Mutirão de ortopedia atende 500 pessoas neste sábado (07)

Ascom/FMS

A servidora pública Francisca Regiany, de 35 anos de idade, foi diagnosticada com problema na coluna e aguardava em fila de espera eletrônica por consulta com ortopedista. Neste sábado (07), ela e mais 500 pessoas receberam atendimentos nesta área médica. A iniciativa integra o programa “Teresina The Atende”, da Fundação Municipal de Saúde (FMS) e ocorre aos sábados na capital.

Outra usuária atendida foi a filha da dona de casa Ana Débora, que conta que a criança tem pernas curvadas, o que dificulta a sua locomoção. “A minha filha tem muita dificuldade para caminhar e cai. Hoje, foi atendida por um médico excelente que passou exames. O atendimento foi ótimo. Esse mutirão chegou na hora certa”, ressalta.

O presidente da FMS, Charles Silveira, explica que os usuários receberam atendimento, realizaram exames e, em casos específicos, já saíram com a marcação para outros procedimentos. “A estratégia de lançar esse programa partiu da necessidade de agilizarmos o atendimento de quem está em fila. Foi uma ideia exitosa da nossa gestão, porque beneficia o povo que precisa”, afirma.

Segundo o médico ortopedista, Frederico Araújo Leite, para prevenir doenças ortopédicas, as pessoas precisam focar nas mudanças de hábitos em relação à alimentação e atividade física. “Essas medidas, por exemplo, estabilizam as articulações, fortalecem os músculos, melhoram a densidade dos ossos e fazem com que a pessoa tenha melhor qualidade de vida, inclusive que consiga conviver com problemas degenerativos que podem ocasionar dores”, explica.

O programa “Teresina The Atende” foi lançado no mês de agosto de 2019 pela FMS para realizar mutirões de consultas e exames especializados, aos sábados. O público-alvo corresponde à pessoas que aguardam em fila de espera eletrônica do SUS por atendimento nas áreas de ortopedia, cardiologia, oftalmologia e neurologia.

Primeiro mutirão de ortopedia de 2020 irá acontecer na zona norte de Teresina

Ascom/FMS

Neste sábado (07), a partir das 7 h, a Fundação Municipal de Saúde (FMS) irá realizar o primeiro mutirão de 2020 para atender pessoas que aguardam em fila de espera eletrônica por consulta com médicos ortopedistas. Os atendimentos fazem parte do programa “Teresina The Atende” e irão acontecer nas Unidades Básicas de Saúde Cidade Verde, próxima ao Verdão, e Poty Velho, na zona norte de Teresina.

As pessoas que participarão do mutirão neste sábado já foram comunicadas por telefone e pelos Agentes Comunitários de Saúde, que visitaram as casas. “Solicitamos que os convocados não deixem de comparecer ao local para receberem atendimento. No mesmo dia, além das consultas, elas também farão diversos exames e poderão marcar cirurgias, se for necessário”, afirma o presidente da FMS, Charles Silveira.

Em 2020, o programa “Teresina The Atende” terá um novo formato. “Cada etapa do mutirão irá acontecer por regional de saúde para atender os pacientes moradores daquela região, que se encontram em fila de espera eletrônica do SUS. Com a ação, pretendemos dar agilidade e fluidez à nossa rede de saúde, de modo que todas as regiões da cidade serão contempladas com atendimentos em várias especialidades”, finaliza Charles.

Segundo Jesus Mousinho, diretora de assistência especializada da FMS, a Fundação organizou tudo de modo que o atendimento seja resolutivo. “No dia, iremos disponibilizar equipe para orientar a população e fornecer transporte para levar os pacientes para realizar os exames que forem solicitados, como raio-X, ultrassonografia, ressonância magnética e tomografia computadorizada”, finaliza.

O programa “Teresina The Atende” foi lançado no mês de agosto de 2019 pela FMS para realizar mutirões de consultas e exames especializados, de forma periódica. O objetivo é ampliar a capacidade de atendimento especializado e diminuir a fila de espera eletrônica para especialidades que têm demanda grande e crescente, a exemplo da neurologia, oftalmologia, cardiologia e ortopedia.

Mutirão de ortopedia atende 500 pessoas neste sábado (07)

Ascom/FMS

Cerca de 500 pessoas foram atendidas neste sábado (07), por médicos ortopedistas, durante o mutirão de consultas do programa Teresina The Atende, que aconteceu no Centro Lineu Araújo. A iniciativa é da Fundação Municipal de Saúde (FMS).

Dentre os atendidos, está o pedreiro Francisco do Nascimento, que teve agravado um problema na coluna depois de sofrer um acidente de moto.

O paciente foi atendido por médico do programa e agora fará exames também pelo mutirão. “Fui recebido com muita atenção e carinho. Os funcionários são maravilhosos. Eu já sofria de problema de coluna e esse acidente agravou ainda mais a situação. Estou afastado do trabalho, não recebo mais dinheiro. Preciso fazer exames e vou conseguir gratuitamente”, comemorou.

