Galeria do Mercado Central recebe exposição Pedido de Pauta

Inicia nesta quarta-feira (01), e segue durante todo o mês de junho, na Galeria de Artes Visuais do Mercado Central, a exposição “Pedido de Pauta”, que irá unir em um só espaço, o trabalho de seis artistas teresinenses. O nome da exposição é uma singela homenagem aos artistas que diariamente comparecem à galeria para solicitar um pedido de pauta para exporem suas artes.

Foto: Ascom FMC

De acordo com Guga Carvalho, diretor da galeria, com o fim das restrições sanitárias por conta da pandemia do Coronavírus, o espaço tem recebido um crescente número de artistas interessados em expor, isso também segundo ele, por conta do aumento do público que voltou a frequentar a galeria. Guga conta ainda que artistas como Braga Tepi, Caio Negreiros, Humberto Cordeiro, João Marciano, Paulo Guttemberg e Samuel Brandão, estarão fazendo parte desse projeto.

“O Centro de Teresina tem uma grande referência cultural, sendo o Mercado Central, um dos principais pontos onde a cultura popular segue viva. Aqui na galeria oferecemos um espaço integrado, onde quem vai a feira para fazer as compras do dia a dia, acaba tendo acesso a obras de artistas renomados”, conta Guga Carvalho, reafirmando o compromisso do espaço de cada vez mais abrir espaço para aqueles que desejam um espaço apropriado para divulgar sua arte.

A Galeria do Mercado Central é um espaço preservado e mantido pela Prefeitura Municipal de Teresina, por meio das ações desenvolvidas pela Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves. Ela funciona de segunda a sexta-feira, das 10h às 16h00 e aos sábados das 10h às 13h00, sempre se dedicando a fazer uma programação permanente com exposições temporárias que contam com artistas da cidade e de todo o Brasil.

Para mais informações sobre exposição na Galeria do Mercado Central, bem como os demais serviços oferecidos pela gestão municipal na área da cultura, basta acessar o site cultura.pmt.pi.gov.br. Nas redes sociais as informações podem ser acessadas através da hashtag CulturaTeresina ou da página @cultura_the no Instagram.

Restaurante Popular de Teresina serviu mais de 73 mil refeições apenas no primeiro trimestre

A Prefeitura Municipal de Teresina (PMT), por meio da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), serviu, apenas no primeiro trimestre de 2022, 73.286 refeições no Restaurante Popular de Teresina. Somente para a população em situação de rua, encaminhada pelo Centro Pop, foram servidas 2.732 refeições.

O Restaurante Popular de Teresina, após o comando integral da Prefeitura, passou a oferecer refeições mais baratas, o valor anterior era de R$2,50 e com a reestruturação passou a ser R$2,00.

Segundo Allan Cavalcante, secretário da Semcaspi, há três públicos distintos atendidos no Restaurante Popular de Teresina: o público em geral, pessoas em situação de rua e servidores da Prefeitura de Teresina.

“Fechamos o balanço dos primeiros três meses de atendimento e estes números são sim motivos de alegria. Servimos as refeições num preço menor mas também com alimentos de alta qualidade e seguindo todos os protocolos de segurança no preparo da comida. O nosso prefeito determinou que o trabalho seja fortemente voltado para o social e para o público vulnerável e estamos com a meta de ampliar de 1.200 para 1.500 refeições”, pontuou.

Ítalo Vieira, coordenador do Restaurante Popular de Teresina, ressalta que a refeição servida é saudável e com preço acessível. “O Restaurante Popular é um projeto voltado para oferecer uma alimentação saudável para a população de baixa renda em toda a microrregião do Centro. De qualidade e baixo custo, o cardápio é elaborado com o devido acompanhamento de uma nutricionista”, garantiu.

Jorge Augusto Mourão, artesão hippie, trabalha diariamente no Centro de Teresina, vendendo suas peças e vê no Restaurante Popular uma forma de se alimentar bem.

“Todos os dias eu venho almoçar aqui, no Restaurante Popular, por causa do valor nutricional da comida. O meu prato preferido é a bisteca de porco. Uma das nossas demandas é o aumento no número de refeições diárias, que é uma proposta da nova gestão”, destacou.

