Mudança para o mercado provisório do Renascença II ocorre nesta segunda-feira (24)

O mercado provisório do Renascença II está pronto para receber os permissionários e clientes. Nesta segunda-feira (24) será realizada a mudança para a nova unidade localizada na Rua Dr. Pedro Teixeira. Foram meses de reformas e negociações onde a Superintendência de Ações Administrativas Descentralizadas (SAAD) Sudeste sempre esteve em diálogo com a população, atento aos pedidos e buscando a segurança e comodidade de todos.

O local foi planejado para atender as demandas dos permissionários até que seja concluída a reforma geral do mercado e assim eles possam retornar. Para o superintendente da SAAD Sudeste, Zé Nito, essa transição é importante para que as obras sejam iniciadas, o que trará muitos benefícios à região.

“Entendemos as dificuldades encontradas para a mudança, mas sempre mantivemos um bom diálogo com os permissionários, com muita atenção às reivindicações, além de atender os pedidos de adiamento para uma mudança tranquila. Sabemos que a reforma do novo mercado é importante para o desenvolvimento da região”.

O projeto do novo Mercado do Renascença II inclui instalações elétricas, sanitárias e hidráulicas, sistema de proteção contra descargas atmosféricas e combate a incêndios, estacionamento, rampas de acessibilidade, área exclusiva para cargas e descargas, além da estrutura administrativa e novos boxes e bancadas para os permissionários.

Foto: Divulgação (SAAD Sudeste)

Semest realiza recadastramento dos permissionários do Encontro dos Rios

Permissionários do Encontro dos Rios são cadastrados pela Semest Fotos: Ascom/Semest)

A Secretaria Municipal de Economia Solidária de Teresina- Semest realizou, neta quarta-feira, 17, o recadastramento dos oito permissionários que utilizam os quiosques localizados no ponto turístico Parque Ambiental Encontro dos Rios.

A ação realizada pela Semest tem como objetivo promover uma organização administrativa para facilitar a celeridade na condução e prestação de contas das atividades.

Como explica o gerente de Tecnologia, Carlos Vinicius Melo. “O recadastramento visa uma organização e controle dos permissionários, além disso, dá uma maior segurança a eles. Pois o mesmo adquire um documento que comprova que o espaço foi cedido a ele, por um período de tempo, e facilita a resolução de quaisquer problemas pertencentes ao quiosque”, destacou o gerente.

Os quiosques geram oportunidades de trabalho e renda para famílias de artesãos e empreendedores que comercializam produtos alimentícios, bebidas, peças e produtos artesanais.

É o caso da artesã, Valdirene dos Santos Mendes. “Eu tenho mais de 20 anos no Parque, toda a renda da minha família é tirada daqui. Muitas das peças é a gente mesmo quem fabrica, e esse ponto turístico é muito bom, muitos visitantes vêm para cá”, ressaltou a artesã.

SAAD Leste reúne permissionários de cemitérios e mercados públicos

A Gerência de Serviços Urbanos (GSU) da Superintendência das Ações Descentralizadas Leste (SAAD Leste), através da Prefeitura Municipal de Teresina, realizou ontem (19), uma reunião com administradores, técnicos e representantes dos permissionários de mercados públicos e cemitérios da zona Leste de Teresina. A gerência é responsável pela coordenação e execução das atividades relativas à política de serviços urbanos.

De acordo com Renato Lopes, gerente da GSU, o órgão visa melhorar a gestão dos espaços e manter um estreito relacionamento com os permissionários, que prestam serviços para a Superintendência. Em relação aos mercados públicos, Lopes explicou que todos precisam seguir uma série de exigências para funcionar plenamente.

“Na pauta dos mercados estava a questão do recadastramento dos permissionários, a cobrança de taxas, responsabilidade e obrigações quanto à manutenção do seu ponto e o descarte correto do lixo. A questão da higienização é importantíssima, principalmente, porque estamos numa pandemia. Sabemos que como é um setor de local de venda de alimentos, estes devem ser acondicionados e higienizados corretamente. Os funcionários devem obedecer rigorosamente à exigência do uso correto da máscara e do álcool em gel, como também fazer o levantamento de todas as demandas necessárias para um melhor atendimento ao público”, ressaltou o gerente.

