Dr. Pessoa vistoria ações emergenciais de infraestrutura em pontos de alagamento da zona Leste

Prefeito Dr. Pessoa vistoria obras na zona Leste de Teresina Fotos: Rômulo Piauilino / SEMCOM

O prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, vistoriou, nesta quarta-feira (19) a execução de intervenções estruturais em diversos pontos críticos para alagamentos em bairros da zona Leste da capital. A agenda foi acompanhada por James Guerra, da Superintendência de Ações Administrativas Descentralizadas (Saad) da região.

Dentre os empreendimentos em andamento estão ações emergenciais típicas de engenharia, como a limpeza de canais, bueiros e de todo o sistema de drenagem da região, que ainda devem passar por uma ampla reformulação. Além disso, a prefeitura já iniciou o reparo de reconstrução de ruas e avenidas que tiveram a pavimentação comprometida pelos alagamentos.

“Somos uma administração continuada. Apesar desse problema ter se agravado pelas chuvas, iremos fazer em um ano de gestão o que não fizeram em quase meio século. Tenho certeza absoluta que esses problemas menores, e também as maiores, serão completamente sanados, inclusive a galeria da zona Leste”, afirmou Dr. Pessoa.

O itinerários de visitas às obras começou na avenida Dom Helder, uma das principais vias de acesso à região do Planalto Uruguai, onde estão sendo feitas a limpeza de canais e reformulação do sistema de drenagem, bem como a recuperação asfáltica danificada pelas fortes chuvas, como também ocorre em trechos da avenida Presidente Kennedy.

Obras de drenagem também já estão em andamento no bairro Satélite, umas das regiões que mais tem sentido os impactos das chuvas intensas. Na região está sendo construído um “piscinão” para a contenção das águas, principalmente as pluviais.

“O prefeito veio, está tomando conhecimento da situação desses locais e vai nos orientar, de como podemos solucionar esses problemas de forma rápida. Nosso objetivo é prestar o melhor serviço possível, já que em virtude das chuvas, vários pontos ficaram intrafegáveis e com dificuldade de acesso das pessoas”, finalizou James Guerra.

Obras da Rede Cicloviária Mínima na Avenida João Antônio Leitão seguem em ritmo acelerado

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans), por meio da Diretoria de Trânsito e Sistema Viário, segue em andamento acelerado com as obras da Rede Cicloviária Mínima na avenida João Antônio Leitão, na Piçarreira, zona Leste de Teresina. A obra faz parte do Plano Cicloviário de Teresina elaborado em 2015.

Fotos: Ascom Strans

Segundo o projeto, a ciclovia consistirá em duas pistas localizadas nas laterais do canteiro, tendo cada uma 1,5 mts de largura.

De acordo com o diretor de Trânsito e Sistema Viário da Strans, Pádua Vasconcelos, na avenida João Antônio Leitão está sendo construída uma parte da obra da Rede Cicloviária Mínima, que é uma ligação entre as redes cicloviárias e as ciclofaixas que já existem em Teresina.

“Estamos usando nessa obra um tipo de piso paver drenante, esse piso não aceita o acúmulo de água, pode chover à vontade, ele é feito com concreto poroso, através do qual a água drena com facilidade, uma evolução da engenharia junto a sustentabilidade. É a tecnologia que a Strans está usando para deixar a região mais transitável para quem usa o modal de ciclofaixa, e até para melhorar também a circulação dos pedestres, e deixar mais embelezada a nossa avenida João Antônio Leitão, na Piçarreira”, destaca o diretor Pádua Vasconcelos.

Neste momento, está sendo feito o segundo trecho da obra.

“A previsão é que esse serviço seja concluído até o meio da semana que vem. E até fevereiro, estaremos ligando a avenida Kennedy até a avenida Zequinha Freire, no final da avenida Maria Antonieta Burlamaqui, uma obra da Prefeitura de Teresina”, conclui o diretor.

A Rede Cicloviária Mínima contempla a menor extensão capaz de conectar os trechos já existentes de infraestrutura cicloviária, ou seja, tem a função de estabelecer a ligação dos trechos de infraestrutura cicloviária já existentes, seja através de ciclovias, ciclofaixas ou vias de trânsito compartilhado, assim, fechando o sistema e garante a ligação troncal entre as quatro zonas da cidade.