Do Centro Pop para o Restaurante Popular

 Para atender as pessoas que estão em situação de rua e não têm onde almoçar, o Restaurante Popular de Teresina e o Centro Pop possuem uma parceria para prestar atendimento a este público. São oferecidas diariamente 70 refeições para este público, gratuitamente, todos encaminhados do Centro Pop.

“Uma pessoa em situação de rua que pretende almoçar, diariamente e de forma gratuita, no Restaurante Popular de Teresina, precisa passar pelo atendimento do Centro Pop, onde é feito uma triagem para saber se realmente, aquela pessoa necessita desse benefício. Caso tenha o perfil, a pessoa é inserida no cadastro e encaminhamento semanalmente para o Restaurante Popular, onde ela é acolhida e tem a refeição servida”, explicou.

Geração para geração

Na fila, é possível ter acesso a várias histórias, desde pessoas que estão em situação de rua, a pessoas que trabalham no Centro, ou ainda aquelas que não sabem preparar o almoço e têm no Restaurante Popular de Teresina uma refeição de qualidade e barata. Dentre as histórias que se ligam ao Restaurante Popular está a de Maria Quaresma, aposentada, que devido aos seus problemas de saúde, procura o espaço em busca de um almoço de qualidade e ainda levou, pela primeira vez, a neta, Maria Cecília, de 4 anos de idade, para almoçar com ela.

“Não almoço todos os dias aqui, mas sempre que venho pelo Centro, é aqui que venho almoçar. Sempre foi assim! É porque aqui a comida é saudável e eu sou hipertensa, diabética e tenho colesterol alto. As comidas em outros locais não me fazem bem. Hoje, trouxe minha neta para almoçar comigo e espero que ela goste também”, comentou.

Galeria do Mercado Central abre nova exposição com pinturas do cotidiano

Retratar o cotidiano de uma sociedade faz parte da arte, é uma forma de manter viva a história de pessoas que constroem a cultura e seus espaços. A Galeria de Artes do Mercado Central, que funciona no Centro de Teresina, abre espaço para a nova exposição “Amor e Feira” – 2ª edição, trazendo pinturas e fotos daqueles que se dedicam ao fortalecimento do Mercado Central de Teresina.

Thaysa Ravena, conhecida artisticamente como Mãos Robóticas, faz parte do grupo de artistas da Galeria do Mercado Central, de acordo com ela, a exposição busca atrair todos os públicos da sociedade teresinense, mas também receber trabalhadores do próprio mercado. Ela conta ainda que essas pessoas estão todos os dias no local, vivenciam diariamente a rotina, além estarem sendo representadas na exposição Amor e Feira.

“Essa iniciativa é muito importante, traz uma aproximação maior com o mercado, com as pessoas. Quando estávamos produzindo, os trabalhadores vinham olhar, tirar fotos”, frisou Thaysa Ravena, fazendo questão de demonstrar a sua felicidade por está retratando a vida de pessoas que ao longo dos anos vem se dedicando ao mercado.

De acordo com o diretor da Galeria de Artes Visuais do Mercado Central, Guga Carvalho, a nova exposição é muito atrativa e segundo ele, é uma oportunidade da população ter contato com artistas locais, que trabalham na galeria e com os funcionários do mercado.

“A exposição será exibida todo o mês de março de 2022, a visitação é gratuita e funciona de 10h às 16h de segunda à sexta e aos sábados de 10h às 13h00. É mais uma opção para conhecer um pouco da história e da cultura do nosso povo”, conta Guga Carvalho.

A Galeria de Artes do Mercado Central, é um espaço cultural mantido com recursos da Prefeitura de Teresina (PMT), através das ações da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC). A agenda de atividades do espaço pode ser acessada pelo site cultura.pmt.pi.gov.br ou pelo instagram @cultura_the.

Com obras de 11 artistas, Galeria do Mercado Central abre nova exposição

A Galeria de Artes do Mercado Central, que funciona no Centro de Teresina, abre espaço para nova exposição com o gênero paisagem, trazendo obras de diversos artistas teresinenses. A exposição conta com obras de artistas como Fátima Campos, Grupo Mel de Abelha, Willians Martins, Gabriel Arcanjo, Nelson Barbosa, Sol, dentre outros que trazem o gênero paisagem com variedade muito grande como fotografia, pinturas a óleo, vídeos, super 8, vídeo digital e colagens.

