FMS promove treinamento sobre o manejo de oxigênio do paciente com Covid-19

Foto: Ascom FMS

Na internação por Covid-19, o controle da absorção do oxigênio pelo corpo, por meio de aparelhos ou mesmo pela mudança de posição do paciente, pode promover uma evolução considerável no quadro de saúde. Por isso, o Hospital de Campanha Pedro Balzi, vinculado à Fundação Municipal de Saúde (FMS), está promovendo um treinamento para seus servidores sobre técnicas que facilitam esse processo. A ação começou hoje (08) e segue até sexta-feira (10), no próprio hospital, nos horários de 9h, 15h e 21h.

O treinamento aborda dois temas principais. Um deles é a oxigenoterapia, que é quando o paciente é levado a respirar uma quantidade maior de oxigênio do que a existente no ar. “É comum que os pacientes com Covid-19 evoluam para quadros de insuficiência respiratória, que é quando ficam com uma quantidade de oxigênio no sangue muito baixa. Uma estratégia terapêutica adotadas para corrigir essa insuficiência é a oferta de oxigênio”, explica o fisioterapeuta Saulo Carvalho.

Essa suplementação do gás é feita por diversas maneiras, como o uso de máscaras, cateter nasal, ou mesmo através da ventilação mecânica por meio de respiradores. “Nós esclarecemos quais as técnicas recomendadas para pacientes com Covid-19, de acordo com a natureza da doença, bem como das demandas individuais de cada caso, de forma a não ofertar oxigênio de forma reduzida nem excessiva”, afirma o fisioterapeuta.

Durante a ação, os profissionais de saúde também serão orientados sobre os benefícios da posição prona – que é quando os pacientes são posicionados de barriga para baixo – no tratamento da infecção pelo novo coronavírus. Saulo explica que isso acontece porque a posição favorece a interação entre o oxigênio fornecido pelo respirador e o sangue que chega aos pulmões do paciente. “Muitos deles têm um problema que a gente chama de distúrbio da relação ventilação perfusão, quando o ar e o sangue vão para áreas diferentes do pulmão, impossibilitando o contato e a troca gasosa, que é fundamental para o corpo. Além disso, quando posicionamos o paciente de barriga para cima o pulmão pode ser comprimido pelo peso de outros órgãos, o que não acontece na posição prona, quando o pulmão fica ‘em cima’ e facilita a troca”.

O fisioterapeuta ressalta que estes protocolos, quando feitos corretamente e de forma precoce, evitam complicações como a intubação de pacientes, pois uma melhor respiração leva a uma resposta rápida do organismo à doença.

O curso é aberto para toda a equipe multidisciplinar que atua no Hospital de Campanha Pedro Balzi: médicos, fisioterapeutas, enfermeiros e técnicos de enfermagem, com várias opções de horários para contemplar os diferentes turnos de plantões. “A gente elaborou um cronograma de capacitação para a equipe, com o objetivo de melhorar a assistência ao paciente e a qualificação do profissional para o atendimento específico dos pacientes de Covid-19”, diz a diretora Gina Nogueira.

 

FMS reforça equipe do Hospital Pedro Balzi com a convocação de 43 profissionais

A Prefeitura de Teresina está reforçando o quadro de funcionários do Hospital de Campanha Padre Pedro Balzi com a convocação de mais 43 profissionais de saúde. Eles foram aprovados no edital 1/2020 do Processo Seletivo Emergencial da Fundação Municipal de Saúde (FMS), para contratação temporária enquanto durar a pandemia de COVID-19.

 A convocação contempla seis enfermeiros 24h, um psicólogo, três assistentes sociais, 30 técnicos em enfermagem e três técnicos em patologia clínica – todos para atuação no hospital de campanha.

Os convocados devem se apresentar amanhã (24) na sede da FMS – que fica na rua Governador Artur de Vasconcelos, 3015, bairro Aeroporto – no horário das 8h às 14h. “Ressaltamos que o candidato que não comparecer no dia e horário marcado será considerado desistente”, informa João Luciano de Castro e Sousa, chefe do Núcleo de Planejamento, Recrutamento e Seleção de Pessoas da FMS.

Ao se apresentarem, eles deverão entregar os seguintes documentos (originais acompanhados de cópias legíveis) para comprovação e autenticação: Certidão de nascimento ou Casamento (quando for o caso); Título de Eleitor, com certidão de quitação eleitoral; Certidão de Reservista ou dispensa de incorporação (somente para homem); RG; CPF; Autodeclaração do candidato conforme anexo II do edital; Documentação que comprove os títulos indicados no currículo, conforme item 2.11 do edital; Comprovante de escolaridade exigida no Quadro I do Edital; Registro do Conselho competente; Conta Corrente Banco do Brasil; uma foto 3×4 recente; Comprovante de endereço atualizado; comprovante de inscrição no PIS/PASEP/NIT.

O Processo Seletivo Emergencial já convocou 719 profissionais de saúde para atuação em todas as unidades da linha de frente de combate ao novo coronavírus. Ele terá validade de seis meses, prorrogável por até igual período, a contar da homologação do resultado. “Novas convocações serão feitas de acordo com as necessidades de ampliação do serviço de assistência para pacientes com Covid-19”, informa João Luciano.

CLIQUE AQUI  E CONFIRA A LISTA.