Maternidade do Promorar passa a atender exclusivamente gestantes com sintomas de Coronavírus

A Maternidade do Promorar passará a ser destinada, exclusivamente, ao atendimento de gestantes que apresentarem sintomas leves de Coronavírus, com encaminhamento feito por outro estabelecimento de saúde municipal. A medida, adotada pela Fundação Municipal de Saúde (FMS), visa promover um atendimento qualificado a este público e cumprir o Plano de Contingência elaborado para o enfrentamento à doença.

Com essa ação, a Maternidade do Promorar irá realizar partos e tratamentos clínicos apenas de gestantes com síndromes gripais. A partir desta quarta -feira (25), os demais serviços já estão temporariamente suspensos nesta Maternidade, como a realização de partos de mulheres que chegavam por demanda espontânea no estabelecimento, o atendimento às urgências obstétricas de gestantes e outros serviços ofertados a recém-nascidos. Nestes casos, a orientação é que esse público se dirija às outras maternidades do município, localizadas nos bairros Satélite, Buenos Aires e Dirceu.

“A Maternidade do Promorar está se preparando para realizar atendimentos de gestantes com sintomas leves de COVID-19. Se alguma usuária apresentar qualquer gravidade, que necessite de leito de UTI, ela deverá ser encaminhada para a Maternidade Dona Evangelina Rosa”, afirma a diretora de assistência hospitalar da FMS, Jesus Mousinho.

Com o fim da pandemia, a Maternidade do Promorar voltará a funcionar normalmente, com atendimento para gestantes e recém- nascidos.

A Fundação Municipal de Saúde reforça o apelo às pessoas para que só procurem os estabelecimentos de saúde quando realmente estiverem precisando.

Estrutura

A Maternidade do Promorar funciona 24 horas e, para atendimento de gestantes com casos leves de COVID-19, disponibilizará 20 leitos obstétricos. Há ainda sala de parto, centro cirúrgico e consultórios médicos.