Semec orienta diretores escolares sobre formato de aulas em 2022

Os diretores das unidades de ensino da Rede Municipal de Teresina participaram, nesta quarta-feira (19), de um encontro no Centro de Formação Odilon Nunes para conhecerem as orientações pedagógicas do ano letivo de 2022. O documento elaborado pela Secretaria Municipal de Educação (Semec) traz novidades sobre o formato adotado para as aulas.

Em razão das medidas sanitárias contra a disseminação do coronavírus, as aulas ainda não voltarão a ser 100% presencial, mas este ano todos os alunos estarão na escola em sistema de rodízio. Em 2021, apenas as turmas do 2º, 5º e 9º ano estavam em revezamento nas aulas presenciais, além de pequenos grupos que necessitavam de atendimento especial.

“A principal novidade é a presença de todos os alunos na escola, mas divididos em dois grupos, em um calendário organizado. Metade do quantitativo de estudantes matriculados estará em sala de aula por vez, garantindo um maior distanciamento e mais segurança nessa retomada gradual”, explica a gerente de Gestão Escolar, Ivanilde Oliveira.

Durante o encontro de gestores, também foram discutidos aspectos importantes para o início do ano letivo, marcado para 7 de fevereiro. Avaliação, formação de professores e acompanhamento escolar entraram em pauta, com espaço para sanar as dúvidas dos diretores.

O secretário executivo de Ensino da Semec, Kleytton dos Santos, informou que a rede contará com novos professores e estagiários antes do início das aulas. Também explicou o processo de matrículas das crianças do berçário e maternal. “Nos organizamos para atender todas as demandas das unidades de ensino o quanto antes, garantindo um início de ano letivo tranquilo, com alunos matriculados e professores em sala de aula. Por isso, estamos liberando a abertura de novas turmas apenas com a certeza do professor. Já começamos a enviar novos profissionais para as escolas, e aquelas que tiverem com tudo pronto, podem começar a atender esse público. A oficialização do período de matrícula para berçário e maternal será no dia 21 de janeiro”, destaca o professor Kleytton.

Encontros pedagógicos nas escolas

Para receber bem os alunos e planejar as ações de 2022, as equipes escolares farão seus encontros pedagógicos nos dias 2 e 3 de fevereiro. Durante a reunião de gestores, a Semec passou sugestões para esse momento. “É quando a escola se organiza para o início das aulas, os diretores podem explicar todas as orientações pedagógicas e os professores se preparam para receber os alunos da melhor forma possível. Estamos com boas expectativas para 2022”, finaliza Ivanilde.

Fotos: Ascom Semec

SAAD Sudeste orienta população sobre pontos comerciais irregulares

A Gerência de Fiscalização da Superintendência de Ações Administrativas Descentralizadas – Sudeste (SAAD Sudeste) teve uma intensa semana de trabalho. Cumprindo o que diz o Código de Postura do Município, orientaram e notificaram algumas pessoas sobre a não instalação de pontos comerciais em locais indevidos, como as margens da Avenida Noé Mendes, a parte externa do Mercado do Dirceu 1 e outros locais.

O superintendente da Saad Sudeste, Zé Nito, reafirma a importância de seguir a legislação. “É importante que todos cumpram a lei, porque isso significa respeitar os outros munícipes, deixando os locais limpos e com livre circulação para os transeuntes”, afirma.

Para fazer denúncias, a população pode entrar em contato com a Saad- Sudeste por meio do app AmiTeresina ou protocolar um pedido presencialmente na Avenida Deputado Paulo Ferraz, 1895 – Bairro Beira Rio.

Foto: Ascom Saad Sudeste

 

Ônibus Lilás: Projeto orienta sobre violência doméstica e presta assistência jurídica para mulheres

O projeto “Ônibus Lilás” tem como objetivo oferecer salas com atendimentos e orientações sobre a prevenção à violência contra à mulher de forma gratuita. A abertura aconteceu nesta terça-feira (03), na Escola Conselheiro Saraiva, no Povoado Boa Hora, zona Norte de Teresina, das 8h até às 16h00. A programação percorrerá outras zonas rurais até sexta-feira (06).

Fotos: Rômullo Piauilino / Semcom

“É muito importante um evento como esse estar presente para as mulheres da zona rural, que nem sempre possuem acesso à internet ou como chegar ao atendimento especializado de combate à violência. Ficamos muito contentes com essa abertura e feliz com a receptividade das mulheres participando das oficinas e atividades que estão sendo realizadas pelos nossos serviços da Secretaria da Mulher”, ressalta Karla Berger, secretária Municipal de Políticas Públicas para as Mulheres (SMPM).

Todo o projeto é realizado através da parceria com a Coordenadoria Estadual de Políticas para as Mulheres (CEMP-PI) e a SMPM, no qual o município fica responsável pela programação e execução das atividades.

