Prefeitura suspende licença para eventos na Ponte Estaiada e adia os que já estavam marcados

A Prefeitura de Teresina, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec), decidiu suspender todo tipo de licença para a realização de eventos no Complexo Turístico Ponte Estaiada a partir desta quinta-feira (19). A medida veio para que se evite aglomeração de pessoas no local, seguindo as orientações da Fundação Municipal de Saúde (FMS). Além disso, todos os eventos que aconteceriam nos próximos dias serão remarcados.

Eventos como a inauguração da Praça H.Dobal, que estava prevista para o dia 26, a encenação da Paixão de Cristo, prevista para o dia 05 de abril, e o projeto #VemPraPonte, que estava sendo realizado aos domingos, foram suspensos enquanto perdurar o risco de transmissão do coronavírus. Novas datas serão apresentadas em breve.

De acordo com o secretário da Semdec, Venâncio Cardoso, a suspensão de licença e o adiamento dos eventos previstos para março e abril são medidas de controle alinhadas com as orientações da Prefeitura de Teresina para que o contágio do novo coronavírus seja controlado na capital.

“Estamos vivendo um momento onde a saúde pública é a prioridade da vez. Destaco que essas medidas são válidas inicialmente pelos próximos 15 dias, de acordo com orientações que nos foram repassadas. Os eventos não serão cancelados, serão adiados, tudo para que evitemos aglomeração de pessoas”, explica Venâncio.

Visitação ao Mirante

A visitação ao mirante da Ponte Estaida, que recebeu só em 2019 46.705 visitas, também foi suspensa. Somente os funcionários poderão acessar o local para realizar limpeza e manutenção do espaço. A medida também é válida a partir desta quinta-feira.

Outros eventos

O Selo Dona Saló, que seria realizado nesta quarta-feira (18), no Teatro do Boi, também será adiado, assim como a inauguração do Espaço Thech, que funcionará na Praça dos Skatistas, zona leste da capital. Além disso, o Projeto Empreende Bairro – Zona Sul, que está sendo sediado no Senac Unidade Audir Lages, no bairro Parque Piauí, teve suas atividades suspensas nesta segunda-feira (16), assim como a Feira Empreende, que estava prevista para o dia 28, encerrando o Projeto. Um novo calendário será apresentado em breve pela Semdec.

 

SDU Leste dá início à revitalização da Praça da Ponte Estaiada

As praças e as demais áreas verdes e públicas são espaços que contribuem para uma melhor qualidade de vida dos moradores, que utilizam os locais para lazer e para a prática de atividades físicas. Pensando nisso, a Superintendência de Desenvolvimento Urbano Leste (SDU Leste) está providenciando a revitalização da Praça da Ponte Estaiada, por meio da ação da Gerência de Obras e Serviços.

No local, o órgão municipal está executando serviços de passeio, assentamento de meio-fio, além das estruturas de concreto armado e bancos. Também está sendo feita a limpeza mecanizada da camada vegetal para promover uma maior e melhor arborização do espaço.

Após a revitalização do espaço, a Praça homenageará o poeta teresinense Himdemburgo Dobal Teixeira, mais conhecido como H. Dobal, falecido em 22 de maio de 2008, com 80 anos.

Os serviços estão sendo possíveis graças aos recursos próprios da Prefeitura, por meio das chamadas zonais, que é programada pela Gerência de Obras da SDU Leste. No local estão sendo investidos R$ 32.881,14.

Para o superintendente João Pádua, a ação é resultado da preocupação e do zelo da Prefeitura com os moradores que tanto utilizam esses espaços para o lazer e atividade física com o foco na saúde do corpo e metal. “Espaços públicos, como as praças, por exemplo, são ambientes que permitem uma recreação às famílias e amigos em vários momentos do dia. Por isso, destinamos recursos para possibilitar o aprimoramento desses locais e proporcionar uma melhor qualidade de vida às pessoas que vão usufruir da Praça”, ressaltou.

 

Construtora volta a trabalhar na Ponte Wall Ferraz nesta quinta (13)

Ascom / SDU Sul

A construtora contratada pela Prefeitura de Teresina para realizar a obra da Via Marginal Poti Sul, ligando a Avenida Marechal Castelo Branco a vários bairros da zona Sul da cidade, volta a trabalhar na parte de cima da Ponte Wall Ferraz nesta quinta-feira, dia 13. Por conta disso, será necessário implantar um novo desvio no trânsito do local.

Segundo o superintendente de Desenvolvimento Urbano  Sul, Paulo Lopes, será novamente apenas um desvio, sem a necessidade de interdição. “Em nenhum momento vamos precisar interditar o trânsito na ponte. Vamos apenas precisar isolar uma faixa no lado da parte mais nova da ponte e mais duas faixas na parte mais antiga. Ou seja, no sentido da zona Sul para as zonas Sudeste e Leste ficará uma faixa livre, a da lateral direita. E no sentido contrário, de quem vem para a Sul, estarão duas faixas livres”, explica.

