SDU realiza mutirões de limpeza em bairros da zona Norte

A Superintendência de Desenvolvimento Urbano Centro/Norte está intensificando a limpeza nos bairros da zona Norte de Teresina.  Um mutirão está sendo realizado na região pelas equipes da Gerência de Serviços Urbanos (GSU).

Uma das ações que está sendo realizada é a capina, que é feita a partir da remoção ou corte, rente ao solo, da cobertura vegetal em passeios, canteiros centrais e nas faixas de rolamento das vias, junto às sarjetas, por meios manuais ou mecânicos. De forma periódica, as equipes da GSU passam por diversos bairros da região realizando esse trabalho.

O mutirão foi feito nos Residenciais  Paulo de Tarso I e II, e no momento estão fazendo o serviço nos bairros Santa Maria da Codipi e no Mafrense. “Outros bairros da zona Norte vão receber as equipes de limpeza. Costumamos fazer esse serviço de poda e capina diariamente, mas agora estamos concentrando o nosso mutirão em determinados bairros”, explica a engenheira da SDU, Araci Parente.

Ela afirma que os próximos bairros que receberão o mutirão serão Matadouro, São Joaquim, Vila Apolônia, Vila Padre Eduardo, Vila Carlos Feitosa, Vila Santo Afonso, Nova Brasília e Itaperu. “A nossa programação já está elaborada para as próximas semanas. Além das equipes que estão nos mutirões, temos o nosso pessoal limpando os demais bairros, mas precisamos contar com a colaboração dos moradores no sentido de conservar o local limpo”, complementa.

A GSU também pede que os moradores façam a limpeza de suas calçadas, para que não haja proliferação dessas vegetações. Conforme prevê o Código de Postura do Município, através da Lei n° 3610, é de responsabilidade dos proprietários manterem suas calçadas em ótimas condições, evitando passeios obstruídos, danificações e falta de acessibilidade. As pessoas que quiserem solicitar a limpeza na sua rua podem fazer isso através do aplicativo Colab.

SDU faz mutirão nas avenidas da zona Centro Norte

Foto: ASCOM SDU CENTRO NORTE

A Superintendência de Desenvolvimento Urbano – SDU Centro Norte – através da Gerência de Serviços Urbanos (GSU), realiza, durante esta semana,  um mutirão de limpeza nas principais avenidas da área central e da zona Norte da cidade.  Será feita capina, limpeza e varrição.

O serviço de capina é realizado a partir da remoção ou corte, rente ao solo, da cobertura vegetal em passeios, canteiros centrais e nas faixas de rolamento das vias, junto às sarjetas. De forma periódica, as equipes da GSU passam por diversos bairros da região realizando esse trabalho.

Hoje (22) e amanhã (23), as equipes de limpeza estarão nas avenidas Frei Serafim, (Centro) Poti Velho (Santa Maria), Batalha (Itaperu) e  Joaquim Ribeiro (Centro). “Recebemos algumas solicitações de limpeza através do aplicativo Colab, além da equipe da SDU também ter identificado outros locais que precisavam desses serviços. Com essa ação vamos proporcionar uma cidade mais limpa para todos’, complementa.

“Nesse período de pandemia estamos intensificando o nosso trabalho. Sempre fazemos a capina e limpeza geral nas grandes avenidas da cidade. Durante toda a semana as equipes estarão nas avenidas de acordo com a programação.  Passaremos por todas as vias de grande movimento na zona Centro Norte”, informa Araci

A GSU também alerta para que os moradores preservem suas calçadas para que não haja proliferação dessas vegetações, já que o Código de Postura do Município prevê, através da Lei n° 3610, que é de responsabilidade dos proprietários manter suas calçadas em boas condições, evitando a falta de acessibilidade.

A população pode colaborar com esses serviços através do aplicativo Colab, enviando fotos e a localização exata dos pontos que precisam de limpeza e fiscalização. O Colab está disponível para celulares Android e IOS.

 

SDU retira 20 carradas de lixo das praças durante mutirão

Ascom/SDU Centro-Norte

A Prefeitura de Teresina tem investido na manutenção dos espaços públicos para que eles estejam prontos para receber a população quando a pandemia do novo coronavírus passar. Nas últimas semanas foi a vez das praças do centro e da zona norte da cidade, que receberam o mutirão de capina, varrição, limpeza geral e poda alta da Superintendência de Desenvolvimento Urbano (SDU Centro-Norte). Como resultado do trabalho, que durou duas semanas, foram recolhidas 20 carradas de lixo, material de capina, plásticos e copos descartáveis.