“É uma parceria muito importante para a retomada desse projeto na nossa capital. São várias mulheres que estão acessando esses canais de atendimento, fortalecendo as políticas de atendimento à mulher no município de Teresina”, declara Zenaide Lustosa, coordenadora da Cemp.

As atividades do evento foram abertas com uma roda de conversa sobre a rede de atendimento disponível à mulher em situação de violência com as mulheres do povoado Boa Hora. Estiveram no momento as representantes da Guarda Municipal de Teresina, OAB Mulher, Defensoria Pública e Ministério Público do Piauí. Em uma das salas, o Centro de Referência Esperança Garcia (Creg), serviço oferecido pela SMPM para mulheres em situação de violência, estava presente fazendo orientações jurídicas e psicológicas para o público feminino da comunidade.

“Esse primeiro momento é importante porque explana para as mulheres os seus direitos, onde e como acessá-los se estiverem em uma situação de violência. É o momento que ela sabe que existe uma rede na qual ela pode procurar para sair do lar agressor”, detalha a assistente social da SMPM, Caroline Leal.

Além disso, os órgãos da justiça estavam presentes nas salas prestando atendimentos sobre processos e medidas judiciais, como pedidos de divórcios, atualização da medida protetiva, alimentos e pensão. Cortes de cabelos, designer de sobrancelhas e depilação também foram outros oferecidos em parceria com a Fundação Wall Ferraz.

Maria da Conceição, moradora do povoado, soube do projeto através das redes sociais da Secretaria da Mulher. Em processo de separação do ex-companheiro, acessou os serviços judiciais para dar entrada no processo de divórcio e aproveitou para usar os serviços de beleza.

“Como vou pouco ao Centro de Teresina, aproveitei o momento para dar entrada no meu processo de separação legal. Estou adorando o projeto aqui na comunidade e espero que sempre retorne. Hoje sou eu que preciso, mas amanhã pode ser minha vizinha, amiga ou minhas filhas”, declara Maria da Conceição.

A programação segue até sexta-feira (06) em povoados da zona rural de Teresina; confira:

Dia 04.08

Zona Leste – Comunidade Santa Teresina: Escola Municipal Santa Teresina

Dia 05.08

Zona Sudeste – Comunidade Taboca do Pau Ferrado: Escola Sagrado Coração de Jesus

Dia 06.08

Zona Sul – Comunidade Cerâmica Cil: Escola Nossa Senhora do Perpétuo Socorro

Semec orienta diretores e coordenadores sobre aplicação da 16ª prova da OBMEP

A equipe de Ensino da Secretaria Municipal de Educação (Semec), comandada pelo secretário executivo de Ensino, professor Kleytton dos Santos, realizou na manhã desta terça-feira (06) uma reunião online com gestores das escolas municipais para orientar sobre a primeira fase da aplicação da prova da OBMEP/2021.

A OBMEP – Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas – é um projeto nacional dirigido às escolas públicas e privadas que visa contribuir com o maior desenvolvimento dos alunos nas áreas de exatas.

Participaram da reunião os diretores e coordenadores pedagógicos das escolas municipais das zonas norte, leste, sul e sudeste que possuem turmas do 6º ao 9º ano e EJA (II Segmento).

A prova, que tradicionalmente era realizada de forma presencial, devido ao atual cenário de pandemia do Covid-19 terá sua metodologia de aplicação por critério das escolas, sendo determinadas pelas mesmas se a avaliação será feita presencial ou virtual. Porém, todas seguirão as mermas regras. As provas devem ser aplicadas até o dia 03 de agosto.

Foto: Ascom Semec

SAAD Sudeste orienta população sobre coronavírus no mercado do Dirceu I

Foto: Ascom Saad Sudeste

A Gerência de Fiscalização e Controle da Superintendência de Ações Administrativas – Sudeste esteve, na manhã desta terça-feira (30), na feira livre do mercado do Dirceu I. O objetivo da visita foi orientar os permissionários e clientes sobre as medidas de prevenção ao novo coronavírus e distribuição de máscaras.

A cidade de Teresina deve respeitar as medidas restritivas decretadas pela Prefeitura e Governo do Estado para que diminua o número de pessoas contaminadas pelo coronavírus. Os mercados estão autorizados a funcionar, mas devem cumprir todos os protocolos.

O superintendente da SAAD Sudeste, Zé Nito, reiterou a importância da fiscalização. “A ação de hoje foi para orientar as pessoas. É muito importante que todos usem máscara, álcool gel e mantenham o distanciamento. Vamos vencer esse vírus e sair desse momento difícil, mas é importante a colaboração de todos. Quero pedir a população que se puder, fique em casa. E se for sair, não descuide dos protocolos”, disse o superintendente.