O desvio não será feito na extensão completa da ponte, ficará apenas em um trecho. Paulo Lopes ressalta ainda que basta que todos tenham apenas um pouco de cautela para que trânsito flua normalmente.

A previsão é que o desvio permaneça por mais uma semana, até a próximo sexta, dia 21. “Mesmo que ocorram alguns imprevistos, já que estamos no período de chuvas, na sexta-feira o desvio será retirado e o trânsito estará liberado no local durante o carnaval”, inform.

Essa obra serve para a implantação de um reforço na base da parte antiga da Ponte Wall Ferraz e com isso poder realizar as intervenções necessárias para a construção da Via Marginal Poti Sul na sua ligação do primeiro com o segundo trecho na passagem por debaixo da ponte.

A Prefeitura está realizando um investimento na Via Sul de R$ 30 milhões no trecho entre a ligação com a Avenida Marechal Castelo e a Ponte Anselmo Dias. De lá até a Avenida Manoel Ayres Neto serão mais R$ 35 milhões, totalizando R$ 65 milhões. A avenida contará com três pistas de rolamento de cada lado, um canteiro central de seis metros de largura, calçada do lado da floresta fóssil, também de seis metros, e outra de três metros do lado das residências, toda iluminada e com ciclovia.

SDU Centro Norte inicia a fundação da ponte que vai ligar a zona norte à Ufpi

Ascom/SDU Centro Norte

Está em fase de fundação a construção da nova ponte, que vai ligar o bairro Água Mineral, na altura do balão da Coca-Cola, à Universidade Federal do Piauí (UFPI), próximo ao setor de esportes, desafogando o trânsito entre as zonas Norte e Leste.

A nova ponte terá 240 metros de comprimento, vias para ciclistas e pedestres, além de quatro faixas de rolamento, sendo duas em cada sentido. Serão aplicados mais de R$ 31 milhões na obra, com recursos oriundos do FGTS. O prazo para execução é de até 14 meses após a ordem de serviço

O superintendente da SDU Centro Norte, Carlos Daniel, explica que a nova ponte trará resultados positivos para todas as zonas da cidade. “Com a conclusão dessa ponte as pessoas terão mais facilidade para chegar à zona Leste da cidade. A nossa expectativa é que até o final do segundo semestre a gente entregue mais essa grande obra para cidade”, destaca.

A engenheira da SDU Centro Norte, Adélia de Melo, afirma que a obra está em fase inicial, mas deve começar a avançar. “Estamos ainda muito no início da obra, na fase de cravação das estacas, que corresponde a fase inicial das fundações, mas após essa etapa vamos começar fazer os blocos de concreto para implantar os pilares da ponte. Pontes conectam zonas, desafogam trânsitos e trazem resultados positivos para o desenvolvimento da capital”, disse.

A dona de casa, Teresinha Luis, que mora no Bairro Água Mineral há de 30 anos, acredita que a obra vai trazer mais valorização para o bairro. “Há muitos anos moramos aqui e nunca tivemos uma obra desse tamanho, por isso estamos na expectativa da conclusão”, disse.

Já Isabel Cristiane da Cruz Oliveira acredita que a ponte vai facilitar muito a vida das pessoas que estudam na Ufpi. “Os estudantes da universidade, que moram aqui no bairro hoje, precisam ir até o centro para pegar outro ônibus para ir para a Ufpi, mas com a ponte acredito que ele poderão sair daqui do bairro e ir direto para universidade pela ponte”, finaliza.

Fundação Wall Ferraz realizou 50 atendimentos no The Vejo na Ponte

Mesmo com a forte chuva que caiu sobre a capital no início da noite do último domingo (27), os teresinenses aproveitaram para participar da primeira edição do Festival The Vejo na Ponte de Carnaval, realizado no Complexo Turístico da Ponte Estaiada, na zona Leste da capital. Durante o evento a Fundação Wall Ferraz (FWF) esteve presente oferecendo serviços de maquiagem e pintura de rosto infantil, além de uma oficina na qual o participante poderia aprender a fazer o seu próprio adereço para curtir as festas da Folia de Momo.

Segundo Samara Pereira, superintendente executiva da Fundação Wall Ferraz, foram realizados 50 atendimentos, sendo boa parte deles na área de pintura de rosto infantil e maquiagem com o tema do Carnaval. “Consideramos como positiva a nossa participação na primeira edição do The Vejo na Ponte de 2020, além de confirmarmos nossa presença nas próximas edições”, disse.

Com o objetivo de valorizar a cultura local, o The Vejo na Ponte especial de Carnaval volta a ser realizado nos próximos dias 02 e 09 de fevereiro, com a participação de várias bandas locais e serviços oferecidos por várias instituições municipais.

O The Vejo na Ponte é realizado pela Prefeitura de Teresina, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec) e Fundação Cultural Monsenhor Chaves (FCMC), com apoio da Fundação Wall Ferraz (FWF).

 

Festival The Vejo na Ponte reúne bom público mesmo debaixo de chuva

O Festival The Vejo na Ponte Especial Carnaval contou com ótimo público no último domingo (26). Mesmo com chuva intensa, famílias e grupo de amigos foram até o estacionamento da Ponte Estaiada prestigiar as bandas que abriram o primeiro dia de evento. A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec) estima que mais de 2 mil pessoas estiveram no local.