A engenheira e coordenadora da ação, Araci Parente, explica que o mutirão de limpeza nas praças foi pensado com o objetivo de proporcionar para os moradores espaços públicos mais seguros e limpos. “Conseguimos fazer uma limpeza mais completa nessas áreas, que são tão importantes para o lazer das comunidades. No momento, elas estão sem movimento, mas acreditamos que, em breve, as pessoas poderão utilizar esses espaços, seguindo as recomendação da OMS”, disse.

Com a redução das pessoas circulando nas praças, por conta da pandemia, foi possível as equipes de limpeza da Gerência de Serviços Urbanos (GSU) da SDU Centro-Norte fazerem um trabalho completo de capina, poda e coleta de lixo.

Araci explica que a expectativa era que o serviço fosse realizado em uma semana, mas o mutirão foi ampliado para duas semanas. “Na verdade, tínhamos algumas solicitações recorrentes de limpeza de praças, recebidas através do aplicativo Colab e outras que haviam sido identificadas pelas nossas equipes de campo, por isso resolvemos fazer um trabalho focado especificamente nas praças”, disse.

A engenheira enfatiza que as pessoas que moram próximo a essas praças podem ajudar na conservação delas. “Além do material da capina, recolhemos muitos plásticos e copos descartáveis, o que demonstra que estão jogando lixo em local inadequado, por isso precisamos que a população nos ajude a conservar esses espaços limpos, pois esse é um local de uso de todos”, enfatiza.

É importante que os moradores preservem suas calçadas para que não haja proliferação dessas vegetações, pois conforme prevê o Código de Postura do Município, através da Lei n° 3610, é de responsabilidade dos proprietários manterem suas calçadas em boas condições, evitando passeios obstruídos, danificações e falta de acessibilidade.

A população pode colaborar através do aplicativo Colab, enviando fotos e a localização exata dos pontos que precisam de limpeza e fiscalização. O Colab está disponível para celulares Android e IOS.

SDU Centro Norte faz mutirão de limpeza em praças

As praças da área central e da zona Norte da cidade estão passando por um mutirão de limpeza durante esta semana. Nesta segunda (1), as equipes da Prefeitura estão fazendo capina, varrição, faxina geral e poda alta nas seguintes praças: do Jacinta Andrade, da Igreja São Raimundo, da Rua III e da Rua Lourival Mesquita.

O trabalho está sendo realizado pela Superintendência de Desenvolvimento Urbano (SDU) Centro Norte, através da Gerência de Serviços Urbanos (GSU). Apesar da redução da quantidade de pessoas circulando no Centro da cidade, as praças continuam recebendo serviços de manutenção.

A engenheira e coordenadora da ação, Araci Parente, explica que o mutirão tem como objetivo proporcionar aos moradores espaços públicos mais seguros para todos. “Em alguns locais o acúmulo de sujeira e mato tem facilitado a ação dos vândalos e ameaçado a segurança das pessoas. Por isso resolvemos, nesta semana, fazer esse mutirão de limpeza”, diz.

Araci alerta que os moradores precisam colaborar para que essas áreas permaneçam limpas. “As pessoas que moram próximos a essas praças podem nos ajudar na conservação delas. Estamos limpando, mas é necessário o cuidado com as praças, pois esse é um espaço para uso de todos”, enfatiza.

A engenheira enfatiza que, por causa da pandemia, as pessoas precisam manter o isolamento social, mas quando tudo passar as praças precisam estar limpas para receber a população. “É importante manter o isolamento social, pois assim estamos evitando a contaminação. As pessoas devem sair de casa somente em situações de extrema necessidade, entretanto a limpeza dos espaços públicos é essencial para todos”, complementa.

A GSU também alerta aos moradores que preservem suas calçadas para que não haja proliferação de vegetações. Conforme prevê o Código de Postura do Município, através da Lei n° 3610, é de responsabilidade dos proprietários manterem suas calçadas em boas condições, evitando passeios obstruídos, danificações e falta de acessibilidade.

A população pode colaborar com esses serviços através do aplicativo Colab, enviando fotos e a localização exata dos pontos que precisam de limpeza e fiscalização. O Colab está disponível para celulares Android e IOS.