Reunião contou com administradores, técnicos e representantes dos permissionários de mercados públicos e cemitérios da zona Leste de Teresina. (Foto: Ascom/SAAD Leste)

Quanto à questão dos cemitérios, a SAAD-Leste pede aos administradores que façam um levantamento de campo em todos da região Leste, para que haja um recadastramento de todas as sepulturas existentes.

“Através desse recadastramento, teremos um número exato de quais sepulturas já estão perpetuadas, e as que não estiverem, iremos notificar as famílias para que venham regularizar a situação. No ato do sepultamento, a família tem 5 anos se for adulto e 3 anos criança, para requerer uma certidão de perpetuidade. Quem tem direito no ato do falecimento são marido e mulher, pais e filhos ou os descendentes mais próximos”, enfatizou Lopes.
Ele acrescentou que outros assuntos inerentes aos cemitérios foram discutidos como a construção das gavetas, a regularização dos horários de atendimento com plantão.

“Os cemitérios funcionam o dia todo, de segunda a segunda. Fizemos a reunião para que os funcionários fizessem o atendimento da forma correta e trouxessem também as necessidades de cada um, quanto à questão administrativa, materiais essenciais, para gerar eficiência e menos burocracia”, frisou Renato Lopes.

SAAD Sudeste conversa com permissionários sobre projeto de reforma do Mercado do Renascença II

O superintendente de Ações Administrativas Descentralizadas – Sudeste (SAAD), Zé Nito, junto da equipe técnica de engenharia e assistência social, participou de reunião, nesta sexta-feira (2), com alguns dos permissionários do Mercado do Renascença II. Na ocasião, foram discutidos os detalhes sobre as obras de reforma do espaço.

Segundo Zé Nito, a ideia é dialogar com os permissionários e a comunidade a fim de executar projetos que beneficiem a todos. “Nós temos uma missão primordial, que é a de ouvir as pessoas e agir em prol do desenvolvimento da região. Desta forma, estamos trabalhando para que o novo mercado seja entregue com todas as melhorias necessárias à população e aos trabalhadores que lá atuam”, destaca o superintendente.

O projeto de reforma do Mercado do Renascença II prevê a revitalização de uma área de 1.338m², com novas instalações elétricas, sanitárias e hidráulicas, SPDA (Sistemas de Proteção contra Descargas Atmosféricas) e de combate a incêndios. Também será construída área para estacionamento, estrutura administrativa, área exclusiva para cargas e descargas, lixeiras seletivas, rampas de acessibilidade, banheiros masculinos e feminino convencionais e com acessibilidade, boxes e bancadas de hortifruti.

Antes da reforma, a fim de possibilitar que os comerciantes continuem com as atividades durante o período de obras, a SAAD Sudeste construiu um espaço provisório, localizado na Rua Dr. Pedro Teixeira, no Renascença II, para onde os permissionários serão remanejados.

Foto: Divulgação (SAAD Sudeste)

Strans disponibiliza novo e-mail para casos de multas dos permissionários do transporte público

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) está disponibilizando a nova conta de e-mail multa.transporte@gmail.com para o envio de solicitações referentes a multas dos permissionários dos transportes público, ônibus, táxi, mototáxi, transporte alternativo, transporte eficiente.

O e-mail multa.transporte@gmail.com é exclusivo para atendimentos de casos relativos a multas dos permissionários dos transportes público, com o objetivo de direcionar o atendimento a esse público.

Para procedimentos relativos a atendimentos de casos de multas os permissionários dos transportes público devem enviar as solicitações para este novo endereço de e-mail, somente para este público.

 

Semest convoca permissionários dos Centros de Produção para recadastramento

O recadastramento vai identificar os permissionários que estão utilizando o local para produzir e prestar serviços à comunidade Foto(Ascom/Semest)

A Secretária Municipal de Economia Solidária de Teresina (Semest) convocou os permissionários dos centros de produção para reuniões de recadastramento – cada empreendedor que deseja continuar utilizando o box deve participar da reunião. A reunião será realizada em cada um dos 16 centros de produção coordenados pela secretaria.