Obras da Praça da Telemar são retomadas na zona Norte de Teresina

A obra da Praça Jornalista Paulo de Tarso, conhecida popularmente como Praça da Telemar, no bairro Mocambinho, foi retomada no início da última semana, de acordo com a Superintendência das Ações Administrativas Descentralizadas Norte (SAAD Norte).

Após passar por problemas no financiamento junto ao Banco do Brasil, a Prefeitura de Teresina conseguiu sanar as pendências burocráticas e as obras foram reiniciadas. De acordo com Ana Paula Santana, superintendente da SAAD Norte, o local estava abandonado e necessitando de melhorias emergenciais para melhor atender a população da região.

“A Praça já estava precisando de uma revitalização e de uma melhoria paisagística. Com a reforma, o local terá espaço para atividades físicas, apresentações artísticas e praça de alimentação”, explicou a superintendente Ana Paula Santana.

Recentemente, vândalos ocuparam o espaço e furtaram parte do material que estava disponível no local. Contudo, a empresa responsável pelos serviços foi notificada para que melhorasse a segurança no local.

O orçamento total foi de R$ 674.408,32 com recursos do Banco do Brasil. A Praça está sendo revitalizada, com a instalação de um piso intretravado, área para eventos com palco, camarim, banheiros com acessibilidade, playground, praça de alimentação, parada de ônibus. Além disso, a praça vai ganhar ainda bancos em madeira e concreto para jogos, lixeiras, bicicletário e pergolado.

Fotos: Ascom Saad Norte

SAAD Norte retoma obras estruturantes e investe na revitalização de espaços públicos

A superintendente da SAAD Norte, Ana Paula Santana, fez uma retrospectiva de sua gestão ao longo do ano de 2021. De acordo com ela, desde o princípio a gestão foi focada em reorganizar a estrutura administrativa e tocar as obras e ações que estavam paralisadas.

“Quando assumimos a gestão fomos tratar de nos inteirarmos sobre todas as obras, arrumar a casa, procurar o que estava dificultando o andamento dos serviços e dar continuidade na prestação dos serviços sem prejudicar a população. Tratamos de buscar os servidores para mantermos um diálogo e com uma equipe técnica e qualificada, assumimos os trabalhos e demos continuidade. Mesmo com todo o empenho que tivemos desde o primeiro dia, algumas situações retardaram a prestação de alguns serviços e a continuidade de algumas obras. Uma das dificuldades, foi a divisão da SAAD Norte e SAAD Centro. Apartir do momento em que o prefeito sentiu a necessidade de dividir, todo o trâmite burocrático fez com que passássemos a iniciar do zero os contratos, e reorganizar toda a estrutura administrativa da SAAD Norte”, disse a gestora.

Com a divisão, a SAAD Norte passou a administrar os serviços em apenas 20 bairros, incluindo aí uma série de vilas. Desde então, a gestão passou a trabalhar com foco nesses locais específicos, o que deu oportunidades de desenvolver o trabalho de forma mais objetiva.

“Atuamos com uma equipe técnica muito bem preparada e organizada. Temos uma equipe de planejamento que atua na organização dos projetos. Temos a equipe da GSU que atua na limpeza pública, da GOS que atua na execução de obras; equipe de urbanismo, de fiscalização e habitação. Hoje temos uma SAAD estruturada, organizada e que trabalha com planejamento estratégico. Mensalmente realizamos reuniões com todos os gerentes e nosso corpo técnico, para que possamos avaliar os serviços e planejar as ações, de curto, médio e longo prazo. Quase que diariamente temos também reuniões com o prefeito, para alinhamento dos projetos e execução das ações”, explicou.

RETOMADA DE OBRAS

Vencida a etapa burocrática, da divisão da SAAD, a gestão a trabalhar a retomada de muitas obras estruturantes que estavam paralisadas, ou por conta da pandemia ou pela burocracia imposta pelo processo legal de criação de novo CNPJ ou atualização de financiamentos.