A equipe de fiscalização está de plantão para notificar qualquer pessoa ou estabelecimento da região Sudeste que desrespeite as restrições. A população pode fazer denunciar irregularidades por meio do número (86) 99480-4353.

FWF promoverá palestra para orientar reabertura dos salões de beleza

Teresina se prepara para a retomada gradual das atividades econômicas gerando novas perspectivas para os empreendedores. Pensando nisso, a Fundação Wall Ferraz realizará, nesta sexta-feira (03), uma live com o tema “Meios seguros para retomada do trabalho no segmento da beleza”. O bate-papo será transmitido por meio do perfil no Instagram @fundwallferraz, a partir das 17h.

A live será mediada pelo psicólogo e instrutor Átila Araújo e contará com a participação de Nathalya Souza, médica veterinária e sócia da Qualisan Consultoria Sanitária no Piauí.

No bate-papo serão discutidos os meios e cuidados necessários para um retorno seguro das atividades no ramo da beleza, visto que é um segmento que requer atenção especial nesse momento delicado.

A Fundação Wall Ferraz reforça que um dos principais objetivos é a orientação para uma retomada das atividades de forma segura para o setor.

“Pretendemos compartilhar uma série de informações e esclarecimentos aos profissionais, para que retomem as suas atividades de forma mais segura, tanto para os trabalhadores quanto para os clientes, tomando como base as deliberações dos órgãos competentes, orientações técnicas e decretos municipais”, explica a presidente da Fundação, Idoniel Mesquita.

Durante este mês de julho diversos temas serão abordados, como: Marketing digital e novas tecnológias no novo normal; O valor das novas competências sociocomportamentais para o novo mundo do trabalho; Cuidados com a higiene pessoal – dicas de cuidados para barba e cabelo; além disso, o Artesanato sustentável também será tema de discussão pela FWF.

Strans realiza blitzen educativa no Centro de Teresina para diminuir fluxo de veículos

Ascom/Strans

Desde o início da manhã de hoje, 4, blitzen educativas e preventivas estão sendo realizadas no Centro de Teresina por agentes de trânsito da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) para organizar o fluxo de veículos nesse período de pandemia da Covid-19 e tentar diminuir a circulação de pessoas durante o isolamento social.

Dados da Strans revelam que houve uma queda de 42% de fluxo de veículos no início da quarentena, mas em maio teve aumento de 17% quando comparado ao mesmo período de abril, e esse percentual continua subindo. “Dessa forma, a ação será desenvolvida todos os dias, mesmo o comércio estando fechado, também para orientar condutores a realizarem estacionamento somente em locais permitidos”, explica o coronel Jaime Oliveira, diretor de Operações e Fiscalizações da Strans.

O diretor ressalta ainda que em tempos de pandemia a legislação de trânsito não mudou e que a circulação de veículos tem sido intensa no Centro da cidade. “É um trabalho preventivo, educativo que é necessário porque observamos muitas irregularidades no trânsito do Centro de Teresina. Estamos orientando para não estacionarem em fila dupla, como vinha ocorrendo, porque as vias são para passagem de veículos. Também constatamos estacionamentos em locais proibidos e até debaixo de placas de sinalização”, cita. O diretor da Strans destaca que a as pessoas que podem devem ficar em casa, pois a pandemia ainda está em ritmo crescente em Teresina.

A Prefeitura de Teresina havia anunciado o rodízio de carros no Centro porque já percebia o aumento de veículos circulando nessa área da cidade, mas suspendeu para evitar transtornos aos profissionais da área da saúde e pelo fato do Polo de Saúde estar localizado na região central.

FMS orienta a população sobre o atendimento em casos suspeitos de Covid-19

Febre, dor de garganta, tosse, falta de ar. Estes são os sintomas mais comuns da Covid-19, doença causada pelo novo Coronavírus, que tem afetado o mundo. Para enfrentar a pandemia, a Fundação Municipal de Saúde (FMS) organizou seu atendimento em diferentes níveis, de acordo com a gravidade dos casos, e lança orientações à população sobre quais serviços devem ser buscados em cada situação.

Dentro da Grande Teresina, a porta de entrada para pacientes com síndromes gripais – ou seja, que apresentam sintomas semelhantes aos da Covid-19 – é a Atenção Básica. Para isso, a FMS destacou 19 Unidades Básicas de Saúde (UBS) para o atendimento exclusivo desses casos. “Você será atendido por médicos e enfermeiros treinados para avaliar e classificar sua situação como leve, moderada ou grave”, explica Kledson Batista, diretor de Atenção Básica da FMS. “Para os casos leves, o paciente será orientado para o isolamento domiciliar com prescrição medicamentosa. Em casos graves, a equipe acionará o SAMU, que levará o paciente para uma unidade hospitalar dentro da rede do município”, conta.