“O recadastramento, além de promover uma reorganização, que visa uma administração mais eficiente, é, também, um meio de identificar os permissionários que estão de fato utilizando o local para produzir e prestar serviços à comunidade”, explicou o gerente de Tecnologia da Semest, Carlos Vinicius Melo.

Datas e locais das reuniões:

Zona Norte:

24/05 Centro de Produção Padre Eduardo (São Joaquim)
25/05 Centro de Produção do Mocambinho
26/05 Centro de Produção do Buenos Aires
27/05 Centro de Produção Parque Wall Ferraz

Zona Sul:

24/05 Centro de Produção do Saci
25/05 Centro de Produção do Promorar
26/05 Centro de Produção Santo Antônio
27/05 Centro de Produção Vila da Glória
31/05 Centro de Produção da Piçarra

Zona Leste:

31/05 Centro de Produção Cidade Jardim
01/06 Centro de Produção Vila Nova
02/06 Centro de Produção Vila Maria
07/06 Centro de Produção Parque Mão Santa

Zona Sudeste:

01/06 Centro de Produção do Dirceu
02/06 Centro de Produção do Redonda
07/06 Centro de Produção do Carlos Falcão
08/06 Centro de Produção Monte Horebe

SDU Sul e Fundação Wall Ferraz lançam projeto de capacitação dos permissionários do Mercado da Vermelha

Parceria vai permitir qualificação de permissionários / Foto: Ascom SDU Sul

A Superintendência de Desenvolvimento Urbano Sul (SDU Sul) lançou na manhã desta terça-feira (22), com a Fundação Wall Ferraz, o projeto de capacitação dos permissionários do Mercado da Vermelha. Essa qualificação ainda é um projeto piloto, mas deve abranger todos os mercados do município. O curso de capacitação em higienização e manuseio de mercadorias deve começar ainda essa semana no Mercado da Vermelha.

O superintendente da SDU Sul, Alípio Paiva, afirma que o intuito do projeto é a melhoria da qualidade de vida, tanto dos permissionários quanto dos consumidores. “Cuidar e melhorar a vida das pessoas é o principal objetivo da gestão do prefeito Doutor Pessoa e do Vice Robert Rios. Então estamos desenvolvendo essa parceria com a Fundação Wall Ferraz, com o intuito de capacitar os servidores dos mercados municipais. O primeiro curso desse projeto vai trabalhar diretamente com o manuseio dos produtos que são vendidos, proporcionando melhor higienização dessas mercadorias e assim garantindo uma maior segurança dos consumidores, principalmente nesse período de pandemia” destacou o superintendente.

O presidente da Fundação Wall Ferraz, Maykon Silva, também esteve presente e explicou como deve acontecer a capacitação. “Esse curso será oferecido dentro dos próprios mercados onde os alimentos estão expostos e são comercializados, garantindo uma maior absorção do conteúdo que será oferecido,” explicou Maykon Silva.

A administradora do Mercado da Vermelha, Célia Sousa, pontua que a higiene do local é um dos principais pontos que tem abordado junto aos permissionários “Esse curso de capacitação é uma inovação, e nós pretendemos, cada vez mais, melhorar tudo que tem relacionado ao nosso mercado da vermelha. Estou muito agradecida e quero dizer a todos que o mercado da vermelha preza por higiene e qualidade de vida dos nossos consumidores e permissionários” ressaltou a administradora.

Os permissionários se mostraram empolgados com a novidade “É muito importante! É uma nova oportunidade que tá surgindo para melhorarmos cada vez mais o atendimento aos nossos clientes.” informou a permissionária Lucimar Nascimento.

Permissionários atingidos pelo incêndio no Shopping da Cidade assinam contratos para empréstimo no Banco Popular

Os permissionários que tiveram lojas atingidas pelo incêndio no shopping da cidade, no centro de Teresina, assinaram nesta terça (10) o contrato com a Prefeitura de Teresina para garantir o empréstimo especial fornecido a eles por causa do incidente, que aconteceu no mês de agosto. Ao todo, sete pequenos empresários serão contemplados pelo benefício, que vai minimizar os prejuízos dos empreendedores.

As assinaturas foram coletadas no Banco Popular e a previsão é de que o dinheiro seja disponibilizado aos comerciantes até o fim desta semana. O valor disponibilizado para todos os comodatários contemplados foi de R$ 320 mil.