Para a estudante de Administração, Isabelle Oliveira, que participa do festival desde a primeira edição, esta foi uma das mais animadas. “Já participei outras vezes e posso dizer que essa foi das melhores. A chuva atrapalhou um pouquinho, mas mesmo debaixo das barracas deu para curtir bastante os shows. Lucas Davi me surpreendeu, não o conhecia, gostei muito”, disse.

De acordo com a gerente de eventos da Semdec, Thayrinne Brito, o público comprou a ideia de um festival voltado para o carnaval. Além disso, ela explica que a marca já se consolidou entre o setor empresarial, que sempre procura a organização com o objetivo de expor seus serviços e produtos durante o evento.

“O The Vejo na Ponte deste ano está bem diferente, com uma programação voltada para o carnaval. O público comprou essa ideia e esteve realmente prestigiando o evento. Pudemos ver a presença de famílias, crianças e muitos grupos de amigos que encontram no evento um ambiente tranquilo para curtir uma prévia carnavalesca. O Festival também teve uma boa adesão de empresários que desejavam expor sua marca no local, o que é muito importante para a Semdec, já que, além de movimentar nossos atrativos turísticos, também temos a missão de pensar no desenvolvimento econômico da cidade”, explicou.

O Festival continua no próximo domingo (2). As atrações serão divulgadas durante a semana pela Semdec e Fundação Cultural Monsenhor Chaves (FCMC).

Show Lily Araújo

A cantora Lily Araújo, última atração prevista para a noite de ontem, estava pronta para subir ao palco do Festival, porém, por conta da forte chuva que caiu, não se apresentou. O show da artista foi remarcado para o último dia de festival: 09 de fevereiro.

 

The Vejo na Ponte terá distribuição de tatuagens contra assédio de mulheres

A 3ª edição do The Vejo na Ponte, que este ano será Especial de Carnaval, está chegando também com a missão de distribuir gratuitamente mais de três mil tatuagens temporárias em apoio a uma campanha pela não violência contra mulher, idealizada pelo Coletivo Não é Não”. A ação quer levantar o debate sobre o combate ao assédio às mulheres em festas de carnaval.

A iniciativa, que é um trabalho em parceria das Secretarias Municipais de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec) e Políticas Públicas para as Mulheres (SMPM) e deve ocorrer durante os três dias de evento, foi pauta durante reunião realizada na última sexta-feira (17). Além disso, o Coletivo também estará durante todo o evento conversando com as mulheres sobre como curtirem esse período de folia com mais segurança.

Para a gerente de eventos da Semdec, Thayrinne Brito, ter o coletivo presente no evento é mais um momento importante e que agrega substancialmente à causa feminina na cidade. “O The Vejo na Ponte desta vez vem com uma pegada mais carnavalesca, então essa é a oportunidade ideal para que o Coletivo faça todo esse trabalho informativo, que flerta muito bem com os projetos da Secretaria da Mulher. A Prefeitura de Teresina apóia a iniciativa, pois a sociedade não tolera mais qualquer tipo de violência contra a mulher”, analisou.

Segundo a secretária executiva da SMPM, Maria Helena, a parceria com o movimento ajuda a intensificar as campanhas já desenvolvidas na cidade. “A importância da parceria mora justamente na intensificação, ainda maior, da reflexão e da orientação na busca pela ajuda e pelos serviços que dispomos na cidade, em especial o do Centro de Referência Esperança Garcia. Além da presença do Coletivo Não é Não, estaremos levando também a campanha “Marcas da Alegria”, que a Secretaria desenvolve”, comenta.

De acordo com a embaixadora do projeto no Piauí, Luana Sena, a parceria entre o Coletivo, a Semdec e a SMPM veio no momento oportuno. “A parceria veio no momento certo porque a gente precisa minimamente de uma estrutura para estar nesses espaços, ou seja, essa é uma porta de entrada para que a gente possa acessar um número maior de mulheres. E o melhor é que nosso Coletivo tem tudo a ver com as bandeiras já levantadas pela SMPM. Casou demais”, comentou.

Ainda de acordo com embaixadora, a parte mais importante de todo o movimento é o momento da aplicação das tatuagens temporárias. “O momento da aplicação é a parte mais importante para nós do Coletivo, porque é no corpo a corpo que passamos a mensagem de combate à violência e a favor da liberdade da mulher. Então, enquanto nossas voluntárias estão aplicando a tatuagem, essas mulheres estão recebendo também informações e sendo conscientizadas”, completou Luana.

Com datas confirmadas para os dias 26 de janeiro e 02 e 09 de fevereiro, o Festival The Vejo na Ponte também volta para movimentar o Complexo Turístico Ponte Estaiada, desta vez para unir a alegria das férias com a do carnaval: é o The Vejo na Ponte Edição de Carnaval. As atrações da nova edição serão divulgadas em breve pela Semdec e Fundação Cultural Monsenhor Chaves (FMCMC).