Strans segue com atendimentos pela plataforma Teresinense Digital

Uma das estratégias da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) para continuar oferecendo serviços ao público externo durante a pandemia da Covid-19 é o atendimento online pela plataforma Teresinense Digital. Os serviços presenciais foram suspensos no dia 20 de março para evitar a propagação da doença infecciosa na capital.

Requerimentos, consultas e recursos de infrações também devem ser realizados online. Os serviços de renovação, alteração do veículo, transferência da permissão e solicitação de cadastro de 2º operador (para táxi e mototáxi) devem ser realizados somente pela plataforma online Teresinense Digital.

Alyne Costa, gerente de Gestão de Trânsito da Strans, pontua que o atendimento online, que já estava disponível antes da pandemia, tem preservado a saúde tanto do público externo, como dos próprios funcionários da Strans. “Os serviços online têm sido essenciais para que os nossos trabalhos continuem. Nossas equipes estão trabalhando para que a população continue tendo atendimento sem precisar sair de casa e expor sua saúde neste momento”, afirma.

Para o cadastro na plataforma o usuário deve acessar o site da Prefeitura de Teresina (pmt.pi.gov.br/teresinensedigital) no Menu > Trânsito > Clicar em um dos serviços. O aplicativo Teresinense Digital também está disponível em aparelhos Android e IOS.

O cidadão pode realizar os seguintes procedimentos pela plataforma Teresinense Digital:

– Consulta de infrações

– Recurso de infrações

– Requerimento de pagamento dos fornecedores da Strans

– Serviços para permissionários de Táxi

– Serviços para permissionários de Mototáxi

– Serviços para permissionários de Transporte Escolar

– Localização de radares

– Horários dos transportes coletivos

Para mais informações sobre o cadastro de usuários, basta clicar no link abaixo e baixar a Cartilha do Usuário Externo:

https://docs.google.com/document/d/13QZ4ZPbLV_SZpn0v9r5UtvV8r0yIuhO8aFG5K0B0GDw/edit

 

Atendimentos da Strans seguem disponíveis na plataforma Teresinense Digital

Durante a pandemia da Covid-19, o atendimento online pela plataforma Teresinense Digital tem sido uma das estratégias da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) para continuar com os serviços ao público externo. Os atendimentos presenciais foram suspensos no dia 20 de março para evitar a propagação da doença infecciosa na capital.

Solicitações como requerimentos, consultas e recursos de infrações devem ser realizados somente pela plataforma Teresinense Digital. Renovação de permissão para taxistas, alteração do veículo, transferência da permissão e solicitação de cadastro de 2º operador (táxi e mototáxi) também devem ser realizados online.

O gerente de licenciamento e concessão da Strans, Rômulo Rêgo, pontua que antes da pandemia os atendimentos online já existiam junto aos presenciais e que, no atual contexto, foi a solução encontrada para continuar atendendo as solicitações da população. “A plataforma online tem sido uma grande aliada neste momento de pandemia. Contamos com a colaboração da população para que prossiga utilizando esses serviços e reforçamos que quem puder, fique em casa”, completa.

Os serviços disponíveis na plataforma Teresinense Digital são:

– Consulta de Infrações

– Recurso de Infrações

– Requerimento de Pagamento dos Fornecedores da STRANS

– Serviços para Permissionários de Táxi

– Serviços para Permissionários de Mototáxi

– Serviços para Permissionários de Transporte Escolar

– Localização de radares

– Horários dos Transportes Coletivos

Para mais informações sobre o cadastro de usuários, basta consultar a Cartilha do Usuário Externo no link abaixo

Link: https://docs.google.com/document/d/13QZ4ZPbLV_SZpn0v9r5UtvV8r0yIuhO8aFG5K0B0GDw/edit

 

Teresina Transforma: Plataforma muda a realidade de projetos sociais na capital do Piauí

O Teresina Transforma vem mudando a realidade dos projetos sociais que estão participando da plataforma. Mantido pela Prefeitura de Teresina, através da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), o programa de apoio ao voluntariado possui atualmente mais de 600 cadastrados em apenas dois meses de atuação.

Dentre os projetos que estão inseridos na plataforma está o Restaurando Sonhos. A iniciativa consiste em incentivar a realização do sonho de crianças que desejam se tornar jogador de futebol, buscando oportunidades em grandes clubes do país.

“Temos três anos de atuação no Piauí e buscamos viabilizar testes para essas crianças nos grandes clubes de futebol do Piauí e de fora do estado. Temos parceria com outras escolinhas e já conseguimos aprovar atletas no Sport Club Corinthians, do estado de São Paulo, Clube de Regatas Flamengo e no Fluminense Futebol Clube, ambos do Rio de Janeiro. Hoje nós temos unidades do projeto no bairro Promorar e outra no bairro Renascença, na zona Sudeste de Teresina”, explica Alex Carvalho, coordenador do Restaurando Sonhos.

Através da plataforma, o coordenador do projeto externou a necessidade de contar com o trabalho voluntário de psicólogos para a realização de um relatório para traçar o perfil dos atletas que estão sendo enviados para testes nos clubes de fora do Piauí.

