CAP Centro retoma atendimento presencial a partir desta segunda-feira 

Ascom

A Central de Atendimento ao Público (CAP), localizada no Centro de Teresina, reabre a partir desta segunda-feira (24). Para atender as orientações de prevenção e combate à disseminação do novo coronavírus, uma série de medidas foi adotada com o intuito de oferecer maior segurança tanto para a população quanto para o munícipe.

Alexandre Castelo Branco, coordenador especial da Receita do Município, informa que os atendimentos serão realizados preferencialmente mediante agendamento por telefone (86 3215-7561) e com hora marcada, mas que, havendo horários disponíveis, também poderá ser realizado na porta da CAP Centro (Rua Álvaro Mendes, 884, por trás do Palácio da Cidade). A orientação é que o interessado chegue, no máximo, 20 minutos antes de seu horário para evitar aglomeração. Atrasos devem ser evitados para não ocorrer perda da senha e as pessoas devem comparecer preferencialmente desacompanhadas.

Apenas 20 contribuintes poderão permanecer dentro da unidade ao mesmo tempo. Aqueles que estiverem aguardando seu horário, no que exceder ao limite de 20 pessoas em atendimento dentro da CAP, ficarão na área externa, em fila, conforme demarcação de distanciamento entre as pessoas. Quando excedida a capacidade de atendimento do dia, começarão a ser realizados agendamentos apenas para os dias seguintes.

“A CAP foi reestruturada para retomar os atendimentos presenciais com segurança. Nossos servidores utilizarão máscaras e protetores faciais. Haverá aferição de temperatura na entrada da unidade, bem como lavatório para as mãos e disponibilização de álcool em gel. O distanciamento entre as pessoas dentro da unidade também foi demarcado. Todavia, pedimos que a população continue priorizando nossos canais on-line”, reforça Castelo Branco.

Através do Teresinense Digital é possível resolver todas as demandas relativas à Secretaria Municipal de Finanças sem sair de casa. Alguns serviços estão disponíveis na página da Secretaria de Finanças (https://semf.pmt.pi.gov.br/), não havendo necessidade sequer da abertura de processos eletrônicos via Teresinense Digital para estas demandas.

A CAP Leste, localizada no Espaço da Cidadania no Show AutoMall, reabre apenas na terça-feira (25). O telefone para agendamento nessa unidade é (86) 99406-9821.

Dúvidas e canais digitais 

Devido às restrições impostas pela pandemia, não haverá plantão presencial para esclarecer dúvidas nas Centrais de Atendimento. Neste caso, a população deve entrar em contato com o setor responsável por sua demanda através dos seguintes e-mails:

– IPTU, inclusive cadastro imobiliário: iptu.semf@pmt.pi.gov.br

– CND, Certidão positiva, restituições, compensações, baixas de pagamento, parcelamentos: arrecada.semf@pmt.pi.gov.br

– ITBI: itbi.semf@pmt.pi.gov.br

– Assuntos gerais relativos à Secretaria de Finanças, inclusive demandas relativas aos demais e-mails de contato desta lista: cap.semf@pmt.pi.gov.br

– Transferências constitucionais: getc.semf@pmt.pi.gov.br

– Nota fiscal eletrônica (acesso e retificação cadastral): notafiscaleletronica.semf@pmt.pi.gov.br

– ISS, cadastro mercantil, estimativa e fiscalizações; expedição de Alvará de Funcionamento: iss.semf@pmt.pi.gov.br

– Taxas, COSIP e SLIC (sistema de renovação de licenças e Alvarás de funcionamento): taxas.semf@pmt.pi.gov.br

– Simples Nacional (retificação cadastral): simplesnacional.semf@pmt.pi.gov.br

Vale lembrar que os atendimentos através do Teresinense Digital (https://pmt.pi.gov.br/teresinensedigital/financas/) devem ser priorizados pela população, pois se trata de uma ferramenta segura, que detalha todo o passo a passo para o peticionamento eletrônico e evita deslocamentos desnecessários nesse cenário de risco à saúde.

Teresina atinge melhor índice de isolamento social entre as capitais do país

Teresina atingiu neste sábado (07) o maior índice de isolamento social entre as capitais do país, com 49,18%. O resultado é consequência das medidas mais rígidas de isolamento adotadas pela Prefeitura de Teresina  para conter o avanço do novo coronavírus.