Lisa Moraes é proprietária de uma das lojas afetadas com o incêndio e fala sobre a oportunidade dada pelo banco. “Hoje vim concretizar minha linha de crédito para voltar às atividades. Com essa oportunidade também poderei investir bastante no meu estoque para trabalhar em dezembro. Estou muito feliz de conseguir esse recomeço através do Banco Popular”, disse.

O secretário da Secretaria Municipal de Economia Solidária de Teresina (SEMEST), Ricardo Bandeira, ressaltou a importância do empréstimo para os permissionários. “Fizemos um esforço relevante para ajudar os permissionários após esse triste incidente. O Banco Popular tem uma limitação no valor máximo de empréstimo para cada cliente. O capital de giro máximo emprestado é de R$ 4 mil, mas no levantamento que fizemos com eles este valor não iria resolver. Então, fizemos uma modificação na legislação do Banco para poder atendê-los e esperamos que todos consigam se reerguer de forma positiva”, explicou.

Prefeitura quer garantir espaço temporário a permissionários atingidos por incêndio

Rômulo Piauilino

O prefeito Firmino Filho esteve, na manhã desta terça-feira (11), no Shopping da Cidade, onde cerca de 12 boxes foram afetados por um incêndio na noite da última segunda-feira (10). Ele informou que a Prefeitura vai buscar alternativas para que os permissionários continuem trabalhando até que os espaços sejam recuperados.

“Uma equipe da SDU Centro Norte está avaliando as condições físicas do local para analisar como será feito esse processo de recomposição. Ao mesmo tempo, a Prefeitura está em contato com os donos dos boxes para que a gente possa dar condições para que eles retomem suas atividades de forma temporária. Vamos buscar alternativas para isso”, afirmou.

O superintendente da SDU Centro-Norte, Carlos Daniel, afirmou que o trabalho de avaliação do local será feito de forma responsável para que os permissionários voltem ao espaço com segurança. “Chamamos a perícia, o Corpo de Bombeiros, um engenheiro especialista em estrutura de concreto para avaliar os danos ocasionados à toda a estrutura. Vamos esperar o resultado dessa avaliação para liberar o espaço o mais rápido possível, de forma que os lojistas possam voltar a trabalhar”, afirmou.

De acordo com o coordenador do Shopping da Cidade, Dênis Loureiro, o sistema de combate à incêndio do local evitou maiores danos ao centro de compras. “Temos  extintores e hidrantes, que foram utilizados por nossos seguranças antes da chegada do Corpo de Bombeiros. Sem essa ação, os estragos teriam sido bem maiores. Infelizmente, havia muito fogo e não tivemos como controlá-lo por completo”, informou.

O Shopping da Cidade voltou a funcionar na segunda-feira (10), na Etapa 3 da reabertura gradual das atividades econômicas em Teresina. Com o incêndio, o local voltará a ser fechado temporariamente, até que haja segurança para a volta dos lojistas.

Permissionários do transporte individual de passageiros devem redobrar cuidados com a Covid-19

Ascom/Strans

Em Teresina, não há restrições com relação a atuação dos profissionais que trabalham com o transporte individual de passageiros. No entanto, a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) vem seguindo as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e está orientando os condutores e usuários desse tipo de serviço para que redobrem os cuidados com a Covid-19.

Para os profissionais que utilizam o carro como meio de locomoção, a orientação é desligar o ar-condicionado e realizar as viagens com os vidros abertos. Além disso, os taxistas e mototaxistas devem realizar a higienização de seus veículos e dos capacetes regularmente. De preferência, após o término de cada corrida.

“Recomendamos que os profissionais desse tipo de transporte intensifiquem as prevenções para evitar a propagação da Covid-19. É importante também que os usuários façam o seu papel e só se desloquem de suas casas em casos de extrema necessidade. Quem pode, deve ficar em casa”, alerta o gerente de licenciamento e concessão da Strans, Rômulo Rêgo.

A Strans recomenda, ainda, que os passageiros obedeçam as recomendações básicas de higienização e evitem corridas compartilhadas, para coibir a aglomeração nos veículos.