Mutirão de combate ao Aedes aegypti acontece amanhã (21) nos bairros Colorado e Esplanada

Rômulo Piauilino

Mesmo em tempos de pandemia, a Prefeitura de Teresina se mantém atenta à proliferação do Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya. Para isso, acontece amanhã (21) mais uma edição da Faxina nos Bairros, atividade semanal de limpeza e educação em saúde. A partir das 8h, as equipes estarão nos bairros Colorado e Residencial Esplanada, respectivamente zonas Sudeste e Sul da capital.

A Faxina nos bairros é uma parceria entre a Fundação Municipal de Saúde (FMS) e as Superintendências de Desenvolvimento Urbano (SDUs) de cada região. O objetivo da ação é eliminar os criadouros do Aedes aegypti, uma vez que a principal ação de prevenção é evitar sua reprodução. Durante a semana, os moradores são avisados pelos agentes de saúde e endemias para fazer uma limpeza em suas casas e depositar nas calçadas todo o material inservível que será coletado pela equipe de limpeza no sábado, especialmente aqueles de grande porte que não são recolhidos pela limpeza regular.

“Solicitamos aos moradores que coloque todo esse material que serve para acumular água e não tenha utilização pelos moradores nas calçadas. Para que no sábado a Prefeitura retire todos esses materiais e possa permanecer com os ambientes livres de criadouros”, explica a gerente de Zoonoses da capital, Oriana Bezerra. A ideia é que toda a população dedique um dia da semana para verificar todos os possíveis focos do mosquito, fazendo uma limpeza geral em sua residência e impedindo a reprodução do Aedes.

As equipes se encontram em um local e de lá saem percorrendo um quadrante determinado para a limpeza. Na zona Sul, o ponto de encontro será a Praça do Residencial Esplanada, e o quadrante a receber a ação será aquele formado pela Rua Madre Santa Paulina, BR-316, Rua Nossa Senhora Guadalupe e Rua Nossa Senhora das Rosas. Já na zona Sudeste, o quadrante percorrido será aquele formado pela Av. Col Adail Jales de Carvalho, Av. Noé Mendes, Rua 01 Res. Redonda e Rua Ferrovia RFSA, com ponto de encontro Praça do Colorado, próximo à UPA Renascença.

Oriana Bezerra pede empenho da população para evitar a ocorrência de casos das doenças transmitidas pelo Aedes aegypti, especialmente as formas graves que podem vir a ocupar os leitos dos hospitais. “Desta forma, podemos contribuir também com o combate à pandemia de covid-19, uma vez que sem casos de dengue, zika ou chikungunuya, todos os esforços da saúde pública podem se voltar para o problema”, reforça a gerente de Zoonoses da FMS.

Primeiro mutirão de ortopedia de 2020 irá acontecer na zona norte de Teresina

Ascom/FMS

Neste sábado (07), a partir das 7 h, a Fundação Municipal de Saúde (FMS) irá realizar o primeiro mutirão de 2020 para atender pessoas que aguardam em fila de espera eletrônica por consulta com médicos ortopedistas. Os atendimentos fazem parte do programa “Teresina The Atende” e irão acontecer nas Unidades Básicas de Saúde Cidade Verde, próxima ao Verdão, e Poty Velho, na zona norte de Teresina.

As pessoas que participarão do mutirão neste sábado já foram comunicadas por telefone e pelos Agentes Comunitários de Saúde, que visitaram as casas. “Solicitamos que os convocados não deixem de comparecer ao local para receberem atendimento. No mesmo dia, além das consultas, elas também farão diversos exames e poderão marcar cirurgias, se for necessário”, afirma o presidente da FMS, Charles Silveira.

Em 2020, o programa “Teresina The Atende” terá um novo formato. “Cada etapa do mutirão irá acontecer por regional de saúde para atender os pacientes moradores daquela região, que se encontram em fila de espera eletrônica do SUS. Com a ação, pretendemos dar agilidade e fluidez à nossa rede de saúde, de modo que todas as regiões da cidade serão contempladas com atendimentos em várias especialidades”, finaliza Charles.

Segundo Jesus Mousinho, diretora de assistência especializada da FMS, a Fundação organizou tudo de modo que o atendimento seja resolutivo. “No dia, iremos disponibilizar equipe para orientar a população e fornecer transporte para levar os pacientes para realizar os exames que forem solicitados, como raio-X, ultrassonografia, ressonância magnética e tomografia computadorizada”, finaliza.