O Piauí também ficou em primeiro lugar entre os estados da Federação. Os dados são da startup InLoco, que realiza o georreferenciamento de smartphones monitorando a localização dos usuários quando se conectam à internet pelo celular.

“Quero agradecer aos teresinenses pela contribuição para que pudéssemos atingir esse percentual e diminuir os riscos de contaminação. Sem o apoio da nossa gente não poderemos vencer esse vírus. É preciso que todos nós façamos o dever de casa, cuidando de nós, das nossas família e de toda a população”,  disse o prefeito Firmino Filho.

Os dados da startup também mostram o índice de isolamento social por regiões da cidade e, no sábado, a população da região Centro-Norte foi a que mais respeitou as determinações para ficar em casa, com um percentual de 49,76%. Em seguida vem a zona Leste com 49,22%; logo após a Sul, com 48,24% e, por último, a zona Sudeste, com 46,62%.

Já entre os bairros, os que mais respeitaram o isolamento social foram Saci (57,70%), Nova Brasília (57,60%), Cabral (56,40%) e Real Copagre  (54,90%). Já os bairros onde se obteve os menores percentuais de pessoas que ficaram em casa foram Parque Juliana (35%), Monte Verde (41,35%), Bom Princípio (42,10%) e Flor do Campo (42,60%).

Nesta segunda (03), a Prefeitura dá início a mais uma etapa de reabertura das atividades comerciais da capital. Na etapa 2 da fase 2, estão autorizadas a funcionar, entre outras,  as atividades do comércio varejista de roupas e calçados,  shoppings e centros comerciais e lojas de departamento. Esses estabelecimentos devem funcionar quatro dias por semana,  seis horas diárias e respeitando os protocolos de distanciamento e uso de máscaras e álcool em gel.

Final de semana terá medidas mais rígidas de funcionamento para serviços e atividades econômicas

Começam nesta sexta-feira (17) as medidas restritivas adotadas pela Prefeitura de Teresina para o funcionamento das atividades econômicas nos finais de semana. As restrições foram implementadas através do Decreto 19.890 para aumentar os índices de isolamento social e reduzir a disseminação do coronavírus, um dos critérios para avançar na reabertura da cidade.

Na sexta (17) estão autorizados a funcionar mercados, supermercados, hipermercados e congêneres; panificadoras e padarias; serviços bancários; casas lotéricas; atividades de distribuição e comercialização de combustíveis; farmácias e drogarias, serviços de saúde; serviços de segurança e vigilância; serviços de delivery exclusivamente para alimentação pronta; órgãos e profissionais de comunicação; situações comprovadas de urgências e emergências.

Os serviços de transportes de cargas estão permitidos de funcionar em Teresina também às sextas-feiras. A determinação consta em novo decreto assinado pelo prefeito Firmino Filho que considera este tipo de atividade fundamental para o abastecimento e pleno funcionamento dos serviços essenciais do município.

Já no sábado (18) e domingo (19), as atividades têm limitação ainda maior, podendo funcionar apenas farmácias e drogarias; serviços de saúde; serviços de segurança e vigilância; serviços de delivery exclusivamente para alimentação pronta e situações comprovadas de urgências e emergências.

Essas medidas mais rígidas de isolamento social também serão aplicadas nos dias 24, 25 e 26 de julho, assim como aconteceu nos finais de semana anteriores. O decreto determina ainda que os serviços públicos como energia elétrica, saneamento básico, funerários, segurança pública, telecomunicações e radiodifusão, além de estabelecimentos que funcionam operando fornos, em turnos ininterruptos de 24h, estão autorizados a funcionar neste período, respeitando as determinações sanitárias para a contenção no novo coronavírus, inclusive, quanto aos atendimentos emergenciais.

A fiscalização das medidas é feita pela Guarda Civil Municipal e vigilância sanitária municipal, em articulação com os serviços de vigilância sanitária federal e estadual, e com o apoio da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (STRANS), da Polícia Militar, da Polícia Civil e da Secretaria de Transportes – SETRANS/PI. O descumprimento do decreto resulta em aplicação de multa, podendo evoluir para interdição total da atividade e cassação de alvará de localização e funcionamento.

As restrições nos fins de semana são uma forma de reforçar o isolamento social durante o processo de reabertura das atividades econômicas em Teresina. A segunda etapa da Fase 1 da retomada da economia iniciará na próxima segunda (20) com a volta das atividades ligadas aos setores de concessionárias, vendas de peças e automotivo, utilizando o sistema de delivery ou drive-thru. A duração de cada fase do plano de retorno dependerá também do cenário da Covid-19 na cidade.