“Hoje estamos com uma série de obras sendo tocadas, mas destaco aqui especialmente o Canal de Águas Pluviais do Mocambinho, uma importantíssima obra que está sendo urbanizada e levará mais segurança para aquela população e também a Ponte da UFPI, que está sendo relicitada e vai desafogar o trânsito em importantes vias da zona Leste, como a Presidente Kennedy e a Nossa Senhora de Fátima, ligando àquela região à zona Norte de Teresina”, detalhou.

REVITALIZAÇÕES

Um dos mais importantes serviços que está sendo executado e que não parou em momento algum, foi a revitalização e manutenção de espaços públicos. Atualmente, mais de 20 praças foram revitalizadas ao longo do ano de 2021, como a Praça do Itaperu, Parque Brasil, Parque Firmino Filho, Praça da Bíblia, Praça do Aroeiras, Nova Teresina, entre outros.

No total, a SAAD Norte também realizou a abertura e fechou canaletas em 21 pontos pela região. Ainda em relação a reformas de galerias foram executadas 17. Reparos em pavimentação foram executados 1.400m2. Já manutenções em prédios públicos foram 17.

“Nesse tocante, temos o Projeto ‘Essa Praça é Sua’, onde revitalizamos e entregamos uma praça a cada 15 dias para a comunidade. É um trabalho que não parou e continuamos desenvolvendo mesmo com as dificuldades impostas. Nossas equipes zonais também não pararam. Diariamente temos equipes em diversos bairros, realizando a manutenção de sarjetas e canaletas, facilitando assim, o esgotamento sanitário e o tráfego de pedestres e veículos. Os quatro cemitérios que estão sob gerência da SAAD Norte (Poty Velho, Santa Maria da Codipi, Santa Maria das Vassouras e Buenos Aires) e também passarão por uma ampla reformulação, incluindo padronização, organização e acessibilidade”, garantiu.

LIMPEZA PÚBLICA

A SAAD Norte possui atualmente cerca de 150 homens trabalhando diariamente nas ruas da zona Norte de Teresina, realizando serviços de capina, poda alta e baixa e o transbordo, limpeza e retirada de entulho de todas as ações todos os dias da semana.

“Mensalmente limpamos algo em torno de 50 quilômetros de ruas e avenidas. É um trabalho que buscamos intensificar, solicitando sempre mais equipes e trabalhando também de forma paliativa. Quando recebemos alguma reclamação ou solicitação, buscamos atender de forma emergencial. É um trabalho que contribui muito com o bem-estar social e com a vida do teresinense”, finalizou a superintendente.

SAAD Leste investe mais de R$ 87 milhões em ações de melhoria urbana

A zona Leste de Teresina ganhou inúmeras melhorias na gestão Dr. Pessoa Fotos(Ascom Saad Leste/ Rômulo Piauilino/Semcom)

Neste ano de 2021, a Superintendência de Ações Administrativas- SAAD/Leste trabalhou com muito afinco em vários setores de obras e serviços, urbanismo, controle e fiscalização, habitação e serviços urbanos, através de suas gerências integradas. As ações têm o intuito de proporcionar dignidade, cidadania, conforto à população, melhorar as condições de limpeza e contribuir para a saúde pública. São R$ 87.365.629,24 milhões investidos em ações de melhoria urbana.

Para o superintendente da SAAD-Leste, James Guerra, a ênfase de todo o trabalho era o aumento da qualidade de vida dos moradores da zona Leste. “O órgão, além de reformar com melhorias na estrutura física, construiu, fiscalizou, realizou projetos de revitalização e serviços de modernização da zona Leste e buscou uma série de ações que colocassem os cidadãos em contato com o espaço urbano, entendendo a importância no quesito maior, que é o aumento da qualidade de vida dos teresinenses”, afirmou.

As obras da zona Leste se dividiram em: asfaltamento e calçamento de ruas; construção de calçadas acessíveis; construções e reformas de complexos esportivos; reformas de praças; área de lazer e áreas verdes; novas academias populares; construção e reforma de mercados públicos; reforma de lavanderia pública; reformas e ampliações de cemitérios; reforma e implantação de centros de capacitação; implantação de iluminação de avenidas e nova construção do viveiro.