O presidente da FMS, Charles Silveira, afirma que as pessoas atendidas estavam aguardando em fila de espera eletrônica. “Percebemos que esses mutirões, que têm acontecido semanalmente, têm conferido maior agilidade à fila do SUS e que as pessoas que participam ficam satisfeitas. Esse é o nosso objetivo: beneficiar a população que precisa de serviços de saúde”, conta.

“No caso da ortopedia, percebemos que é grande a demanda por consultas, exames e cirurgias no SUS, em razão de acidentes de trânsito, principalmente envolvendo jovens que pilotam motos. Outro motivo é que, nesse tipo de atendimento especializado, Teresina atende pacientes dos 224 municípios do Piauí”, explica a diretora de regulação da FMS, Vitória Urbano.

O programa Teresina The Atende foi lançado no mês de agosto de 2019 pela FMS e realiza mutirões de consultas e exames especializados, aos sábados, na capital. O objetivo é agilizar o atendimento de pessoas que aguardam em fila de espera eletrônica do SUS nas áreas de ortopedia, cardiologia, oftalmologia e neurologia.

Mutirão de ortopedia atende mais de 500 pessoas em Teresina

Renato Bezerra

A estudante de enfermagem, Tatiana Vieira, teve lesão no punho após sofrer acidente de moto e aguardava em fila de espera eletrônica por consulta com ortopedista. No último sábado (05), ela e mais 575 pessoas foram atendidas por esta especialidade, no Centro de Saúde Lineu Araújo. A ação integra o programa “Teresina The Atende”, idealizado pela Fundação Municipal de Saúde (FMS) e que realiza mutirões de consultas e exames especializados.

Tatiana Vieira conta que aprovou o mutirão de consultas e que foi bem atendida. Outra usuária que recebeu atendimento foi a mãe da advogada Izete Rodrigues. “O plano de saúde da minha mãe é o SUS. Ela teve problema no ombro e hoje foi atendida. Quero parabenizar pela gestão humana que vem sendo realizada na área da saúde, porque acredito que esses mutirões estão sendo importantes, principalmente para pessoas de baixa renda”, afirma.

Segundo o presidente da FMS, Charles Silveira, além das consultas, no mesmo dia, os pacientes realizaram exames de raio-x, ultrassonografia, tomografia e ressonância magnética. Houve também encaminhamentos para cirurgias.  “Até o final do ano, aos sábados, os mutirões de consulta terão esse formato e farão parte da rotina da FMS. Com essa ação, iremos assegurar agilidade à fila de espera eletrônica do SUS e melhorar o atendimento”, finaliza.

O médico ortopedista da FMS, Dr. Poncion Queiroz, explicou que, durante os atendimentos realizados neste sábado, recebeu queixas de pessoas com problemas usuais dentro da rotina ortopédica. “Foram vários tipos de demanda no mutirão, como por exemplo de pessoas com dores lombares, problemas de coluna e tendinopatias (lesões de sobrecarga ou por esforço repetitivo que afetam tendões)”.

Dr. Poncion Queiroz faz um alerta de que o sedentarismo é um agente de desmonte do aparato muscular do corpo. “É preciso levar a sério o que já é amplamente divulgado: devemos ter hábitos saudáveis, realizar atividades físicas, já que iremos exigir do nosso corpo enquanto estivermos vivos. O mero ato de se agachar já é uma exigência. Se o seu corpo é abandonado, fica fragilizado e suscetível a ter várias doenças”.

FMS lança programa “Teresina The Atende” e fará mutirões de consultas especializadas

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) lançou o programa “Teresina The Atende”, que engloba mutirões de consultas e exames nas áreas de cardiologia, ortopedia, neurologia e oftalmologia, atendimentos que ocorrerão na capital até o final do ano. O primeiro mutirão será o de atendimento em neurologia e vai acontecer neste sábado (24), a partir das 7h, no Centro Lineu Araújo.

A iniciativa do programa partiu da presidência da FMS e conta com a participação das Diretorias de Regulação e de Assistência Especializada. O objetivo é ampliar a capacidade de atendimento especializado e diminuir a fila de espera eletrônica para quatro especialidades que têm demanda grande e crescente.

No sábado (24) o primeiro mutirão de consultas vai atender pacientes que estão em fila de espera eletrônica na área de neurologia e neuropediatria. “Eles já foram comunicados por telefone ou pessoalmente sobre o mutirão. Se houver necessidade, farão no local os exames de eletroencefalograma e tomografia de crânio”, ressalta o presidente da FMS, Charles Silveira.

“Sabemos que a demanda de pacientes em algumas especialidades é crescente. Em virtude disso, um das nossas estratégias é a realização periódica de mutirões. Assim, iremos assegurar agilidade à fila de espera do SUS e atender cada vez mais e melhor a população na área da saúde”, finaliza o presidente.

A diretora de Regulação da FMS, Vitória Urbano, explica que a FMS também está concluindo estudo para realizar um chamamento público com a finalidade de aumentar a oferta de vagas para consultas e exames especializados. “O nosso trabalho para organização do sistema de Regulação tem sido árduo e pretendemos ter um impacto positivo na rede municipal de saúde”, afirma.