Prefeitura intensifica medidas de segurança e higiene no transporte público

Ascom/Strans

O transporte público de Teresina voltou a funcionar na última quarta-feira. Para garantir a segurança dos usuários do serviço nesse momento de pandemia do novo Coronavírus, a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) tem cumprido as determinações que constam no Plano de Segurança Sanitária e Contenção da Covid 19 relacionado aos transportes e motoristas.

A higienização nas paradas finais e no final de cada turno nas garagens são medidas que já vêm sendo executadas na cidade. Além disso, é verificada a temperatura dos profissionais, bem como disponibilizado álcool em gel e ainda é exigido o uso da máscara facial. A Strans recomenda também que, para uso do transporte público, seja feita fila mantendo o distanciamento para evitar qualquer tipo de aglomeração e forma de contágio pela Covid-19.

“Essas medidas passam a ser intensificadas com o retorno do funcionamento do transporte público. É importante também uma conscientização por parte da população para que mantenha o hábito de higienizar as mãos, antes e depois de entrar no ônibus, por exemplo, já que é uma boa forma de prevenir a contaminação, e ainda usar máscara. Todos temos que fazer a nossa parte para que possamos nos proteger e assim evitar o contágio pelo vírus”, afirma Weldon Bandeira, gestor da Strans.

Como parte da luta contra o Coronavírus, a Prefeitura de Teresina tem realizado também a desinfecção de todos os terminais, estações de embarque, paradas de transporte coletivo. “Essa ação deve ser feita com regularidade, enquanto durar a pandemia”, destaca Weldon.

Nos locais públicos, as ações de sanitização são feitas pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Semduh). Essa sanitização é feita com a pulverização de solução de água com hipoclorito de sódio, por meio de bombas costais e caminhões pipas e fumaceiros.

O superintendente também faz um apelo para que os taxistas, mototaxistas e demais profissionais também façam a sua parte nessa luta contra a Covid-19. “É importante que esses profissionais que são informais também façam o que recomendam as organizações de saúde quanto à prevenção e aos cuidados no combate ao Coronavírus”, ressalta.

42,52% dos teresinenses respeitaram as orientações de isolamento social na última quinta (09)

Teresina apresentou índice de isolamento social de 42,52% na última quinta-feira (09), de acordo com dados da Startup Inloco, que realiza o georreferenciamento de smartphones em cidades de todo o território nacional monitorando a localização dos usuários quando se conectam à internet pelo celular. Em comparação com a quinta-feira da semana passada, quando foi registrado índice de 44,9%, houve uma queda de 2,4% no isolamento da cidade.

Ainda de acordo com a Startup, a região que mais respeitou as orientações de isolamento foi a Centro/Norte, com índice de 43,72%, seguida da zona Leste, com 43,03%, e a zona Sul com 41,67%. A região que apresentou menor índice foi novamente a Sudeste, com apenas 38,36% de isolamento social.

Em comparação ao restante do Brasil, Teresina foi a terceira capital a apresentar os melhores índices de isolamento na quinta-feira, ficando atrás apenas de Salvador e Porto Alegre.

A Prefeitura de Teresina tem endurecido as medidas de isolamento social nos finais de semana. O objetivo é alcançar uma melhora nos índices e evitar a propagação em massa do novo coronavírus na capital e preparar a cidade para a reabertura gradual das atividades econômicas.

Nesta sexta-feira (10) estão autorizados a funcionar apenas mercados, supermercados, hipermercados e congêneres; panificadoras e padarias; serviços bancários; casas lotéricas; atividades de distribuição e comercialização de combustíveis, biocombustíveis, gás liquefeito de petróleo e demais derivados do petróleo; farmácias e drogarias, serviços de saúde; serviços de segurança e vigilância; serviços de delivery exclusivamente para alimentação pronta; órgãos e profissionais de comunicação e situações comprovadas de urgências e emergências.

Já no sábado (11) e domingo (12) podem funcionar apenas farmácias e drogarias; serviços de saúde; serviços de segurança e vigilância; serviços de delivery exclusivamente para alimentação pronta e situações comprovadas de urgências e emergências.

Covid-19 em Teresina

De acordo com dados do painel epidemiológico da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Teresina registrou 532 novos casos de Covid-19 e cinco óbitos na última quinta-feira (09). Agora a cidade contabiliza 11.415 casos e 498 mortes desde o início da pandemia.