Foram executadas as obras de pavimentação em paralelepípedo das ruas dos bairros: Porto do Centro, Morada do Sol e Socopo, Vale do Gavião, Jóquei, Morros, Satélite e Samapi; Recuperação de complexo esportivo: bairro Ininga; reforma de campo de futebol com colocação de alambrado no bairro Uruguai; Construção de gramado sintético na Morada do Sol, Saci e Vila Operária; Asfalto nos bairros: Fátima, Vila Bandeirante, Verde Lar, Jockey Club, Porto do Centro e Taquari; construção de campo de futebol da Socopo; construção do pier flutuante da ponte Estaiada; construção de quadra de tênis na praça Ocílio Lago, bairro Jóquei; pista de skate encravada na praça Arimatéia Tito Filho, Jockey Club (rua Áurea Freire e rua Antônio Tito); rotatória alça Leste da ponte Ulisses Marques; projeto de urbanização do canteiro central do Vale do Gavião; avenida marginal Poti Leste; implantação de vias acessíveis na zona Leste de Teresina asfalto e o alargamento avenida Homero Castelo Branco.

“Além de nossas principais obras e serviços de engenharia no meio urbano, a SAAD-Leste esteve presente junto à população com outros serviços como obras de contenção, capina e varrição de ruas, logradouros públicos, conservação de praças, cemitérios, manutenção de serviços de iluminação pública e administração de mercados públicos. Estamos buscamos também construir estratégias para elevar a gestão pública de Teresina sobre questões urbanísticas, ambientais, habitacionais, no intuito de desenvolver uma forma mais atuante, moderna e estruturada”, enfatizou Guerra.

Superintendente da SAAD Leste, James Guerra Fotos(Ascom/Saad Leste/Rômulo Piauilino/Semcom)

GALERIA

Dentro de um conjunto de obras que há muitos anos são reivindicadas pela população está o Sistema de Drenagem Integrada da zona Leste conhecida como galeria. A obra possui a maior complexidade e magnitude, e tem por objetivo minimizar os problemas de alagamento na região. A galeria, que percorre os bairros Noivos, Jóquei, São Cristóvão e Morada do Sol, tem um prazo final de 545 dias e possui um investimento de R$ 54.581.255,85.

LIMPEZA

Através da gerência de serviços urbanos, a SAAD-Leste executou em toda a região os serviços urbanos básicos de capina, varrição de ruas e logradouros públicos em áreas que nunca haviam recebido atenção do poder público. Atuou também na conservação de praças, parques e jardins; arborização e embelezamento dos espaços públicos, serviços de coleta de podas, limpeza de galerias e canais, administração de mercados públicos, produção do viveiro com coleta de sementes, produção de mudas (frutíferas, ornamentais e nativas), administração de cemitérios e controle de serviços funerários.

FISCALIZAÇÃO

De janeiro a outubro de 2021, na Gerência de Controle e Fiscalização foram feitas 633 notificações, 234 autuações e 29 multas. Com o intuito de dar celeridade e eficiência à gestão da administração pública, o órgão tem trabalhado para desburocratizar as demandas municipais como incentivo ao empreendedorismo, desenvolvimento da capital, evitando o desperdício de tempo, profissionais mal aproveitados e maiores custos operacionais. Os trabalhos principais executados pela Gerência de Fiscalização foram: alvará de funcionamento irregular, construção irregular, despejo de águas e esgotos, estabelecimentos comerciais – Covid 19, estabelecimentos sem acessibilidade, imóvel edificado abandonado, obstrução  de via pública, ocupação de passeio público, publicidade irregular, serviços diversos, terreno baldio e invasões de área pública.

CIDADE SOLIDÁRIA E LIMPEZA DE FOSSAS

A Gerência de Habitação cumpriu a meta dos serviços de limpeza de fossa para a população, atendendo 100% das demandas de moradores da zona Leste de Teresina. Foram 343 famílias atendidas com serviços de limpeza de fossas e 66 famílias incluídas no Programa Cidade Solidária. Com os serviços essenciais à população, a SAAD-Leste buscou eficiência e celeridade, por se tratar da saúde pública de famílias de baixa renda, que não têm condições de arcar com os custos. As ações acontecem de forma gratuita, desde o início da gestão do superintendente James Guerra.