O programa “Teresina The Atende” foi lançado no mês de agosto de 2019 pela FMS para realizar mutirões de consultas e exames especializados, de forma periódica. O objetivo é ampliar a capacidade de atendimento especializado e diminuir a fila de espera eletrônica para especialidades que têm demanda grande e crescente, a exemplo da neurologia, oftalmologia, cardiologia e ortopedia.

FMS realiza Dia D de combate à Hanseníase

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) de Teresina realiza sábado, dia 1º, Mutirão de Manchas de Pele em alusão à Campanha Janeiro Roxo, que busca combater a Hanseníase. Desde o dia 23 de janeiro acontecem, nas unidades de saúde municipais, atividades voltadas para avaliação clínica da população que convive ou conviveu diretamente com pessoas infectadas pela doença. O dia D será sábado, das 8h às 12h, com o mutirão de manchas em todas as zonas da cidade. A abertura acontece na Unidade Básica de Saúde do Poty Velho, zona norte.

O presidente da FMS, Charles Silveira, afirma que a Campanha Janeiro Roxo conscientiza a comunidade sobre os perigos da Hanseníase e sobre a importância do diagnóstico precoce e do tratamento adequado na rede de saúde pública. “É um trabalho incansável que desenvolvemos nessa área durante todo o ano e que é intensificado no mês de janeiro, pois queremos garantir boa qualidade de vida para a população teresinense”, afirma.

Na região sudeste, o Mutirão de Manchas de Pele estará concentrado na UBS Reginaldo Castro, Renascença. Na região leste, no Ambulatório do Hospital do Satélite. E na região sul, no Ambulatório do Hospital Geral do Promorar. Somente em 2019 Teresina apresentou 311 novos casos de Hanseníase, o que representa uma diminuição de 11%, se comparado ao ano de 2018. “A Hanseníase afeta os nervos e se manifesta por meio de lesões na pele. É uma doença transmitida quando o infectado tosse, fala ou espirra. Entre as complicações da doença, a pessoa pode ter, por exemplo, problemas de visão e apresentar incapacidades físicas”, explica o infectologista da FMS, Kelsen Eulálio.

O médico infectologista informa que, em caso de mancha suspeita, a recomendação é que a pessoa se dirija a uma das 90 Unidades Básicas de Saúde de Teresina, para ser avaliada e receber o tratamento médico adequado. Caso haja necessidade, a pessoa também pode ser direcionada para locais de referência: Hospital Universitário do Piauí, Centro Maria Imaculada e Clínica de Dermatologia do Hospital Getúlio Vargas.

PMT realiza mutirão de limpeza nos bairros Verde Lar e Parque Alvorada

Sábado (21) é dia de Faxina nos bairros Verde Lar, na zona leste, e Parque Alvorada, zona norte. O mutirão de limpeza realizado pela Prefeitura de Teresina tem como objetivo acabar com os criadouros do Aedes aegypti, mosquito transmissor de doenças como a zika, dengue e chikungunya. A atividade é feita em parceria entre a Fundação Municipal de Saúde (FMS) e as Superintendências de Desenvolvimento Urbano (SDUs) de cada área.

Ao longo da semana os moradores dos bairros são orientados pelos agentes de saúde a fazerem uma limpeza dentro de suas casas e no sábado colocar o lixo na calçada, quando ele será recolhido pelas equipes da SDU. “Pedimos atenção especial para o lixo que não é recolhido pela limpeza regular, como eletrodomésticos e móveis de grande porte”, esclarece Oriana Bezerra, gerente de Zoonoses da FMS.

No sábado as equipes da FMS realizam uma caminhada educativa, orientando a população sobre medidas preventivas de combate à dengue, zika e chikungunya e os males trazidos por estas doenças. As equipes se reúnem em um ponto de encontro a partir das 8h e de lá iniciam o percurso.

A FMS tem trabalhado, durante todo o ano, realizando ações para evitar o acúmulo de lixo pela cidade, pois eles podem acumular água e se tornar criadouros do mosquito. “A população precisa ficar atenta e criar o hábito de manter sua residência e arredores sempre limpos. As atitudes rotineiras trazem muitos benefícios à saúde, não apenas em evitar zika, dengue e chikungunya, como também outras doenças decorrentes de falta de higiene”, alerta Oriana Bezerra.