 

 

 

Decreto determina isolamento mais rígido em Teresina em todos os finais de semana de julho

O prefeito Firmino Filho publicou decreto estabelecendo que haverá restrições para o funcionamento das atividades econômicas em Teresina durante todos os finais de semana do mês de julho. O objetivo é melhorar os índices de isolamento social, evitando a disseminação da Covid-19, um dos critérios para avançar na reabertura da cidade. Assim, as medidas serão aplicadas nos dias 10, 11 e 12; nos dias 17,18 e 19; e nos dias 24, 25 e 26, todos de julho de 2020.

O descumprimento do decreto por qualquer estabelecimento, serviço e atividade que esteja em funcionamento ou que não esteja permitido funcionar resultará na aplicação de multas, intervenção total da atividade e cassação de alvará de localização e funcionamento.

“Ainda vamos precisar conviver com esse vírus por um bom tempo. E o nosso esforço para mantermos o isolamento social ainda é a melhor maneira de conseguir conter o avanço da doença na nossa cidade. Tivemos bons índices de isolamento social no último fim de semana, que chegou a 56,5%, mas precisando melhorar mais. Precisamos lembrar que a pandemia não acabou e não podemos banalizar a morte. Nada pode ser mais importante que a vida, daí a necessidade de medidas mais restritivas”, disse o prefeito.

De acordo com o Decreto 19.890, assinado nesta segunda-feira (06), estão autorizados a funcionar nos dias de sexta-feira as seguintes atividades e estabelecimentos: mercados, supermercados, hipermercados e congêneres; panificadoras e padarias; serviços bancários; casas lotéricas; atividades de distribuição e comercialização de combustíveis, biocombustíveis, gás liquefeito de petróleo e demais derivados do petróleo; farmácias e drogarias, serviços de saúde; serviços de segurança e vigilância; serviços de delivery exclusivamente para alimentação pronta; órgãos e profissionais de comunicação; situações comprovadas de urgências e emergências.

Já nos dias de sábado e domingo, as atividades seguem com limitação ainda maior de funcionamento. Nestes dois dias poderão funcionar apenas farmácias e drogarias; serviços de saúde; serviços de segurança e vigilância; serviços de delivery exclusivamente para alimentação pronta e situações comprovadas de urgências e emergências.

O Decreto determina ainda que os serviços públicos como energia elétrica, saneamento básico, funerários, segurança pública, telecomunicações e radiodifusão, além de estabelecimentos que funcionam operando fornos, em turnos ininterruptos de 24h, estão autorizados a funcionar neste período, respeitando as determinações sanitárias para a contenção no novo Coronavírus, inclusive, quanto aos atendimentos emergenciais.

Decreto 19.890

Guarda Municipal intensificará trabalho de fiscalização durante período de lockdown 

A Guarda Municipal de Teresina, que vem realizando trabalho de fiscalização de estabelecimentos e aglomerações para garantir o distanciamento social necessário durante a pandemia, intensificará sua atuação durante o período de lockdown que começou hoje (02) e segue até o domingo (06). Durante esses quatro dias, o funcionamento dos serviços essenciais também passará por uma série de restrições. 

O comandante da GCM, Coronel John Feitosa, explica que, além das rondas de fiscalização e do atendimento às denúncias, serão realizadas barreiras com atenção especial voltada para a zona Rural de Teresina. A ação contará com o apoio do Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual. 

“Algumas pessoas estão se deslocando para utilizarem bares e consumirem bebida alcoólica nessa região. Esse é um trabalho que vai ser permanente, para que possamos manter esse índice de isolamento sempre crescente, até chegar num patamar considerado ideal”, explica. 

As medidas mais rígidas adotadas durante os fins de semana vêm se provando eficazes no aumento dos índices de isolamento social. Porém, os percentuais mais positivos ainda se mostram abaixo dos 70% recomendados pela Organização Mundial de Saúde (OMS). A lista de tipos de estabelecimentos permitidos durante cada dia de lockdown pode ser conferida no site da Prefeitura de Teresina. 

A população pode contribuir ficando em casa, respeitando as recomendações sanitárias e entrando em contato com a Guarda Civil Municipal para reportar descumprimentos. Os telefones 153, (86) 3215-9317 ou (86) 99438-0254 estão disponíveis para recebimento de denúncias. 

