Strans implantou mais de 500 novas placas de sinalização nos últimos dois meses


A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) implantou 557 novas placas de sinalização nos últimos dois meses. Os serviços abrangeram todas as zonas da capital e foram realizados de acordo com as recomendações das autoridades de saúde em virtude da pandemia da Covid-19.

As placas foram substituídas após uma pesquisa de campo feita pelas equipes da Diretoria de Trânsito e Sistema Viário da Strans, que definiram os pontos com mais necessidades de reparos. As principais placas renovadas foram de Pare, Siga em Frente, Siga em Frente ou à Direita, Siga em Frente ou à Esquerda, Sentido Proibido e placas de velocidade.

O engenheiro da Strans, Lucas Andrade, enfatiza que todos os serviços foram executados de acordo com as recomendações das autoridades de saúde. “Estamos trabalhando com equipes reduzidas, tudo feito com os devidos cuidados recomendados pelas autoridades de saúde, com uso de máscaras, luvas e álcool gel”, pontua.

As manutenções de sinalização feitas pela Strans também podem ser sugeridas pela população. Através do aplicativo Colab, o cidadão pode relatar as necessidades do seu bairro e anexar fotos solicitando algum reparo. O Colab está disponível nas plataformas Android e IOS.

Strans revitaliza sinalização de altura em viadutos, passarelas e estações nas BRs

Ascom/ Strans

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) colocou 42 placas de sinalização de altura em viadutos, passarelas e estações de embarque e desembarque de passageiros localizadas nas BRs.

A equipe de sinalização da Strans fez, inicialmente, a medição de todos os locais abordados para informar a altura de cada ponto. Com o aviso, os motoristas dos veículos de grande porte terão mais segurança para trafegar. As placas especificam altura máxima de 13,2m e mínima de 3,8mcm. Muitos locais já tinham a informação e outros receberam somente nessa ação da Superintendência.

O gerente de Engenharia de Tráfego da Strans, José Lopes, especifica que a medida garante mais segurança aos condutores de veículos de grande porte. “Reforçamos o trabalho de sinalização para que os veículos muito altos tenham segurança ao passar nesses lugares. Fizemos a medição de todos os pontos que estavam precisando de sinalização de altura, já colocamos as novas placas e certamente vai contribuir para reduzir acidentes”, diz.

As vias beneficiadas foram a Avenida Henry Wall de Carvalho (em frente à Ceasa), Avenida Barão de Castelo Branco (próximo ao Cefap), Avenida Frei Serafim com Marechal Castelo Branco, Ponte da Primavera, Avenida Marechal Castelo Branco (próximo à Ponte Estaiada), Ponte JK, Avenida Miguel Rosa com Avenida Getúlio Vargas, Avenida Miguel Rosa com Rua João Cabral, Avenida Raul Lopes (Ponte Estaiada), Rua Goiás (passagem do trem), Rua Tibério Nunes (passagem do trem), cruzamentos da Avenida Maranhão com as ruas Areolino de Abreu, Lizando Nogueira e Avenida Campos Sales,  Avenida Maranhão (próximo à Ponte Nova) e Shopping da Cidade.

Foram sinalizadas também as estações de embarque e desembarque da Avenida Prefeito Wall Ferraz e nos cruzamentos da Avenida Prefeito Wall Ferraz com as Ruas Irmã Alzira e Ivan Tito.

Semjuv implanta sistema solar em Centro Unificado

A Secretaria Municipal da Juventude (Semjuv) promove neste sábado, 31 de agosto, a certificação dos alunos concludentes do curso do Projeto Solaris. Na ocasião, será entregue a instalação da placa de energia solar fotovoltaica no Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU) Ana Maria Rêgo, no Portal da Alegria, a partir das 16h. “Está sendo implantado um sistema solar fotovoltaico no CEU Sul, que numa primeira etapa foi dimensionado para gerar uma economia de, aproximadamente, 2.500 kWh/mês. A instalação não foi executada pelos alunos por uma questão de segurança, mas eles encontram-se capacitados para exercer a atividade, tendo em vista que tivemos aulas teóricas e práticas”, disse o instrutor do Solaris, José Augusto.

O projeto Solaris capacita os teresinenses para o mercado de energia solar. Nesta primeira fase foram oferecidas 60 vagas. O curso permitiu que os jovens possam efetivar a montagem de Sistemas Fotovoltaicos Conectados à Rede.

Segundo o secretário municipal da Juventude, Zé Filho, o projeto Solaris chama a atenção dos jovens para uma nova área do mercado de trabalho que está em franca expansão. “É importante que os jovens percebam que essa é uma área em franca expansão no mundo todo. Então, essa é uma oportunidade que se abre em nível nacional para nossos jovens teresinenses, já que essa tecnologia está chegando no país”, afirma.

O curso do Solaris teve a duração de 30 horas, sendo 20 horas de parte teórica e outras 10 de aulas práticas. O projeto foi viabilizado pela Prefeitura de Teresina e também por recursos de Emendas Parlamentares empenhadas pelos vereadores Neto do Angelim e Luiz Lobão.

 

Strans inicia novo projeto de educação no trânsito em 1º de agosto

Com a volta às aulas a partir desta quinta-feira, 1º de agosto, a Superintendência de Transportes e Trânsito (Strans) vai iniciar o projeto “De pais para filhos” nas áreas próximas a 16 escolas, nas zonas Leste e Centro de Teresina. Agentes de trânsito estarão nas proximidades por cerca de 1h30 minutos, com início das ações às 6h30, 11h30 e às 17h30.

O projeto consiste em sensibilizar os pais e condutores de veículos para que tenham comportamento correto no trânsito. Faz parte das ações a colocação de placas com conteúdos que chamam a atenção para que os condutores de veículos ajam corretamente e sejam exemplos para as crianças e adolescentes.

São frase do tipo: “Ao estacionar em fila dupla você ensina ao seu filho que as leis não importam”, “ Seu filho precisa do seu cuidado e do seu exemplo” e “Respeite as leis de trânsito”.

Nas 16 escolas que englobam o projeto, agentes de trânsito estarão presentes para coordenar o fluxo de veículos e orientar condutores. Também serão distribuídos panfletos com conteúdo educativo.

O projeto, que é coordenado pela Gerência de Educação no Trânsito, também pretende contribuir com a formação dos futuros condutores. “Queremos que os pais tenham mais responsabilidade no trânsito e possam ser bons exemplos para os filhos”, diz Samyra Motta, gerente de Educação no Trânsito da Strans.