PROJETOS NOVOS PARA 2022

A SAAD-Leste tem novas e grandes missões para o ano de 2022 e o superintendente James Guerra acredita que o órgão, apesar de algumas dificuldades, logrará êxito.

“Muitos resultados efetivos foram alcançados este ano, mas estamos lançando também grandes projetos, dentro das principais inovações do setor público”, afirmou.

Alguns dos projetos futuros: Praça gourmet no bairro Morada do Sol, orçada em R$ 800.000,00; Praça Jessica Nogueira, morada do sol (R$ 1.200.000,00); Reforma Mercado do Peixe (R$ 3.200.000,00); O Mercado da Gastronomia, na av. dos Ipês (  R$ 2.500.000,00); Elevado do balão do São Cristóvão, av. João XXIII (R$ 14.680.581,18); Galeria sub-bacia PD14, na av. Dom Severino e av. Jóquei Clube (R$ 140.000.000,00); Galeria sub-bacia pd07, diversos bairros da zona leste (R$ 551.122.614,59); Parque da Família, no bairro Morada do Sol (R$ 1.500.000,00); Pavimentação asfáltica de vias e acessibilidade de calçadas, diversos bairros da zona leste ( R$ 6.000.000,00); Pavimentação poliédrica de vias, diversos bairros da zona leste ( R$ 10.000.000,00).

SAAD Sudeste investiu mais de R$ 11 milhões em ações de melhoria na região

Em 2021, a Superintendência de Ações Administrativas(SAAD) Sudeste trabalhou duro para atender as demandas e melhorar a condição de vida da população da região. São mais de R$ 11,9 milhões investidos em ações de melhoria urbana.

Mais de R$ 4 milhões foram utilizados para a pavimentação de diversos bairros, como o Anselmo Dias, que teve todas as ruas contempladas, outros bairros como Manoel Evangelista, Usina Santana, Pedro Balzi, Parque Poty II e Monte Horebe também receberam obras para desenvolvimento e infraestrutura da região.
O objetivo era colocar mais de 87 mil m² de calçamento, por isso também foram contempladas ruas nos bairros Todos os Santos, Livramento, São Raimundo, Gurupi, Verde Cap, Jardim Europa, Usina Santana, Pedro Balzi, Colorado, São Sebastião, Manoel Evangelista, Loteamento Paulo Carneiro, Parque Poty 2 e Bom Princípio.

Para o superintendente da SAAD Sudeste, Zé Nito, a preocupação com calçamento foi algo constante este ano, e os planos são investir ainda mais em 2022. “Este ano teve muito trabalho e empenho de todos para pavimentar o maior número possível de ruas. Só no Pedro Balzi foram 19 vias calçadas. Sabemos que é um desejo antigo de todos os moradores, por isso já possuímos projetos para que o próximo ano seja ainda melhor e todos possam ser contemplados”, afirmou.

Superintendente SAAD Sudeste confere execução de obras. Foto: Ascom SAAD Sudeste

Há ainda um projeto de reforma do mercado do Renascença II, que prevê a revitalização de uma área de 1.338m² com novas instalações elétricas, sanitárias e hidráulicas, SPDA (Sistemas de Proteção contra Descargas Atmosféricas) e de combate a incêndios. Também será construída área para estacionamento, estrutura administrativa, área exclusiva para cargas e descargas, lixeiras seletivas, rampas de acessibilidade, banheiros masculinos e femininos convencionais e com acessibilidade, boxes e bancas de hortifruti. A mudança dos permissionários para o mercado provisório está prevista para início de janeiro, quando o mercado do Renascença II será demolido para reconstrução.

O mercado do Dirceu I também será reformado. A SAAD Sudeste finalizou o projeto de melhorias que vai para a fase de licitação e deve ser executado no segundo semestre do ano que vem. Os recursos, na ordem de R$ 500.000,00, são oriundos de emenda parlamentar destinada pelo senador Elmano Ferrer. As melhorias incluem serviços de drenagem, instalação de subestação para fornecimento regular de energia, reforma completa dos banheiros e telhados, recomposição dos pisos internos, rebocos, cerâmicas, telhados e pinturas, além da manutenção das calçadas externas.