“O projeto estava precisando de duas psicólogas para atender três crianças que estão sendo enviadas para um clube de futebol da Bahia e as respostas do nosso chamamento surgiram através da plataforma. Já tivemos também a participação de uma nutricionista que nos deu uma palestra sobre nutrição esportiva e que o contato também foi feito através da plataforma. O Teresina Transforma tem sido a ponte para essas crianças que sonham em ser jogadores de futebol e agora terão oportunidades nos grandes clubes”, completou Alex.

O secretário municipal de cidadania, assistência social e políticas integradas, Samuel Silveira, explica que os projetos participantes estão constantemente disponibilizando vagas através da plataforma e que as pessoas que se identificarem com determinada ação podem se inscrever, aguardar a aprovação e o chamamento.

“Estamos acompanhando e aprovando as ações e cadastros que estão surgindo na plataforma. Ficamos felizes por que a plataforma está promovendo o encontro entre quem precisa e quem tem condições de ajudar”, disse o secretário.

Para os interessados que desejam saber como ser um voluntário ou cadastrar seu projeto social basta acessar o link https://teresinatransforma.pmt.pi.gov.br/

SEMPLAN inicia trabalhos com empresa para implantação do Observatório da Mobilidade

A secretaria municipal de Planejamento e Coordenação (SEMPLAN) e a Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD) realizaram a primeira reunião de trabalho com a Systra, empresa francesa de engenharia que venceu a licitação para implementar o Observatório da Mobilidade em Teresina. O projeto visa a publicização de dados para tornar a gestão do transporte público da capital mais eficiente e transparente. A previsão é que esteja em funcionamento em 2021.

O processo licitatório organizado pela AFD teve cinco consórcios de empresas estrangeiras e brasileiras como concorrentes, sendo concluído no fim de novembro. A vencedora Systra é uma empresa francesa especializada em serviços de engenharia e consultoria, especialmente em infraestrutura e transportes, e será a responsável por colocar e prática o Observatório da Mobilidade.

Na primeira reunião de trabalho após o fim da licitação, foram estabelecidos os passos iniciais da implantação, onde será feito um levantamento da situação atual do sistema de transporte público de Teresina. A partir desta avaliação, serão apontados alguns caminhos para alcançar o objetivo de publicizar as informações sobre o transporte público e melhorar a qualidade do sistema.

“O observatório da mobilidade é uma metodologia para melhorar a governança de informação, quanto ao transporte público em Teresina. Vamos identificar que tipo de dados, indicadores, e processos nós podemos melhorar para termos uma melhor operação do transporte público em Teresina”, explica Flávia Maia, coordenadora da Agenda Teresina 2030.

O projeto

O Observatório da Mobilidade será uma plataforma que irá gerar e disponibilizar indicadores do transporte público. Assim, a ideia é que o sistema se torne mais transparente e eficiente.

A implantação do projeto em Teresina recebe um financiamento de 500 mil Euros da AFD através do Programa Euroclima, que financia 16 iniciativas espalhadas pela América Latina. No Brasil, apenas Teresina e Santos foram contempladas. Em 2018, o Observatório da Mobilidade foi escolhido como melhor projeto apresentada na Conferência de Cidades da Comissão Econômica para América Latina e Caribe (Cepal).

 

 

 

SAMU lançará plataforma de ensino à distância em Teresina

Nos últimos anos, a tecnologia facilitou a vida das pessoas, especialmente na área da comunicação. Diante desse cenário, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) de Teresina fará o lançamento da sua plataforma de ensino à distância. O evento ocorrerá nesta terça-feira (16), às 8h, no auditório da Fundação Municipal de Saúde (FMS). Assim, todos os servidores do SAMU, através de login e senha, poderão ter acesso aos cursos sobre urgência e emergência em qualquer horário e lugar.

Para o presidente da FMS, Charles Silveira, a inauguração da plataforma é um avanço na educação continuada dos profissionais de saúde: “Esta modalidade de ensino tem crescido no Brasil e trará inúmeros benefícios para Teresina: trata-se de uma modernização dos processos de trabalho, que contribui com o aprendizado dos colaboradores e resulta em melhorias para a população que necessita do serviço pré-hospitalar”, comemora.

A plataforma de ensino à distância foi elaborada pela Empresa Teresinense de Processamento de Dados (PRODATER). De acordo com Francina Amorim, diretora geral do SAMU, alguns cursos, como o de libras, ficarão disponíveis também para os profissionais de saúde que integram o quadro da FMS. “Estes profissionais da rede de saúde do município que manifestarem interesse poderão entrar em contato com o Núcleo de Educação em Urgência do SAMU para que seja viabilizado o acesso à nossa plataforma de ensino”, afirma.

Segundo Laurimary Caminha, coordenadora do Núcleo de Educação em Urgência do SAMU, o órgão tem um cronograma extenso de capacitações: “Realizamos capacitações permanentes dos servidores para cumprir às exigências do Ministério da Saúde e, sobretudo, porque valorizamos a educação como meio de garantir um adequado atendimento às urgências e emergências clínicas, traumáticas, obstétricas e psiquiátricas”, ressalta, informando que os cursos disponíveis podem ser online ou semipresenciais.