Alunos de escolas municipais de Teresina conquistam medalhas na 16º edição da OBMEP

Alunos de 66 escolas da Rede Municipal de Ensino de Teresina participaram da 16ª edição da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP), realizada em 2021. O resultado foi bastante satisfatório, com diversos estudantes obtendo medalhas. Destaque para alunos da Escola Municipal Nossa Senhora da Paz, que conquistaram duas medalhas de ouro, três de bronze e 14 menções honrosas.

“Essas conquistas nos enchem de orgulho e nos deixam motivados, é um estímulo para nós. Nossos alunos são muito bem preparados e temos todo o apoio da Secretaria Municipal de Educação (Semec), o que muito contribui para esses bons resultados”, afirma o Diretor de Projetos da Fundação Nossa Senhora da Paz, Rubens Dantas.

Durante a preparação para a prova, os alunos têm acesso ao material com o conteúdo cobrado, participam de simulados e recebem apoio dos professores. Na E.M Nossa Senhora da Paz, por exemplo, 30 estudantes do 6º ao 9º ano assistem aulas aos sábados. O responsável por este trabalho na unidade de ensino é o professor Luis Carlos da Silva, que desde 2004 prepara alunos para olimpíadas de matemática.

“É uma felicidade imensa termos nossos alunos como destaque, é a coroação do esforço e dedicação. Das três medalhas de ouro conquistadas por alunos de escolas públicas de Teresina, duas são de alunos nossos. Além disso, obtivemos três medalhas de bronze e 14 menções honrosas. Nossos alunos sempre se destacam na OBMEP. Em 2019 o Yuri Gomes foi o único medalhista de ouro de Teresina e ganhou reconhecimento nacional pelo feito”, conta, orgulhoso, Luis Carlos.

Ao todo, 17 alunos da Rede Municipal de Ensino de Teresina conquistaram medalhas na 16ª edição da OBMEP: três de ouro, duas de prata e 12 de bronze. As escolas também foram premiadas: E.M Barjas Negri, E.M Professora Maria do Socorro Pereira da Silva e E.M Nossa Senhora da Paz, além de sete professores.

1.300 alunos da rede municipal participam da segunda fase da OBMEP

Estrutura garantida com a mobilização de transporte público, professores, coordenadores, pedagogos, gerentes, superintendentes e todo o corpo técnico educacional envolvido para garantir a realização da segunda fase da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas – OBMEP. A 16ª olimpíada aconteceu na tarde do último sábado (6), nas unidades escolares da Secretaria Municipal de Educação. “ Os alunos que estão aqui já passaram da primeira fase da OBMEP. A nossa rede já vem mostrando um bom resultado nas fases passadas da OBMEP, acreditamos que com esse expressivo número de alunos classificados teremos algumas medalhas”, ressalta o secretário executivo de Ensino da Semec, Professor Kleytton dos Santos que acompanhou todo o processo de aplicação das provas.

Com um total de 1.300 alunos participantes, representando 66 escolas da Rede Municipal de Teresina, os estudantes que foram transportados para os locais das provas, através do serviço de transporte da Semec foram divididos em 4 centros de aplicação: Centro de Formação Professor Odilon Nunes; Escolas Municipais Murilo Braga; Eurípides de Aguiar e CEJA Cláudio Ferreira.

A Olimpíada é organizada pelo Instituto de Matemática Pura e Aplicada (IMPA) e conta com o apoio da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM), com recursos do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e do Ministério da Educação (MEC).

“A olimpíada traz muitas vantagens para o aluno. Tenho uma turma especial voltada para a OBMEP e aos sábados, todo o nosso trabalho é intensificado. E através da olimpíada, que muitos alunos conquistam novas e futuras oportunidades. Já contamos com vários alunos que conseguiram bolsas de estudo e estão formados, graças ao seu desenvolvimento na matemática e o seu interesse pela a Olimpíada” pontua o professor de matemática da Rede Municipal de Educação, Escola Municipal Nossa Senhora da Paz, Luís Carlos, que também atua como formador do CEFOR.

O resultado desta segunda fase acontecerá, no dia 18 de Janeiro de 2022. A aluna Clariane Mendes dos Santos, do sétimo do ano, da Escola Municipal Barjas Negri , acredita que se preparou bem para a primeira e segunda fase estudando através de revisão e ao sair da prova da OBMEP declarou “Para quem gosta de matemática como eu, sabe como a prova estava fascinante, gostei muito. Minhas expectativas são as melhores”, aguarda.