A avenida Noé Mendes está com as obras aceleradas. O projeto contempla um verdadeiro parque linear com pista de ciclismo, caminhada e corrida, academia popular, muito espaço verde e iluminação de LED. A previsão de entrega é de um ano e está orçado em R$ 8 milhões.

A avenida São Francisco recebeu 1.110 metros de iluminação de LED. Em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (SEMDUH), o trecho agora está mais seguro para moradores e pessoas que gostam de fazer caminhada no local.

Em parceria com a Empresa Teresinense de Desenvolvimento Urbano (Eturb), a operação tapa-buracos ocorreu em várias partes da zona Sudeste. O serviço é feito através de um mapeamento das vias que mais precisam, construído com visitas aos bairros e ouvindo as demandas da população. Este serviço traz segurança para pedestres, ciclistas e motoristas que vivem ou passam pela região.

Limpeza
Foram mais de 2.900 ações feitas pela gerência de serviços urbanos (GSU), durante todo o ano de 2021, se intensificando ainda mais no segundo semestre com uma média de mais de 200 atuações por mês para manter uma região habitável e saudável. Ainda atendeu 453 pedidos solicitados pela própria população, demonstrando estar sempre aberta a ouvir o que as pessoas mais precisam.

Ocorreram diversos mutirões de limpeza e reparos em toda a região. As equipes cuidaram das podas de árvores, desobstrução de bueiros e coletas de entulhos, passando pelas avenidas Joaquim Nelson, Jehu Sérvio, Noé Mendes, José Francisco de Almeida, Jornalista Lívio Lopes, Desembargador Manoel Felício, Camilo Filho e outras, além dos cemitérios do Renascença, São Sebastião e São João Batista, assim como as galerias de toda a zona Sudeste.

O acúmulo de lixo tem sido uma preocupação constante, pois leva ao aumento de insetos e animais, além do mau cheiro e doenças. Por isso, de janeiro a dezembro, foram recolhidas mais de 47.000 mil toneladas de lixo, divididas em coletas manuais e mecanizadas para atingir toda a zona.

A Gerência de Habitação da SDU Sudeste (GHAB) também tem feito sua parte nessa missão, garantindo a limpeza de 376 fossas entre janeiro e novembro. A SAAD Sudeste garante a limpeza de fossas para famílias de baixa renda. Para solicitar, é necessário possuir renda de até dois salários mínimos e comparecer ao protocolo, portando cópias do RG, CPF e comprovante de residência.

Fiscalização
A Gerência de Controle e Fiscalização (GCF) da SAAD Sudeste também se empenhou muito durante o ano para garantir o correto cumprimento das leis do município. Por exemplo, ao verificar que os donos de trailers localizados na Praça dos Correios estavam descartando lixo em local inadequado repetidamente, a GCF os notificou e orientou a se livrar corretamente do material dispensável. Afinal, mesmo com a limpeza da praça sendo feita três vezes por semana, o descarte de lixo nas imediações continuava sendo um problema diário, gerando incômodo aos moradores.

Os depósitos irregulares de sucatas também foram alvos da fiscalização. Foi constatada a instalação inadequada de diversos estabelecimentos que violavam o Código de Postura do Município. Segundo a Lei 3.610, não é permitida a permanência de veículos destinados ao comércio de ferro velho, nem sua exposição em calçadas, vias e terrenos públicos. O valor da multa varia entre R$166,00 e R$1.665,00 e pode chegar a R$10 mil, em caso de reincidência.

A remoção de publicidade irregular nas principais avenidas da região Sudeste também tem sido uma preocupação. É previsto na legislação municipal que a exploração dos meios de publicidade nos logradouros públicos, bem como nos lugares de acesso comum, só pode acontecer mediante prévia licença emitida pela Prefeitura de Teresina, por isso fiscalização tem feito a retirada e a aplicação de multas.