De acordo com o diretor da Galeria de Artes Visuais do Mercado Central, Guga Carvalho, a nova exposição está muito atrativa e segundo ele, é uma oportunidade da população ter contato com artistas locais e com o próprio espaço do mercado.

Mercado Central de Teresina (Foto: Ascom/FMC)

“Essa exposição é muito interessante, pois ela trata sobre o gênero paisagem, sendo vários trabalhos de artistas de Teresina. Essa paisagem é investigada de várias maneiras, então é muito interessante ver como os artistas trabalham a partir desse ponto e o mercado é sempre um convite para ser visitado pois não tem só a exposição, tem o mercado como um todo, pontuou.

A exposição será exibida até o dia 3 de outubro de 2021, a visitação é gratuita e funciona de 10h às 16h de segunda à sexta e aos sábados de 10h às 13h30. É uma ótima opção cultural para quem vai ao Centro ou para aqueles que fazem compras no próprio Mercado Central.

A Galeria de Artes do Mercado Central é um espaço cultural mantido pela Prefeitura Municipal de Teresina, por meio das ações da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves.  Para mais informações sobre novas exposições, acesse o site cultura.teresina.pi.gov.br ou siga as redes sociais da fundação.

(Foto: Ascom/FMC)

(Foto: Ascom/FMC)

(Foto: Ascom/FMC)

(Foto: Ascom/FMC)

Galeria de Artes Visuais do Mercado Velho celebra dois anos com exposição especial

Ascom/FMCMC

Localizada em um espaço cheio de histórias, desde a sua inauguração, a Galeria de Artes Visuais do Mercado Velho tem conquistado o coração dos piauienses. Considerada referência quando o assunto é arte e cultura, o espaço completa dois anos com abertura de exposição comemorativa. Com entrada gratuita, a mostra acontece neste sábado (21), às 9h.

Diversidade de cores e expressões caracterizam o local, que tem dado oportunidade para os artistas locais. Mantida pela Prefeitura de Teresina, por meio da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC), a Galeria do Mercado Velho oferece uma continuação na programação onde vários artistas, jovens e já consagrados, tiveram seus trabalhos agraciados pelo público.

Estimulando a prática de ir ao centro e democratizando a arte para públicos de diferentes escolaridades, a Galeria foi inaugurada em 2017, fazendo parte do projeto de reestruturação do Mercado Velho. A abertura do espaço contou com uma exposição do grande artista Nonato Oliveira, que foi um sucesso de público. Hoje, o local é uma vitrine de talentos, recebendo trabalhos de pintura, ilustração, escultura, instalação, fotografia, dentre muitas outras formas.

Em comemoração ao seu aniversário, o espaço abre a exposição 2 anos da Galeria do Mercado Velho. O evento é um apanhado de todas os trabalhos apresentados ao longo dos anos, trazendo, por exemplo, obras de Elda Ribeiro, Aureliano Müller, Fátima Campos e muito mais. A exposição vai até 1º de fevereiro de 2020, de segunda a sexta, de 9h às 17h, e aos sábados, de 9h às 14h.

“Celebrar os dois anos da Galeria de Artes do Mercado Velho é celebrar dois anos de muitas exposições temporárias que funcionaram, em média, por 45 dias cada, seis dias na semana. Nos turnos manhã e tarde foram realizadas, neste espaço, sempre com o objetivo de oferecer ao público do mercado e da cidade, como um todo, um panorama da artes visuais sempre renovado, indo do popular ao contemporâneo, de artistas atuais aos que já faleceram”, conta o coordenador de artes visuais da FMC Guga Carvalho.

Confira as exposições que aconteceram na galeria desde a sua inauguração:

1. Exposição Individual Nonato Oliveira
2. Exposição Individual Elda Ribeiro
3. Exposição Individual Aureliano Müller
4. Exposição Individual Fátima Campos
5. Exposição Coletiva Prêmio 2018
6. Exposição Coletiva Entre Rios
7. Exposição Coletiva Amor e Feira
8. Exposição Coletiva Piauhy Surreal Group
9. Exposição Coletiva Ruaz Grafite
10. Exposição Coletiva Prêmio 2019
11. Exposição Individual Fernando Campos