Fotos: Ascom Semec

Alunos das escolas da Prefeitura de Teresina conquistam 46 medalhas na OBMEP 2019

Teresina está mais uma vez no topo do ranking de uma competição nacional de conhecimento. Os organizadores da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP) divulgaram, hoje (3), o resultado oficial da disputa. Nesta 15ª edição, os alunos das escolas da Rede Municipal de Teresina conquistaram 46 medalhas, sendo sete de ouro, nove prata e trinta de bronze.

No ano passado, Teresina alcançou a marca de 28 medalhas na competição, com um ouro. Desta vez, os alunos se superaram e estão entre os principais nomes do país.  Além das medalhas, 227 alunos das escolas da Prefeitura serão agraciados com Menção Honrosa pelo desempenho de destaque nas provas. Também serão premiados quinze professores e dez escolas da Rede.

“Esse resultado nos orgulha e fortalece o trabalho que está no caminho certo. São alunos dedicados e um time de professores que não mede esforços para que essa turma chegue cada vez mais longe. Teresina segue mostrando porque é primeiro lugar em educação entre todas as capitais do país”, declara o secretário municipal de Educação Kleber Montezuma.

A Olimpíada é realizada pelo Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada – IMPA, com o apoio da Sociedade Brasileira de Matemática – SBM. Desde 2015 revela talentos e estimula o estudo da disciplina que costumava assustar os estudantes. Ao todo, 67 unidades de ensino municipais de Teresina participaram na primeira fase da OBMEP, com aproximadamente 25.296 alunos entre os 18 milhões de inscritos no país.

Estudantes da Rede Municipal participam da segunda fase da OBMEP neste sábado (28)

Ascom/Semec

Aproximadamente 1.392 alunos de 67 Escolas Municipais de Teresina irão participar da segunda fase da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP), que será realizada neste sábado (28). A competição nacional é destinada a estudantes a partir do 6º ano do ensino fundamental e também da Educação de Jovens e Adultos.  Este ano, a OBMEP contabilizou o número de mais de 18 milhões de alunos em todo o Brasil inscritos para participarem da olimpíada.

Segundo Nívia Coelho, coordenadora da OBMEP na SEMEC, a competição tem como proposta avançar na qualidade do ensino e aprendizagem de matemática dos alunos da Rede Municipal, por meio de um acompanhamento e apoio pedagógico às escolas.

Rede Municipal de Ensino é destaque na competição

Em 2018 os estudantes das escolas da Prefeitura de Teresina foram destaque com 28 medalhas, sendo um ouro, cinco de prata e vinte e duas de bronze, com destaques a nível nacional. Professores da Rede Municipal de Ensino de Teresina e Escolas Municipais também foram destaques na última edição.

Objetivando repetir os bons resultados, os alunos participaram de atividades preparatórias para a competição.

De acordo com Nívia Coelho, as ações foram realizadas nas escolas através de atividades que reforcem o aprendizado. “A Secretaria destina uma atenção especial para garantir o bom desempenho dos alunos na OBMEP, foram utilizadas diferentes atividades para que os alunos reforcem o estudo da matemática”, conta a coordenadora.

Alunos de escolas municipais de Teresina são selecionados para estudos aprofundados na matemática

Uma iniciativa de entusiastas da matemática no Piauí promete formar uma rede de campeões da disciplina. A Universidade Federal do Piauí (UFPI) e a Rede Pensa Piauí estão encabeçando o Projeto Multiplicando Talentos, que proporciona a estudantes de escolas públicas uma semana de imersão no estudo da matemática. São 120 alunos de diferentes municípios, incluindo 23 da rede municipal de Teresina.

As aulas começaram nesse domingo (18) e seguem até o dia 23 de agosto, no prédio da Federação dos Trabalhadores na Agricultura (Fetag). Durante esse período, os alunos ficarão hospedados no local para uma intensa jornada de estudos e troca de conhecimentos. Durante a abertura oficial da programação, o secretário municipal de Educação de Teresina, Kleber Montezuma, destacou a importância da ação para a realização de sonhos.

“Não pensamos duas vezes em topar participar do projeto quando recebemos o convite, porque a iniciativa soma com outras ações que cada município vem realizando para fomentar o estudo das ciências. O Piauí está fazendo história no Brasil, essa é uma oportunidade para novas vivências, novos sonhos”, disse Montezuma.