O alto número de terrenos baldios chamou a atenção da GCF este ano, notificando mais de 70 proprietários, além de multar mais de 20. O trabalho continua todos os dias. São locais desprovidos de muro, calçada e limpeza, que trazem transtornos aos vizinhos. Por isso, os donos têm a obrigação de manter a propriedade capinada, drenada, murada e em perfeito estado de limpeza, evitando que sejam usados como depósito de lixo, detritos de qualquer natureza ou até mesmo se tornem um esconderijo para infratores. Ao constatar o abandono, o dono desse espaço recebe o prazo de 30 dias para realizar a limpeza, em caso de descumprimento, pode receber um auto de infração e multa.

O superintendente da SAAD Sudeste, Zé Nito, avalia o ano de 2021 como positivo. “Organizamos a casa e fizemos muito. Já estamos nos planejando para fazer muito mais em 2022. Sempre pensando no bem-estar da nossa população e na melhoria da qualidade de vida de todos”, conclui o superintendente.

Cobertura do Canal do Mocambinho é finalizada e SAAD Norte trabalha na urbanização

A cobertura do Canal de Águas Pluviais do bairro Mocambinho, na zona Norte de Teresina, foi concluído na última sexta-feira (10). Agora, a Superintendência das Ações Administrativas Descentralizadas Norte (SAAD Norte), está trabalhando na conclusão da urbanização do espaço.

“Era uma etapa muito aguardada pela população e pela nossa administração. Recebemos essa obra com muitos problemas e agora conseguimos finalizar a cobertura desse canal. Paralelamente temos executado a urbanização de toda a extensão do canal, uma etapa que também é muito importante e é a fase final dessa importante intervenção”, disse a superintendente executiva Luana Barradas.

A obra de 604 metros de extensão está orçada em R$ 2.267.414,42. A expectativa é de que a urbanização seja finalizada até o final de janeiro, e assim, a obra seja entregue para a população.

“A obra iniciou em 2020 e tivemos alguns problemas, pois foi um ano atípico, e tivemos também o inverno. Como se trata uma galeria, no período invernoso é mais difícil de executar, portanto, tivemos as paradas do inverno e tivemos as paradas devido o pico da pandemia quando tudo foi fechado e ficamos impedidos de trabalhar, mas a obra retomou e agora estamos finalizando”, informou a superintendente Ana Paula Santana.

Foto: Divulgação (SAAD Norte)

Dr. Pessoa assina ordens de serviços para a construção de campos avaliada em R$ 839 mil

O prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, assinou nesta quinta-feira (9) três ordens de serviços para a construção de campos de futebol na capital. As obras são frutos de emenda parlamentar do deputado Fábio Abreu. O valor total investido é de R$ 839.500,00 e deve beneficiar as zonas Norte, Leste e Sul. O prazo para a construção de cada um é de 18 meses.

Entre os locais que irão ganhar os campos estão: rua 7 de Setembro, em frente à igreja de São José Operário, Vila Operária, zona Norte de Teresina. O investimento será de R$ 360 mil. O segundo campo ficará localizado na rua Orlando de Carvalho com rua Azar Chaib, bairro Morada do Sol, zona Leste de Teresina, onde serão investidos R$ 284 mil. O terceiro campo de futebol será construído entre as quadras 75 e rua Francisco Melo Lobo, no bairro Saci, zona Sul de Teresina.

Dr. Pessoa ressalta que a Prefeitura de Teresina estará sempre ao lado de quem busca ajudar a cidade.

“Essas emendas são muito importantes para nossa cidade e quem ganha é o povo. Nós estamos andando no caminho certo e estaremos sempre abertos para parcerias como essa”.

O deputado federal Fábio Abreu falou sobre a transformação de vida que o esporte promove na vida das pessoas.

“Todos que defendem a causa do esporte sabem o impacto positivo que causa na vida das pessoas. O esporte melhora a saúde, promove cidadania e previne a violência. Por esses e outros motivos nós continuaremos a apoiar causa importantes para a nossa população”, disse Fábio Abreu.

O secretário Eduardo Draga Alana, da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Semel), agradeceu o empenho dos gestores públicos pelo desenvolvimento do esporte.

“Eu agradeço a sensibilidade pelo esporte. Estamos buscando melhorar as praças esportivas de Teresina, pois o esporte muda vidas e vamos sempre fazer o melhor para Teresina”.

