toalha e lixeira. São estruturas portáteis e ficarão disponíveis das 7h30 às 17h nos pontos determinados pelas SDU´s. Na zona Sudeste, três equipamentos já foram instalados e outros 12 serão implantados nos próximos dias. Os primeiros lavatórios foram colocados nessa última quinta-feira (7) em duas agências da Caixa Econômica Federal e no Mercado do Dirceu I, onde tem sido registrado um grande fluxo de pessoas durante a quarentena.

Isaac Meneses, superintendente da SDU Sudeste, destaca o caráter preventivo da medida. “Além do distanciamento social, a principal arma contra o coronavírus é a higienização frequente das mãos. Então, para evitar a disseminação do vírus nestes ambientes onde já se registra uma maior circulação de pessoas, faremos a instalação das pias como um complemento ao trabalho de conscientização que temos adotado”, explica.

Na zona Leste, os pontos que receberão a instalação dos lavatórios são: Mercado do Produtor, no bairro Vale do Gavião; Mercado do Peixe; Praça Cidade Jardim; Ponto dos Taxistas, no bairro Morada do Sol; Ponte Estaiada, na sede da vice-prefeitura e no estacionamento da sede da SDU Leste. “Tão importante quanto ficar em casa é o ato de lavar as mãos com frequência. Já é comprovado pelos órgãos de saúde que manter a higiene é uma das medidas eficazes que podemos adotar contra a pandemia que assola nosso país e mundo”, reforçou o Superintendente Executivo da SDU Leste, Ângelo Cavalcante.

Já na zona Norte, os lavatórios serão instalados nos mercados São José, São Joaquim e Mafuá. Para a zona Sul estão sendo confeccionados 10 lavatórios que serão instalados nos seguintes pontos: dois no mercado da Piçarra, dois no mercado da Vermelha, dois no mercado do Parque Piauí, um no cemitério Santa Cruz, um no cemitério Dom Bosco, um na sede da SDU Sul e outro na gerência de Serviços Urbanos da Superintendência.