Os estudantes foram selecionados a partir do desempenho obtido na última edição da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP) e agora se preparam para ganhos ainda maiores. “São os melhores alunos de matemática do Piauí buscando juntos os melhores resultados do Brasil”, afirmou Antônio Cardoso do Amaral, famoso professor do município de Cocal dos Alves e um dos organizadores do evento.

Na OBMEP de 2017 o maior ganho de medalha de ouro foi de Teresina, um total de quatro. A expectativa para 2019 é que esse número seja bem maior. Três professores da rede municipal de Teresina também estão diretamente envolvidos no projeto. A maior parte dos alunos já participa do Programa Cidade Olímpica Educacional e vem buscando ampliar as coleções de medalhas. Para o professor Reginaldo Fernandes, essa é uma grande experiência de vida.

“Esses alunos jamais esquecerão o que estão aprendendo esta semana. O projeto vai abrir portas, oferecer condições para que vejam o mundo por horizontes mais amplos, pois não aprenderão apenas matemática, mas devem entender que eles podem ser o que quiserem ser”, destaca Reginaldo.

Famílias apoiam

Os pais também estão empolgados com a oportunidade. Durante uma conversa da organização com os familiares dos jovens, foram apresentados os principais objetivos da ação, que é um estímulo à busca pelo conhecimento.

Maria da Cruz Oliveira é mãe do Murilo Oliveira, aluno da Escola Municipal João Paulo I. O garoto já conquistou sete medalhas em olimpíadas de matemática, entre prata e bronze, nos últimos três anos. Para a mãe, é gratificante ver a evolução de Murilo, um dos selecionados para o Projeto Multiplicando Talentos.

“Eu quero o melhor para ele, então se essas aulas a mais forem para o crescimento dele, eu só tenho a apoiar. Murilo é meu único filho, crio ele sozinha. É um apaixonado pela matemática, e vê-lo conseguindo alcançar novas conquistas é emocionante”, conclui Maria da Cruz.

Aluno de escola municipal é o único ouro de Teresina na olimpíada de matemática

Ascom/ SEMEC

Yuri Gomes, aluno da Escola Municipal Nossa Senhora da Paz, foi à Salvador (BA) esta semana para receber a medalha de ouro que conquistou na última edição da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP). Ele foi o único medalhista de ouro de Teresina, a ganhar reconhecimento nacional pelo feito.

Hoje, posicionado entre os melhores do país, o garoto de 15 anos que estuda na mesma escola desde a educação infantil, sonha em ingressar no Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) ou no Instituto Militar de Engenharia (IME). Para isso, trilha um caminho de muito estudo e esforço, colecionando medalhas.

O professor Luís Carlos tem apoiado Yuri no aprendizado da matemática. Além de estimular a participação dos alunos nas competições, Luís Carlos montou um projeto para prepará-los com aulas aos sábados. “Temos alunos do 6º ao 9º ano em aulas extras, resultando em um melhor desempenho na disciplina. No ano passado também tivemos uma medalha de prata, quatro bronzes e 17 menções honrosas na OBMEP, motivo de orgulho para a escola”, disse o professor.

Luís Carlos conta também que Yuri nem sempre esteve entre os melhores, sua conquista veio da persistência. “Ele começou em 2016 com baixo nível, foi aprimorando o conhecimento, cumprindo uma rotina de estudos e assim começou a colher os frutos, com medalhas em olimpíadas nacionais de astronomia, física e matemática”, declarou.

O garoto, que vem sendo exemplo para os colegas, acredita que a dedicação diária leva ao sucesso. “Essa medalha, assim como as outras, é resultado de bastante esforço. Agradeço muito a Escola Municipal Nossa Senhora da Paz, que me abriu portas, pois foi onde fui incentivado a crescer”, afirmou Yuri.

Orgulhosa, a mãe Leandra Gomes acredita em novas conquistas para o filho. “Ele teve uma boa base na escola e agora vem tendo várias oportunidades para alcançar seus sonhos. Estamos bastante felizes com os ganhos do Yuri, que está construindo seu futuro de uma forma incrível”, finalizou.

Teresina duas vezes no pódio

Outro estudante teresinense embarcou para Salvador (BA) com o objetivo de receber sua medalha de ouro conquistada em 2017 na Olimpíada. Tony Richard é aluno de escola particular da capital, mas já passou pela unidade de ensino que prepara campeões. O menino foi estimulado pelo professor Luís Carlos na E.M. Nossa Senhora da Paz em anos anteriores e fez questão de agradecer a seu antigo professor durante a solenidade de premiação.