Prefeitura de Teresina investirá mais de R$ 6 mi em mobilidade urbana

A Prefeitura de Teresina vai investi mais de R$ 6 milhões, para melhoria de mobilidade urbana na capital. Os recursos fazem parte de um convênio inédito entre o Palácio da Cidade e o Governo do Estado.

Conforme documento assinado pelo presidente da ETURB (Empresa Teresinense de Desenvolvimento Urbano) João Duarte e pelo diretor-geral do Instituto de Desenvolvimento do Piauí (IDEPI), Leonardo Sobral, ao todo serão investidos R$ 6.036.795,89 em obras, que contemplará 25 Ruas e Avenidas da capital com aplicação de novas camadas de asfalto que estão precisando de recapeamento.

De acordo com o diretor-presidente da ETURB, João Duarte, os recursos serão importantes para viabilizar obras de extrema necessidade para a capital.

“Vamos iniciar o maior programa de asfaltamento que Teresina já viu. Esses recursos de R$ 6 milhões fazem parte apenas do início dessas obras. A Prefeitura vai investir com capital próprio também uma quantidade de recursos significados para melhorar a acessibilidade e qualidade de vida da população”, declarou o presidente.

São três trechos na zona Sul; cinco na zona Leste; seis trechos na zona Norte e outros 11 trechos na zona Sudeste da capital, totalizando 14 km de obras. Entre os bairros beneficiados, estão Piçarra, Monte Castelo, Ladeira do Uruguai, Mocambinho, Aeroporto, Novo Horizonte e Dirceu.

De acordo com cronograma de planejamento, os trabalhos devem ser executados até maio de 2022.

Orçamento Popular: Prefeitura investirá mais de R$ 600 mil em obras da zona rural sudeste

A Prefeitura de Teresina, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (SEMDUH), investirá mais de R$ 600 mil em obras definidas pela comunidade na zona rural sudeste. O recurso é proveniente do Orçamento Popular e as obras serão executadas em 2022.

Para definir a lista de obras prioritárias, a coordenadora do Orçamento Popular, Karina Portela, se reuniu com os conselheiros eleitos pela comunidade da zona rural sudeste. A lista inclui construção de unidades habitacionais, implantação de sistema de abastecimento de água, recuperação de estradas, construção de poços tubulares, casa de farinha e implantação de academia popular.

“Estamos felizes por ver a comunidade tão empenhada e, como já disse o prefeito Dr. Pessoa, vamos fazer de tudo para entregar essas obras o mais rápido possível para a população”, disse Karina.

O Orçamento Popular em vigência na Prefeitura de Teresina soma R$ 21 milhões em recursos próprios, distribuídos para todas as zonas urbanas e rurais da cidade. Na zona rural sudeste, o valor exato é R$ 612.500.

“A integração entre as comunidades e a Prefeitura é uma das metas dessa nova gestão. O Doutor Pessoa sempre enfatiza isso com seu secretariado. É por isso que ele tem como meta dobrar os recursos do Orçamento Popular para os anos seguintes, porque essa é uma ferramenta fundamental para estreitar os laços da população com o poder público”, acrescentou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Edmilson Ferreira.

Veja abaixo a lista detalhadas de obras eleitas na zona rural sudeste:

– Construção de duas unidades habitacionais no bairro Povoado Formosa, com valor total de R$ 120 mil.

– Implantação de academia popular, no valor de R$ 60 mil, na avenida principal do Povoado São Joaquim II, próximo à parada final.

– Implantação do sistema de abastecimento de água no assentamento Reboleira, no valor de R$ 55 mil.

– Construção de duas unidades habitacionais no bairro Povoado Nova Olinda, com valor total de R$ 120 mil.

– Recuperação de 6 quilômetros de estrada vicinal na Rua do Assentamento João de Deus, na Taboca do Pau Ferrado, no valor de R$ 67.500.

– Construção de casa de farinha na Avenida Maria Gilvani Moreira, assentamento El Shaday, no valor de R$ 110 mil.

– Construção de poço tubular completo, com bomba e caixa d’água no loteamento Santa Teresinha, com orçamento de R$ 80 mil.