CLIQUE AQUI E CONFIRA O DECRETO 

 

Índice de isolamento social cai para 49,7% neste sábado em Teresina

Segundo os dados da startup InLoco, o índice de isolamento social em Teresina do último sábado (16) chegou a 49,7%, o que configura uma queda de quase três pontos se comparado ao da sexta-feira (15), que foi de 52,6%, o maior registrado durante a semana.

O monitoramento, que é baseado e informações de localização de 217 mil aparelhos de celular na cidade, apontou também que a zona Leste apresentou melhor desempenho, com 51,2% da população ficando em casa. Em seguida, a região Norte aparece no ranking com índice 50%. As zonas Sul e Sudeste ocupam as duas últimas posições, com taxas de isolamento de 49% e 46,25%, respectivamente.

As melhores taxas de isolamento social foram registradas nos bairros Ininga (60,8%), Matinha (58,3%), Recanto das Palmeiras (57,9%), Distrito Industrial (56,9%) e São Joaquim (55,6%). Por outro lado, os bairros Parque Juliana (32,1%), Flor do Campo (37,8%), Comprida (40,3%), Vale do Gavião (40,33%) e Santo Antônio (40,5%) foram os que tiveram as menores taxas, não chegando nem mesmo ao percentual de 50%.

“É preciso que possamos melhorar os índices, principalmente nessas regiões onde as taxas ainda estão muito abaixo do que recomenda a Organização Mundial de Saúde (OMS) e demais autoridades sanitárias. Estamos nos aproximando de um cenário crítico, e é necessário que a gente possa cumprir as orientações para diminuir a propagação do vírus para salvar vidas”, reforçou o prefeito Firmino Filho.

A Prefeitura de Teresina também está acompanhando os índices de isolamento social através de informações geradas pelas operadoras de telefonia celular. Segundo essa outra base de dados, que disponibiliza informações de mais de 1 milhão de telefones, 52,7% dos teresinenses não descumpriram as regras de distanciamento e permaneceram em casa no sábado (16).

Nos dois indicadores de taxa de isolamento, a capital apresentou índices bem abaixo do percentual mínimo recomendado para diminuir a disseminação do novo coronavírus, que é de 73%. Em decorrência disso, o número de casos vem avançando na cidade. Segundo os dados do último boletim epidemiológico da Fundação Municipal de Saúde (FMS) e Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), Teresina já soma 1.245 casos confirmados e 33 óbitos por Covid-19.

Feriado da última sexta-feira (15) aponta isolamento social de 52,6% em Teresina

Mesmo com a antecipação do feriado relativo ao dia do Piauí para esta sexta-feira (15), com o objetivo de manter a população em casa, Teresina registrou índice de isolamento social de 52,6%. O número é superior aos 44,7% registrados na última quinta-feira (14) e 9,4% maior que os 43,2% computados na sexta-feira da semana anterior.

Ainda que tenha havido o aumento, o percentual está abaixo dos 73% recomendados pelos órgãos de saúde para evitar uma proliferação em massa do novo coronavírus. “Os números de isolamento social das últimas semanas são baixos e insuficientes para conter o avanço da doença. Infelizmente, a cada dia, mais pessoas estão sendo acometidas pela Covid-19 na nossa cidade. Tivemos a confirmação de mais 57 casos novos de infecção e três óbitos na última sexta-feira”, lamentou o prefeito Firmino Filho.

Além do sistema da startup InLoco, que monitora a localização de 217 mil celulares na cidade, a Prefeitura de Teresina também está acompanhando o índice de isolamento social através de informações cedidas pelas operadoras de telefonia. Segundo essa base de dados, que leva em consideração o monitoramento de mais de 1,4 milhão de linhas telefônicas, 53% das pessoas ficaram em casa ontem.

De acordo com os índices medidos diariamente pela startup recifense InLocu, na sexta-feira, a região Leste ganhou destaque no isolamento, quando atingiu 53,59%. Em seguida, a zona Norte (52,82%), depois a região Sul (52,30%) e, por último, a zona Sudeste, com 50,13% das pessoas seguindo as orientações de permanecerem em casa.

Os bairros que tiveram bom desempenho foram o Ininga (62,9%), Frei Serafim (60,7%), Pedra Miúda (59,77%), Centro (59,33%) e Noivos (58,55%). Já as menores taxas foram registradas nos bairros Novo Horizonte (44,03%), Angélica (44,4%), Embrapa (44,9%), Alegre (44,95%) e Extrema (45,8%).