O diretor prossegue explicando sobre o que o paciente deve fazer em casos mais graves, com sintomas como febre persistente por mais de 48 horas, falta de ar e mal estar intenso. Nesta situação, o paciente deve procurar imediatamente uma unidade hospitalar do município, seja uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) ou um hospital – com exceção do Hospital do Monte Castelo, que foi designado exclusivamente para internação, referenciado pelos outros locais. “O paciente passará pela mesma classificação feita nas UBS e será internado; em casos graves, haverá a avaliação da necessidade de um leito de observação ou UTI. O Hospital do Monte Castelo é referenciado, isso significa que ele só recebe pacientes vindos de ambulância”, informa Kledson Batista.

Para casos de dúvida, a FMS disponibiliza ainda o serviço Alô Saúde Teresina, pelo número 0800 291 0084. “Neste telefone, estão disponíveis médicos que irão orientar não apenas em relação a assuntos de saúde em geral, como também sintomas de síndromes gripais, para esclarecer sobre qual lugar procurar e em que momento”, completa o diretor de Atenção Básica.

FWF produz vídeos ensinando a produzir equipamentos de proteção contra o coronavirus

O uso de máscaras de proteção facial por toda população passou a ser obrigatório em espaços públicos de Teresina devido a pandemia do novo coronavírus. Para orientar a população que produz esses e outros equipamentos de proteção individual básicos, a Fundação Wall Ferraz (FWF) lançará vídeos de passo a passo através da série #saibacomofazer.

A iniciativa é mais uma medida da Prefeitura de Teresina para agir de forma preventiva à propagação do coronavírus. Nas redes sociais, serão divulgados uma sequência de vídeos curtos, com orientações práticas, proporcionando acesso rápido e descomplicado a conteúdos de educação profissional.

Segundo a Presidente da FWF, Heline Santos, a partir das informações disponíveis nos vídeos, as pessoas que buscam orientação para a produção poderão facilmente confeccionar os EPIs com maior segurança, pois a produção está alinhada às orientações da Organização Mundial da Saúde. “Teremos o passo a passo para a confecção de equipamentos de proteção individual básicos, como máscaras, toucas e aventais, que estão entre os itens mais demandados nesse novo contexto”, disse.

Heline Santos destaca ainda que a ação possibilita que mesmo em contexto adverso, a Fundação Wall Ferraz continue cumprindo sua missão de qualificação da população. “Os vídeos são curtos e de fácil difusão nas redes sociais, o que facilita o acesso de quem tiver interesse em assistir e receber a orientação. As pessoas só terão que seguir os passos e produzir para uso pessoal ou para comercialização, já que a esses itens se tornaram de extrema necessidade no cenário atual”, comenta.

Vigilância Sanitária orienta para o uso seguro de máscaras

A Vigilância Sanitária continua fazendo trabalho educativo junto aos estabelecimentos que prestam serviços essenciais e agora está dando orientações sobre o uso seguro de máscaras. De acordo com o Ministério da Saúde, a população deve utilizar as máscaras caseiras, feitas de tecido. As do tipo cirúrgicas descartáveis devem ser destinadas aos profissionais de saúde que estão na linha de frente do combate à COVID-19.

A gerente de Vigilância Sanitária da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Jeanyne Seba, explica que, antes do uso, a máscara de tecido deve ficar de molho por 10 minutos com água e sabão para depois secar ao sol e ser passada com ferro quente. “Antes de colocar a máscara, devemos lavar as mãos com água e sabão ou passar álcool 70% ”, orienta a gerente, ressaltando que a máscara deve ficar ajustada ao rosto cobrindo totalmente a boca e o nariz, não devendo ser retirada para tossir, espirrar ou falar.

Ela ressalta que a troca de máscaras deve ser feita a cada duas horas, ou sempre que estiver úmida. Ela deve ser retirada pela frente e guardada em um saco plástico bem fechado, de onde será retirado apenas para lavar novamente, ou para ir ao lixo no caso das descartáveis. “Jamais reutilize a máscara descartável, nem a descarte na rua: pedimos que coloque em um saco, amarre e jogue no depósito de lixo”, enfatiza Jeanyne Seba.

A gerente lembra que no entanto o uso de máscara não garante a proteção total do indivíduo, que deve seguir tomando cuidados como o afastamento de, no mínimo, 2 metros entre as pessoas e a lavagem constante das mãos. “Mesmo com toda essa orientação, o isolamento social é a melhor forma. Fique em casa, e só saia se for estritamente necessário”, alerta Jeanyne Seba.

Desde o início do período de isolamento social, mais de 623 estabelecimentos já foram visitados pela Vigilância Sanitária, como mercados, açougues, padarias, drogarias, e outros.